15 resultados encontrados para . (0.012 segundos)

51546 UNIOESTE (2017) - Prefeitura de Guarapuava - PR - Assistente Contábil / Contabilidade Geral

Com referência ao conteúdo depreciação: julgue as informações abaixo e a seguir assinale a opção CORRETA. I - Depreciação é a perda de valor que sofrem os bens, em decorrência do uso, da ação do tempo, de acidentes ou outros fenômenos físicos ou químicos. II- A depreciação de um ativo começa quando o item está em condições de operar na forma pretendida pela administração, e cessa quando o ativo é baixado ou transferido do imobilizado. III- A depreciação é contabilizada, mensal ou anualmente, debitando-se ao custo do período a parcela a ele atribuída, mediante crédito à conta de provisão respectiva. Esta provisão figurará no balanço dedutivamente da conta ativa do bem depreciado.

  • a)
    Somente os itens I e II.
  • b)
    Somente os itens I e III.
  • c)
    I, II e III.
  • d)
    Somente os itens II e III.
  • e)
    Somente o item III.

51547 UNIOESTE (2017) - Prefeitura de Guarapuava - PR - Assistente Contábil / Contabilidade Geral

Na Lei nº 4.320/1964, de acordo com os artigos 90 a 100, são destacados sistemas de contas. Quais são os sistemas CORRETOS?

  • a)
    Sistema Orçamentário e Sistema Financeiro estão estabelecidos nos artigos 90 a 93, enquanto o Sistema Patrimonial encontra-se nos artigos 94 a 100.
  • b)
    Nos artigos 90 a 95, estão estabelecidos os sistemas de planejamento integrado e nos artigos 96 a 100 encontra-se o sistema de lei de diretrizes orçamentárias.
  • c)
    Nos artigos 90 a 94, encontram-se estabelecidos os sistemas de lei de orçamentos anuais e nos artigos 95 a 100 encontram-se os sistemas de compensação.
  • d)
    Nos artigos 90 a 96, encontra-se estabelecido o sistema patrimonial, e nos artigos 97 a 100, encontram-se o sistema orçamentário e o processo de planejamento.
  • e)
    Nos artigos 90 a 93, encontra-se estabelecido o sistema financeiro e nos artigos 94 a 100, encontram-se o sistema patrimonial e o sistema operacional.

51549 UNIOESTE (2017) - Prefeitura de Guarapuava - PR - Assistente Contábil / Contabilidade Geral

Tomando como referência o relatório contábil, DRE (Demonstrativo de Resultado do Exercício), assinale a alternativa CORRETA na qual o item receita líquida pode ser obtido.

  • a)
    Lucro operacional bruto - deduções das vendas.
  • b)
    Lucro operacional bruto - despesas operacionais.
  • c)
    Receita bruta - deduções das vendas.
  • d)
    Receita bruta - despesas operacionais.
  • e)
    Receita bruta - custos das mercadorias vendidas (CMV).

55724 UNIOESTE (2017) - Prefeitura de Guarapuava - PR - Assistente Contábil / Contabilidade Geral

No texto abaixo:

O texto acima tem a intenção de demonstrar que

  • a)
    está interessado em caracterizar a obrigatoriedade da DFC no que se refere às normas contábeis relacionadas com a apresentação e a elaboração das demonstrações contábeis. Isso não dispensa de citar linhas interpretativas e leis sobre o assunto, inclusive sobre a sua utilização na área pública.
  • b)
    Historicamente, os passos para iniciar o processo de convergência das normas brasileiras de contabilidade com os órgãos internacionais de contabilidade evidenciam um novo instrumento de informação contábil financeira até o momento em que aparece a intenção de substituir outro demonstrativo contábil, que deixa de ser obrigatório denominado DOAR (Demonstração de Origens e Aplicações de Recursos).
  • c)
    propõe a finalidade de descrever que, enquanto a DOAR evidencia os movimentos ocorridos no patrimônio contábil que acarretavam reflexo no capital não circulante, a DFC foca de forma específica apenas nos movimentos financeiros, que provocam efeitos no caixa e seus equivalentes.
  • d)
    as transações de investimento e financiamento que não envolvem o uso de caixa ou equivalentes de caixa não devem ser incluídas na demonstração nem devem constar das notas explicativas.
  • e)
    para o melhor entendimento da utilidade desse demonstrativo contábil, deve-se buscar, assim, a definição estabelecida pela IPSAS, que é o instrumento que regulamenta a elaboração da DFC na área pública, e que ainda não há um consenso entre os profissionais sobre qual dos demonstrativos seria mais útil.

