39 resultados encontrados para . (0.030 segundos)

112536 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Análise de Sistemas / Banco de Dados (TI)

Em um Data Warehouse, as tabelas Dimensão possuem uma chave primária que identifica unicamente um registro. Usar chaves oriundas dos bancos de dados transacionais da produção pode gerar problemas decorrentes da sua alteração deliberada, como:  a produção pode decidir reusar a chave primária na virada de ano levando à exclusão de alguns registros; e  empresas podem se fundir acarretando a modificação das regras de construção de chaves primárias. Para evitar tais problemas, de forma que o valor da chave primária das tabelas Dimensão seja único para todo o sistema, portanto nunca reutilizadas; e que o valor da chave não contenha nenhum significado semântico, deve-se usar a chave:

  • a)
    surrogada;
  • b)
    estrangeira;
  • c)
    externa;
  • d)
    candidata;
  • e)
    superkey.

112537 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Análise de Sistemas / Sistemas de Informação (TI)

Ao ser contratado para trabalhar no Tribunal de Justiça, Rubens

se deparou com diversos sistemas legados formados por módulos

alterados, acrescentados e excluídos. Para fundamentar o

planejamento das atividades de manutenção dos sistemas,

Rubens decidiu utilizar um índice calculado com a aplicação da

seguinte fórmula:

Onde:

Mt = número de módulos na versão atual

Fc = número de módulos na versão atual que foram alterados

Fa = número de módulos na versão atual que foram

acrescentados

Fd = número de módulos na versão atual que foram excluídos da

versão atual

Para indicar a estabilidade dos produtos de software do tribunal,

Rubens utilizou o índice de:

  • a)
    maturidade de software;
  • b)
    personalização;
  • c)
    complexidade estrutural;
  • d)
    ponto de função e linhas de código;
  • e)
    qualidade da estrutura do projeto

112538 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Análise de Sistemas / Engenharia de Software (TI)

Glaucia identificou problemas em um projeto de software cuja correção demandaria muitas alterações. Em vez de fazer essas alterações, a Gerente de Projeto de Software, Glaucia, decidiu elaborar um plano de contingência como resposta ao risco aplicando a estratégia:

  • a)
    evitar;
  • b)
    mitigar;
  • c)
    transferir;
  • d)
    compartilhar;
  • e)
    aceitar.

112539 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Análise de Sistemas / Banco de Dados (TI)

Considere a tabela a seguir

Se fosse construído um índice de banco de dados do tipo

“bitmap" para essa tabela, tendo o campo Curso como chave, o

conteúdo desse índice seria:

  • a)

    6 3

    23 3





    45 1

    57 1

    210 3

    356 2

    1210 1

  • b)

    Física 1001100

    Química 0100000

    Matemática 0010011

  • c)

    6 001

    23 001

    45 100

    57 100

    210 001

    356 010

    1210 100

  • d)

    0011001100

    0100100000

    0010010011

  • e)

    00000000110 Matemática

    00000010111 Matemática

    00000101101 Física

    00000111011 Física

    00011010010 Matemática

    00101100100 Química

    10010111010 Química

112540 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Análise de Sistemas / Segurança da Informação (TI)

Durante a execução de uma auditoria de TI, o auditor pode encontrar certos fatos significativos, dignos de relato, que demonstrem boas práticas de gestão quando comparadas com critérios estabelecidos no Programa de Auditoria. Nesse caso, esses fatos são denominados:

  • a)
    achados de auditoria positivos;
  • b)
    achados de auditoria negativos;
  • c)
    achados de auditoria em conformidade;
  • d)
    comunicação de auditoria positiva;
  • e)
    comunicação de auditoria negativa.

112541 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Análise de Sistemas / Segurança da Informação (TI)

De acordo com a Resolução nº 171/2013 do CNJ, analise as afirmativas a seguir: I.Auditoria indireta é aquela executada com a participação de servidores das unidades de controle interno do Poder Judiciário em ações conjuntas com as unidades de controle interno do Poder Executivo, Legislativo e MP. II.Quando executada por servidores em exercício na unidade de controle interno no âmbito do Tribunal, a auditoria é chamada de direta. III.A auditoria compartilhada é assim denominada quando é executada em conjunto por servidores em exercício na unidade de controle interno do Tribunal e por instituições privadas, contratadas na forma da lei. Está correto somente o que se afirma em:

  • a)
    I;
  • b)
    II;
  • c)
    III;
  • d)
    I e II;
  • e)
    II e III.

