26 resultados encontrados para . (0.010 segundos)

210674 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Cirurgia de Cabeça e Pescoço / Medicina

A parotidite aguda supurativa ocorre mais frequentemente

após cirurgia:

  • a)

    Gastrointestinal.

  • b)

    De cabeça e pescoço.

  • c)

    Otológica.

  • d)

    Neurocirurgia.

210675 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Cirurgia de Cabeça e Pescoço / Medicina

As neoplasias malignas da laringe originadas acima e

abaixo das pregas vocais apresenta um pior prognóstico,

porque:

  • a)

    São tumores avançados quando diagnosticados, porque apresentam maior acesso à drenagem linfática.

  • b)

    São tumores mais agressivos porque são geralmente neoplasias pouco diferenciadas.

  • c)

    Invadem as cartilagens da laringe precocemente.

  • d)

    São tumores radiorresistentes.

210676 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Cirurgia de Cabeça e Pescoço / Medicina

Paciente de 53 anos com queixa de ferida na garganta e

odinofagia há 3 meses. Como antecedentes, refere

tabagismo 1 maço de cigarros/dia há 20 anos e foi etilista

durante 15 anos, sendo que há 5 anos está abstinente do

consumo de bebidas alcoólicas. A avaliação inicial

adequada do paciente inclui as seguintes opções exceto:

  • a)

    Exame clínico do pescoço para pesquisa de linfonodos cervicais.

  • b)

    Biópsia incisional da lesão.

  • c)

    Pesquisa de metástases com Tomografia computadorizada de pescoço e tórax.

  • d)

    Tomografia por emissão de pósitrons (PET- scan).

210677 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Cirurgia de Cabeça e Pescoço / Medicina

Uma mulher de 65 anos, tabagista há 30 anos-maço,

apresenta carcinoma de células escamosas na parte

anterior do soalho da boca. O tumor media 1,5cm no maior

diâmetro e 0,5cm de espessura. Foi removido por acesso

intraoral com margens livres. Embora o paciente não

apresente linfonodos palpáveis no pescoço, foi

encaminhada para serviço terciário para o tratamento do

pescoço. A recomendação terapêutica deve ser:

  • a)

    Seguimento ambulatorial com exame mensal.

  • b)

    Radioterapia para tratamento do tumor primário e dos dois lados do pescoço.

  • c)

    Radioterapia para tratamento somente do pescoço.

  • d)

    Dissecção supraomohioidea bilateral.

210678 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Cirurgia de Cabeça e Pescoço / Medicina

Paciente de 47 anos, gênero masculino, alcoolista crônico,

é avaliado pela queixa de disfagia progressiva há 3 meses.

O exame clínico e endoscópico revela carcinoma de células

escamosas no seio piriforme direito com fixação da

hemilaringe T3N2M0. Refere perda ponderal de 6Kg neste

período. No preparo do paciente para o tratamento, das

opções seguintes, a mais importante é:

  • a)

    Tipagem sanguínea, prova cruzada e reserva de sangue.

  • b)

    Correção do déficit nutricional.

  • c)

    Sessões de fisioterapia e fonoterapia pré-operatórias.

  • d)

    Tratamento ou extrações dentárias.

218340 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Cirurgia de Cabeça e Pescoço / Raciocínio Lógico

Se o valor lógico de uma proposição p é verdadeiro e o

valor lógico de uma proposição q é falso então o valor

lógico da proposição composta

  • a)
    Falso e verdadeiro
  • b)
    Verdadeiro
  • c)
    Falso
  • d)
    Inconclusivo

218341 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Cirurgia de Cabeça e Pescoço / Não classificada

Um paciente de 23 anos, motoboy, sofre um acidente onde uma corda lhe atinge o pescoço na linha média. Chega ao Pronto Socorro dispnéico e com a voz rouca. O exame físico mostra edema acentuado do pescoço, enfisema subcutâneo. O exame da laringe mostra edema da laringe equimose submucosa e estreitamento da luz. A dificuldade respiratória não possibilita avaliar se existe ou não fratura de coluna cervical. Nesta situação clinica, a conduta mais correta seria:

  • a)
    Cricotireoidostomia.
  • b)
    Traqueotomia.
  • c)
    Entubação orotraqueal.
  • d)
    Observação.

218342 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Cirurgia de Cabeça e Pescoço / Não classificada

O tumor maligno mais comum da glândula submandibular é:

  • a)
    Carcinoma ex-adenoma pleomórfico.
  • b)
    Carcinoma mucoepidermóide.
  • c)
    Carcinoma de células escamosas.
  • d)
    Carcinoma adenoide cístico.

218343 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Cirurgia de Cabeça e Pescoço / Não classificada

O nervo craniano que é implicado com a otalgia reflexa em pacientes com câncer da supraglote é o:

  • a)
    V par craniano.
  • b)
    IX par craniano.
  • c)
    X par craniano.
  • d)
    XI par craniano.

218344 IBFC (2013) - EBSERH - Médico - Cirurgia de Cabeça e Pescoço / Não classificada

O hiperparatireoidismo pode ser classificado em primário, secundário e terciário. Sobre o tratamento cirúrgico do hiperparatireoidismo é incorreto afirmar que:

  • a)
    Os insucessos da cirurgia primária são devidos à exploração incompleta com a não identificação da glândula doente, dois adenomas ou doença multiglandular.
  • b)
    A exploração adequada e a utilização do paratormônio intraoperatório pode facilitar identificar doença multiglandular ou suspeita da não remoção da glândula doente.
  • c)
    O sucesso da cirurgia no tratamento do hiperparatireoidismo primário, na maioria dos casos se traduz pela normalização do nível do cálcio em 48hs de pós-operatório.
  • d)
    A cirurgia minimamente invasiva da paratireoide é caracterizada por pequena incisão e pode ser empregada tanto em cirurgias primárias como revisionais e com evidência de doença multiglandular, portanto não apresenta contraindicações evidentes.