30 resultados encontrados para . (0.008 segundos)

76420 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Enfermeiro / Enfermagem

Os tecidos do corpo possuem uma capacidade admirável de recuperação quando lesionados. O corpo imediatamente tenta reparar o dano e cicatrizar a ferida, segundo Timby (2007), o processo de reparo das feridas segue três fases sequenciais: inflamação, proliferação e reconstituição. O enfermeiro deve estar apto a reconhecer essas fases. Considerando esse conhecimento, assinale a opção CORRETA.

  • a)
    É durante a fase de proliferação que ocorre migração dos leucócitos e macrófagos para o local da lesão.
  • b)
    Os neutrófilos e monócitos limpam a área lesionada e preparam o local para a cicatrização da ferida, acontecendo na fase inflamatória.
  • c)
    Na cicatrização por terceira intenção, as bordas da ferida estão amplamente afastadas levando a um consumo maior de tempo e um complexo processo de cicatrização, resultando em uma cicatriz mais proeminente.
  • d)
    O principal objetivo que o enfermeiro deve ter no cuidado das úlceras de pressão é instalar medidas para reduzir o seu tamanho e restaurar a integridade da pele.
  • e)
    Os curativos de hidrocolóides mantêm as feridas secas, o que permite uma cicatrização mais rápida, porque novas células proliferam com maior rapidez.

76421 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Enfermeiro / Enfermagem

Amamentar é muito mais do que nutrir a criança. Todas as assertivas abaixo estão incorretas, EXCETO,

  • a)
    o fenômeno de Raynaud também pode acometer os mamilos. Em geral, ocorre em resposta à exposição ao frio, com pressão anormal do mamilo na boca da criança ou trauma mamilar importante.
  • b)
    leite materno possui numerosos fatores imunológicos que protegem a criança contra infecções. A IgA secretória é o principal anticorpo, atuando contra micro-organismos presentes nas superfícies mucosas. A concentração de IgA no leite materno aumenta ao longo do primeiro mês até o final da amamentação por volta dos dois anos.
  • c)
    os seguintes sinais são indicativos de técnica adequada de amamentação: bochechos do bebê encovadas a cada sucção, ruídos da língua, lábio inferior virado para fora, queixo tocando a mama, corpo do bebê próximo ao da mãe.
  • d)
    a prolactina, liberada principalmente pelo estímulo provocado pela sucção da criança, também é disponibilizada em resposta a estímulos condicionados, tais como visão, cheiro e choro da criança e a fatores de ordem emocional. Por outro lado, a dor, o desconforto, a ansiedade e o medo podem inibir a liberação da prolactina, prejudicando a saída do leite da mama.
  • e)
    até a “descida do leite”, que costuma ocorrer até o terceiro ou quarto dia após o parto, a produção do leite se dá por ação de hormônios e ocorre apenas se a criança estiver sugando.

76422 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Enfermeiro / Enfermagem

Trata-se de uma doença neurológica progressiva irreversível com início insidioso e caracterizada por perdas graduais da função cognitiva e distúrbios do comportamento ou do afeto. A idade e a história familiar são fatores de risco preestabelecido nessa patologia.

  • a)
    Mal de Parkinson.
  • b)
    Delírio.
  • c)
    Mal de Alzheimer.
  • d)
    Demência.
  • e)
    Depressão.

76423 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Enfermeiro / Enfermagem

O exame bacteriológico direto do escarro é o método fundamental para o diagnóstico da tuberculose pulmonar. Esse exame deve ser sempre solicitado para

  • a)
    pacientes adultos que procurem o sistema de saúde por apresentarem queixas respiratórias ou informarem ter tosse e expectoração há três semanas ou mais.
  • b)
    pacientes que não apresentarem alterações pulmonares na radiografia de tórax mesmo com expectoração.
  • c)
    contato de casos de tuberculose pulmonar bacilíferos mesmo que não apresentem queixas respiratórias.
  • d)
    pacientes com história de tratamento anterior para tuberculose, mesmo sem nenhum sintoma atual.
  • e)
    pacientes com cultura do bacilo de Koch com resultado positivo e com expectoração há mais de três semanas.

76424 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Enfermeiro / Enfermagem

A enfermagem perioperatória incorpora os cuidados de enfermagem nas três fases da experiência cirúrgica: pré-operatória, intra-operatória e pós-operatória. Sobre essas fases, analise as assertivas abaixo:

I - A fase pré-operatória inicia-se quando a decisão pela intervenção cirúrgica é feita e termina com a transferência do paciente para a mesa cirúrgica.

II - A posição que o paciente é colocado na mesa cirúrgica depende do procedimento operatório a ser realizado e, como também, da sua condição física. Um exemplo é a posição de trendelemburg em que o paciente está deitado de costas com as pernas e coxas fletidas em ângulos agudos.

III - A principal função da enfermagem na unidade de recuperação pós-anestésica é monitorar os sinais vitais do estado geral do paciente, avaliando, no mínimo, a cada 15 minutos.

IV - O objetivo primário na sala de recuperação pós-anestésica é manter a respiração pulmonar e assim prevenir a hipoxemia e a hipercapnia.

V - O choque é uma das mais sérias complicações pós-operatória. Os sinais clássicos do choque são: palidez, pele fria e úmida, respiração rápida, cianose de lábios, pulso rápido e fino, diminuição da pressão do pulso, baixa pressão sanguínea e urina concretada.

Estão CORRETAS:

  • a)
    I, II, III, IV.
  • b)
    II, III, IV, V.
  • c)
    I, III, IV, V.
  • d)
    I, II, IV, V.
  • e)
    Todas as alternativas.

