70 resultados encontrados para . (0.007 segundos)

114037 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Auditor / Português

Mostrar/Esconder texto associado

Entre os segmentos do texto 1 abaixo, aquele que se refere a uma ação potencial, e não real, é:

  • a)
    “Um Plano de Contingência para o Trânsito necessita de planejamento prévio...”.
  • b)
    “que venham a causar transtornos nos principais corredores viários de uma cidade”.
  • c)
    “O aumento progressivo da frota de veículos provoca congestionamentos...”.
  • d)
    “Nesses casos, passam a exigir ações mais criativas e diferenciadas, ...”.
  • e)
    “...devendo ser planejadas por equipes de técnicos especializados, com a parceria das universidades”.

114038 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Auditor / Português

Mostrar/Esconder texto associado

A partir da leitura do primeiro parágrafo do texto 2, descobrimos que:

  • a)
    a Semana Nacional do Trânsito foi comemorada com a realização de palestras e outras atividades;
  • b)
    os temas das palestras dadas na Semana Nacional do Trânsito diziam respeito à segurança dos passageiros;
  • c)
    os temas das palestras foram escolhidos por órgãos superiores da administração do trânsito;
  • d)
    o palestrante do último dia da Semana Nacional do Trânsito foi o responsável pelas palestras anteriores;
  • e)
    a Semana Nacional do Trânsito foi celebrada com atividades que se relacionavam tematicamente ao trânsito.

114039 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Auditor / Português

Mostrar/Esconder texto associado

Nesta semana nacional do trânsito pelo menos mil pessoas vão ter morrido nas ruas e nas estradas. Não podemos mais tolerar esses números e, para que isso mude realmente, é preciso que você e cada um de nós sejamos de fato os agentes da mudança na direção de um trânsito mais seguro. Com certeza você pode contribuir para isso, aproveite esta semana para refletir e conversar sobre o tema com seus entes queridos e amigos, afinal, quem morre no trânsito é amigo ou parente de alguém. Ninguém está livre disso”.

Nesse parágrafo do texto 2, há um conjunto de demonstrativos empregados de forma correta. O comentário inadequado sobre seu emprego é:

  • a)
    “nesta semana” / a forma “esta” se refere ao momento presente da enunciação;
  • b)
    “tolerar esses números” / a forma “esses” se refere ao número de mortos citado anteriormente;
  • c)
    “para que isso mude” / a forma “isso” se refere ao alto número de acidentes fatais;
  • d)
    “você pode contribuir para isso” / a forma “isso” se refere à mudança do número de mortos;
  • e)
    “ninguém está livre disso” / a forma “disso” se refere à possibilidade de ter um amigo ou parente morto no trânsito.

114040 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Auditor / Português

Mostrar/Esconder texto associado

No primeiro parágrafo do texto 3 há duas formas verbais na voz passiva: “foram criadas” e “foram feitas”. A opção pela voz passiva faz com que as ações realizadas:

  • a)
    não mostrem seus agentes;
  • b)
    se localizem em passado distante;
  • c)
    se processem simultaneamente;
  • d)
    sejam atribuídas a agentes diferentes;
  • e)
    indiquem ações potenciais e não reais.

114041 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Auditor / Matemática

A figura abaixo mostra a planta de um salão. Os ângulos A, B, C, D

e E são retos e as medidas assinaladas estão em metros.



A área desse salão em m2

é:

  • a)
    81;
  • b)
    86;
  • c)
    90;
  • d)
    94;
  • e)
    96.

114042 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Auditor / Contabilidade Geral

Devido a problemas ocorridos no sistema contábil, uma

sociedade empresária perdeu diversas informações referentes

ao período X2. O Contador conseguiu apurar o valor do

resultado bruto do período, que foi de R$43.200,00

O seu assistente conseguiu as informações apresentadas

abaixo:



O valor total das vendas realizadas no período X2 foi de:

  • a)
    55.200,00;
  • b)
    57.230,00;
  • c)
    57.050,00;
  • d)
    63.630,00;
  • e)
    57.430,00.

114043 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Auditor / Contabilidade Pública

De acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o Anexo de Riscos Fiscais deve integrar o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias de cada ente da federação. Considerando as disposições contidas no Manual de Demonstrativos Fiscais, é correto afirmar em relação ao Anexo de Riscos Fiscais, que:

  • a)
    um prefeito que propuser Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que não contenha os riscos fiscais na forma da lei, perderá o mandato;
  • b)
    os riscos fiscais podem ser conceituados como a possibilidade da ocorrência de eventos repetitivos que venham a impactar negativamente as contas públicas, integrando, portanto, o Anexo de Riscos Fiscais;
  • c)
    os precatórios judiciais enquadram-se no conceito de risco fiscal, conforme estabelecido no § 1º do art. 100 da Constituição Federal, devendo ser incluídos no Anexo de Riscos Fiscais;
  • d)
    garantias e avais emitidos a favor de entidades do setor público devem ser registradas contabilmente como Passivo no Balanço do Município e, portanto, não devem integrar o Anexo de Riscos Fiscais;
  • e)
    os valores previstos referentes à frustração da arrecadação e à restituição de tributos a maior, devem ser apresentados no Anexo de Riscos Ficais como Passivos Contingentes.

114044 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Auditor / Contabilidade Pública

Quando o fato gerador do passivo ocorrer antes do empenho da despesa orçamentária, o MCASP orienta que devem ser efetuados no momento do empenho os seguintes registros contábeis para proporcionar a correta mensuração do passivo do ente público:

  • a)
    a transferência simultânea de saldo da conta Crédito Disponível para a conta Crédito Empenhado a Liquidar e da conta Crédito Empenhado a Liquidar para a conta Crédito Empenhado em Liquidação;
  • b)
    apenas a transferência de saldo da conta Crédito Empenhado a Liquidar para a conta Crédito Empenhado em Liquidação;
  • c)
    apenas a transferência de saldo da conta Crédito Empenhado em Liquidação para a conta Crédito Empenhado Liquidado a Pagar;
  • d)
    a transferência de saldo da conta Crédito Disponível para a conta Crédito Empenhado a Liquidar e da conta DDR Comprometida por Empenho para a conta DDR Comprometida por Liquidação e Entradas Compensatórias;
  • e)
    a transferência do saldo da conta Crédito Empenhado em Liquidação para a conta Crédito Empenhado Liquidado a Pagar e da conta DDR Comprometida por Liquidação e Entradas Compensatórias para a conta DDR Utilizada.

114045 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Auditor / Contabilidade Pública

As práticas orçamentárias nas entidades do setor público começaram a ser influenciadas por uma concepção mais moderna de orçamento a partir do século XX, com o objetivo de contribuir para que o orçamento fosse efetivamente um instrumento de administração. Constitui uma característica da concepção moderna de orçamento:

  • a)
    aspecto econômico como posição secundária;
  • b)
    controle político sobre os atos do Poder Executivo;
  • c)
    instrumento demonstrativo de autorizações legislativas;
  • d)
    mecanismo da política fiscal do governo;
  • e)
    neutralidade das finanças públicas.

114046 FGV (2015) - TJ-PI - Analista Judiciário - Auditor / Contabilidade Pública

A receita pública pode ser definida a partir da perspectiva de alteração nos elementos componentes da estrutura patrimonial.

Considerando a relação com a execução orçamentária, para verificação do impacto patrimonial da receita orçamentária, é necessário observar o estágio do (a):

  • a)
    arrecadação;
  • b)
    empenho;
  • c)
    lançamento;
  • d)
    liquidação;
  • e)
    recolhimento.