39 resultados encontrados para . (0.010 segundos)

77503 VUNESP (2016) - MPE-SP - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

Considerando os conhecimentos mobilizados na área de

prevenção e combate a incêndios, assinale a alternativa

correta.

  • a)

    Para o combate a incêndios de classe D, utilizam--se pós à base de cloreto de sódio, cloreto de bário, monofosfato de amônia ou grafite seco.

  • b)

    A classificação da combustão pode se dar pela velocidade de deslocamento da frente de reação, que no caso da deflagração chega a atingir 600 m/s.

  • c)

    A condução é um mecanismo de propagação de calor que é provocado por arraste superficial do fluido que envolve o material em combustão.

  • d)

    Na temperatura de queima plena, os gases desprendidos do combustível passam a prescindir da existência de fonte de calor externa para que ocorra a continuação da combustão.

  • e)

    Na radiação, a propagação do calor é feita de molécula para molécula do corpo aquecido, por meio de movimento vibratório orientado pelo gradiente térmico.

77845 VUNESP (2016) - MPE-SP - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Português

Mostrar/Esconder texto associado

Assinale a alternativa em que se caracteriza o emprego de palavras em sentido figurado.

  • a)
    Um dos neologismos recentes vinculados à dependência cada vez maior dos jovens a esses dispositivos é a “nomobofobia”…
  • b)
    ... a superexposição de nossas pequenas ou grandes fraquezas morais ao julgamento da comunidade…
  • c)
    ... a ansiedade e o sentimento de pânico experimentados por um número crescente de pessoas quando acaba a bateria do dispositivo móvel…
  • d)
    ... os usuários precisam ter a habilidade de identificar e estimar parâmetros, aprender a extrair informações relevantes…
  • e)
    O fluxo de informação que percorre as artérias das redes sociais é um poderoso fármaco viciante.

77846 VUNESP (2016) - MPE-SP - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Português

Mostrar/Esconder texto associado

O contexto em que, segundo a norma-padrão, o pronome “se” pode ser colocado antes ou depois do verbo, é:

  • a)
    ... como todas as repúblicas que se prezam...
  • b)
    Chamava-se o deputado Felixhimino ben Karpatoso.
  • c)
    ... de cinquenta em cinquenta anos descobria-se nele um produto...
  • d)
    ... não se sabia bem...
  • e)
    ... embora nada se conhecesse dele.

77847 VUNESP (2016) - MPE-SP - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Informática

Uma planilha criada no Microsoft Excel 2010, em sua

configuração padrão, está preenchida como se apresenta

a seguir



A fórmula =PROCV(A10;A2:C7;3;0), se digitada na célula

B10, trará como resultado

  • a)
    #N/A
  • b)
    #ERRO
  • c)
    3
  • d)
    Guarulhos
  • e)
    22/10/2015

77848 VUNESP (2016) - MPE-SP - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Direito Constitucional

A Constituição Federal estabelece, entre os direitos sociais

dos trabalhadores urbanos e rurais, alguns pertinentes à

segurança e à saúde no trabalho, como o direito

  • a)

    à informação acerca dos riscos à saúde existentes em processos, substâncias e equipamentos utilizados em seu ambiente de trabalho.

  • b)

    à representação, na forma definida em lei específica, em comitês, grupos de trabalho ou afins que tenham como objetivo a definição e a implementação de política de segurança e saúde no trabalho no estabelecimento.

  • c)

    à percepção de adicional de remuneração para atividades penosas, insalubres ou perigosas, na forma da lei.

  • d)

    à recusa ou interrupção de atividade quando entender, por motivos razoáveis, que aquela situação de trabalho implica risco grave e iminente a sua saúde.

  • e)

    de livre acesso a todo e qualquer resultado de exame médico, avaliação psicológica ou teste de aptidão física a que tenha sido submetido por exigência do empregador.

77849 VUNESP (2016) - MPE-SP - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

Para que se obtenha a eficácia na proteção contra incêndios,

em conjunto com a prevenção e o treinamento para

o combate, faz-se necessário desenvolver um Plano de

Emergência, em que

  • a)

    serão definidas as localizações, nas rotas de fuga, dos nichos especializados em atendimento de primeiros socorros, assim como os recursos necessários.

  • b)

    serão programados os exercícios simulados de abandono de área, com periodicidade bianual e com a participação de toda a população fixa e amostra, previamente selecionada, da população flutuante.

  • c)

    a revisão obrigatória ocorre a cada dois anos e sempre que houver alteração em algum dos parâmetros utilizados em sua elaboração, contando com a supervisão de profissional legalmente habilitado.

