14 resultados encontrados para . (0.016 segundos)

234247 INEP (2013) - ENADE - Farmácia / Farmácia

As nanopartículas são partículas poliméricas na forma de reservatório (cápsulas) ou matricial (matriz polimérica) nas quais o fármaco está encapsulado ou adsorvido na matriz. Entre as vantagens que os nanossistemas podem oferecer, destacam-se: proteção do fármaco no sistema terapêutico contra possíveis instabilidades no organismo, manutenção de níveis plasmáticos em concentração constante, aumento da eficácia terapêutica, liberação progressiva e controlada do fármaco, diminuição expressiva da toxicidade, possibilidade de direcionamento a alvos específicos (sítio-especificidade), possibilidade de incorporação de substâncias hidrofílicas e lipofílicas, diminuição da dose terapêutica, diminuição do número de administrações do medicamento; e aumento do nível de aceitação da terapia pelo paciente.

PIMENTEL, L. F. et al. Nanotecnoliga Farmacêutica Aplicada ao Tratamento da Malária.

Rev. Bras. Cienc. Farm. v. 43, nº 4, São Paulo, Oct./Dec. 2007 (adaptado).



Considerando as vantagens dos sistemas nanotecnológicos descritas, avalie as afirmações a seguir.



I. Os quimioterápicos que sofrem degradação química devido ao suco gástrico podem ter sua ação melhorada no corpo humano por meio do uso de nanoencapsulação.



II. O efeito de primeira passagem no sistema hepático, inerente aos medicamentos administrados por via oral, pode ser minimizado por meio da nanotecnologia.



III. O aumento da eficácia terapêutica de um quimioterápico contido num sistema nanotecnológico se deve à redução da posologia a ser aplicada ao paciente.



IV. A liberação controlada de um quimioterápico contido em um nanossistema pode ser alcançada, entre outros fatores, devido à velocidade de degradação controlada pelo uso de polímeros adequados.



V. Um quimioterápico lipofílico não pode ser incorporado em um mesmo sistema nanotecnológico que já contenha um fármaco hidrofílico, pois pode gerar um precipitado devido à incompatibilidade química.



É correto apenas o que se afirma em

  • a)
    I, II e III.
  • b)
    I, II e IV.
  • c)
    I, III e V.
  • d)
    II, IV e V.
  • e)
    III, IV e V.

234248 INEP (2013) - ENADE - Farmácia / Farmácia

Mostrar/Esconder texto associado

Em relação a malária, avalie as afirmações a seguir.



I. A presença de Plasmodium, parasita intracelular facultativo, deve ser pesquisada no processo de triagem em todos os bancos de sangue nacionais.



II. Há indivíduos que não são suscetíveis naturalmente à malária, como aqueles que apresentam heterozigoze para a produção de hemoglobina anômala.



III. O exame laboratorial parasitológico é realizado com esfregaços (extensão) sanguíneos corados. O sangue deve ser coletado durante ou logo após o acesso malárico febril.



IV. Os medicamentos preconizados e atualmente utilizados, conforme o texto, devem ser dispensados em farmácias e drogarias sem retenção de receituário.



É correto apenas o que se afirma em

  • a)
    I e IV.
  • b)
    II e III.
  • c)
    II e IV.
  • d)
    I, II e III.
  • e)
    I, III e IV.

269868 INEP (2013) - ENADE - Farmácia / Farmácia

O cortisol é o glicocorticoide endógeno, a partir do qual foram sintetizados inúmeros análogos que são clinicamente utilizados como anti-inflamatório, no tratamento do choque anafilático, como imunossupressor, entre outras finalidades. Estruturas químicas de análogos a corticoides são ilustradas abaixo, com suas potências relativas e duração de ação.







Considerando as informações apresentadas, avalie as afirmações a seguir.



I. O grupo hidroxila (-OH) na posição 11 é responsável pela atividade glicocorticoide intrínseca e não pela atividade mineralcorticoide.



II. A dupla ligação entre os carbonos 1 e 2 aumenta a potência anti-inflamatória em relação ao cortisol.



III. A adição de grupo α-metil ao carbono 6 aumenta a potência anti-inflamatória em relação ao cortisol.



IV. A adição de a-fluor ao carbono 9 aumenta a potência glicocorticoide e não a atividade mineralcorticoide.



É correto apenas o que se afirma em

  • a)
    I e II.
  • b)
    III e IV.
  • c)
    I, II e III.
  • d)
    I, II e IV.
  • e)
    II, III e IV.
icon
Questão anulada pela banca organizadora do concurso.

