35 resultados encontrados para . (0.008 segundos)

77557 IF-Sul-Rio-Grandense (2016) - IF-Sul-Rio-Grandense - Odontólogo / Epidemiologia

Após o advento da penicilina, nos anos 40, houve um importante declínio da infecção causada pelo Treponema pallidum, porém recentemente observou-se significativo aumento de casos que parecem estar relacionados ao abuso de cocaína e crack e à troca de drogas ilegais por sexo.

Quanto à infecção causada pelo Treponema pallidum, é correto afirmar que microorganismo.

  • a)
    o estágio inicial da doença é caracterizado pela presença de múltiplas lesões, chamadas de cancro, que se desenvolvem no local da inoculação do
  • b)
    o paciente infectado é altamente contaminante apenas durante as duas primeiras fases da doença, mas mulheres grávidas também podem transmitir a infecção durante a fase latente.
  • c)
    os sinais e sintomas mais comuns, no segundo estágio da doença, são linfadenopatia indolor, mal-estar, febre, erupção cutânea maculopapular difusa e indolor nas áreas plantar e palmar, e ainda inflamação granulomatosa conhecida como goma.
  • d)
    o terceiro estágio da infecção, compreende o período mais grave da doença, sendo afetados o sistema vascular, o sistema nervoso central e ainda podendo ser evidenciadas áreas focais de exocitose intensa e espongiose da mucosa bucal chamadas placas mucosas

77558 IF-Sul-Rio-Grandense (2016) - IF-Sul-Rio-Grandense - Odontólogo / Odontologia

Quanto ao uso de antibióticos na odontologia, é INCORRETO afirmar que

  • a)
    a profilaxia antibiótica está recomendada em pacientes com prolapso de valva mitral sem regurgitação e febre reumática sem disfunção valvar, antes da realização de raspagens e exodontias.
  • b)
    a utilização de Amoxicilina 500mg, associada ao Ácido Clavulâmico, de 8 em 8 horas, por 7 dias é recomendada nas lesões periapicais crônicas que reagudizam.
  • c)
    a Amoxicilina 500 mg, de 8 em 8 horas, durante 7 dias é o antibiótico de escolha nos casos de abscessos dentoalveolares agudos.
  • d)
    a Clindamicina 600 mg está indicada na profilaxia antibiótica para endocardite bacteriana em pacientes alérgicos à penicilina, sendo administrada 1 hora antes da realização do procedimento odontológico.

77559 IF-Sul-Rio-Grandense (2016) - IF-Sul-Rio-Grandense - Odontólogo / Odontologia

A intimidade entre os tecidos pulpares e periodontais favorece a ocorrência concomitante de lesões de origem endodônticas e periodontais no mesmo dente.

Com relação às lesões endo-periodontais, é correto afirmar que

  • a)
    as alterações pulpares que ocorrem a partir da doença periodontal podem ter relação com as modificações no sistema de nutrição da polpa, pela destruição da microcirculação nos canais acessórios.
  • b)
    o tratamento das lesões endo-periodontais, primariamente periodontal e combinadas, é iniciado pela raspagem subgengival e, na sequência, realiza-se a neutralização do conteúdo séptico/necrótico dos canais radiculares.
  • c)
    o prognóstico das lesões endo-periodontais é mais favorável para o tratamento das lesões de origem exclusivamente periodontal do que aquelas originárias só da patologia endodôntica, devido à facilidade de recuperação dos tecidos periodontais.
  • d)
    a localização, extensão e forma da perda óssea, localização das regiões abscedadas e de abertura de fístula, profundidade de sondagem e sensibilidade à percussão são dados semiológicos suficientes para o diagnóstico diferencial entre uma lesão periodontal e uma lesão endodôntica.

77560 IF-Sul-Rio-Grandense (2016) - IF-Sul-Rio-Grandense - Odontólogo / Odontologia

Paciente de 20 anos chega ao consultório relatando dor apenas durante o ato mastigatório,

quando o alimento encosta no dente 46. Também comenta que, às vezes, o dente sangra.

O exame clínico evidencia pólipo no interior de uma cavidade cariosa e, radiograficamente,

observa-se cárie profunda, havendo uma pequena comunicação direta da câmara pulpar

com a cavidade da cárie, junto ao corno pulpar mesial. O periodonto apical encontra-se

ligeiramente espessado e o assoalho da câmara pulpar, íntegro.

