25 resultados encontrados para . (0.012 segundos)

78018 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Educação Física / Educação Física

A aplicação dos princípios da mecânica no estudo do movimento humano não é algo deste século. Leonardo da Vinci e Borelli já haviam escrito obras sobre este assunto. Atualmente a Biomecânica continua contribuindo enormemente para que os gestos técnicos continuem avançando em eficiência. Entre os conceitos básicos da biomecânica, existe o conceito de Torque. Leia as alternativas abaixo e escolha aquela que contempla corretamente este conceito.

  • a)
    É o produto de uma força multiplicado pela distância perpendicular de sua linha de ação ao eixo de movimento.
  • b)
    É um momento em que os três tipos de alavancas se interpõem gerando uma força máxima num segmento articular específico.
  • c)
    É o produto de uma força dividido pela distância retilínea, em relação à sua linha de ação ao plano de movimento.
  • d)
    É um ponto de intersecção dos três planos e dos três eixos principais do corpo humano.
  • e)
    N.D.A

78019 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Educação Física / Educação Física

O princípio do Treinamento desportivo que é orientado para ser aplicado em atletas de alto nível que após alguns anos de treinamento apresentam estagnação do desempenho, podendo em alguns casos ocorrer até uma queda, e que consiste em adotar um longo período de descanso sem competições, com um treinamento de baixa intensidade e procedimentos que visam o “reabastecimento” psicossomático é o Princípio:

  • a)
    do Descanso Ativo.
  • b)
    da Regeneração Periodizada.
  • c)
    da Periodização da Sobrecarga.
  • d)
    do Overtraining.
  • e)
    N.D.A

78020 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Educação Física / Educação Física

Durante as aulas de Educação Física do ensino médio, Adriana vivencia principalmente as modalidades de basquetebol, voleibol e handebol. Ao iniciar as aulas de Anatomia no Ensino Superior e lembrar-se das práticas esportivas do Ensino Médio, Adriana percebe que uma das articulações muito utilizadas era a articulação do ombro. Escolha a alternativa que indica corretamente a classificação estrutural da articulação do ombro e o subtipo desta articulação.

  • a)
    articulação fibrosa, gínglimo
  • b)
    articulação cartilaginosa, trocóidea
  • c)
    articulação sinovial, elipsóidea
  • d)
    articulação fibrosa, selar
  • e)
    articulação sinovial, esferóidea

78021 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Educação Física / Educação Física

Durante uma aula de Educação Física, Maria, 16 anos, curiosa sobre uma reportagem que tratava sobre o aumento de hemácias decorrentes do treinamento na altitude, pergunta ao professor:

Professor, em que parte do nosso corpo as hemácias são formadas? Escolha a alternativa que responde a pergunta de Maria.

  • a)
    sistema nervoso.
  • b)
    medula óssea amarela.
  • c)
    células especializadas do coração.
  • d)
    medula óssea vermelha.
  • e)
    N.D.A

78022 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Educação Física / Educação Física





A inclusão de crianças com necessidades

especiais nas aulas de Educação Física escolar é

um desafio a ser vencido pela escola e sociedade,

uma vez que objetiva a educação para todos, além

de estimular a convivência com as crianças. O

conceito de educação inclusiva se dá por alguns

aspectos como, compartilhar o mesmo espaço

físico, integração na sociedade, adaptações no

ensino, participação de todos nas aulas e o direito

a educação (SANT´ANA, 2005).

O atual currículo, orientado pelas Diretrizes

Curriculares Nacionais, deve englobar

conhecimentos biológicos, humanos, técnicos e os

que compõem a dimensão Cultural do Movimento

Humano, tais como os jogos, danças, lutas,

ginásticas e esportes (ANDR ADE FILHO, 2001;

AZEVEDO; MALINA, 2004; FERNANDES;

VENDITTI JUNIOR., 2008; PORTO, 2001).

Com base nas ideias acima, podemos dizer que:

I. A adequação correta da Educação Física para

alunos deficientes evidencia a compreensão de

limitações e capacidades, estimulando o

desempenho do aluno.

II. É essencial que o professor conheça seu aluno e

sua necessidade educacional especial, se

houver, porque atualmente essa disciplina não

trabalha apenas com alunos ditos normais, mas

também frisa a importância da prática inclusiva

de alunos especiais em suas aulas.