  • d)

    deve ser observada, em São Paulo, a Instrução Técnica no 16/2011, do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo, de acordo com o Decreto Estadual n 56.819/11 – Regulamento de Segurança contra Incêndio das Edificações e Áreas de Risco do Estado de São Paulo.

  • e)

    devem constar os dados relativos à auditoria, que, de acordo com a legislação própria no estado de São Paulo, deve ser realizada por equipe composta, minimamente, pelo Chefe da Brigada, pelo presidente da CIPA e pelo coordenador do SESMT, onde houver.

77850 VUNESP (2016) - MPE-SP - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Direito Previdenciário

O Perfil Profissiográfico Previdenciário – PPP

  • a)

    instituído por meio da Instrução Normativa n 811, de maio de 2002, obriga as empresas que mantenham processos produtivos que impliquem a exposição de seus empregados a riscos ambientais a elaborarem perfis coletivos para grupos de empregados caracterizados como de exposição homogênea.

  • b)

    deve ser assinado por representante legal da empresa, com poderes específicos outorgados por procuração, contendo a indicação dos responsáveis técnicos legalmente habilitados, por período, pelos registros ambientais e resultados de monitoração biológica.

  • c)

    tem como finalidade a comprovação das condições de trabalho para habilitação de beneficiários à aposentadoria especial, podendo ser substituído, para fins processuais, pelo conjunto formado pelos Programa de Prevenção de Riscos Ambientais e Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional.

  • d)

    permite ao segurado com dificuldades em comprovar o trabalho em condições especiais, em um determinado período de sua vida laboral, requerer ao INSS a aceitação de laudo técnico relativo a condições similares de trabalho, em que a exposição ocupacional seja semelhante.

  • e)

    teve sua elaboração tornada obrigatória por meio da Instrução Normativa INSS 99/2004 para todas as empresas, independentemente de seu faturamento, que possuam ambientes e condições de trabalho que ensejem a seus empregados o direito à aposentadoria especial.

78716 VUNESP (2016) - MPE-SP - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

O Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho

na Indústria da Construção – PCMAT deverá, em conformidade

com a legislação vigente,

  • a)

    ser elaborado e implementado nos estabelecimentos que contem, independentemente da existência de vínculo empregatício com a empresa responsável, com mais de 70 trabalhadores.

  • b)

    substituir, para fins da fiscalização empreendida pela auditoria fiscal do trabalho, o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA, o Programa de Preservação Auditiva – PPA e o Programa de Proteção Respiratória – PPR.

  • c)

    conter memorial sobre condições e meio ambiente de trabalho nas atividades e operações, levando-se em conta riscos de acidentes e de doenças do trabalho e suas respectivas medidas preventivas.

  • d)

    ser elaborado pelo coordenador do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho ou por profissional legalmente habilitado na área de segurança do trabalho, após ouvida a CIPA ou o designado do estabelecimento.

  • e)

    apontar, para cada fase da obra, os responsáveis pela área de vivência, demolição, escavação e movimentação de terra, carpintaria, armações de aço, acessos temporários de madeira, instalações elétricas provisórias, andaimes e demais elementos construtivos.

80961 VUNESP (2016) - MPE-SP - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Português

Mostrar/Esconder texto associado

Do ponto de vista do autor, as redes sociais

  • a)
    são um universo ao qual os usuários resistem porque são afeitos à discrição nos relacionamentos.
  • b)
    preservam identidades e opiniões, sendo, portanto, ponto de referência para a busca de informações qualificadas.
  • c)
    garantem julgamentos justos, pela comunidade, dos usuários que nelas expõem seus hábitos e ideologias.
  • d)
    disponibilizam abundantes informações, o que exige que seus usuários filtrem o que de fato interessa.
  • e)
    condensam a infinidade de dados nelas circulantes, caracterizando-se como um meio confiável de exposição pessoal.

80962 VUNESP (2016) - MPE-SP - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Português

Mostrar/Esconder texto associado

A substituição do trecho destacado por aquele colocado entre parênteses está de acordo com a norma-padrão de regência verbal em:

  • a)
    … e fazer o uso que quiser das informações que conseguir. (a que achar conveniente)
  • b)
    … superexposição [...] ao julgamento da comunidade de que escolhemos participar. (com a qual escolhemos conviver)
  • c)
    … terá a chance de meter o bedelho onde bem quiser… (intrometer-se aonde desejar)
  • d)
    McLuhan já alertava que a aldeia global… (prenunciava de que)
  • e)
    O fluxo de informação que percorre as artérias das redes sociais… (ao qual atravessa)