34 resultados encontrados para . (0.008 segundos)

112610 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Assistente Social / Serviço Social

A centralidade na constituição dos sistemas de seguridade social, na análise de Mota (2006), deve-se:

  • a)
    a um pacto entre a burguesia e o Estado;
  • b)
    às reivindicações dos movimentos sociais organizados;
  • c)
    ao trabalho, suas condições e relações;
  • d)
    à necessidade capitalista de centralizar a produção;
  • e)
    às políticas universalizantes estruturadas pelo neoliberalismo.

112611 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Assistente Social / Serviço Social

Como desdobramento do processo de renovação profissional, em 1993 é aprovado um novo Código de Ética. Dentre os seus fundamentos, a dimensão prático-operativa tem como eixo central:

  • a)
    a solidariedade e a vinculação com movimentos classistas;
  • b)
    o Estado de Direito e as diretrizes constitucionais;
  • c)
    a recusa ao autoritarismo e às reformas do Consenso de Washington;
  • d)
    o enfrentamento da questão social e a erradicação da pobreza;
  • e)
    a defesa e a universalização dos direitos sociais e de mecanismos democráticos de regulação social.

112612 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Assistente Social / Serviço Social

Ao trabalhar em uma unidade socioeducativa, a assistente social Cecília é convocada a atuar como perita em uma situação de visita domiciliar. Ela deve:

  • a)
    negar, pois o assistente social não possui formação técnica para atuar como perito;
  • b)
    solicitar permissão a sua chefia, pois hierarquicamente não pode comparecer sem a autorização desta;
  • c)
    aguardar a manifestação dos órgãos competentes no sentido de intimá-la;
  • d)
    aceitar, posto que um parecer em matéria de Serviço Social integra a atribuição privativa do assistente social;
  • e)
    informar que a perícia é um procedimento multiprofissional, e deverá contar, também, com Psicólogos e Pedagogos.

112648 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Assistente Social / Serviço Social

Instituída pela Constituição Federal de 1988, a Seguridade Social tem como um de seus pressupostos:

  • a)
    os mínimos sociais;
  • b)
    a exclusividade das políticas sociais públicas estatais;
  • c)
    o compromisso prioritário com a classe trabalhadora;
  • d)
    a não vinculação entre benefício e contribuição;
  • e)
    as parcerias público-privadas.

112649 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Assistente Social / Serviço Social

No Brasil, as políticas de assistência social são, tradicionalmente, marcadas por um caráter ambíguo e limitado. Esse perfil deve-se a características como:

  • a)
    concessão e conquista;
  • b)
    expansão de direitos sociais e filantropia;
  • c)
    inclusão social e empregabilidade;
  • d)
    tutela e assistencialismo;
  • e)
    solidariedade e comunitarismo.

112650 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Assistente Social / Serviço Social

Larissa trabalha em um hospital que possui uma grande demanda por atendimento pediátrico. Ela deseja conhecer um pouco mais sobre esses pequenos usuários, seus familiares e suas vidas, a fim de prospectar demandas e gerar conhecimento sobre esta realidade. Para tanto, utiliza o materialismo histórico e a análise qualitativa como metodologia. O processo que envolve uma metodologia científica para a geração de novos conhecimentos da realidade social é:

  • a)
    a análise de conjuntura;
  • b)
    o relatório social;
  • c)
    a pesquisa social;
  • d)
    o parecer social;
  • e)
    a avaliação somativa.

118705 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Assistente Social / Serviço Social

De acordo com Montaño, o neoliberalismo constitui-se mediante os seguintes eixos:

  • a)
    enfrentamento da questão social por meio da repressão e organização dos trabalhadores;
  • b)
    combate aos sindicatos, reestruturação produtiva e reforma do Estado;
  • c)
    disputa de projetos societários, focalização da proteção social e empregabilidade;
  • d)
    universalização das políticas sociais, cidadania regulada e dessindicalização;
  • e)
    ampliação dos direitos trabalhistas e incentivo aos movimentos sociais.

118706 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Assistente Social / Serviço Social

A assistente social Juliana trabalha em um hospital e está elaborando um projeto para a ampliação da Pediatria, incluindo uma área para recreação conjunta das crianças internadas. Para tanto, o projeto deve conter um estudo sobre os benefícios que advirão para as crianças. Tendo em vista essa necessidade, ela deverá proceder a uma avaliação:

  • a)
    orçamentária;
  • b)
    psicossocial;
  • c)
    formativa;
  • d)
    ex-post;
  • e)
    ex-ante.

118707 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Assistente Social / Serviço Social

Rodrigo acabou de ser empossado como assistente social na Secretaria de Assistência Social. Em seu primeiro dia, descobre que outros profissionais, como psicólogos e pedagogos, trabalharão com ele. Assim, será construída uma equipe multiprofissional, o que requer do assistente social:

  • a)
    lidere a equipe multiprofissional, dado o seu conhecimento da área social;
  • b)
    elabore a rotina a ser seguida pela equipe, a partir do estudo das demandas institucionais;
  • c)
    contribua para o trabalho conjunto a partir de suas competências;
  • d)
    aproprie-se dos conhecimentos específicos dos outros profissionais, a fim de atender os usuários;
  • e)
    informe a chefia imediata que não participará da equipe, uma vez que não é sua função como profissional.

118708 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Assistente Social / Serviço Social

As transformações ocorridas no Brasil nos últimos 12 anos, notadamente no que diz respeito ao mundo do trabalho e às políticas sociais, colocam enormes desafios para a prossecução do projeto hegemônico do Serviço Social. Netto (2004) analisa como principal desafio a:

  • a)
    preservação da autonomia política da profissão na condução do Projeto Ético-Político;
  • b)
    realização de cursos de Especialização de acordo com a área de inserção profissional;
  • c)
    manutenção da direção eclética assumida pela profissão após o Congresso da Virada;
  • d)
    adequação das Diretrizes Curriculares às novas políticas sociais;
  • e)
    reformulação do Código de Ética Profissional a fim de atender ao mercado de trabalho.