III. A política inclusiva de alunos deficientes na

escola serve para desenvolver potenciais,

respeitando as diferenças e atendendo suas

necessidades. A escola deve criar espaços que

propiciem a inclusão, comprometendo- se com

uma educação de qualidade para todos os

alunos, para que se atinja os objetivos

educacionais.

IV. As pessoas com necessidades especiais têm

como consequência da inclusão social

problemas com a saúde física e mental. Essa

inclusão deve ser trabalhada para que seja

transformada em exclusão, trazendo assim uma

melhoria na qualidade de vida das pessoas.

As alternativas corretas são:

  • a)
    I, II e III
  • b)
    I, e III
  • c)
    III e IV
  • d)
    I, II e IV
  • e)
    II e III

83892 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Educação Física / Educação Física

Várias sessões de exercícios aeróbicos produzem adaptações no sistema cardiovascular, como:

diminuição em repouso da pressão arterial sistêmica e aumento do ventrículo esquerdo. Além das adaptações no sistema cardiovascular, marque a alternativa que aponta uma adaptação positiva decorrente dos exercícios aeróbicos no sistema nervoso:

  • a)
    Hipertrofia do nervo vago.
  • b)
    Diminuição do número de mitocôndrias no encéfalo.
  • c)
    Hipertrofia do nervo hipoglosso.
  • d)
    Aumento do número de neurônios do plexo ventricular.
  • e)
    N.D.A

83893 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Educação Física / Educação Física

A biomecânica se propõe a estudar, entre outros assuntos, as alavancas do corpo humano. Nas alavancas de primeira classe:

  • a)
    a força é aplicada entre o ponto de apoio e a resistência.
  • b)
    o ponto de apoio situa-se entre a força e a resistência.
  • c)
    a resistência se encontra entre o ponto de apoio e a força.
  • d)
    a resistência situa-se após o ponto de apoio e anteriormente à força.
  • e)
    N.D.A

83894 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Educação Física / Educação Física

O princípio da sobrecarga progressiva (ou crescente) é resultante de uma relação entre os estímulos, as adaptações que estes causam e o aumento da sobrecarga. Marque a alternativa que indica as características deste princípio: I. As exigências feitas aos atletas devem ser aumentadas de forma sistemática quanto aos parâmetros de: condicionamento físico, coordenação, técnica, tática, força de vontade, etc.

II. O intervalo entre o aumento dos estímulos deve ser obedecer ao tempo de treinamento, ao nível de desempenho esportivo, à idade física do atleta e à idade biológica.

III. O aumento do volume do treinamento como uma das possibilidades para o aumento da sobrecarga.

IV. Priorização do sistema ATP-CP durante o treinamento.

  • a)
    alternativas I e II
  • b)
    alternativas III e IV
  • c)
    alternativas II, III e IV
  • d)
    alternativas I, II e III
  • e)
    alternativas I, II, III e IV

83895 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Educação Física / Pedagogia

Historicamente, as influências militares sobre a educação física e a ginástica escolar evidenciavam a utilização de atividades estritamente práticas, as quais objetivavam o aprendizado e o aprimoramento técnico. Darido (1995) relata que, até a década de 1980, era claramente observável uma ênfase na formação esportivista do professor de educação física escolar, que estava ligada ao esporte de rendimento máximo. Dessa forma, valorizava-se a seleção dos mais habilidosos, sendo que, para cumprir tais finalidades, os profissionais de educação física eram formados na perspectiva do “saber fazer para ensinar”.

Contrapondo-se a esse modelo, em meados da década de 1980, algumas Instituições de Ensino Superior lançaram novas propostas curriculares em que a ênfase passou a ser o conhecimento científico. Dessa forma, a formação do profissional de educação física deixa de ter sua ênfase na prática de modalidades esportivas para a valorização da teoria. Essa nova perspectiva baseia-se na premissa de que o ensino é ou deveria ser uma ciência.

Assim, a solução dos problemas práticos na educação física deve ser proveniente de estudos acadêmicos que, por meio de princípios universais de ensino e generalizações, viabilizem a construção de uma única e grande teoria. Na tentativa de atenuar esse afastamento entre teoria e prática na formação curricular presentes nessas duas propostas, Darido (1995) sugere que seja adotado um modelo curricular em que a prática de ensino não se faça presente apenas no final da formação, mas que possibilite e estimule a prática desde a formação inicial, por meio de uma reflexão na ação e sobre a ação.

