9 resultados encontrados para . (0.010 segundos)

210066 INEP (2013) - ENADE - Dentista / Odontologia

Segundo o estudo epidemiológico SB Brasil 2010, mais de 3 milhões de idosos entre 65 e 74 anos de idade necessitam de prótese total nas duas arcadas dentárias, e 4 milhões de idosos precisam usar prótese total em uma das arcadas. O gráfico mostra a necessidade de prótese total em idosos, no período de 2003 a 2010. Os laboratórios regionais de prótese produzem anualmente cerca de 480 mil próteses.







Com relação à organização de serviços de saúde bucal, avalie as afirmativas a seguir. I. A precariedade das condições de saúde bucal dos idosos requer políticas de saúde que garantam informações sobre saúde bucal, acesso a serviços preventivos e curativos, bem como reabilitadores. II. Apesar do panorama de demandas odontológicas de idosos acumuladas, o tratamento restaurador destinado a crianças deve ser prioritário, tendo em vista a necessidade de reduzir o índice CPOD em escolares.



III. O aumento de recursos destinados à atenção terciária, com maior investimento em laboratórios de prótese dentária, visa atender às necessidades acumuladas de reabilitação oral.



IV. É necessário reverter um modelo assistencial centrado em práticas curativas e mutiladoras, o que resultou em quadro de elevado edentulismo em idosos brasileiros.



V. O menor uso de serviços odontológicos entre os idosos que necessitavam de prótese em uma arcada dentária resulta da necessidade de próteses inferiores, pouco aceitas pelos pacientes idosos devido às dificuldades de adaptação.



É correto apenas o que se afirma em

  • a)
    I e II.
  • b)
    I e IV.
  • c)
    II e III.
  • d)
    III e V.
  • e)
    IV e V.

210067 INEP (2013) - ENADE - Dentista / Odontologia

Um paciente do sexo masculino de 19 anos de idade chega ao consultório odontológico relatando dor provocada no dente 16. Clinicamente, observou-se a presença de lesão cariosa já cavitada, envolvendo as faces oclusal e mesial desse dente (figura 1). Radiograficamente, observou-se a presença de cárie profunda, com proximidade do corno pulpar mesial, integridade no espaço periodontal e ausência de lesões na região periapical. O aspecto clínico, após a abertura coronária e remoção do tecido cariado pode ser observado na figura 2. O paciente apresentava os demais dentes em bom estado de conservação, com poucas restaurações, e bom padrão de higiene bucal.







Com relação aos materiais restauradores e suas características, avalie as afirmativas a seguir.



I. Os preparos classe II, com envolvimento da crista marginal, devem ser restaurados com resina composta e ionômero de vidro.



II. As resinas compostas, que apresentam a vantagem de ter contração de polimerização semelhante à da dentina e esmalte, evitam infiltração marginal e aumentam o tempo de vida das restaurações.



III. O uso do amálgama em cavidades amplas com pouca estrutura dental remanescente apresenta maior risco de fratura dental, quando comparado ao uso de materiais restauradores adesivos.



IV. O amálgama apresenta maior facilidade de estabelecer e manter adequado ponto de contato, por ter resistência ao desgaste próximo da estrutura dentária.



V. Quanto mais para distal no arco e maior a extensão da restauração, pior é o prognóstico das restaurações de resina composta, devido ao maior número de contatos cêntricos e estresse mecânico.



É correto apenas o que se afirma em

  • a)
    I, II e III.
  • b)
    I, II e V.
  • c)
    I, III e IV.
  • d)
    II, IV e V.
  • e)
    III, IV e V.

210068 INEP (2013) - ENADE - Dentista / Odontologia

Um adolescente de 15 anos de idade apresentouse no consultório odontológico com dor aguda, contínua e edema na região do primeiro molar inferior esquerdo. Durante a anamnese, o paciente relatou ser usuário de crack há mais de 12 meses. Ao exame clínico e radiográfico, verificou-se que o dente apresentava grande destruição e comprometimento de furca, sendo indicada sua exodontia.



Considerando essa situação, avalie as afirmações a seguir.



I. A solução anestésica que contém vasoconstritor semelhante à epinefrina está indicada para a realização da exodontia porque, com essa droga, não há risco de elevação da pressão arterial e do ritmo cardíaco do paciente.



II. A solução anestésica lidocaína 2% com epinefrina pode ser utilizada, por propiciar menor toxicidade sistêmica e minimizar o risco de elevação da pressão arterial e do ritmo cardíaco do paciente.



III. A solução anestésica prilocaína 3% com felipressina 0,03 UI é uma alternativa para o atendimento odontológico porque, com essa droga, não há risco de elevação severa da pressão arterial e do ritmo cardíaco do paciente.



