40 resultados encontrados para . (0.009 segundos)

74493 SUGEP - UFRPE (2016) - UFRPE - Farmacêutico / Farmácia

Para atender às especificações técnicas, a análise microbiológica requer condições físicas e químicas adequadas. Uma formulação contendo conservantes tensoativos anfóteros precisa ter o conservante inativado previamente à análise microbiológica. O agente neutralizador desse conservante é:

  • a)
    3,0% de polissorbato 80 + 0,3% de lecitina.
  • b)
    1,0% de polissorbato 80 no diluente inicial.
  • c)
    0,5% de tiossulfato de sódio.
  • d)
    0,1% de cisteína.
  • e)
    0,1% de polissorbato 80 no diluente inicial.

74494 SUGEP - UFRPE (2016) - UFRPE - Farmacêutico / Farmácia

‘Reanálise’ é a análise realizada em matéria-prima previamente analisada, para confirmar:

  • a)
    a aprovação prévia e a manutenção das especificações estabelecidas pelo fabricante, vencido o prazo de validade.
  • b)
    a aprovação e a persistência das especificações do fabricante, com o objetivo de aumentar o prazo de validade.
  • c)
    a aprovação anteriormente determinada, utilizando-se a mesma marcha analítica, no mesmo dia.
  • d)
    a reprovação ou a manutenção das especificações estabelecidas pelo fabricante, vencido o prazo de validade.
  • e)
    a aprovação prévia e a manutenção das especificações estabelecidas pelo fabricante, dentro do seu prazo de validade.

74495 SUGEP - UFRPE (2016) - UFRPE - Farmacêutico / Farmácia

Na indústria farmacêutica, a quarentena se caracteriza pela:

  • a)
    retenção, por no mínimo quarenta dias, de matéria-prima, enquanto aguarda decisão do controle de qualidade.
  • b)
    retenção, por quarenta dias, de material de embalagem, produtos intermediários, enquanto aguarda decisão do controle de qualidade quanto a sua liberação.
  • c)
    retenção, por no máximo quarenta dias, de matéria-prima, produto intermediário ou embalagem, enquanto aguarda parecer do controle de qualidade quanto a sua liberação, rejeição ou a seu reprocessamento.
  • d)
    retenção, por quarenta dias, de matéria-prima, produto intermediário ou embalagem, enquanto aguarda parecer do controle de qualidade quanto a sua liberação, rejeição ou a seu reprocessamento.
  • e)
    retenção, por no máximo quarenta dias, de matéria-prima, produto intermediário ou embalagem, enquanto aguarda parecer do controle de qualidade quanto a sua liberação, rejeição ou a seu reprocessamento.
icon
Questão anulada pela banca organizadora do concurso.

74496 SUGEP - UFRPE (2016) - UFRPE - Farmacêutico / Farmácia

Assinale a alternativa que apresenta exclusivamente métodos de esterilização utilizados pela indústria farmacêutica para obtenção de formas farmacêuticas estéreis.

  • a)
    Autoclavagem, ultrafiltração e cromatografia de alta eficiência.
  • b)
    Calor seco e radiações ionizantes de comprimento de onda maior que 750 nm.
  • c)
    Ultrafiltração, radiações não ionizantes com comprimento de onda menor que 350 nm e calor.
  • d)
    Calor, independente do teor de hidratação, radiação não ionizante e filtração por fluorescência.
  • e)
    Calor seco ou úmido, radiações ionizantes e não ionizantes ou filtração.

74497 SUGEP - UFRPE (2016) - UFRPE - Farmacêutico / Farmácia

A qualidade analítica se caracteriza por reprodutibilidade e repetitividade sem a existência de erros sistemáticos intra e interlaboratórios. Um meio importante de monitoramento de um laboratório comparado a outros laboratórios é a:

  • a)
    realização de controle da qualidade.
  • b)
    realização de auditoria interna.
  • c)
    obtenção de habilitação.
  • d)
    realização de auditoria com auditor externo contratado.
  • e)
    participação em ensaios de proficiência.