269869 INEP (2013) - ENADE - Farmácia / Farmácia

Mostrar/Esconder texto associado

Considerando o esquema acima e o processo de extração e pré-purificação da quinina, avalie as afirmações que se seguem.



I. A água é o solvente de escolha para a extração da forma 1 da quinina.



II. O éter etílico pode ser utilizado como solvente no processo de partição.



III. A forma 1 da quinina pode ser convertida na forma 2 por meio da adição de HCl diluído.



IV. A forma 2 da quinina pode ser convertida na forma 1 por meio da adição de NaOH diluído.



É correto apenas o que se afirma em

  • a)
    I e II.
  • b)
    I e IV.
  • c)
    II e III.
  • d)
    I, III e IV.
  • e)
    II, III e IV.

269870 INEP (2013) - ENADE - Farmácia / Farmácia

A conjuntiva dos olhos e a pele ictéricas são sinais clínicos normalmente associados às hepatites. A icterícia acontece devido à hiperbilirrubinemia, com consequente aumento da deposição de bilirrubina nesses tecidos. É um sinal clínico inespecífico, pois pode representar patologias em diferentes órgãos, além do fígado, e tecidos, como o sangue. A determinação diferencial do excesso de bilirrubinas conjugadas e(ou) de bilirrubinas não-conjugadas é importante para o diagnóstico da real etiologia da doença que se manifesta. A anemia falciforme é uma hemoglobinopatia, predominante na raça negra, causada por uma alteração genética que compromete a estrutura da cadeia da globina, e que, em fase aguda, desencadeia a icterícia.



Considerando as informações apresentadas, avalie as afirmações a seguir sobre a anemia falciforme.



I. A hiperbilirrubinemia presente se caracteriza pelo aumento, principalmente, da forma não-conjugada, também denominada de bilirrubina indireta.



II. A anemia falciforme provoca a hiperbilirrubinemia por afetar o fígado, pois a má oxigenação do organismo dificulta a metabolização hepática.



III. O uso de metabissulfito a 2% no teste de falcização, para diminuir a tensão de oxigênio na amostra de sangue, pode ser auxiliar no diagnóstico dessa doença.



IV. Os achados laboratoriais concomitantes, na anemia falciforme, também incluem fezes acolúricas e urina cor de “refrigerante de cola”.



É correto apenas o que se afirma em

  • a)
    I.
  • b)
    IV.
  • c)
    I e III.
  • d)
    II e III.
  • e)
    II e IV.

269871 INEP (2013) - ENADE - Farmácia / Farmácia

A fim de diversificar sua linha de produtos, uma indústria de alimentos está avaliando possibilidades para melhor aproveitamento dos subprodutos originados da fabricação dos sucos de maracujá, açaí e caju, que são os menos rentáveis da linha de produção. Considerando as potencialidades de cada um desses frutos, avalie as seguintes possibilidades.



I. Utilização do resíduo de extração do suco do açaí, pois, possui compostos antocianogênicos e ricos em flavonoides. Com potencial para serem utilizados na indústria cosmética, devido ao potencial antioxidante.



II. Utilização das cascas do maracujá, pois, após a determinação do teor de pectinas, foi verificada a aplicabilidade desse produto na fabricação de geleias, que necessitam de viscosidade adequada.



III. Aproveitamento das castanhas do caju, pois, após a determinação dos índices de iodo e saponificação do óleo volátil extraído das castanhas, o Equilíbrio Hidrófilo Lipófilo (EHL) evidenciou o potencial para desenvolvimento de formulações semissólidas.



É correto o que se afirma em

  • a)
    I, apenas.
  • b)
    III, apenas.
  • c)
    I e II, apenas.
  • d)
    II e III, apenas.
  • e)
    I, II e III.

269872 INEP (2013) - ENADE - Farmácia / Farmácia

O Ministério da Saúde anunciou no dia 19/12/2012 que o Sistema Único de Saúde (SUS) recebeu o primeiro lote do medicamento oncológico brasileiro mesilato de imatinibe. A droga, indicada para tratar leucemia mieloide crônica e estroma gastrointestinal (tumor maligno no intestino), é o primeiro medicamento genérico para tratamento contra o câncer produzido no Brasil. A produção será feita a partir de uma parceria entre Farmanguinhos, Instituto Vital Brasil e empresas privadas. O acordo prevê a transferência de tecnologia para fabricação e distribuição do medicamento pelos próximos cinco anos. A previsão é de que em 2013 sejam entregues ao SUS cerca de 4 milhões de comprimidos do medicamento.

