30 resultados encontrados para . (0.010 segundos)

76516 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Fisioterapeuta / Fisioterapia

A lesão da medula espinhal é um dos mais graves acometimentos que pode afetar o ser humano e com enorme repercussão física, psíquica e social. Chamamos de lesão medular toda injúria às estruturas contidas no canal medular (medula, cone medular e cauda equina), podendo levar a alterações motoras, sensitivas, autonômicas e psicoafetivas. Sobre Lesão Medular, assinale a alternativa CORRETA.

  • a)
    O quadro clínico geral inicial é denominado de choque medular, caracterizado por paralisia flácida e anestesia abaixo e acima do nível da lesão.
  • b)
    Para caracterizar e homogeneizar as sequelas da Lesão Medular Traumática, mundialmente é padronizado a utilização da ASIA (American Spinal Injury Association) que indica os músculos-chave para o nível motor e os dermátomos ou pontos-chaves sensitivos para o nível da sensibilidade.
  • c)
    A escala de Frankel determina o grau da lesão medular, onde a lesão é classificada de completa à incompleta, recebendo as letra de A a E, significando a letra A função motora e sensitiva normais.
  • d)
    Na lesão medular completa no nível C8 o paciente apresenta preservação total dos membros superiores permitindo total independência nas atividades diárias, manejo da cadeira de rodas e condução de veículos adaptados.
  • e)
    Lesão Medular de C6 causa o comprometimento do músculo diafragma levando este paciente à total dependência da respiração assistida.

76517 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Fisioterapeuta / Fisioterapia

Paciente em pé ou sentado. Terapeuta apoia uma das mãos na região superior do ombro (acrômioclavicular) e exerce uma pressão no sentido inferior; com a outra mão apoiada no braço do paciente, pede para que o mesmo realize a flexão do ombro. Se o paciente referir dor durante o movimento, o teste é positivo. Indicado para verificar compressão das estruturas sub-acromiais. O teste descrito acima é:

  • a)
    Teste de Neer.
  • b)
    Teste de Jobe.
  • c)
    Teste de Appley.
  • d)
    Teste de Gebber.
  • e)
    Teste de Speed.

76518 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Fisioterapeuta / Fisioterapia

O conceito do uso da água para fins terapêuticos na reabilitação teve vários nomes, como: hidrologia, hidrática, hidroterapia, hidroginástica, terapia pela água e exercícios na água. Atualmente, o termo mais utilizado é reabilitação aquática ou hidroterapia (do grego: “hydor”, “hyda- tos” = água / “therapeia” = tratamento). Sobre o uso da água como meio terapêutico, assinale a alternativa CORRETA.

() Os principais efeitos fisiológicos da imersão relacionam-se à pressão hidrostática, que exerce suas principais influências sobre os sistemas circulatórios, respiratórios, musculoesquelético e renal. ( ) O empuxo trata-se de uma força oposta à gravidade que ocorre como resultado das forças de pressão hidrostática que aumentam com a profundidade.

( ) O empuxo auxiliará os movimentos que forem realizados em seu favor, ou seja, contra a gravidade e promoverá resistência aos movimentos realizados contra a sua ação, ou seja, em favor da gravidade.

( ) A viscosidade consiste na fricção entre as moléculas de um líquido que causa resistência ao fluxo/movimento. Esta fricção é diretamente proporcional à velocidade do movimento realizado.

( ) Além do aumento da resistência ao movimento, a viscosidade promove da mesma forma uma maior estimulaçao tátil, o que pode ser de grande valia, partindo-se do pressuposto de que a maior aferência sensorial favorece uma melhor resposta motora.

  • a)
    F, F, V, V, V.
  • b)
    V, V, V, V, V.
  • c)
    V, V, F, V, V.
  • d)
    F, V, V, V, V.
  • e)
    V, F, F, F, F.

76519 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Fisioterapeuta / Fisioterapia

A lesão inalatória é a principal causa de óbito nos pacientes queimados. Atualmente buscam-se planos de tratamento que minimizem as consequências da lesão já instalada. Caso a intubação traqueal se faça necessária, nos quadros iniciais graves, o suporte ventilatório invasivo deve-se basear em algumas estratégias. Assinale a alternativa que contenha as afirmações CORRETAS.

I) Uso de baixos níveis de pressão expiratória final positiva.

II) Uso de altos volumes correntes.

III) Ventilação de alta frequência respiratória.

IV) Uso de óxido nítrico.

  • a)
    I e II.
  • b)
    I e IV.
  • c)
    III e IV.
  • d)
    II e III.
  • e)
    II, III e IV.

76520 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Fisioterapeuta / Fisioterapia

O ultrassom é um recurso amplamente usado na Fisioterapia e consiste em vibrações mecânicas que podem fazer vibrar a membrana timpânica (vibrações sonoras). Baseado no seu efeito de tixotropismo, podemos AFIRMAR.

  • a)
    Ocorre despolimerização ou fragmentação das moléculas grandes.
  • b)
    Permite aumento da elasticidade tecidual e diminuição da consistência tecidual fibrótica.
  • c)
    Permite que ocorra neovascularização com consequente aumento da circulação.
  • d)
    É a propriedade pelo qual o ultrassom forma cavidade ou bolhas, no meio líquido, contendo quantidade variáveis de gás ou vapor.
  • e)
    Técnica usada para introduzir agentes ativos medicamentosos na pele.

