20 resultados encontrados para . (0.007 segundos)

205287 FUNRIO (2013) - INSS - Analista - Jornalismo / Jornalismo

Para haver fotografia, é necessário que uma coisa real seja colocada diante da objetiva. A "coisa" nesse caso é assim denominada por Roland Barthes:

  • a)
    mimese.
  • b)
    simulacro.
  • c)
    signo.
  • d)
    referente fotográfico.
  • e)
    quadro.

205288 FUNRIO (2013) - INSS - Analista - Jornalismo / Jornalismo

Matéria jornalística sem compromisso exato com a atualidade e que não precisa ser publicada imediatamente é denominada

  • a)
    quente.
  • b)
    filler.
  • c)
    fria.
  • d)
    calha.
  • e)
    furo.

205289 FUNRIO (2013) - INSS - Analista - Jornalismo / Jornalismo

No telejornalismo, a ligação, realizada com o repórter ou locutor enquadrado no vídeo, editada entre dois momentos ou locais de uma mesma reportagem, denomina-se

  • a)
    passagem.
  • b)
    ponto.
  • c)
    fechamento.
  • d)
    close shot.
  • e)
    cabeça.

213522 FUNRIO (2013) - INSS - Analista - Jornalismo / Jornalismo

O surgimento e desenvolvimento de novas tecnologias da informação e comunicação, conhecidas como TICs, deu origem, nas últimas décadas, a novas formas de comunicação entre os indivíduos e destes com as instituições, caracterizando o surgimento de um novo paradigma, o paradigma informacional. Sobre as características desse paradigma, é correto afirmar:

  • a)
    Trata-se de informações para agir sobre as tecnologias e não tecnologias para agir sobre a informação.
  • b)
    Os efeitos da tecnologia possuem uma penetrabilidade limitada nas atividades humanas.
  • c)
    O paradigma informacional possui uma lógica de redes em qualquer um dos seus sistemas ou conjunto de relações.
  • d)
    Uma rede possui diversos centros, cada um se refere a uma das redes que compõem o sistema completo.
  • e)
    A importância de cada estrutura provém de suas características específicas e não da contribuição aos objetivos da rede.

215168 FUNRIO (2013) - INSS - Analista - Jornalismo / Jornalismo

Em assessoria de imprensa, os sites das organizações são cada vez mais utilizados para ampla divulgação de notícias e produtos da organização. No site, a área específica para jornalistas que oferece arquivos de releases, calendário de eventos, conteúdos de press kits, entre outros serviços, denomina-se

  • a)
    relatório de atividades.
  • b)
    taxação.
  • c)
    editoração eletrônica.
  • d)
    sala de imprensa.
  • e)
    publicações on line.

215169 FUNRIO (2013) - INSS - Analista - Jornalismo / Jornalismo

Em fotografia, a objetiva de pequena distância focal que cobre extenso campo visual chama-se

  • a)
    grande-ocular.
  • b)
    ortocromática.
  • c)
    normal.
  • d)
    apocromática.
  • e)
    acromática.

215170 FUNRIO (2013) - INSS - Analista - Jornalismo / Jornalismo

A soma das pessoas atingidas por uma mensagem repetida várias vezes em um veículo ou por uma série de edições de um programa é denominada de audiência

  • a)
    líquida.
  • b)
    média.
  • c)
    acumulada.
  • d)
    cativa.
  • e)
    primária.

227381 FUNRIO (2013) - INSS - Analista - Jornalismo / Jornalismo

Para Jürgen Habermas, o lugar no qual a opinião pública se articula com o propósito de influenciar as decisões sociais é

  • a)
    o espaço privado.
  • b)
    a representação social.
  • c)
    a esfera pública.
  • d)
    o campo neutro.
  • e)
    o domínio externo.

227382 FUNRIO (2013) - INSS - Analista - Jornalismo / Jornalismo

Chama-se Escola de Frankfurt ao coletivo de pensadores e cientistas sociais alemães formado, sobretudo, por Theodor Adorno, Max Horkheimer, Erich Fromm e Herbert Marcuse. Sobre essa escola de pensamento, não está correto afirmar:

  • a)
    Os frankfurtianos se opuseram à prática de pesquisa orientada para servir aos interesses do poder estatal e das empresas de comunicação.
  • b)
    Os pensadores dessa escola não eram contra a tecnologia, mas sim, contra o fato de que seu uso não estava a serviço do bem comum.
  • c)
    Esses pensadores criticavam a cultura de massa não porque ela é popular, mas porque boa parte dessa cultura conservava marcas de domínio e exploração.
  • d)
    Para alguns de seus autores, o capitalismo criara as condições para uma democratização da cultura, ao tornar os bens culturais objeto de produção industrial.
  • e)
    A expressão “indústria cultural” se refere ao crescimento de empresas de comunicação, aumentando a produção de tecnologias voltadas à comunicação de massa.

234824 FUNRIO (2013) - INSS - Analista - Jornalismo / Jornalismo

O mercado de atuação do jornalista foi redesenhado pelas Tecnologias de Informação e Comunicação e pela precarização global do trabalho. Com isso, as empresas de comunicação valorizam cada vez mais os profissionais com conhecimento prévio de softwares de edição de áudio e vídeo, além do domínio das técnicas textuais. No Brasil, esse fenômeno é conhecido como

  • a)
    multifunção.
  • b)
    terceirização.
  • c)
    franquia.
  • d)
    especialização.
  • e)
    autonomia.