20 resultados encontrados para . (0.009 segundos)

152618 FUNRIO (2014) - IF-BA - Revisor em Braile / Artes Gráficas

A Sociedade Pestallozzi de São Paulo em 1952 e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE do Rio de Janeiro em 1954 – pressionaram o poder público para que este incluísse na legislação e na dotação de recursos a chamada “educação especial”, o que ocorreu, pela primeira vez na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, cuja numeração e datação são as seguintes:

  • a)
    Lei 4.024, de 20 de dezembro de 1961;
  • b)
    Lei 2.042 de 20 de novembro de 1961;
  • c)
    Lei 4.024 de 20 de dezembro de 1971;
  • d)
    Lei 4.024 de 21 de novembro de 1962;
  • e)
    Lei 4.022 de 20 de dezembro de 1961.

152619 FUNRIO (2014) - IF-BA - Revisor em Braile / Artes Gráficas

Assinale a alternativa que contém uma afirmação incorreta quanto ao leitor de telas JAWS.

  • a)
    Na leitura de um texto, para aumentar a velocidade pressiona-se a tecla Page Up.
  • b)
    Na leitura de um texto para diminuir a velocidade pressiona-se a tecla Page Down.
  • c)
    Quando não se tratar da leitura de textos, para aumentar a velocidade pressiona-se as teclas CTRL+ALT+Page Up.
  • d)
    Quando não se tratar da leitura de textos, para diminuir a velocidade pressiona-se as teclas CTRL+ALT+Page Down.
  • e)
    Para voltar à velocidade padrão deve-se pressionar ESC.

152620 FUNRIO (2014) - IF-BA - Revisor em Braile / Artes Gráficas

De acordo com a Grafia Braille para a Língua Portuguesa, modalidade braille é

  • a)
    A apresentação gráfica dos 64 sinais do Sistema Braille, distribuídos em sete linhas ou séries, organizadas de acordo com critérios definidos;
  • b)
    Uma sequência ordenada conforme a disposição das sete séries do Alfabeto Braille;
  • c)
    A forma específica de emprego do braille, segundo uma determinada área do conhecimento humano: Literatura, Música, Ciências, Informática, etc.;
  • d)
    A representação específica de acordo com uma área de conhecimento;
  • e)
    A escrita braille em que se representa cada caractere correspondente no sistema comum de escrita.

152835 FUNRIO (2014) - IF-BA - Revisor em Braile / Artes Gráficas

Preencha as lacunas abaixo e, em seguida, assinale a alternativa correta: O Sistema Braille, utilizando ___ pontos em relevo, dispostos em ___ colunas, possibilita a formação de ____ símbolos diferentes que são empregados em textos literários nos diversos idiomas, nas simbologias matemática e científica, na música e na informática.

  • a)
    6 – 3 – 65;
  • b)
    12 – 6 – 62;
  • c)
    12 – 2 – 66;
  • d)
    6 – 2 – 63;
  • e)
    6 – 3 - 68.

164561 FUNRIO (2014) - IF-BA - Revisor em Braile / Artes Gráficas

As atualizações na codificação braille verificadas recentemente no Brasil, a edição de documentos como o Código Matemático Unificado (CMU), a Grafia Braille para a Língua Portuguesa e outros, tiveram essencialmente o objetivo de

  • a)
    facilitar o estudo através do Sistema Braille em todos os níveis de ensino;
  • b)
    unificar a codificação braille nos países de línguas portuguesa e espanhola e modernizar os recursos de representação braille, face às modernas tecnologias de edição e produção;
  • c)
    atender a exigências de caráter legal e pedagógico;
  • d)
    assemelhar o braille à escrita comum e facilitar sua aprendizagem;
  • e)
    possibilitar o aumento de volume da produção de textos em braille.

164562 FUNRIO (2014) - IF-BA - Revisor em Braile / Artes Gráficas

Em uma partitura braille pode-se incluir símbolos para se juntarem a uma parte de um acorde, como uma pausa ou um sustenido. Esses símbolos devem ser precedidos por um ponto para indicar que não aparecem no original. Marque a alternativa em que aparece o sinal braille que representa esse ponto.

  • a)
    (2);
  • b)
    (3);
  • c)
    (4);
  • d)
    (5);
  • e)
    (6).

164563 FUNRIO (2014) - IF-BA - Revisor em Braile / Artes Gráficas

Os pontos (25 135), (246 25) e (246 25 135) representam, respectivamente,

  • a)
    Seta para a esquerda, seta de duplo sentido e seta para a direita;
  • b)
    Seta para a esquerda, seta para a direita e seta de duplo sentido;
  • c)
    Seta para a direita, seta de duplo sentido e seta para a esquerda;
  • d)
    Seta de duplo sentido, seta para a direita e seta para a esquerda;
  • e)
    Seta para a direita, seta para a esquerda e seta de duplo sentido.

164564 FUNRIO (2014) - IF-BA - Revisor em Braile / Artes Gráficas

Hoje se sabe que há duas técnicas diferentes para o uso e a aplicação do soroban. De acordo com essa afirmativa, um dos objetivos da CBS (Comissão Brasileira de Estudo e Pesquisa do soroban) é

  • a)
    fundir as duas técnicas visando tornar o uso do soroban mais acessível tanto para alunos quanto para professores;
  • b)
    fazer um estudo comparativo dessas técnicas e selecionar, estatisticamente, aquela que oferecer maior facilidade de aprendizagem;
  • c)
    não considerar ainda o soroban como recurso pedagógico, visto que a maioria dos professores não possui domínio das técnicas de aplicabilidade ao utilizar esse aparelho;
  • d)
    organizar o currículo escolar de forma a encorajar crianças cegas congênitas a investigar mais criativamente o uso de objetos;
  • e)
    organizar e sistematizar as duas técnicas de uso e ensino do soroban vigentes no Brasil.

164565 FUNRIO (2014) - IF-BA - Revisor em Braile / Artes Gráficas

Assinale a alternativa que dispensa o uso dos parênteses auxiliares na transcrição para o Sistema Braille.

  • a)
    Três vezes x mais y sobre x menos y;
  • b)
    Delta é igual a b elevado ao quadrado menos quatro vezes a vezes c;
  • c)
    Ângulo reto DEF;
  • d)
    Segmento de reta AB;
  • e)
    Raiz quadrada de a mais b.

174442 FUNRIO (2014) - IF-BA - Revisor em Braile / Artes Gráficas

Os parênteses auxiliares não têm correspondentes no sistema comum de escrita. É um recurso próprio do Sistema Braille. Marque a alternativa que precisa do uso dos parênteses auxiliares na transcrição.

  • a)
    Raiz cúbica de quatro vezes x mais oito;
  • b)
    Zero vírgula quinhentos e cinquenta e cinco reticências;
  • c)
    X elevado a sétima potência;
  • d)
    Y sobre nove;
  • e)
    Seis sobre x.