25 resultados encontrados para . (0.008 segundos)

153628 Instituto AOCP (2014) - UFSM - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

A NR-4 estabelece que o dimensionamento dos Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho vincula-se à gradação do risco da atividade principal e ao número total de empregados do estabelecimento. Segundo o item 4.2.1, para fins de dimensionamento, os canteiros de obras e as frentes de trabalho com menos de 1 (um) mil empregados situados no mesmo estado, território ou Distrito Federal não serão considerados como estabelecimentos. Baseado nesta legislação, quanto à organização dos Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho, é correto afirmar que

  • a)
    os engenheiros de segurança do trabalho e os médicos do trabalho poderão ficar centralizados; enquanto que técnicos de segurança do trabalho, os enfermeiros do trabalho e os auxiliares de enfermagem do trabalho terão o dimensionamento feito por canteiro de obra ou frente de trabalho.
  • b)
    os médicos do trabalho e os enfermeiros do trabalho poderão ficar centralizados; enquanto que os engenheiros de segurança do trabalho, os técnicos de segurança do trabalho e os auxiliares de enfermagem do trabalho terão o dimensionamento feito por canteiro de obra ou frente de trabalho.
  • c)
    os engenheiros de segurança do trabalho, os médicos do trabalho e os enfermeiros do trabalho poderão ficar centralizados; enquanto que os técnicos de segurança do trabalho e os auxiliares de enfermagem do trabalho terão o dimensionamento feito por canteiro de obra ou frente de trabalho.
  • d)
    os médicos do trabalho, os enfermeiros do trabalho e os auxiliares de enfermagem do trabalho poderão ficar centralizados; enquanto que os engenheiros de segurança do trabalho e os técnicos de segurança do trabalho terão o dimensionamento feito por canteiro de obra ou frente de trabalho.
  • e)
    os engenheiros de segurança do trabalho e os técnicos de segurança do trabalho poderão ficar centralizados; enquanto os médicos do trabalho, os enfermeiros do trabalho e os auxiliares de enfermagem do trabalho terão o dimensionamento feito por canteiro de obra ou frente de trabalho.

153629 Instituto AOCP (2014) - UFSM - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

As convenções internacionais traçam uma diretriz (“uma norma”) de caráter generalista a serem seguidas pelos países membros; e no Brasil estas “normas internacionais” passam a integrar nosso ordenamento jurídico após aprovação do Congresso Nacional. Quais são as Convenções aprovadas por Decreto que traçam diretrizes sobre: “a prevenção e controle de riscos profissionais causados pelas substâncias ou agentes cancerígenos”; e “a segurança e saúde dos trabalhadores e o meio ambiente de trabalho”, respectivamente?

  • a)
    Convenção OIT nº 119 e Convenção OIT nº 170.
  • b)
    Convenção OIT nº 126 e Convenção OIT nº 166.
  • c)
    Convenção OIT nº 133 e Convenção OIT nº 163.
  • d)
    Convenção OIT nº 139 e Convenção OIT nº 155.
  • e)
    Convenção OIT nº 152 e Convenção OIT nº 161.

153630 Instituto AOCP (2014) - UFSM - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

Mostrar/Esconder texto associado

Ainda verificando cada agente de forma individual, determine para qual(is) dele(s) o nível de ação foi ultrapassado, conforme orienta o item 9.3.6.2 da NR-09 e assinale a alternativa correta.

  • a)
    Para os agentes X2 e X3.
  • b)
    Somente para o agente X3.
  • c)
    Somente para o agente X2.
  • d)
    Para os agentes X1 e X2.
  • e)
    Para os agentes X1 e X3.

153633 Instituto AOCP (2014) - UFSM - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

Mostrar/Esconder texto associado

Qual é a taxa de frequência obtida para o setor III da empresa?

  • a)
    120 dias.
  • b)
    333,33 horas trabalhadas por funcionário.
  • c)
    30 dias de afastamento por funcionário.
  • d)
    25.
  • e)
    500.

153643 Instituto AOCP (2014) - UFSM - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

Segundo o item 17.6.4, nas atividades de processamento eletrônico de dados, o tempo efetivo de trabalho de entrada de dados

  • a)
    pode exceder 5 (cinco) horas.
  • b)
    não deve exceder o limite máximo de 1 (uma) hora.
  • c)
    não deve exceder o limite máximo de 5 (cinco) horas.
  • d)
    pode exceder 6 (seis) horas.
  • e)
    não deve exceder o limite máximo de 8 (oito) horas.

