28 resultados encontrados para . (0.023 segundos)

77713 VUNESP (2016) - MPE-SP - Geógrafo / Geografia

O conhecimento da distribuição espacial da população em áreas urbanas é de fundamental importância para o planejamento que envolve, por exemplo, questões ambientais, de infraestrutura urbana e de saúde coletiva. Em razão disso, a densidade demográfica tem sido utilizada com frequência como categoria de análise do espaço geográfico. O método cartográfico utilizado para representar a densidade demográfica é conhecido como

  • a)
    Isarítmico.
  • b)
    Coroplético.
  • c)
    Figuras proporcionais.
  • d)
    Hispométrico.
  • e)
    Corocromático.

77714 VUNESP (2016) - MPE-SP - Geógrafo / Geografia

Com o objetivo de estudar a distribuição espacial e temporal das chuvas no Estado de São Paulo, dados pluviométricos de diferentes entidades foram utilizados. Com relação à aquisição e/ou tratamento dos dados, é correto afirmar:

  • a)
    as medições de chuva devem ser realizadas preferencialmente em áreas de planícies como forma de evitar o efeito topográfico na distribuição de chuvas.
  • b)
    a alteração dos dados originais é uma etapa importante que antecede a análise espacial com o objetivo de suavizar certas ocorrências atmosféricas no espaço e tempo.
  • c)
    é comum dados obtidos em diferentes localidades não coincidirem cronologicamente e, em razão disso,as séries devem ser padronizadas para um mesmo intervalo de tempo.
  • d)
    o Estado de São Paulo possui uma ampla cobertura de medições que possibilita ao pesquisador comparar qualquer localidade do estado com as normais climatológicas.
  • e)
    após a análise estatística dos dados, métodos de interpolação espacial devem ser empregados como forma de corrigir eventuais inconsistências dos dados ainda existentes.

77715 VUNESP (2016) - MPE-SP - Geógrafo / Geografia

A figura a seguir ilustra uma comparação do escoamento

superficial entre os sistemas de floresta e pastagem para

o período de agosto de 1988 a fevereiro de 1992 na

região do Apiaú, Roraima, Brasil.

Com base na análise do gráfico e no conhecimento a respeito

do impacto do uso da terra e da cobertura vegetal

no escoamento superficial, é correto afirmar que

  • a)
    o escoamento superficial é maior na floresta do que na pastagem em razão da capacidade da floresta em reter água devido à copa das árvores.
  • b)
    a erodibilidade do solo é maior na classe pastagem e em especial nos meses de maior concentração de chuva.
  • c)
    o aumento do escoamento superficial minimiza os processos erosivos que são mais intensos entre os meses de abril e agosto.
  • d)
    a erosão e a compactação do solo possuem pouca relação com o escoamento superficial que dependeda erosividade do solo.
  • e)
    a substituição de florestas para pastagens potencializa o escoamento superficial em razão da falta da cobertura florestal natural e do pisoteio do gado.

77716 VUNESP (2016) - MPE-SP - Geógrafo / Geografia

O cartograma a seguir ilustra a evolução da produção de

soja entre os anos de 1977 e 1999.

Com base na análise do cartograma e no conhecimento da

produção agrícola do território brasileiro, é correto afirmar:

  • a)
    apesar da maior produção de soja no centro-oeste, observa-se uma redução da produção em razão do combate ao desmatamento ilegal.
  • b)
    a produção de soja restringe-se às regiões sul e centro-oeste devido à presença de solos férteis como terra roxa.
  • c)
    a região sul ainda se destaca na produção de soja, mas se observa uma redução ao longo dos anos.
  • d)
    tanto na região sul quanto no centro-oeste a produ- ção de soja está aumentando em razão do aumento da exportação.
  • e)
    diferentemente da região centro-oeste, a produção de soja na região sul é caracterizada pelo uso damão de obra familiar e de pouca mecanização.

77717 VUNESP (2016) - MPE-SP - Geógrafo / Direito Ambiental

O proprietário ou possuidor de imóvel, pessoa natural ou

jurídica, pode, por instrumento público ou particular ou

por termo administrativo firmado perante órgão integrante

do Sisnama, limitar o uso de toda a sua propriedade ou

de parte dela para preservar, conservar ou recuperar

os recursos ambientais existentes, instituindo servidão

ambiental. A Política Nacional do Meio Ambiente (Lei

nº 6.938, de 31 de agosto de 1981) estabelece que a

servidão ambiental

  • a)

    aplica-se às Áreas de Preservação Permanente e à Reserva Legal mínima exigida.