55725 UNIOESTE (2017) - Prefeitura de Guarapuava - PR - Assistente Contábil / Contabilidade Pública

Com relação ao plano de contas público, podemos afirmar que: I- o sistema contábil é a estrutura de informações para identificação, mensuração, avaliação, registro, controle e evidenciação dos atos e dos fatos da gestão do patrimônio público, com o objetivo de orientar o processo de decisão, a prestação de contas e a instrumentalização do controle social. II- representa um conjunto de contas previamente definidas, organizadas e codificadas, uniformiza o registro contábil dos atos e fatos que afetam o patrimônio público. III- o plano de contas público tem como objetivos: − padronizar os registros contábeis dos órgãos da administração direta e indireta, de acordo com o método de partidas dobradas; − mensurar os custos públicos; − evidenciar o patrimônio e suas variações e propiciar o conhecimento adequado da situação econômica, patrimonial, orçamentária e financeira de todas as unidades.

  • a)
    somente a alternativa I está correta.
  • b)
    somente as alternativas I e II estão corretas.
  • c)
    as alternativas I, II e III estão corretas.
  • d)
    somente as alternativas I e III estão corretas.
  • e)
    somente as alternativas II e III estão corretas.

55734 UNIOESTE (2017) - Prefeitura de Guarapuava - PR - Assistente Contábil / Contabilidade Geral

Acerca do conteúdo das Demonstrações Contábeis, com relação ao balanço patrimonial, julgue os itens abaixo e, em seguida, assinale a opção CORRETA. I. No balanço patrimonial deverão ser incluídas as informações que registram e escrituram as alterações ocorridas no patrimônio e que estão consubstanciadas no subsistema de informações patrimoniais, identificadas nas classes ativo – passivo – patrimônio líquido. II. Para elaboração do balanço patrimonial faltará, ainda, o resultado patrimonial do exercício, que é obtido através dos confrontos entre os totais das variações patrimoniais aumentativas e das variações patrimoniais diminutivas. Assim, iniciamos a execução do trabalho de encerramento e apropriação dos dados. III. O balanço patrimonial depende, para a sua elaboração, da existência do balancete de verificação levantado em 31 de dezembro, quando fica evidenciada a situação das contas para o encerramento do exercício, oriundas de todo o trabalho de registro escritural, lançamentos contábeis. Estão CORRETOS os itens:

  • a)
    Somente os itens I e II.
  • b)
    Somente os itens I e III.
  • c)
    I, II e III.
  • d)
    Somente os itens II e III.
  • e)
    Somente o item III.

60140 UNIOESTE (2017) - Prefeitura de Guarapuava - PR - Assistente Contábil / Contabilidade Pública

Com relação à legislação aplicável à contabilidade pública, podemos afirmar que se aplicam à I- contabilização dos atos e fatos administrativos bem como a elaboração dos balanços e demonstrativos contábeis, orçamentários e financeiros obedecem às normas gerais estatuídas pela Lei nº 4.320/1964. Por esse motivo, esta Lei é a norma mais importante em matéria de Contabilidade Pública onde estão estabelecidos diversos procedimentos contábeis que devem ser seguidos por todos os entes públicos. II- Outra norma importante, Lei Complementar nº 101/00 (Lei de Responsabilidade Fiscal), que estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal e dá outras providências. III- Secretaria do Tesouro Nacional que também editou o Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público, com os seguintes instrumentos: Procedimentos contábeis patrimoniais e o plano de contas aplicado tão somente ao setor público. De acordo com as informações acima, assinale a alternativa CORRETA.