IV. As soluções anestésicas que contêm vasoconstritores semelhantes à epinefrina devem ser evitadas, porque o uso crônico do crack faz com que haja liberação de dopamina, com aumento de adrenalina no organismo e consequente aumento da pressão arterial e do ritmo cardíaco do paciente.



É correto apenas o que se afirma em

  • a)
    I e II.
  • b)
    I e III.
  • c)
    III e IV.
  • d)
    I, II e IV.
  • e)
    II, III e IV.

275191 INEP (2013) - ENADE - Dentista / Odontologia

Um cirurgião-dentista assumiu a coordenação de saúde bucal de seu município. Na primeira reunião com a sua equipe, propôs a realização de uma oficina para a elaboração do seu plano de gestão, com duração de quatro anos. Foi solicitado aos participantes da oficina que se orientassem pelas Diretrizes da Política Nacional de Saúde Bucal (2004).



Considerando essa situação e as ações e estratégias prioritárias que devem orientar a atenção em saúde bucal em todos os níveis, avalie as afirmações a seguir.



I. Para melhor identificar os principais grupos a serem priorizados e as ações que irão compor as linhas de cuidado, é necessário conhecer as características do perfil epidemiológico da população, as doenças e agravos de maior prevalência, bem como a forma com que as pessoas vivem e como os serviços de saúde são ofertados.



II. As ações de promoção e proteção da saúde, que devem ser desenvolvidas como procedimentos coletivos em parcerias intersetoriais, visam reduzir fatores de risco e compreendem elenco bastante vasto e diversificado de atividades de natureza eminentemente educativo-preventiva.



III. Ampliar no município as redes públicas de tratamento de águas, de forma a garantir o acesso à água tratada e fluoretada, é a forma mais abrangente e socialmente justa de acesso ao flúor.



IV. As ações de recuperação devem ser centradas na detecção do câncer bucal, por meio de biópsias realizadas dentro da rede de saúde.



V. As ações de saúde bucal devem ser inseridas de forma transversal nos diferentes programas integrais de saúde, por linhas de cuidado ou por condição de vida.



É correto apenas o que se afirma em

  • a)
    I, II e IV.
  • b)
    I, II e V.
  • c)
    I, III e V.
  • d)
    II, III e IV.
  • e)
    III, IV e V.

284011 INEP (2013) - ENADE - Dentista / Odontologia

Um paciente do sexo masculino, com 40 anos de idade, tabagista, que relata o consumo de 20 cigarros por dia há mais de 10 anos, apresenta lesão branca, como a ilustrada na figura. No exame e na abordagem clínica, verifica-se que essa lesão não pode ser removida facilmente por raspagem.







De acordo com o relato e a figura apresentados, assinale a opção que apresenta, respectivamente, o diagnóstico provável da lesão, o exame complementar e a melhor conduta para o seu tratamento.

  • a)
    Leucoplasia; biópsia incisional; remoção cirúrgica.
  • b)
    Líquen plano; citologia esfoliativa; remoção cirúrgica.
  • c)
    Candidíase; citologia esfoliativa; aplicação tópica de corticoide.
  • d)
    Hiperqueratose; biópsia excisional; aplicação tópica de corticoide.
  • e)
    Nevo branco esponjoso; biópsia incisional; remoção do agente causador.

284012 INEP (2013) - ENADE - Dentista / Odontologia

No tratamento endodôntico de um canal curvo, o cirurgião-dentista observou, no final da instrumentação com limas manuais em aço inoxidável, que os cursores do instrumento não tocavam o bordo de referência. Ao radiografar, verificou a situação ilustrada na figura abaixo.







Em relação à situação acima, avalie as afirmações a seguir.



I. A prevenção da situação ilustrada na figura é pré-curvar os instrumentos, irrigar abundantemente e aspirar.



II. A prevenção da situação mostrada na figura é proceder à correta odontometria, além de calibrar os instrumentos de maneira estável.



III. Para desobstruir o terço apical é indicado utilizar solução de EDTA, agitando-o a cada colocação. Com esse procedimento, dissolvese o material impactado, bem como facilita-se a recuperação do trajeto do canal.



IV. Não é indicado desobstruir o terço apical irrigando com EDTA, devido ao risco de se perfurar o canal.



É correto apenas o que se afirma em

  • a)
    II.
  • b)
    III.
  • c)
    I e III.
  • d)
    I e IV.
  • e)
    II e IV.
icon
Questão anulada pela banca organizadora do concurso.

284013 INEP (2013) - ENADE - Dentista / Odontologia

Um cirurgião-dentista vinculado ao programa odontológico de uma escola da rede pública, ao realizar o atendimento de rotina em uma criança, que já era sua paciente há algum tempo, percebeu alterações de comportamento e alguns hematomas nos braços e ao redor dos olhos. Questionada sobre a causa dos hematomas, a criança manifestou contradições inúmeras vezes. Em conversa com os professores, foi constatada queda no rendimento escolar e tendência ao isolamento dos colegas.