76425 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Enfermeiro / Enfermagem

As infrações cometidas pelos profissionais de enfermagem, segundo a natureza do ato e a circunstância de cada caso, são consideradas leves, graves ou gravíssimas. São consideradas circunstâncias atenuantes:

  • a)
    Cometer a infração por motivo fútil ou torpe.
  • b)
    Cometer infração dolosamente.
  • c)
    Ser reincidente.
  • d)
    Realizar atos sob coação e/ou intimidação.
  • e)
    Causar danos irreparáveis.

79823 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Enfermeiro / Enfermagem

As precauções para controle das infecções são medidas físicas designadas a reduzir a disseminação de doenças infecciosas. Considerando que essas medidas precisam serem adotadas pelos profissionais de enfermagem, analise as seguintes afirmativas e assinale a INCORRETA.

  • a)
    Deve-se usar luvas limpas estéreis durante procedimentos e atividades de cuidado com o paciente que sejam propensos a respingar sangue, fluidos corporais, secreções e excreções.
  • b)
    Deve-se assegurar que equipamentos reutilizáveis não sejam usados nos cuidados de outro paciente, sem que sejam apropriadamente limpos e processados.
  • c)
    Deve-se evitar a remoção, a recapagem, o entortar ou a quebra de agulhas usadas e nunca apontar agulha em direção ao próprio corpo.
  • d)
    Deve-se lavar as mãos após o contato com sangue, fluidos corporais, secreções, excreções e artigos contaminados, independentemente ou não do uso de luvas.
  • e)
    Deve-se prevenir lesões decorrentes do uso de agulhas, scalps e outros materiais pontiagudos, após a realização de procedimentos e a limpeza e descarte de instrumentos.

79824 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Enfermeiro / Enfermagem

Sobre o câncer de mama, marque a alternativa INCORRETA.

  • a)
    Os sintomas de câncer de mama palpável são o nódulo ou tumor no seio, acompanhado ou não de dor mamária.
  • b)
    Em alguns casos, o auto exame das mamas vem se mostrando efetivo em diminuir a mortalidade dos programas de detecção precoce mesmo sendo utilizado isoladamente. Isso se deve pelo fato da mulher ser quem mais conhece o seu corpo.
  • c)
    Quanto mais cedo for feito o diagnóstico do câncer de mama, maior a probabilidade de cura. As ações de diagnóstico precoce consistem no exame clínico da mama realizado por um profissional de saúde treinado.
  • d)
    O linfedema é a principal complicação decorrente do tratamento cirúrgico para o câncer de mama, acarretando importantes alterações físicas, psicológicas e sociais, que comprometem a qualidade de vida das mulheres.
  • e)
    As técnicas (como realizar) do exame clínico das mamas variam bastante em seus detalhes, entretanto, todas elas preconizam a inspeção visual, apalpação das mamas e dos linfonodos axilares e supraclaviculares.

79825 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Enfermeiro / Enfermagem

Segundo Brunner&Suddarth (2012), marque a alternativa INCORRETA:

  • a)
    A cetoacidose diabética, comum no diabetes tipo II, pode causar sinais e sintomas tais como dor abdominal, náuseas, vômitos, hiperventilação, odor de frutas no hálito e nível alterado de consciência.
  • b)
    O fenômeno da madrugada é caracterizado por um nível de glicose relativamente normal até por volta das 3h da madrugada, quando os níveis começam a subir, resultante do aparecimento de secreção do hormônio do crescimento, o que cria uma maior necessidade de insulina nas primeiras horas da manhã nos pacientes com diabetes tipo I.
  • c)
    No diabetes tipo II, as células beta do pâncreas produzem pouca ou nenhuma insulina, vários fatores contribuem para o dano dessas células, incluindo os genéticos e/ou um defeito no sistema imunológico.
  • d)
    A síndrome de hiperosmolar hiperglicêmica não cetótica é uma situação na qual a hiperosmolaridade e hipoglicemia predominam, com alterações sensoriais. Uma diferença entre essa síndrome e a cetoacidose diabética é que não ocorrem cetose e acitose na primeira.
  • e)
    Os fatores genéticos são considerados como tendo um certo papel no desenvolvimento da resistência à insulina. Além disso, existem alguns fatores de risco associados ao desenvolvimento da diabetes tipo I, podemos citar: idade, obesidade, histórico familiar e grupo étnico.
icon
Questão anulada pela banca organizadora do concurso.

79826 NUCEPE (2016) - Prefeitura de Teresina - PI - Enfermeiro / Enfermagem

A hanseníase é uma doença infecciosa crônica de alto poder incapacitante. Sobre ela, todas as assertivas abaixo estão corretas, EXCETO,

  • a)
    o homem é considerado a única fonte de infecção da hanseníase, sendo que a principal via de eliminação do bacilo pelo doente e a mais provável via de entrada deste no organismo são as vias aéreas superiores.
  • b)
    o alto potencial incapacitante da hanseníase está diretamente relacionado à capacidade de penetração Mycobacterium leprae na célula nervosa e seu poder imunogênico.
  • c)
    o diagnóstico de caso de hanseníase é essencialmente laboratorial, por meio de exame dermatoneurológico para identificar lesões ou áreas da pele com alterações de sensibilidade e/ou comprometimento de nervos periféricos.
  • d)
    as reações hansênicas são manifestações agudas ocasionadas por alterações do sistema imunológico da pessoa atingida por hanseníase, podendo ocorrer antes, durante ou depois do tratamento, tanto nos casos multibacilares como nos paucibacilares.
  • e)
    a classificação operacional de um caso de hanseníase é baseada no número de lesões cutâneas: paucibacilar (casos com até cinco lesões) e multibacilar (casos com mais de cinco lesões). A baciloscopia positiva classifica o caso como multibacilar, independente do número de lesões.