76521 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Fisioterapeuta / Fisioterapia

Durante o alongamento, quando se desenvolve tensão excessiva em um músculo,os Órgãos Tendinosos de Golgi (OTGs) disparam, inibem a atividade dos motoneurônios alfa e diminuem a tensão no músculo. Os OTGs são um mecanismo de proteção que inibe a tensão no músculo onde se encontram. Esse mecanismo de proteção é denominado:

  • a)
    Inibição autogênica.
  • b)
    Princípio de Sherrington.
  • c)
    Reflexo de estiramento monossináptico.
  • d)
    Inibição recíproca.
  • e)
    Miofibrilogênese.

79684 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Fisioterapeuta / Fisioterapia

A palavra espasticidade tem sua origem do grego spartikos que significaencolher, retrair, tracionar, puxar, retesar. A espasticidade é um dos componentes da síndrome do neurônio motor superior, e traduz, junto com outras manifestações clínicas, o comprometimento da via córtico-espinhal. Sobre espasticidade, assinale a alternativa INCORRETA.

  • a)
    Dentre as doenças neurológicas que atingem o encefálo e/ou a medula espinhal que podem apresentar a espasticidade como sequela estão a Paralisia Cerebral, Acidente Vascular Encefálico, Lesão Medular e Síndrome de Down.
  • b)
    O conceito de hipertonia velocidade-dependente é de fundamental importância na cinesioterapia, pois alerta sobre a necessidade de evitar movimentos rápidos e bruscos durante o exercício, com a finalidade de não exacerbar a hiperatividade do reflexo miotático.
  • c)
    Na espasticidade, a hipertonia predomina em alguns grupos musculares, enquanto que, na rigidez, a hipertonia se apresenta com igual intensidade na musculatura agonista e antagonista.
  • d)
    O sinal de canivete caracteriza a hipertonia elástica, própria da espasticidade e o sinal de roda denteada caracteriza a hipertonia plástica, típica da rigidez extrapiramidal.
  • e)
    O conjunto das manifestações, decorrente da lesão da via córtico-espinhal e a conseguinte falha no mecanismo de inibição recíproca são responsáveis pela perda da destreza, pela diminuição da velocidade e pelo aumento da fatigabilidade do ato motor, no paciente parético-espástico.

79685 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Fisioterapeuta / Fisioterapia

Sobre órtese assinale a alternativa CORRETA.

  • a)
    É um dispositivo aplicado externamente para suporte de músculos normais para promover movimento específico ou corrigir deformidades musculoesqueléticas.
  • b)
    Para prescrição, confecção e avaliação de uma órtese precisa-se garantir três pontos para que ela seja eficaz, são eles: imobilização versus mobilidade, conforto e alinhamento.
  • c)
    Na órtese de mão é preciso manter a combinação dos três arcos esqueléticos da mão, preservando a forma convexa da mão e favorecendo a função.
  • d)
    O arco transverso distal tem seu centro localizado na cabeça do III metacarpiano e é constituído pela cabeça dos metacarpianos. O IV e o V dígitos permitem mobilidade do lado radial da mão, enquanto o II e III são mais fixos. Uma imobilização deve permitir a conformação deste arco, principalmente nos dois últimos metacarpianos, preservando a capacidade preensora.
  • e)
    Órtese de reciprocação RGO ( Reciprocating Gait Orthosis) é frequentemente indicada em pacientes com déficit de extensão de quadril(paralisia dos extensores de quadril) utilizando a flexão de tronco para a marcha.

79686 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Fisioterapeuta / Fisioterapia

Prótese é todo aparato destinado a substituir parte do corpo que foi perdido. Sobre prótese e processo de protetização, assinale a alternativa INCORRETA.

  • a)
    Na amputação transtibial a prótese com encaixe PTB (Patellar Tendon Bearing) ocorre a descarga de peso no tendão patelar e a suspensão da prótese é feita por uma correia supracondiliana que envolve a perna acima do joelho. É geralmete usada para coto bastante curto.
  • b)
    As próteses utilizadas para amputações transfemural são caracterizadas pela presença de encaixe que engloba toda a coxa, suspensão feita por válvula de sucção e articulação do joelho, cuja prescrição dependerá do prognóstico de funcionalidade do paciente.
  • c)
    Inicialmente para amputação bilateral transfemural, as próteses são chamadas de “stubbies” e o objetivo principal desse tipo de prótese é treinar o equilíbrio.
  • d)
    Na fase pré-protética, a fisioterapia trabalha somente o coto, com o objetivo principal de dessensibilizar o neuroma doloroso.
  • e)
    O enfaixamento compressivo tem como objetivo a conificação do coto, redução do edema e da dor.

79687 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Fisioterapeuta / Fisioterapia

O ciclo da marcha é dividido em fase de apoio (pé em contato com o solo) e fase de balanço (pé no ar). Quais músculos estabilizam a pelve no plano frontal durante o apoio unilateral?

  • a)
    Porção superior do glúteo máximo e glúteo médio.
  • b)
    Glúteo médio e glúteo mínimo.
  • c)
    Glúteo médio, glúteo mínimo e tensor da fáscia lata.
  • d)
    Glúteo médio, glúteo mínimo , tensor da fáscia lata e parte superior do glúteo máximo.
  • e)
    Glúteo máximo, glúteo médio, glúteo mínimo e isquiostibiais.