31 resultados encontrados para . (0.009 segundos)

148664 Gestão de Concursos (2014) - IFN-MG - Jornalista / Português

Mostrar/Esconder texto associado

A moral da história comum ao texto 1 e ao 2 é

  • a)
    A prosperidade depende do nível de escolaridade dos empresários.
  • b)
    O marketing é fundamental para o sucesso de um empreendimento.
  • c)
    O trabalho conduz à prosperidade, ainda que em tempos de crise.
  • d)
    Os pais devem se esforçar para dar uma boa educação a seus filhos.

148665 Gestão de Concursos (2014) - IFN-MG - Jornalista / Português

Mostrar/Esconder texto associado

Os termos destacados nos enunciados do texto 1 exercem a função sintática de objeto direto, EXCETO em

  • a)
    Preocupava–se apenas em produzir e vender bons cachorros–quentes.
  • b)
    Ele também sabia divulgar como ninguém seu produto [...]
  • c)
    A situação é crítica, o país vai quebrar. Depois de ouvir isso, o homem pensou [...]
  • d)
    Você estava certo filho, estamos no pior momento de todos os tempos.

148666 Gestão de Concursos (2014) - IFN-MG - Jornalista / Jornalismo

Relacione os cinco elementos da narrativa digital presentes na COLUNA I às suas

principais características na COLUNA II.



Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA.

  • a)

    1 2 3 5 4.

  • b)

    2 1 5 4 3.

  • c)

    4 2 1 5 3.

  • d)

    4 1 2 3 5.

148667 Gestão de Concursos (2014) - IFN-MG - Jornalista / Jornalismo

Sobre as características que um jornalista que escreve para a internet deve apresentar,

assinale a alternativa INCORRETA.

  • a)

    Verificar se o texto escrito será bem entendido por uma audiência local, nacional e internacional.

  • b)

    Antes de escrever, verificar se é possível agregar áudio, vídeo, gráficos, links etc.

  • c)

    O texto pode ser mais literal e escrito na voz passiva, nunca na voz ativa.

  • d)

    O internauta aprecia textos que vão direito ao ponto. Deve-se evitar o nariz de cera.

148668 Gestão de Concursos (2014) - IFN-MG - Jornalista / Jornalismo

Analise as afirmativas sobre a ética jornalística e assinale com V as verdadeiras e com F

as falsas.

( ) A palavra ética deriva do grego éthos, que, grosso modo, refere-se aos costumes.

( ) O jornalista Assis Chateaubriand é considerado o maior exemplo de figura ética e

idônea do século XX.

( ) A ética jornalística é um sistema com uma lógica própria. Não é um receituário. É

antes um modo de pensar que, aplicado ao jornalismo, dá forma aos impasses que

requerem decisões individuais.

( ) Os desvios éticos da imprensa brasileira não se resumem às falhas dos jornalistas,

mas se estendem às empresas e à sociedade.

Assinale a sequência CORRETA.

  • a)

    F V F V.

  • b)

    V F V V.

  • c)

    V F F V.

  • d)

    F F V V.

148669 Gestão de Concursos (2014) - IFN-MG - Jornalista / Não classificada

Com relação aos valores-notícia, ou seja, a critérios de relevância e atualidade de uma notícia, é INCORRETO afirmar que

  • a)
    o fator tempo é um valor-notícia na medida em que a existência de um acontecimento atual, já transformado em notícia, pode servir de gancho para outro acontecimento ligado a esse assunto.
  • b)
    os valores-notícia são imutáveis, não variando de uma empresa jornalística para outra.
  • c)
    quanto maior for a relevância do fato, maior é a chance de a notícia ser notada. Cabe ao jornalista saber identificar essa relevância e mostrá-la ao leitor.
  • d)
    a direção da organização jornalística (ou seus donos) podem influenciar o peso dos valores-notícia com sua política editorial, às vezes por razões pessoais, dando prioridade a certo assunto ou tema.

148670 Gestão de Concursos (2014) - IFN-MG - Jornalista / Jornalismo

Em relação ao jornalismo científico, é CORRETO afirmar que

  • a)

    a redação científica apoia-se sobre cinco fatores: documentação, verificação, interrogação, observação e participação.

  • b)

    a informação antecipada sobre a publicação de matérias no periódico científico é uma prática incomum.

  • c)

    o cientista e o jornalista especializados em ciência casam o senso de oportunidade na reportagem em escalas de tempo bastante semelhantes.

  • d)

    a realidade para o cientista inclui o arredondamento ou supressão de alguns números.

159265 Gestão de Concursos (2014) - IFN-MG - Jornalista / Português

Mostrar/Esconder texto associado

Nos textos 1 e 2, I. estão presentes, respectivamente, a voz da agência, IDV, que tornou pública a história e a voz do narrador em primeira pessoa.

II. veicula–se a ideia de que é importante ter acesso a noticiários do rádio, da TV e dos jornais.

III. verifica–se que situação narrada está relacionada com o conhecido dito popular de que a propaganda é a alma do negócio.

IV. ilustra–se o fato de que, em tempos de crise, é importante que as pessoas tenham coragem para superar fases difíceis.

V. argumenta–se que um negócio pode continuar a prosperar, mesmo quando deixa de ser anunciado.

São CORRETAS as afirmativas

  • a)
    I e II apenas.
  • b)
    III e V apenas.
  • c)
    I, III e IV apenas.
  • d)
    II, IV e V apenas.

159266 Gestão de Concursos (2014) - IFN-MG - Jornalista / Português

Mostrar/Esconder texto associado

Contribuíram para a falência dos comerciantes (o vendedor de cachorro–quente e o de caldo de cana), EXCETO:

  • a)
    A interrupção de investimento no próprio negócio para esperar a crise passar.
  • b)
    A suspensão dos cartazes e das placas de propaganda colocados na estrada.
  • c)
    O abastecimento da matéria–prima para fazer as receitas de suas mercadorias.
  • d)
    O estado de espírito deles, ao se deixarem abater com a notícia dada pelo filho.

159267 Gestão de Concursos (2014) - IFN-MG - Jornalista / Português

Mostrar/Esconder texto associado

De acordo com o texto 2, os dois termos, no contexto, referem–se entre si, mantêm uma correspondência referencial em

  • a)
    “livros [que] visito à noite” (1º. parágrafo) e “encontros” (2º. parágrafo).
  • b)
    “negócio” (2º parágrafo) e “fundos de investimento” (3º parágrafo).
  • c)
    “ajudantes” (4º. parágrafo) e “clientes” (4º. parágrafo).
  • d)
    “desenxavido” (4º. parágrafo) e “filho” (4º. parágrafo).