  • b)

    tem prazo mínimo de 10 (anos) anos, não havendo limites para prorrogações de igual período.

  • c)

    não equivale, para fins creditícios, tributários e de acesso, aos recursos de fundos públicos, à ReservaParticular do Patrimônio Natural – RPPN.

  • d)

    deve incluir em seu instrumento ou termo de institui- ão o memorial descritivo, contendo pelo menos um ponto de amarração georreferenciado.

  • e)

    pode passar por alteração da destinação da área, nos casos de transmissão do imóvel a qualquer título, de desmembramento ou de retificação dos limites do imóvel.

80773 VUNESP (2016) - MPE-SP - Geógrafo / Geografia

Paul Vidal de La Blache (1845-1918) é considerado o fundador da moderna geografia francesa. Um dos conceitos mais importantes desenvolvido por ele remete ao “Gênero de Vida”, que pode ser entendido como a

  • a)
    possibilidade de o homem transformar o meio ambiente em que vive em benefício próprio.
  • b)
    condição espacial e natural para a manutenção e consolidação do poder do Estado sobre o território.
  • c)
    metodologia utilizada para entender e explicar a especificidade de cada região por meio da comparação.
  • d)
    unidade área que permite a partição do espaço geográfico em regiões independentes da vizinhança.
  • e)
    capacidade do homem em entender o espaço no qual vive com base nos lavores culturais, étnicos e evolucionistas.

80774 VUNESP (2016) - MPE-SP - Geógrafo / Geografia

Um geógrafo encontrou uma fotografia aérea sem a indicação da escala e comparou com uma carta topográfica na escala 1:50000. A distância em linha reta entre dois cruzamentos viários era de 4 cm na carta topográfica e de 10 cm na fotografia aérea. Qual a escala aproximada da fotografia aérea?

  • a)
    1/2000.
  • b)
    1/2500.
  • c)
    1/10000.
  • d)
    1/12500.
  • e)
    1/20000.

80775 VUNESP (2016) - MPE-SP - Geógrafo / Geografia

Na geologia, o ambiente tectônico formado por blocos de relevo rebaixados associados com falhas normais paralelas com inclinações opostas é conhecido como:

  • a)
    Graben.
  • b)
    Horst.
  • c)
    Diastema.
  • d)
    Anatexia.
  • e)
    Diáclase

80776 VUNESP (2016) - MPE-SP - Geógrafo / Geografia

Todo centro urbano fornece um conjunto de bens e serviços a uma determinada área envolvente e o poder de polarização depende da quantidade e diversidade de bens e serviços prestados. Muitas pessoas que moram em cidades pequenas, por exemplo, procuram as cidades maiores e mais próximas em busca de serviços médicos, e quando o serviço é altamente especializado, procura-se os grandes hospitais, muitas vezes localizados nas capitais estaduais ou em capitais específicas. Essa forma de organização da estrutura espacial urbana hierárquica remete a uma teoria clássica da geografia conhecida como:

  • a)
    Teoria da localização.
  • b)
    Círculo de Hoyt.
  • c)
    Fixos e fluxos.
  • d)
    Círculo de Voronoi.
  • e)
    Teoria dos lugares centrais.

80777 VUNESP (2016) - MPE-SP - Geógrafo / Geografia

O conceito de meio técnico-científico-informacional é um dos grandes legados do pensamento do geógrafo Milton Santos, que pode ser entendido como

  • a)
    a desvinculação do espaço e dos processos históricos na leitura do modo de produção capitalista.
  • b)
    o período que se inicia a partir da revolução industrial com a profunda transformação no modo de produção.
  • c)
    a independência da técnica e das pesquisas científicas nos processos produtivos capitalistas.
  • d)
    o papel dos comércios informais no desenvolvimento dos países de economias emergentes, em especial a do Brasil.
  • e)
    a incorporação da ciência e da técnica e o aprofundamento do papel da comunicação nos sistemas produtivos.