20 resultados encontrados para . (0.008 segundos)

152649 FUNRIO (2014) - IF-BA - Assistente Social / Serviço Social

Na contemporaneidade, a busca por uma concepção unitária do ser humano, onde diversas áreas de conhecimento interagem dialogando, sem a supremacia de certa ciência em detrimento da outras, e essas áreas dão sua contribuição, preservando sua integridade, métodos e conceitos seria chamada de prática

  • a)
    multidisciplinar.
  • b)
    interdisciplinar.
  • c)
    transdisciplinar.
  • d)
    pluridisciplinar.
  • e)
    utópica.

152650 FUNRIO (2014) - IF-BA - Assistente Social / Serviço Social

De acordo com Art. 53º do Estatuto da Criança e do Adolescente, Lei 8069 de 13 de julho de 1990, a criança e o adolescente têm direito à educação, visando ao pleno desenvolvimento de sua pessoa, preparo para o exercício da cidadania e qualificação para o trabalho. Para esse feito está assegurado ao educando:

  • a)
    o direito de contestar critérios avaliativos, podendo recorrer às instâncias escolares superiores.
  • b)
    o dever de se organizar e participar de entidades estudantis.
  • c)
    a preferência, o acesso e a permanência na escolas até os 21 anos de idade, em caso de ser pessoa com deficiência.
  • d)
    é dever dos pais ou responsáveis ter ciência do processo pedagógico, bem como deliberar sobre a definição das propostas educacionais.
  • e)
    o acesso à escola pública e gratuita próxima de sua residência, quando não é dada opção de escola privada custeada pelo Estado.

152651 FUNRIO (2014) - IF-BA - Assistente Social / Serviço Social

É responsabilidade do Estado o desenvolvimento da política de saúde mental, a assistência e a promoção de ações de saúde aos portadores de transtornos mentais, com a devida participação da sociedade e da família. Ela será prestada em estabelecimento de saúde mental, assim entendidas as instituições ou unidades que ofereçam assistência em saúde aos portadores de transtornos mentais. Com essa diretriz podemos considerar que

  • a)
    a internação, em qualquer de suas modalidades, é indicação prioritária para tratamento.
  • b)
    o tratamento visará, como finalidade permanente, à reinserção social do paciente em seu meio.
  • c)
    a internação psiquiátrica será realizada mediante laudo médico, somente, independente da causa.
  • d)
    as internações podem ser motivadas e não podem passar de 12 horas.
  • e)
    o tratamento compulsório é determinado pelo médico assistente sem necessidade autorização judicial.

164593 FUNRIO (2014) - IF-BA - Assistente Social / Serviço Social

Ao longo da história os iniciadores das ciências humanas e sociais não perderam de vista a necessidade do saber. Todavia, apesar da busca por uma unidade, determinada metodologia impunha a fragmentação desse saber, o que de certo modo é o maior obstáculo à interdisciplinaridade. Essa metodologia seria a(o)

  • a)
    Epistemologia.
  • b)
    Dialética.
  • c)
    Filosofia.
  • d)
    Positivismo.
  • e)
    Marxismo

164594 FUNRIO (2014) - IF-BA - Assistente Social / Serviço Social

Ao se resgatar a trajetória do Serviço Social observa-se que, a partir da década de 60, passou a existir um amplo debate acerca do arcabouço teórico-metodológico da profissão. As três vertentes profissionais (denominadas Modernização conservadora, Reatualização do conservadorismo e Intenção de ruptura) tinham concepções diferenciadas e tinham, respectivamente, como correntes teóricas os ideais

  • a)
    neotomistas, positivistas e liberalistas.
  • b)
    iluministas, sociológicas e da filosofia da libertação.
  • c)
    funcionalistas, fenomenológicos e marxistas.
  • d)
    conservadores, pragmáticos e marxistas.
  • e)
    teoricistas, liberalistas e fenomenológicos.

164595 FUNRIO (2014) - IF-BA - Assistente Social / Serviço Social

A missão da avaliação no campo social é aferir resultados e impactos na alteração da qualidade de vida da população beneficiária, ou ainda, mais precisamente, repensar as opções políticas e programáticas. Um fator importante e considerado uma etapa do processo de avaliação em políticas sociais seria a avaliação de custo-benefício e de custo- efetividade, além da avaliação do cenário encontrado antes da execução do projeto ou programa. A essa etapa denominamos

  • a)
    análise de conjuntura.
  • b)
    avaliação ex-post.
  • c)
    previsão orçamentária.
  • d)
    avaliação ex-ante.
  • e)
    avaliação programática.

164596 FUNRIO (2014) - IF-BA - Assistente Social / Legislação Federal

Sobre acessibilidade para pessoas com deficiência (Lei nº 10.048/00, Lei nº 10.098/00 e Decreto-Lei nº 5.296/04), no que tange ao atendimento prioritário, podemos considerar que elas contemplam pessoas com

  • a)
    deficiência mental, física e com mobilidade reduzida.
  • b)
    deficiência intelectual, visual e auditiva.
  • c)
    mobilidade reduzida, deficiências múltiplas e autistas.
  • d)
    deficiência mental, física, visual, auditiva e múltiplas.
  • e)
    deficiência mental, física, visual, auditiva, múltiplas e com mobilidade reduzida.

174472 FUNRIO (2014) - IF-BA - Assistente Social / Serviço Social

A questão da interdisciplinaridade em sua teoria original é fundamentalmente uma tentativa de

  • a)
    conservar a existência material.
  • b)
    preservar a epistemologia.
  • c)
    buscar a unidade do saber.
  • d)
    fragmentar os conhecimentos.
  • e)
    diferenciar a consciência e o agir profissional.

174473 FUNRIO (2014) - IF-BA - Assistente Social / Serviço Social

O processo de renovação no Serviço Social instaura um pluralismo teórico, ideológico e político, rompendo com o viés da homogeneidade de visões e práticas. A erosão do Serviço Social tradicional se deu a partir da(o):

  • a)
    Abertura política e do golpe de 1964.
  • b)
    Movimento de reconceituação.
  • c)
    Renovação do conservadorismo.
  • d)
    Instauração do neotomismo.
  • e)
    Ruptura conservadora.

174474 FUNRIO (2014) - IF-BA - Assistente Social / Serviço Social

Em atendimento social, determinada família apresenta demandas que são decorrentes de situação de vulnerabilidade social em função da pobreza e da privação e/ou fragilização de vínculos relacionais e de pertencimento. A técnica identifica que se trata de situação de risco social, mas que pode ser prevenida através de ações de desenvolvimento de potencialidades e com o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários. Nesse caso o encaminhamento deve preconizar, dentro da política de assistência social, o direcionamento do caso para

  • a)
    o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).
  • b)
    o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS).
  • c)
    o Núcleo de Direitos Humanos.
  • d)
    o Conselho Tutelar.
  • e)
    o Ministério Público.