Diante do caso relatado, que atitude o cirurgiãodentista deve assumir, de modo a respeitar o Estatuto da Criança e do Adolescente?

  • a)
    Denunciar a suspeita de maus-tratos ao Conselho Tutelar ou à autoridade competente da localidade mais próxima.
  • b)
    Continuar a realizar o atendimento, seguindo a rotina, uma vez que crianças são emocionalmente instáveis.
  • c)
    Investigar a causa dos hematomas e chamar os pais e(ou) responsáveis, para prestarem esclarecimentos.
  • d)
    Comunicar à direção da escola a suspeita de que a criança seja vítima de violência domiciliar, porque a escola é responsável pela investigação do caso.
  • e)
    Investigar o caso com cautela e denunciar ao Conselho Tutelar se houver certeza de que a criança é vítima de maus tratos.

284014 INEP (2013) - ENADE - Dentista / Odontologia

Um paciente com 52 anos de idade, do sexo masculino, é atendido na Unidade Básica de Saúde (UBS) e relata queixa de dentes amolecidos na arcada inferior. O paciente trabalha na construção civil, na função de pedreiro, e relata fumar cerca de 15 cigarros por dia. No prontuário desse paciente, está registrada a condição de hipertensão. Sua frequência às atividades propostas pela Equipe de Saúde da Família é baixa, devido ao seu horário de trabalho.

Durante o exame clínico, o cirurgião-dentista observa que o paciente usa prótese total superior e apresenta lesões sugestivas de candidíase na mucosa palatina, além de quadro de doença periodontal, com bolsas profundas na região anteroinferior e presença generalizada de cálculo dentário.



Diante desse caso, avalie as afirmações a seguir. I. A triagem deve ser feita na UBS, para encaminhamento ao Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), onde o paciente receberá o tratamento da lesão na mucosa, conforme determinar o especialista em estomatologia.



II. O paciente enquadra-se nos critérios de risco para malignização da lesão na mucosa palatina e deve ser referenciado para o CEO, onde deve submeter-se a exames preventivos para o câncer bucal ao menos quatro vezes ao ano.



III. O tratamento periodontal requer a raspagem subgengival de maior complexidade, devendo-se referenciar o paciente ao CEO após a adequação do meio bucal e motivação sobre o controle do biofilme dental efetuadas pela Equipe de Saúde Bucal.



IV. O tratamento periodontal deverá ser concluído no CEO, onde será efetuada a alta, uma vez que o paciente apresenta condições de realizar os procedimentos de higiene bucal.



V. O paciente deve ser estimulado a participar do programa de controle do tabagismo, que o ajudará no enfrentamento da dependência ao cigarro, uma vez que o fumo constitui fator de risco comum às doenças cardiovasculares e à doença periodontal.



É correto apenas o que se afirma em

  • a)
    I e II.
  • b)
    I e III.
  • c)
    II e IV.
  • d)
    III e V.
  • e)
    IV e V.

291885 INEP (2013) - ENADE - Dentista / Odontologia

Grande quantidade de lixo está acumulada nos fundos de um hospital. Sacos plásticos de cor branca leitosa, padronizados, com o símbolo de risco biológico foram fotografados. Procurado pela reportagem, o gestor de resíduos de saúde da instituição confirmou que o lixo estava acumulado na parte dos fundos do hospital, mas disse que não era material contaminado, porque o descarte seguia normas estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Há alguns dias, parte do material coletado pela empresa voltou do aterro sanitário por ordem da Superintendência Municipal de Limpeza Urbana, que entendeu que havia a mistura de lixo comum com o hospitalar, informou o responsável.





Disponível em: . Acesso em: 30 jun. 2013 (adaptado).





A situação descrita na reportagem demonstra irregularidades no manejo dos resíduos gerados no serviço de saúde (RSS). Por tratar-se de resíduos com potencial de causar danos à saúde e ao meio ambiente, qual é a recomendação básica, regulamentada pelos órgãos competentes, para o manejo desses resíduos?

  • a)

    As autoridades municipais são legalmente responsáveis pelo gerenciamento dos RSS, desde que estes estejam devidamente acondicionados.

  • b)

    Os resíduos biológicos devem ser acondicionados em recipiente metálico, com tampa vedável, rotulados com o símbolo de risco biológico, para que a saúde pública e o meio ambiente sejam preservados.

  • c)

    Os RSS são descartados nos aterros sanitários juntamente com o lixo comum, porém devidamente acondicionados e rotulados, para que a saúde pública e o meio ambiente sejam preservados.

  • d)

    O gerador dos resíduos é responsável pela segregação e acondicionamento dos RSS gerados por ele, até à destinação final.

  • e)

    A Anvisa é o órgão responsável pela elaboração do Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS) dos serviços geradores de RSS.