Disponível em: . Acesso em: 25 jul. 2013.



Tendo como referência o texto acima, assinale a opção correta, com relação à Política Brasileira para Medicamentos Genéricos.

  • a)
    O paciente, para receber o mesilato de imatinibe, através do SUS, precisará receber a prescrição com a denominação genérica do medicamento.
  • b)
    O mesilato de imatinibe, por ser um medicamento genérico, apresenta inovações na sua forma farmacêutica, contribuindo para o aumento da eficácia e redução dos efeitos adversos.
  • c)
    O consumidor pode trocar o medicamento de referência (Marca Registrada) por um genérico, com menor custo, na farmácia, sem necessitar de uma nova prescrição terapêutica, facilitando o acesso ao medicamento e a adesão ao tratamento.
  • d)
    A lei brasileira exige que todos os medicamentos genéricos apresentem biodisponibilidade comprovada com testes in vitro que garantam que o efeito terapêutico desejado seja o mesmo do produto de referência.
  • e)
    Os medicamentos genéricos são iguais aos medicamentos de referência (Marca Registrada) na concentração da substância ativa e excipientes, na qualidade e na eficácia e a posologia deve ser adaptada à forma farmacêutica de apresentação.

269873 INEP (2013) - ENADE - Farmácia / Farmácia

As sementes de guaraná (Paulinia cupana) são muito utilizadas para a produção de fitoterápicos e alimentos. Uma indústria de insumos recebeu para análise dois lotes (A e B) do produto em pó fornecidos por produtores locais qualificados. O quadro a seguir apresenta os resultados das análises de controle de qualidade realizadas pelo farmacêutico.







A partir da análise dos dados do quadro, assinale a opção correta.

  • a)
    O lote B pode ter sido contaminado por material inorgânico, como areia ou terra.
  • b)
    O material estranho detectado no lote A pode ser devido a presença de alcaloides.
  • c)
    O lote A pode ser aprovado por estar de acordo com as especificações farmacopeicas.
  • d)
    Os lotes A e B estão de acordo com as especificações farmacopeicas para a dosagem de taninos.
  • e)
    O valor encontrado na dosagem de metilxantinas para o lote B está de acordo com as especificações.

284082 INEP (2013) - ENADE - Farmácia / Farmácia

Mostrar/Esconder texto associado

Dentro do contexto da reorientação do modelo de assistência farmacêutica, configuram-se como estratégias convergentes à essa diretriz: I. a implementação de campanhas de conscientização e combate à automedicação. II. a prescrição e dispensação de medicamentos mais utilizados na atenção básica, dispostos na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME). III. a atuação do profissional farmacêutico no combate ao uso indevido e excessivo de medicamentos. É correto o que se afirma em

  • a)
    I, apenas.
  • b)
    II, apenas.
  • c)
    I e III, apenas.
  • d)
    II e III, apenas.
  • e)
    I, II e III.

284083 INEP (2013) - ENADE - Farmácia / Farmácia

A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS), condição clínica multifatorial, com alta prevalência e baixas taxas de controle, é considerada um dos principais fatores de risco cardiovascular modificáveis e um dos mais importantes problemas de saúde pública. Estudos clínicos demonstraram que a detecção, o tratamento e o controle da HAS são fundamentais para a redução dos eventos cardiovasculares. Deste modo, o objetivo primordial do tratamento da hipertensão arterial é a redução da morbidade e da mortalidade cardiovasculares. Assim, os anti-hipertensivos devem não só reduzir a pressão arterial, mas também os eventos cardiovasculares fatais e não fatais, e, se possível, a taxa de mortalidade.

VI Diretrizes Brasileiras de Hipertensão. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, São Paulo, v. 95, p.1-51, 2010. Suplemento (adaptado).



Nesse contexto, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas. I. Um paciente em uso de diurético tiazídico pode ter intoxicação por uso concomitante de digitálico; ter o efeito reduzido de anticoagulantes orais, de agente uricosídico; e, ainda, apresentar interação potencialmente fatal com a quinidina.



PORQUE



II. Os diuréticos tiazídicos causam hiperpotassemia; elevação da concentração de albumina sérica; diminuição da excreção renal de ácido úrico e aumento da exposição sistêmica a quinidina por acidificação da urina, reduzindo sua eliminação.



Acerca dessas asserções, assinale a opção correta.

  • a)
    As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I.
  • b)
    As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa correta da I.
  • c)
    A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
  • d)
    A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.
  • e)
    As asserções I e II são proposições falsas.