30 resultados encontrados para . (0.008 segundos)

114486 UFES (2015) - UFES - Engenheiro Civil / Engenharia Civil

Um corpo de prova cilíndrico de uma liga metálica hipotética possui diâmetro de 12,5 mm. Uma força de tração de 1700 N produz uma redução elástica no diâmetro de 6 x10-7mm. Considerando essas informações, calcule o módulo de elasticidade para essa liga, dado que o coeficiente de Poisson é de 0,31

  • a)
    89,5 MPa
  • b)
    95,0 MPa
  • c)
    120,5 MPa
  • d)
    12 Mpa
  • e)
    90,5 MPa

114487 UFES (2015) - UFES - Engenheiro Civil / Engenharia Civil

Foi realizado no laboratório um ensaio de resistência à tração por compressão diametral (Norma ABNT NBR 7222). O corpo de prova cilíndrico utilizado tem as dimensões médias de 9,95 cm (diâmetro) x 19,7 cm (altura). A carga de ruptura ou carga máxima obtida no ensaio do corpo de prova foi de 1700 Kgf/cm2. A resistência à tração por compressão diametral do corpo de prova é deNo cálculo, arredonde o resultado para uma casa decimal e adote 1 Mpa = 10 Kgf/cm2.

  • a)
    4,5 MPa
  • b)
    5,0 MPa
  • c)
    3,2 MPa
  • d)
    3,8 MPa
  • e)
    2,5 MPa
icon
Questão anulada pela banca organizadora do concurso.

114488 UFES (2015) - UFES - Engenheiro Civil / Engenharia Civil

De acordo com a Norma ABNT NBR 6118:2007, o módulo de elasticidade secante a ser utilizado nas análises elásticas de projeto, especialmente para determinação de esforços solicitantes e verificação de estados-limite de serviço, deve ser calculado pela expressão:

  • a)
    Ecs= 0,95 Eci
  • b)
    Ecs= 0,90Eci
  • c)
    Ecs = 0,85 Eci
  • d)
    Ecs= 0,80>Eci
  • e)
    Ecs= 0,75Eci

114489 UFES (2015) - UFES - Engenheiro Civil / Engenharia Civil

O projeto deve especificar o valor teórico para a vida útil de projeto (VUP) para cada um dos sistemas que o compõem e esse valor não deve ser inferior ao estabelecido pela Norma ABNT NBR 15575-1:2013. Assim, o projeto deve ser elaborado para que os sistemas tenham uma durabilidade potencial compatível com a vida útil de projeto (VUP). Desse modo, a VUP mínima, em anos, para o sistema de vedação externa, o sistema de vedação interna e o sistema cobertura devem ser, respectivamente,

  • a)
    VUP ≥ 65; VUP ≥ 20 e VUP ≥ 20
  • b)
    VUP ≥ 50; VUP ≥ 25 e VUP ≥ 20
  • c)
    VUP ≥ 45; VUP ≥ 20 e VUP ≥ 20
  • d)
    VUP ≥ 40; VUP ≥ 20 e VUP ≥ 20
  • e)
    VUP ≥ 60; VUP ≥ 20 e VUP ≥ 20

114490 UFES (2015) - UFES - Engenheiro Civil / Engenharia Civil

De acordo com a Norma ABNT NBR 12655:2006, um concreto endurecido que, quando seco em estufa, apresenta massa específica maior do que 2.800 kg/m3 é classificado como

  • a)
    concreto de alta resistência.
  • b)
    concreto leve.
  • c)
    concreto auto-adensável.
  • d)
    concreto normal.
  • e)
    concreto pesado.

114491 UFES (2015) - UFES - Engenheiro Civil / Engenharia Civil

O cimento Portland de alto forno é denominado como

  • a)
    CP III
  • b)
    CP II-F
  • c)
    CP IV
  • d)
    CP V
  • e)
    CP V ARI

114492 UFES (2015) - UFES - Engenheiro Civil / Engenharia Civil

Tome como base os dados contidos na tabela e na rede PERT/CPM, apresentadas abaixo,

para resolver esta questão.



As siglas utilizadas são: Primeira Data de Início da atividade (PDI); Última Data de Início da Atividade (UDI);

Primeira Data de Término da Atividade (PDT) e Última Data de Término da atividade (UDT); Folga Total

(FT); Folga Livre (FL); Caminho Crítico (CC ) e duração do projeto T.

A alternativa que corresponde ao cálculo do seguinte: duração do projeto (T ) , datas de atividade, folgas e

caminho crítico da atividade 2-4 da rede é:

  • a)
    PDI = 5, UDI = 8, PDT = 10, UDT = 18, FT= 5, FL = 5, CC = 1-3-5-6, T =38.
  • b)
    PDI = 5, UDI = 8, PDT = 15, UDT = 18, FT= 3, FL = 3, CC = 1-3-4-6, T = 38.
  • c)
    PDI = 5, UDI = 8, PDT = 10, UDT = 18, FT= 5, FL = 5, CC = 1-2-4-6, T =38.
  • d)
    PDI = 5, UDI = 8, PDT = 10, UDT = 19, FT= 5, FL = 5, CC = 1-3-5-6, T =38.
  • e)
    PDI = 5, UDI = 10, PDT = 10, UDT = 18, FT= 5, FL = 5, CC = 1-3-5-6, T =40.

121142 UFES (2015) - UFES - Engenheiro Civil / Engenharia Civil

Duff Abrams descobriu que existe uma correlação entre relação água/cimento e resistência do concreto, popularmente conhecida como Lei de Abrams. Considerando que K1 e K2 são constantes empíricas, a/c é a relação água/cimento e fc é a resistência do concreto, identifique a Lei de Abrams:

  • a)

  • b)

  • c)

  • d)

  • e)

121143 UFES (2015) - UFES - Engenheiro Civil / Engenharia Civil

A resistência à tração indireta fct,sp e a resistência à tração na flexão fct,f devem ser obtidas em ensaios realizados segundo a ABNT NBR 7222 e a ABNT NBR 12142. De acordo com a Norma ABNT NBR 6118:2007, a resistência à tração direta fct pode ser considerada igual, respectivamente, a:

  • a)
    0,8fct,sp ou 0,75fct,f
  • b)
    0,9 fct,spou 0,7 fct,f
  • c)
    0,95fct,spou 0,7 fct,f
  • d)
    0,9 fct,spou 0,6fct,f
  • e)
    0,85fct,sp ou 0,7 fct,f

121144 UFES (2015) - UFES - Engenheiro Civil / Engenharia Civil

Na norma ABNT NBR 15575-1:2013, recomenda-se que a iluminação natural das salas de estar e dormitórios seja provida de vãos de portas e janelas. No caso das janelas, recomenda-se que as cotas do peitoril e a de testeira do vão estejam posicionadas, respectivamente, no máximo, a:

  • a)
    110 cm do piso interno e a 225 cm a partir do piso interno.
  • b)
    100 cm do piso interno e a 220 cm a partir do piso interno.
  • c)
    90 cm do piso interno e a 220 cm a partir do piso interno.
  • d)
    120 cm do piso interno e a 230 cm a partir do piso interno.
  • e)
    110 cm do piso interno e a 225 cm a partir do piso interno.