Nesse contexto, Marcellino (1995) relata a existência de uma falsa dicotomia entre teoria e prática na educação física. Para esse autor, teoria e prática não podem ser vistos como antagônicas, mas como algo englobado em um conceito único.

Geralmente, a teoria é vista como um discurso que se mostra distante da realidade e da experiência vivida. Já a prática é, muitas vezes, vista como uma experiência desvinculada da teoria, o que implica caracterizá-la como uma ação desprovida de sentido. Na educação física, essa problemática é ainda mais intensa, pois existe uma tendência de associar a prática da educação física exclusivamente à realização de alguma modalidade esportiva ou atividade corporal, o que torna a relação com a teoria ainda mais restrita. Uma abordagem crítica da educação física pressupõe que o professor deverá selecionar os conteúdos nas aulas de modo a propiciar ao aluno a leitura da realidade sociocultural em que ele está inserido.

Nesse contexto, a educação física passa a ser entendida como uma disciplina que trata de um tipo de conhecimento denominado cultura corporal, que tem como temas o jogo, a ginástica, o esporte, a dança, as lutas e demais formas de manifestação do movimento. Para tanto, torna-se imprescindível que o professor realize o planejamento de suas aulas, considerando as características dos alunos, suas vivências e experiências, bem como o contexto sociocultural no qual a escola encontra-se.

As diversas abordagens da educação física escolar e suas relações com Filosofia, História e Sociologia identificam a necessidade de superar a dicotomia entre teorias educacionais e organização didática de sua prática docente. Para elaborar o planejamento das atividades pedagógicas é correto que o professor:

  • a)
    Compreenda o papel do conhecimento teórico/científico da educação física escolar, qual seja, o de contemplar a descrição das metodologias de ensino, as quais caberia ao professor aplicar.
  • b)
    Desconsidere o conhecimento teórico/científico, pois a experiência prática é mais eficaz, já que está mais próxima da realidade, o que faz com que a teoria não sustente didaticamente a intervenção do professor.
  • c)
    Reconstrua sua prática com referência no conhecimento teórico/científico, o que faria com que refletisse sobre sua didática, tendo como base as teorias educacionais e as experiências no contexto local.
  • d)
    Tenha como referência sua própria história de vida, ou seja, sua experiência prática, de tal forma que se apresentasse como exemplo para as crianças, fornecendo-lhes uma base ética da qual deveriam apropriar-se.
  • e)
    Valorize o conhecimento teórico/científico, em detrimento da contextualização local, pois é esse saber que explica a realidade. Assim, a prática seria uma aplicação da teoria.

83896 IF-TO (2016) - IF-TO - Professor - Educação Física / Educação Física



Sobre as relações entre mídia e corpo é incorreto

afirmar:

  • a)
    O culto ao corpo coloca-se hoje como preocupação geral atravessando todos os setores, classes sociais e faixas etárias, apoiada num discurso ora voltada à questão estética, ora à preocupação com a saúde.
  • b)
    A percepção do corpo na atividade é dominada pela existência de um vasto arsenal de imagens visuais e técnicas que investem na transformação corporal, projetando corpos perfeitos para sociedade, de modo que não basta ser saudável: há que ser belo, jovem, estar na moda e ser ativo.
  • c)
    A sociedade, a propaganda e a mídia sem se dar conta trazem danos aos indivíduos. É comum nos dias de hoje encontrarmos pessoas que colocam suas vidas em riscos, consumindo remédios para emagrecer e anabolizantes, fazendo cirurgias desnecessárias. É muito comum encontrarmos também pessoas com algum tipo de doença como a anorexia, a bulimia, vigorexia entre outros.
  • d)
    Na atualidade, o corpo se tornou um objeto manipulado pela sociedade, e isso mostra como somos submissos aos padrões de beleza impostos pela sociedade econômica, pela mídia e pela propaganda.
  • e)
    O corpo estético na sociedade é enfatizado pela mídia e pela propaganda no objetivo de fazer indivíduos críticos, pois a sociedade é composta pelo sistema econômico em que estamos entrelaçados e pelos padrões a serem estabelecidos na sociedade. Hoje é o caso do corpo na sociedade, em que o corpo é respeitado em suas individualidades e não está inserido no padrão estabelecido pela sociedade.