26 resultados encontrados para . (0.008 segundos)

210536 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Urologia Transplante / Não classificada

Paciente, sexo feminino, 40 anos, com sintomas de perda urinária contínua e micções intermitentes. Assinale a alternativa que apresenta a causa mais comum.

  • a)
    Bexiga não complacente.
  • b)
    Hiperreflexia do detrusor.
  • c)
    Deficiência esfincteriana.
  • d)
    Fístula vesicovaginal.

210537 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Urologia Transplante / Não classificada

Os fatores de risco associados a nefrotoxidade em pacientes que recebem meio de contraste hiperosmolar incluem as alternativas, exceto:

  • a)
    Insuficiência renal.
  • b)
    Hipoalbuminemia.
  • c)
    Nefropatia diabética.
  • d)
    Hiperurecemia.

210538 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Urologia Transplante / Não classificada

A sequela mais importante da necrose de papila renal é:

  • a)
    Obstrução.
  • b)
    Abcesso renal.
  • c)
    Insuficiência renal.
  • d)
    Nefrolitíase.

210539 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Urologia Transplante / Não classificada

Em relação à litíase no rim em ferradura, é verdadeiro afirmar:

  • a)
    LECO tem melhor resultado em comparação ao rim normal.
  • b)
    ureteroscopia flexível é mais eficiente em cálculos > 2 cm.
  • c)
    nefrolitotomia percutânea tem melhores resultados em cálculos > 2 cm.
  • d)
    cirurgia aberta para exérese de cálculo piélico tem melhor resultado.

210540 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Urologia Transplante / Não classificada

Em relação aos sintomas de infecção do leito operatório após colocação de prótese peniana, é verdadeiro:

  • a)
    Os sintomas sempre ocorrem de forma aguda.
  • b)
    O aumento progressivo da dor no local do implante pode estar associado com infecção.
  • c)
    Em mais da metade dos pacientes, os sintomas devido à infecção ocorrem no primeiro mês.
  • d)
    Nos pacientes com neuropatia diabética, os sintomas não diferem dos sem neuropatia.

210541 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Urologia Transplante / Não classificada

Em relação à nefrectomia laparoscópica (VLP) pura para doador vivo no transplante renal, é verdadeiro afirmar:

  • a)
    A cirurgia VLP tem menor tempo de internação e de recuperação pós operatória, bem como menor dor e perda sanguínea.
  • b)
    O tempo de isquemia quente é igual a cirurgia aberta.
  • c)
    O acesso VLP transperitonial é mais difícil em relação ao retroperitonial.
  • d)
    As taxas de complicações, internação hospitalar e sobrevida do enxerto é maior na transperitoneal em relação a retroperitonial.

218547 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Urologia Transplante / Não classificada

São sintomas urinários típicos associados à hiperplasia benigna de próstata, exceto:

  • a)
    Urgência.
  • b)
    Polaciúria.
  • c)
    Ardor ao urinar.
  • d)
    Nictúria.

218548 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Urologia Transplante / Não classificada

O tratamento da bacteriúria assintomática é indicado para pacientes:

  • a)
    Gestantes.
  • b)
    Sondados.
  • c)
    Idosos.
  • d)
    Incontinentes.

218549 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Urologia Transplante / Não classificada

Um fator geralmente complicador no resultado pósoperatório da reconstrução do colo vesical e da uretra é:

  • a)
    Incontinência urinária devido o esforço.
  • b)
    Anormalidades no armazenamento da bexiga e complacência vesical reduzida.
  • c)
    A necessidade de utilização de rotina de tecidos de interposição.
  • d)
    Drenagem com cateter uretral de demora.

218550 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Urologia Transplante / Não classificada

Paciente de 36 anos, fumante e soropositivo para HIV, faz uso há mais de 10 anos de grandes quantidades de analgésicos contendo fenacetina. Recentemente iniciou tratamento com o indinavir (inibidor de protease), tem apresentado hematúria e defeito no preenchimento da pelve renal à direita, detectado por urografia excretora intravenosa. Esta lesão possui densidade de tecido mole em tomografia computadorizadas, e a citologia urinária revela células altamente suspeitas para neoplasia urotelial. Assinale a alternativa que apresenta a melhor conduta a seguir.

  • a)
    Nefroureterectomia e excisão de “cuff” da bexiga.
  • b)
    Ureteropieloscopia endoscópica.
  • c)
    Ressonância magnética abdominal.
  • d)
    Interrupção do indinavir, hidratação e nova avaliação radiológica em três meses.