112542 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Análise de Sistemas / Legislação Estadual

Em relação à composição do Tribunal de Justiça, a Constituição do Estado de Rondônia estabelece que:

  • a)
    a integralidade dos Desembargadores será oriunda dos Juízes de Direito de entrância especial, que serão promovidos, alternadamente, por antiguidade e merecimento, vedada a promoção daqueles que estejam respondendo a processo administrativo disciplinar;
  • b)
    a integralidade dos Desembargadores será oriunda dos Juízes de Direito de terceira entrância, que serão promovidos, alternadamente, por antiguidade e merecimento, vedada a promoção daqueles que tenham sido condenados, em decisão definitiva, em processo administrativo disciplinar nos últimos 5 anos;
  • c)
    os cargos de Desembargadores serão preenchidos, em igual proporção, por Juízes de Direito de terceira entrância, membros do Ministério Público e da Advocacia Pública denotório saber jurídico e de reputação ilibada, com mais de dez anos de carreira, que serão promovidos, alternadamente, por antiguidade e merecimento;
  • d)
    um quinto de seus lugares será composto de membros do Ministério Público e da Defensoria Pública de notório saber jurídico e de reputação ilibada, com mais de dez anos de carreira, indicados, em lista tríplice, pelos órgãos de representação das respectivas classes;
  • e)
    um quinto de seus lugares será composto de membros do Ministério Público e de advogados de notório saber jurídico e de reputação ilibada, com mais de dez anos de carreira ou de efetiva atividade profissional, respectivamente, indicados, em lista sêxtupla, pelos órgãos de representação das respectivas classes.

118624 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Análise de Sistemas / Banco de Dados (TI)

Ao criar um banco de dados, o administrador (DBA) João analisa o perfil dos dados que serão gerados pela aplicação e percebe que eles devem ser agrupados no disco de acordo com as suas características, como:  os maiores índices, que demandam mais recursos computacionais, podem ser localizados em discos mais velozes, como Solid State Device (SSD); e  o armazenamento de dados históricos, que raramente são usados e não são muito críticos, pode ser realizado em discos mais lentos. Em um Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD), para agrupar os dados em unidades lógicas de armazenamento permitindo a definição da localização física dos arquivos correspondentes no disco, João deve definir:

  • a)
    schemas;
  • b)
    data files;
  • c)
    tablespaces;
  • d)
    extents;
  • e)
    data blocks.

118625 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Análise de Sistemas / Governança de TI (TI)

Sobre Governança de TI, é correto afirmar que:

  • a)
    consiste em um ferramental para a especificação dos direitos de decisão e responsabilidade, visando encorajar comportamentos desejáveis no uso da TI;
  • b)
    a garantia de que a TI da empresa sustente e estenda as estratégias e os objetivos da organização é de responsabilidade do nível operacional;
  • c)
    promove a priorização da gestão da TI garantindo a continuidade da infraestrutura de serviços de TI e a minimização da sua exposição aos riscos do negócio;
  • d)
    depende da implantação dos modelos de melhores práticas CMMi, ITIL, CobiT para que o uso atual e futuro da TI sejam definidos ad hoc, a partir de iniciativas setoriais;
  • e)
    é uma parte integral da Governança Corporativa sendo formada pela liderança, estruturas organizacionais e processos que garantem a sustentação e melhorias das estratégias e objetivos da TI.

118626 FGV (2015) - TJ-RO - Analista Judiciário - Análise de Sistemas / Sistemas Operacionais (TI)

No âmbito dos sistemas operacionais, o termo “swapping” refere-se a um mecanismo que:

  • a)
    permite a utilização de dispositivos de entrada/saída externos;
  • b)
    permite a abertura simultânea de várias páginas Web por meio do browser;
  • c)
    faz parte do gerenciamento de memória;
  • d)
    gerencia o sistema de arquivos;
  • e)
    gerencia a sincronização em ambientes virtualizados.