59 resultados encontrados para . (0.012 segundos)

113150 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Psiquiatria / Medicina

Um rapaz de 25 anos é trazido por populares à emergência. Ao ser perguntado pelo psiquiatra de plantão sobre o motivo de sua consulta, responde: “Logo que crânio tenha sido destruído e alguém ainda tenha flores com dificuldade”. Segundo Carl Schneider, a alteração do pensamento apresentada por esse paciente chama-se:

  • a)
    suspensão;
  • b)
    omissão;
  • c)
    descarrilamento;
  • d)
    fusão;
  • e)
    bloqueio.

113151 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Psiquiatria / Medicina

Um paciente apresenta o início de sintomas psicóticos e distúrbios do movimento. Seu psiquiatra solicita uma ressonância magnética de crânio e nota uma extensa calcificação dos seus núcleos da base. O diagnóstico mais provável desse paciente é:

  • a)
    doença de Fahr;
  • b)
    neuroacantocitose;
  • c)
    leucodistrofia metacromática;
  • d)
    doença de Niemann-Pick tipo B;
  • e)
    doença de Kuf.

113152 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Psiquiatria / Medicina

Os sinais parkinsonianos decorrentes do uso de antipsicóticos refletem o bloqueio dos receptores d2 em vias dopaminérgicas:

  • a)
    mesolímbicas;
  • b)
    mesocorticais;
  • c)
    tuberoinfundibulares;
  • d)
    nigroestriatais;
  • e)
    talâmicas.

113153 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Psiquiatria / Medicina

O antipsicótico associado ao risco mais significativo de agranulocitose é a:

  • a)
    asenapina;
  • b)
    clozapina;
  • c)
    risperidona;
  • d)
    quetiapina;
  • e)
    olanzapina.

113154 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Psiquiatria / Medicina

Um jovem dependente químico crônico desenvolve o quadro de náuseas e vômitos graves só aliviados quando o paciente permanece no chuveiro de água quente.

A droga tipicamente associada a essa síndrome é:

  • a)
    cocaína;
  • b)
    mdma;
  • c)
    álcool;
  • d)
    morfina;
  • e)
    maconha.

113155 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Psiquiatria / Medicina

Para Klaus Conrad, o estágio de desenvolvimento da esquizofrenia no qual o paciente descreve uma sensação de estranheza e tensão em relação ao ambiente nunca antes experimentada é chamado de:

  • a)
    apofania;
  • b)
    apocalipse;
  • c)
    resíduo;
  • d)
    trema;
  • e)
    anástrofe.

113156 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Psiquiatria / Medicina

Dentre os medicamentos listados abaixo, aqueles que demonstraram eficácia no tratamento da tricotilomania em adultos incluem:

  • a)
    fluoxetina e paroxetina;
  • b)
    paroxetina e clomipramina;
  • c)
    n-acetil-cisteína e olanzapina;
  • d)
    escitalopram e olanzapina;
  • e)
    fluvoxamina e clomipramina.

113157 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Psiquiatria / Medicina

Ao longo da história da psiquiatria, o termo “alucinose” tem sido utilizado para descrever diferentes sintomas, dentre os quais NÃO se encontram as alucinações:

  • a)
    associadas ao abuso de álcool;
  • b)
    negativas;
  • c)
    na presença de insight;
  • d)
    causadas por transtornos neurológicos;
  • e)
    na ausência de delirium.

114112 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Psiquiatria / Português

Mostrar/Esconder texto associado

“Quer saber quais são elas?”

Essa pergunta do parágrafo inicial do texto 1 tem a função de:

  • a)
    mostrar a superioridade de conhecimento do autor do texto;
  • b)
    provocar a interação entre leitor e autor;
  • c)
    demonstrar a qualidade intelectual do leitor;
  • d)
    criar um suspense sobre a narrativa;
  • e)
    organizar o texto argumentativamente.

114113 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Psiquiatria / Português

Mostrar/Esconder texto associado

Ao dizer que “Antes dos telefones celulares, os casais eram muito mais fiéis”, o autor do texto 1:

  • a)
    comete um erro argumentativo, pois o telefone celular só facilita a infidelidade e não a cria;
  • b)
    mostra uma preocupação moralizante digna de aplauso;
  • c)
    indica um problema que, de fato, não existiria se não existissem os celulares;
  • d)
    destaca uma relação perfeita de causa e consequência: telefone celular/infidelidade conjugal;
  • e)
    aponta uma crítica aos casamentos modernos, de mais liberdade entre os cônjuges.