40 resultados encontrados para . (0.010 segundos)

49365 UFG (2017) - UFG - Psicólogo / Psicologia

Baseando-se em Lemgruber (1997) e no CID-10 (10a

Classificação Internacional das Doenças, da Organização

Mundial de Saúde), seriam contraindicados para a

Psicoterapia Breve pessoas com diagnóstico

  • a)

    F32.0 Episódio Depressivo Leve e F40.1 Fobia Social.

  • b)

    F00-F09 Transtornos Mentais Orgânicos e F32.2 Episódio Depressivo Grave.

  • c)

    F70-F79 Retardo Mental e F43.0 Reação Aguda ao “Stress".

  • d)

    F60.6 Transtorno de personalidade evitativo e F84.0 Autismo.

49387 UFG (2017) - UFG - Psicólogo / Psicologia

A hipótese de que a atitude, a condição e a ação de “estar cuidando” são as que melhor nos permitem compreender o sentido de nossa existência como seres humanos foi desenvolvida por

  • a)
    Minayo.
  • b)
    Foucault.
  • c)
    Ayres.
  • d)
    Heidegger.

49388 UFG (2017) - UFG - Psicólogo / Psicologia

Pesquisas em psicologia podem trabalhar com a relação entre duas ou mais variáveis. Na equação “X = F . (Y)”, “Y” corresponde a uma variável

  • a)
    independente.
  • b)
    dependente.
  • c)
    quantitativa.
  • d)
    qualitativa.

49389 UFG (2017) - UFG - Psicólogo / Psicologia

Quando existe uma incongruência entre o afeto expresso e a situação vivenciada, por exemplo, quando um doente afirma estar alegre, mas sua mímica é de tristeza, constitui uma alteração qualitativa da afetividade e caracteriza-se por uma inadequação do afeto tipo:

  • a)
    paratimia.
  • b)
    ambitimia.
  • c)
    labilidade afetiva.
  • d)
    rigidez afetiva.

49390 UFG (2017) - UFG - Psicólogo / Psicologia

A estrutura básica na qual se sustenta a Psicoterapia Breve, segundo Lemgruber (1997), é constituída por:

  • a)
    associação livre, insight e atividade.
  • b)
    atenção flutuante, foco e síntese.
  • c)
    transferência, aliança e experiência corretiva.
  • d)
    atividade, foco e planejamento.

49391 UFG (2017) - UFG - Psicólogo / Psicologia

Segundo Straub (2005), os psicólogos da saúde abordam o estudo da saúde e da doença partindo de perspectivas, como a

  • a)
    etológica.
  • b)
    de dualismo.
  • c)
    sistêmica.
  • d)
    de gênero.

49392 UFG (2017) - UFG - Psicólogo / Psicologia

As políticas e ações em saúde devem ter como eixo norteador a

  • a)
    humanização.
  • b)
    institucionalização.
  • c)
    equidade.
  • d)
    seguridade.

49402 UFG (2017) - UFG - Psicólogo / Psicologia

Segundo Pessini e Barchifontaine (2008), o paradigma bioético composto de quatro eixos que devem orientar uma ação ética (beneficência, não maleficência, justiça e autonomia) denomina-se:

  • a)
    libertário.
  • b)
    da casuística.
  • c)
    do cuidado.
  • d)
    principalista.

55209 UFG (2017) - UFG - Psicólogo / Psicologia

Transtorno caracterizado pela existência de um estressor reconhecido, que desperta angústia na maioria dos indivíduos, com redução da responsividade ou do envolvimento com o mundo exterior. Seus sintomas comuns incluem sobressaltos, problemas de memória ou de concentração, distúrbio do sono, sentimento de culpa por estar vivo, evitação dos estímulos que imitam ou estimulam o evento e recrudescimento dos sintomas sob exposição a tais estímulos. Estas características são próprias do transtorno de:

  • a)
    apego reativo.
  • b)
    interação social desinibida.
  • c)
    estresse pós-traumático.
  • d)
    adaptação.

55210 UFG (2017) - UFG - Psicólogo / Psicologia

Sob a perspectiva da Psicologia Positiva, segundo Wash (1998), os pontos-chave do processo de resiliência familiar são:

  • a)
    os estressores, as estratégias de enfrentamento psicológico e o grau de resolubilidade.
  • b)
    os fatores de risco, os fatores de proteção e as vulnerabilidades.
  • c)
    o sistema de crenças, os padrões de organização e os processos de comunicação.
  • d)
    a expressão das emoções, os insights e a capacidade de reparação.