Notice (8): Undefined variable: description_for_layout [APP/View/Layouts/default.ctp, line 16] - 25 questões grátis para resolução." /> Notice (8): Undefined variable: description_for_layout [APP/View/Layouts/default.ctp, line 34] - 25 questões gratuitas para resolução." />
25 resultados encontrados para . (0.014 segundos)

78038 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Libras / Pedagogia

Na análise dos pronomes das Línguas de Sinais, como é empregado o termo role shift?

  • a)
    É empregado para se referir espacialmente aos referentes através do uso de apontamentos.
  • b)
    É empregado para diferenciar pronomes pessoais de pronomes possessivos.
  • c)
    É empregado quando a primeira pessoa conversa com a segunda pessoa, referindo-se a uma terceira pessoa (presente no local), sem que essa última perceba.
  • d)
    É empregado para se referir à mudança de posição do tronco somente para mudar de referente, ou seja, somente para mudar de personagem.
  • e)
    É empregado quando há uma sinalização de mudança de assunto.

78039 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Libras / Pedagogia

A morfologia apresenta basicamente duas áreas de investigação: a derivacional e a flexional. A primeira detém-se no estudo da formação de diferentes palavras com uma mesma base lexical. A segunda envolve o estudo dos processos que acrescentam informação gramatical à palavra que já existe. Baseado nas definições apresentadas, indique o sinal da Libras que não foi formado através do processo derivacional.

  • a)
    OUVINTE
  • b)
    NÓS
  • c)
    ESCOLA
  • d)
    DOIS-MESES
  • e)
    IGREJA

78040 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Libras / Pedagogia

Qual das opções abaixo não faz parte do Decreto 5.626/05?

  • a)
    Para os fins deste Decreto, considera-se pessoa surda aquela que, por ter perda auditiva, compreende e interage com o mundo por meio de experiências visuais, manifestando sua cultura principalmente pelo uso da Língua Brasileira de Sinais - Libras.
  • b)
    A formação de docentes para o ensino de Libras na educação infantil e nos anos iniciais do ensino fundamental deve ser realizada em curso de Pedagogia ou curso normal superior, em que Libras e Língua Portuguesa escrita tenham constituído línguas de instrução, viabilizando a formação bilíngüe.
  • c)
    As instituições de educação superior devem incluir a Libras como objeto de ensino, pesquisa e extensão apenas nos cursos de formação de professores para a educação básica e nos cursos de Fonoaudiologia.
  • d)
    A partir de um ano da publicação deste Decreto, o Sistema Único de Saúde – SUS – e as empresas que detêm concessão ou permissão de serviços públicos de assistência à saúde, na perspectiva da inclusão plena das pessoas surdas ou com deficiência auditiva em todas as esferas da vida social, devem garantir, prioritariamente, aos alunos matriculados nas redes de ensino da educação básica, a atenção integral à sua saúde, nos diversos níveis de complexidade e especialidades médicas.
  • e)
    No âmbito da administração pública federal, direta e indireta, bem como das empresas que detêm concessão e permissão de serviços públicos federais, os serviços prestados por servidores e empregados capacitados para utilizar a Libras e realizar a tradução e interpretação de Libras - Língua Portuguesa estão sujeitos a padrões de controle de atendimento e à avaliação da satisfação do usuário dos serviços públicos, sob a coordenação da Secretaria de Gestão do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, em conformidade com o Decreto no 3.507, de 13 de junho de 2000

78041 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Libras / Português

Analise as afirmações a seguir e marque aquela que representa uma assertiva incorreta.

  • a)
    Os estudos linguísticos realizados a partir de Saussure (voltados para fala) e a partir de Chomsky (focados no desempenho) estudam a língua numa perspectiva formalista.
  • b)
    Na perspectiva da linguagem como processo de interação, considera-se que ela não consiste em um sistema abstrato de formas linguísticas, mas constitui-se pelo fenômeno social da interação.
  • c)
    O termo referente denomina as ações que são identificadas, percebidas, localizadas e constituídas pela referência.
  • d)
    O signo linguístico une um conceito e uma imagem acústica, contendo em si dois aspectos: o significante e o significado.
  • e)
    Para identificar a associação que nomes e expressões linguísticas assumem com entidades do mundo extralinguístico, utilizamos o termo referência.

78042 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Libras / Literatura

As figuras de linguagem são recursos utilizados por escritores/autores para dar mais expressividade ao texto. A música Monte Castelo, gravada pelo grupo Legião Urbana e composta por Renato Russo, utiliza-se de diferentes figuras de linguagem.

Assinale a alternativa em que há erro na identificação da figura de linguagem apresentada na música.

Ainda que eu falasse a língua dos homens e falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria.

É só o amor, é só o amor;

Que conhece o que é verdade;

O amor é bom, não quer o mal;

Não sente inveja ou se envaidece.

O amor é o fogo que arde sem se ver;

É ferida que dói e não se sente;

É um contentamento descontente;

É dor que desatina sem doer.