  • a)
    Somente as alternativas I e II estão corretas.
  • b)
    Somente as alternativas I e III estão corretas.
  • c)
    As alternativas I, II e III estão corretas.
  • d)
    Somente as alternativas II e III estão corretas.
  • e)
    Somente a III está correta.

60158 UNIOESTE (2017) - Prefeitura de Guarapuava - PR - Assistente Contábil / Contabilidade Pública

A liquidação da despesa representa o terceiro estágio da despesa e consiste na verificação do direito adquirido pelo credor, tendo por base os títulos e documentos comprobatórios do respectivo crédito. Esta verificação tem por fim apurar

  • a)
    o contrato, ajuste ou acordo respectivo e a nota de empenho que foi emitida. Os comprovantes da entrega do material ou da prestação de serviços.
  • b)
    o valor correto da despesa, exigir um processo para cada credor, verificar se está correto o valor e anexá-la ao respectivo processo.
  • c)
    a determinação, o diagnóstico e a apresentação da situação.
  • d)
    a inscrição da despesa não paga e emitir empenho para o pagamento da despesa para sua extinção.
  • e)
    a origem e o objeto do que se deve pagar, a importância exata a pagar a importância a ser paga para que se extingam as obrigações.

61666 UNIOESTE (2017) - Prefeitura de Guarapuava - PR - Assistente Contábil / Contabilidade Geral

Com relação às contas: materiais indiretos, comissões pagas e despesa de equivalência patrimonial são, respectivamente, despesas

  • a)
    financeiras, comerciais e administrativas.
  • b)
    comerciais, com vendas e outras despesas operacionais.
  • c)
    financeiras, administrativas e outras despesas operacionais.
  • d)
    financeiras, comerciais e outras despesas operacionais.
  • e)
    administrativas, financeiras e comerciais.

64680 UNIOESTE (2017) - Prefeitura de Guarapuava - PR - Assistente Contábil / Contabilidade Pública

Sobre a contabilidade aplicada ao setor público, assinale a alternativa INCORRETA.

  • a)
    As atividades desenvolvidas pela contabilidade aplicada ao setor público podem ser exercidas pelo Estado, por ele mesmo, ou por outros sujeitos, hipótese na qual o Estado transfere a titularidade da atividade para a administração indireta ou pessoas particulares.
  • b)
    A contabilidade pública, também conhecida como contabilidade governamental, foi instituída em 1964 pela lei 4.320, seu marco regulatório, a qual estatui as normas gerais para elaboração dos orçamentos da União, estados, municípios e Distrito Federal, sendo definida pela resolução CFC nº 1.128, de 21 de novembro de 2008, como o ramo da ciência contábil que aplica, no processo gerado de informações, os princípios fundamentais de contabilidade e as normas contábeis direcionados ao controle patrimonial de entidades do setor público.
  • c)
    A resolução CFC nº 1.128, de 21 de novembro de 2008, diz respeito à criação e publicação das normas aplicadas ao setor público – NBC T 16 – pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC) visando promover desenvolvimento e fortalecer a contabilidade pública.
  • d)
    A contabilidade pública procura satisfazer a necessidade dos gestores, como ferramenta de orientação para a gestão do patrimônio do ente público, e a cumprir a importante tarefa de servir como instrumento de transparência e acompanhamento da gestão.
  • e)
    Segundo a resolução nº 774, de 16 de dezembro de 1994, do Conselho Federal de Contabilidade, “na contabilidade, o objeto é sempre o patrimônio de uma entidade”. Contudo, o interesse da contabilidade pública também enfoca o orçamento e sua execução, já que está diretamente ligada à administração pública.