40 resultados encontrados para . (0.011 segundos)

49414 UFG (2017) - UFG - Odontólogo / Odontologia

As reabsorções dentárias patológicas podem ser classificadas como internas ou externas, de acordo com a superfície afetada (Consolaro, 2012). Como estabelecer o diagnóstico diferencial da reabsorção interna e da externa?

  • a)
    A reabsorção interna apresenta imagem de forma balonizante com limites pulpares expandidos, enquanto na externa observam-se contorno e forma irregulares, mas com limites pulpares preservados.
  • b)
    A reabsorção interna preserva os limites pulpares e a externa altera os limites pulpares.
  • c)
    A reabsorção interna está associada com a presença de sintomas, enquanto a externa está associada com a ausência de sintomas.
  • d)
    O teste de vitalidade pulpar é positivo na reabsorção interna, enquanto na externa é negativo.

49415 UFG (2017) - UFG - Odontólogo / Odontologia

Um paciente apresenta dor difusa na região mandibular e maxilar esquerda, correspondente à região de molares. Os primeiros e segundos molares superiores e inferiores, no dia anterior, foram restaurados com resina composta direta. Ao exame radiográfico não se verificam alterações periapicais. Qual teste pulpar que, ao promover aumento da pressão pulpar interna e resposta de dor imediata, é indicado para determinar o dente responsável por este quadro inflamatório?

  • a)
    Teste mecânico.
  • b)
    Teste elétrico.
  • c)
    Teste a frio.
  • d)
    Teste com calor.

49416 UFG (2017) - UFG - Odontólogo / Odontologia

A dentina é o componente mineral do donte de maior volume, composto de 70% de cristais inorgânicos, 20% de fibras colágenos e outras proteínas, e 10% de água. A dentina, juntamente com a polpa, é denominada de complexo dentino-pulpar. Na presença de lesão cariosa, o complexo dentino-pulpar pode formar, adicionalmente:

  • a)
    o manto da dentina.
  • b)
    a dentina primária.
  • c)
    a dentina secundária
  • d)
    a dentina terciária.

49417 UFG (2017) - UFG - Odontólogo / Odontologia

A endocardite infecciosa é uma doença rara, aguda ou subcrônica. Apresenta-se consequente à invasão bacteriana de uma área focal do endotélio de uma válvula cardíaca, ou de uma cavidade do coração com liberação contínua de micro-organismos infectantes para a corrente sanguínea. Em que condição clínica a profilaxia antibiótica é recomendada de acordo com "American Heart Association"?

  • a)
    Restaurações dentárias com ou sem afastamento gengival.
  • b)
    Remoção de suturas.
  • c)
    Instalação de aparelhos protéticos ou ortodônticos.
  • d)
    Tratamento endodôntico.

49418 UFG (2017) - UFG - Odontólogo / Odontologia

Uma criança de 13 anos chega ao posto de saúde após traumatismo dental. Apresenta incisivos centrais sem mobilidade ou deslocamento anormal, com ausência de sangramento. Queixa-se que o dente está sensível ao toque. Ao exame clínico, observa-se uma reação marcante à percussão em direção vertical e não apresenta deslocamento ao exame radiográfico. Qual é o diagnóstico deste traumatismo dentário?

  • a)
    Concussão.
  • b)
    Luxação intrusiva.
  • c)
    Luxação extrusiva.
  • d)
    Luxação lateral

49419 UFG (2017) - UFG - Odontólogo / Odontologia

Para a administração de sedativos por via enteral ou parenteral em odontopediatria, dentre as recomendações pré-operatórias, o paciente deve obedecer a uma pausa alimentar não ingerindo alimentos líquidos e/ou sólidos. A última ingestão do leite materno, antes da sedação, deve ocorrer até:

  • a)
    trinta minutos.
  • b)
    quarenta minutos.
  • c)
    uma hora.
  • d)
    quatro horas

49420 UFG (2017) - UFG - Odontólogo / Odontologia

Para o tratamento da reabsorção radicular inflamatória externa decorrente de traumatismo dentário, quais as substâncias recomendadas como medicação intracanal?

  • a)
    Hipoclorito de sódio e clorexidina.
  • b)
    Cloreto de cetil piridino e cloreto benzalcônico.
  • c)
    Hidróxido de cálcio e paramonoclorofenol canforado.
  • d)
    Hidróxido de cálcio e Ledermix.

55230 UFG (2017) - UFG - Odontólogo / Odontologia

Um paciente de 16 anos apresentou cavidade de cárie extensa. Ao remover o tecido cariado, houve a exposição pulpar acidental. Após pulpotomia, o tecido pulpar foi protegido com o hidróxido de cálcio. Qual é a função do hidróxido de cálcio, neste caso?

  • a)
    Fornecer todos os íons de cálcio para a formação da nova camada de dentina.
  • b)
    Evitar a desnaturação proteica para ocorrer a completa formação da camada de dentina.
  • c)
    Estimular células mesenquimais na formação de uma barreira mineralizada.
  • d)
    Evitar a inflamação superficial aguda do tecido pulpar.

55231 UFG (2017) - UFG - Odontólogo / Odontologia

Um paciente adulto jovem apresenta uma cavidade de cárie extensa em um molar inferior, com teste de sensibilidade pulpar negativo. Ao exame radiográfico verifica-se área de radiopacidade circundando os ápices radiculares. Observam-se ausência de fístula e expansão tecidual. A hipótese de diagnóstico é:

  • a)
    displasia cemento-óssea periapical.
  • b)
    osteíte condensante.
  • c)
    displasia cemento-óssea florida.
  • d)
    cisto periapical.

55232 UFG (2017) - UFG - Odontólogo / Odontologia

A reabsorção radicular externa representa uma das principais complicações do processo de reparo pós-traumático. O fator desencadeante que estabelece condição propícia à atividade clástica ocorre na camada celular.

  • a)
    cementoblástica
  • b)
    fibroblástica.
  • c)
    osteoblástica
  • d)
    odontoblástico