[…]

Estou acordado e todos dormem todos dormem, todos dormem;

Agora vejo em parte, mas então veremos face a face.

É só o amor, é só o amor;

Que conhece o que é verdade.

Ainda que eu falasse a língua dos homens e falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria.

  • a)
    “É ferida que dói e não se sente” (antítese).
  • b)
    “O amor é bom, não quer o mal /Não sente inveja ou se envaidece” (personificação).
  • c)
    “O amor é o fogo que arde sem se ver; / É ferida que dói e não se sente ” (zeugma).
  • d)
    “Agora vejo em parte,...” (elipse).
  • e)
    “É um contentamento descontente” (paradoxo).

83912 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Libras / Pedagogia

A anáfora é um recurso muito usado em Línguas de Sinais. É um exemplo de anáfora na Libras.

  • a)
    Quando se define um referente em um ponto fixo do espaço.
  • b)
    Quando se usa expressões faciais para indicar o tipo de sentença que se deseja produzir.
  • c)
    Quando se define um referente no espaço e depois se refere a ele usando um outro elemento linguístico.
  • d)
    Quando se usa os articuladores primários da língua de forma assimétrica.
  • e)
    Quando se usa os articuladores primários da língua de forma simétrica.

83913 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Libras / Pedagogia

Há basicamente três formas de aquisição de L2: (a ) a aquisição simultânea da L1 e L2; (b ) a aquisição espontânea da L2 não simultânea e (c ) a aprendizagem de L2 de forma sistemática.

Considerando os surdos e os filhos de surdos aprendendo como L2 a língua majoritária do seu país, qual seria a forma ou combinação de formas para o aprendizado dessa L2?

  • a)
    (C)
  • b)
    (A)
  • c)
    (B)
  • d)
    (B) e (C)
  • e)
    (A) e (C)

83914 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Libras / Pedagogia

Os verbos em Línguas de Sinais se dividem em, pelo menos, duas classes: os verbos sem concordância e os com concordância. Qual dos verbos abaixo é um verbo com concordância?

  • a)
    ENTREGAR
  • b)
    TRABALHAR
  • c)
    TER
  • d)
    VIAJAR
  • e)
    COMPRAR

83915 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Libras / Português

Variação linguística remete ao movimento natural de uma língua, que varia de acordo com o contexto geográfico, histórico e sociocultural em que os falantes dessa língua se manifestam. Considerando as variações linguísticas, assinale a alternativa que apresenta uma afirmação falsa.

  • a)
    As palavras vossa mercê, vosmecê e você costituem um exemplo de variação diacrônica.
  • b)
    Diferenças nas formas de expressar entre o português de Portugal e o do Brasil não podem ser consideradas variações diatópicas.
  • c)
    Chamamos de variação diafásica aquela que ocorre em função do contexto comunicativo, da situação em que o falante se encontra, pode ser, por exemplo, formal ou informal.
  • d)
    A variação linguística observada entre grupos sociais distintos (estudantes, surfistas, médicos etc) é identificada como variação diastrática.
  • e)
    Palavras como mexirica, bergamota e tangerina são utilizadas em diferentes regiões do Brasil para designar a mesma fruta e elas são um exemplo de variação diatópica.

83916 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Libras / Literatura

O letramento literário pode ser definido como “[...] o processo de apropriação da literatura enquanto construção literária de sentidos” (PAULINO; COSSON, 2009, p. 67), configurando-se, assim, em uma experiência de conferir sentido ao mundo através da literatura, para além dos limites de tempo e espaço. Todas as assertivas a seguir discutem o letramento literário na escola, exceto.

  • a)
    A escolarização adequada na literatura é aquela que leva a práticas de leitura que acontecem no contexto social, a valores e a atitudes que condizem com o ideal de leitor que se deseja formar (SOARES, 1999).
  • b)
    Conhecimento prévio, conexão, visualização, sumarização, perguntas ao texto, inferência e síntese são identificadas por Pressley (2002) como as sete habilidades no ato de ler. Essas habilidades são postas em ação à medida que se lê, sem uma ordem específica. Cabe ao professor auxiliar o aluno no desenvolvimento dessas habilidades à medida que surgem durante a leitura.
  • c)
    Girotto e Souza (2010) afirmam que a primeira etapa da oficina de leitura é praticar em conjunto (alunos e professor) as habilidades de leitura. Essas atividades representariam a aula introdutória em contexto de leitura partilhada, na qual a discussão e a explicitação das estratégias utilizadas mediam a construção de significado.
  • d)
    O função da escola não se reduz a ensinar a ler e a escrever, ela deve sobretudo possibiliatar aos estudantes fazer uso propositado da leitura e da escrita, de forma que estejam aptos a se inserir em “práticas sociais de leitura e de escrita” (SOARES, 1998, p. 18).
  • e)
    O letramento literário na escola tem por objetivo formar leitores capazes de inserir-se em uma comunidade, operar os instrumentos culturais dela e construir sentido para si e para o mundo em que vive.