165089 Instituto AOCP (2014) - UFSM - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

Mostrar/Esconder texto associado

Qual é o tempo total computado obtido para o setor II da empresa?

  • a)
    5.000 horas.
  • b)
    10.000 horas.
  • c)
    20 dias.
  • d)
    170 dias.
  • e)
    150 dias.

165151 Instituto AOCP (2014) - UFSM - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

O Anexo I para trabalho dos operadores de checkout, aprovado pela Portaria SIT n.º 08/2007, estabelece – no item 3.3. – que o empregador deve adotar medidas para evitar que a atividade de ensacamento de mercadorias se incorpore ao ciclo de trabalho ordinário e habitual dos operadores de checkout; assim, o empregador deverá manter um ensacador a cada “Y” checkouts em funcionamento. Assinale a alternativa que apresenta corretamente o valor de “Y”.

  • a)
    Y = 03 checkouts em funcionamento.
  • b)
    Y = 02 checkouts em funcionamento.
  • c)
    Y = 05 checkouts em funcionamento.
  • d)
    Y = 10 checkouts em funcionamento.
  • e)
    Y = 07 checkouts em funcionamento.

165152 Instituto AOCP (2014) - UFSM - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

O Anexo II para trabalho em teleatendimento/ telemarketing, aprovado pela Portaria SIT n.º 09/2007, estabelece – no item 5.3. – o tempo de trabalho em efetiva atividade de teleatendimento/ telemarketing é de, no máximo, que

  • a)
    08 (oito) horas diárias, nele incluídas as pausas, sem prejuízo da remuneração.
  • b)
    06 (seis) horas diárias, nele incluídas as pausas, sem prejuízo da remuneração.
  • c)
    06 (seis) horas diárias, excluídas as pausas para refeição e lanche.
  • d)
    08 (oito) horas diárias, excluídas as pausas para refeição e lanche.
  • e)
    04 (quatro) horas diárias, excluídas as pausas para refeição e lanche.

165153 Instituto AOCP (2014) - UFSM - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

Mostrar/Esconder texto associado

Segundo o anexo nº 6 (Trabalho sob condições hiperbáricas) da NR-15, o item 1.3.15.6 estabelece limites de tolerância quanto a qualidade do ar que deverá ser mantida dentro dos padrões de pureza, através da utilização de filtros apropriados, colocados entre a fonte de ar e a câmara de trabalho, campânula ou eclusa. Assim, quanto às concentrações estabelecidas, é correto afirmar que

  • a)
    para o monóxido de carbono o limite de tolerância é de 20 ppm.
  • b)
    para o dióxido de carbono o limite de tolerância é de 5.000 ppm.
  • c)
    para o óleo ou material particulado o limite de tolerância é de 50 mg/m3 (PT>20kgf/cm2).
  • d)
    para o metano o limite de tolerância é 90% do limite inferior de explosividade.
  • e)
    para o óleo ou material particulado o limite de tolerância é de 300 g/m3 (PT2)

165154 Instituto AOCP (2014) - UFSM - Engenheiro de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

A NR-24 estabelece que em todos os locais de trabalho deverá ser fornecida aos trabalhadores água potável, em condições higiênicas, sendo proibido o uso de recipientes coletivos. Onde houver rede de abastecimento de água, deverão existir bebedouros de jato inclinado na proporção de 1 (um) bebedouro para cada 50 (cinquenta) empregados. Assim, segundo o item 24.7.1.1, as empresas devem garantir o fornecimento de água potável e fresca em quantidade superior a

  • a)
    1/2 (meio) litro de (500ml) por hora/homem trabalho.
  • b)
    1/3 (um terço) de litro (333ml) por hora/homem trabalho.
  • c)
    1/4 (um quarto) de litro (250ml) por hora/homem trabalho.
  • d)
    1/4 (um quarto) de litro (250ml) por ½ (meia) hora/ homem trabalho.
  • e)
    1/3 (um terço) de litro (333ml) por ½ (meia) hora/ homem trabalho.