74498 SUGEP - UFRPE (2016) - UFRPE - Farmacêutico / Farmácia

As Boas Práticas de Fabricação de medicamentos é a parte da garantia da qualidade que assegura que os produtos sejam consistentemente produzidos e controlados em relação aos padrões de qualidade solicitados pelo registro sanitário do produto. A esse respeito, assinale a alternativa correta.

  • a)
    A garantia da qualidade é um conceito muito amplo e não consegue cobrir todos os aspectos que influenciam individual ou coletivamente a qualidade do produto.
  • b)
    O sistema de garantia da qualidade deve assegurar que os medicamentos sejam planejados e desenvolvidos observando-se exclusivamente as BPF, independente das boas práticas de laboratório e boas práticas clínicas.
  • c)
    Deve-se realizar o controle nos processos, validações e calibrações, bem como realizar todos os testes necessários de controle em matériasprimas, sendo dispensados os testes em produtos intermediários e produtos a granel.
  • d)
    O cumprimento das BPF está orientado primeiramente à diminuição dos riscos inerentes a qualquer produção farmacêutica, os quais podem ser detectados somente pela realização de ensaios nos produtos acabados.
  • e)
    A autoinspeção e/ou auditoria interna de qualidade se faz necessária mesmo quando há observação de todos os aspectos que garantam a qualidade do produto.

74499 SUGEP - UFRPE (2016) - UFRPE - Farmacêutico / Farmácia

Os níveis de pirogênio são cruciais na liberação de produtos farmacêuticos. Sobre os testes de avaliação de pirogênios e os processos de despirogenização, assinale a alternativa correta. faltam as alternativas.

  • a)
    O teste da hipotermia em camundongos é um dos testes farmacopeicos.
  • b)
    O teste de endotoxinas bacterianas é utilizado para detectar ou quantificar endotoxinas de cocos Gram positivos.
  • c)
    Nos ensaios turbidimétricos, quanto maior a concentração da endotoxina na amostra menor a turbidez observada nos tubos.
  • d)
    Quando uma solução é estéril, não é necessário realizar os testes de pirogenicidade.
  • e)
    A remoção de endotoxinas no processo de despirogenização pode ocorrer por lavagem, destilação, ultrafiltração, osmose reversa, carvão ativo, atração eletrostática e atração por membranas hidrofóbicas.

74500 SUGEP - UFRPE (2016) - UFRPE - Farmacêutico / Farmácia

São formas farmacêuticas sólidas submetidas a desintegração, um teste amplamente utilizado no controle de qualidade:

  • a)
    comprimidos revestidos com filme.
  • b)
    comprimidos solúveis.
  • c)
    comprimidos com liberação prolongada.
  • d)
    comprimidos com liberação retardada.
  • e)
    comprimidos inertes.

80898 SUGEP - UFRPE (2016) - UFRPE - Farmacêutico / Farmácia

Com relação ao controle microbiológico de preparações tópicas, assinale a alternativa que contém apenas organismos cuja presença indesejável deve ser pesquisada.

  • a)
    Bolores e Clostridium perfringens.
  • b)
    Bolores e leveduras.
  • c)
    Bacillus cereus e Salmonella sp.
  • d)
    Pseudomonas aeruginosa e Staphylococcus aureus.
  • e)
    Streptococcus haemolyticus e Escherichia coli.

80899 SUGEP - UFRPE (2016) - UFRPE - Farmacêutico / Farmácia

“Substância complementar, de natureza definida, desprovida de propriedades farmacológicas ou terapêuticas, nas concentrações utilizadas, e empregada como veículo ou excipiente na composição do produto final”. Essa é a definição de “insumo farmacêutico inerte”. Assinale a alternativa que contém exclusivamente insumos inertes.

  • a)
    Substância clara, incolor, com consistência de xarope, odor característico e sabor doce, seguido de sensação de calor.
  • b)
    Glóbulos de lactose quase insolúveis em água, facilmente solúveis em álcool e insolúveis em éter e clorofórmio.
  • c)
    Líquido volátil, límpido e ligeiramente amarelado, com odor característico, sabor ardente e rico em aldeídos e álcoois superiores.
  • d)
    Líquido límpido, incolor, inodoro e com baixas concentrações de amônia, cálcio, metais pesados, sulfatos e cloretos.
  • e)
    Óleos usados em géis e comprimidos inertes.