Com base no caso clínico apresentado, o diagnóstico é

I. Pulpite reversível.

II. Periodontite apical de origem bacteriana.

III. Pulpite crônica hiperplásica.

O tratamento indicado, segundo Mário Roberto Leonardo (2008), é

I. Pulpotomia.

II. Biopulpectomia.

III. Necropulpectomia.

Sobre o diagnóstico e o tratamento indicados, estão corretas apenas as afirmativas da

alternativa

  • a)

    I e II.

  • b)

    II e III.

  • c)

    III e I.

  • d)

    III e II.

77561 IF-Sul-Rio-Grandense (2016) - IF-Sul-Rio-Grandense - Odontólogo / Odontologia

Apesar dos avanços das restaurações adesivas, ainda as restaurações de amálgama são

amplamente utilizadas na clínica odontológica.

Com relação às ligas e às restaurações de amálgama, é correto afirmar que

  • a)

    as ligas com alto teor de cobre possuem melhores resultados clínicos do que as ligas convencionais, por apresentarem menor suscetibilidade à corrosão e diminuição de “creep".

  • b)

    as ligas esféricas ou esferoidais devem receber maior pressão durante a condensação, o que exige o uso de condensadores menores.

  • c)

    o amálgama requer preparos cavitários mais invasivos porque, para que este apresente boa resistência à fratura, necessita de no mínimo 2 mm de espessura.

  • d)

    a limpeza da cavidade, em preparos cavitários para restaurações de amálgama, segundo Baratieri(2014), deve ser realizada com bolinha de algodão embebida em solução de clorexidina a 2% por 2 minutos.

77562 IF-Sul-Rio-Grandense (2016) - IF-Sul-Rio-Grandense - Odontólogo / Português

Mostrar/Esconder texto associado

Em “... 'suportar com indulgência', ou seja, deixar passar com resignação ...", as palavras

destacadas poderiam ser substituídas, sem prejuízo de sentido, por respectivamente

  • a)

    incomplacência e ressalva.

  • b)

    incredulidade e abdicação.

  • c)

    benignidade e conformidade.

  • d)

    benevolência e inconformismo.

79142 IF-Sul-Rio-Grandense (2016) - IF-Sul-Rio-Grandense - Odontólogo / Português

Mostrar/Esconder texto associado

O elemento destacado nos trechos a seguir só NÃO é advérbio em

  • a)

    “...diferente dos padrões construídos socialmente."

  • b)

    “... não é esse o seu sentido recorrente...".

  • c)

    “... trata da tolerância enquanto uma...".

  • d)

    “É preciso valorizar os laços mais profundos."

80659 IF-Sul-Rio-Grandense (2016) - IF-Sul-Rio-Grandense - Odontólogo / Epidemiologia

Paciente de 35 anos, do sexo masculino, fumante e da raça negra chegou para consulta odontológica com a presença de lesões bilaterais na mucosa jugal. Estas apresentavam áreas com aparência difusa opalescente, leitosa, branco-acinzentada na mucosa, tendo em sua superfície estrias brancas. As lesões não foram removidas após raspagem, porém, quando a bochecha era evertida e esticada, as lesões desapareciam.

Qual é o diagnóstico dessa lesão?

  • a)
    Leucoplasia
  • b)
    Líquen plano
  • c)
    Candidíase
  • d)
    Leucoedema

80660 IF-Sul-Rio-Grandense (2016) - IF-Sul-Rio-Grandense - Odontólogo / Odontologia

Procedimentos odontológicos que causam bacteremia transitória podem levar ao desenvolvimento de endocardite infecciosa em pacientes com condições cardíacas de risco.

Com relação à profilaxia da endocardite bacteriana, deve-se indicar o seguinte esquema profilático para adultos:

  • a)
    Amoxicilina 3g, VO, 1 hora antes do procedimento.
  • b)
    Amoxicilina 2 g, VO, 1 hora antes do procedimento.
  • c)
    Amoxicilina 2g, VO, 1 hora antes do procedimento e 1g, 6 horas após.
  • d)
    Amoxicilina 3g, VO, 1 hora antes do procedimento e 1g, 6 horas após.

80661 IF-Sul-Rio-Grandense (2016) - IF-Sul-Rio-Grandense - Odontólogo / Odontologia

Durante exame periodontal, em paciente de 52 anos, observou-se perda linear horizontal

do tecido de sustentação na região da furca do dente 36. Essa perda excedia 1/3 da

largura do dente, mas não circundava a largura total da área de furca.

Com relação ao envolvimento de furca descrito, essa lesão deve ser classificada como

  • a)

    classe I.

  • b)

    classe II.

  • c)

    classe III.

  • d)

    classe IV.