30 resultados encontrados para . (0.008 segundos)

213961 FGV (2013) - MPE-MS - Analista - Engenharia Florestal / Engenharia Florestal

Analise os dados a seguir.

I. madeira de Eucalyptus sp procedente de um plantio

de 8 anos, localizado a 22 km de distância da fábrica

de pasta celulósica; madeira com densidade básica

média = 0,414 g/cm³ ;

II. consumo diário de madeira = 3.188 m³ ;

III. capacidade de carga do caminhão = 10 t de madeira a.s.;

IV. velocidade do caminhão carregado = 40 km/h;

V. velocidade do caminhão descarregado = 60 km/h;

VI. tempo de carregamento = 15 min;

VII. tempo de descarregamento = 8 min;

VIII. jornada de trabalho do motorista = 8 h/dia.

Com base nos dados acima, assinale a alternativa que

indica o número de caminhões necessários para atender à

demanda total da fábrica.

  • a)
    11.
  • b)
    22.
  • c)
    38.
  • d)
    47.
  • e)
    69.

213962 FGV (2013) - MPE-MS - Analista - Engenharia Florestal / Engenharia Florestal

Com relação aos sintomas de deficiência nutricionais em Pinus, analise as afirmativas a seguir. I. Potássio: acículas com coloração castanho avermelhada, púrpura ou amarelada nas suas extremidades, podendo ocorrer necrose dos tecidos. II. Ferro: clorose das acículas, com ausência de desenvolvimento dos brotos terminais. III. Manganês: o desenvolvimento das mudas é menor que o normal e ocorre clorose das acículas, com necrose dos tecidos em estágios avançados da deficiência. Assinale:

  • a)
    se somente a afirmativa I estiver correta.
  • b)
    se somente a afirmativa II estiver correta.  
  • c)
    se somente a afirmativa III estiver correta.
  • d)
    se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.
  • e)
    se todas as afirmativas estiverem corretas.

213963 FGV (2013) - MPE-MS - Analista - Engenharia Florestal / Engenharia Florestal

Assinale a alternativa que indica apenas práticas conservacionistas do solo.

  • a)
    Rotação de culturas, terraceamento, drenagem, barragem e cobertura morta.
  • b)
    Reflorestamento, barragem, raspagem, calagem e perfilagem.
  • c)
    Consorciamento de culturas, calagem, drenagem, raspagem e permeagem.
  • d)
    Terraceamento, reflorestamento, permeagem, subsolagem e perfilagem.
  • e)
    Irrigação, cultivos em nível, estancagem, terraceamento e carpageamento.

213964 FGV (2013) - MPE-MS - Analista - Engenharia Florestal / Engenharia Florestal

Considerando-se um plantio de Pinus caribaea var. bahamensis com 175 ha, implantado no espaçamento de 3m X 2m, produção média de 2,5 kg de resina/árvore e preço da resina posto floresta de R$ 1.200,00 / tonelada,   a renda bruta gerada será de

  • a)
    R$ 137.000,00.
  • b)
    R$ 225.000,00.
  • c)
    R$ 537.000,00.
  • d)
    R$ 875.000,00.
  • e)
    R$ 1.250.000,00.

213965 FGV (2013) - MPE-MS - Analista - Engenharia Florestal / Engenharia Florestal

Murchamento temporário de uma planta é o resultado de uma taxa de transpiração que excede à

  • a)
    movimentação da água nos estômatos peciolares.
  • b)
    taxa de evaporação da copa e do sistema radicular.
  • c)
    capacidade dos colóides de liberar cátions às rizosferas.
  • d)
    incidência da água nos tricomas dos limbos foliares.
  • e)
    máxima capacidade de absorção do sistema radicular.

213966 FGV (2013) - MPE-MS - Analista - Engenharia Florestal / Engenharia Florestal

A área total de um plantio de eucalipto (ha), aos 9 anos de idade, com IMA = 39 m3 /ha/ano e fator de empilhamento da lenha = 1,45, suficiente para abastecer, de forma contínua, a fornalha de uma cerâmica que consome 1950 st de lenha/ano, será de

  • a)
    25,50 ha.
  • b)
    34,47 ha.
  • c)
    45,27 ha.
  • d)
    62,50 ha.
  • e)
    98,85 ha.

227820 FGV (2013) - MPE-MS - Analista - Engenharia Florestal / Engenharia Florestal

Correlacione as doenças da cultura do eucalipto com os

agentes causadores correspondentes.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta,

de cima para baixo.

  • a)
    1, 3, 5, 4 e 2.
  • b)
    1, 4, 5, 2 e 3.
  • c)
    4, 5, 3, 2 e 1.
  • d)
    5, 2, 4, 3 e 1.
  • e)
    5, 3, 4, 2 e 1.

227821 FGV (2013) - MPE-MS - Analista - Engenharia Florestal / Engenharia Florestal

Quando a taxa de precipitação excede a taxa de infiltração de água no solo ocorre a

  • a)
    perda do movimento da água e pequena infiltração.
  • b)
    melhor ganho de umidade e controle da saturação.
  • c)
    perda de água e danos devido à erosão.
  • d)
    perda da evaporação e erosão turfosa.
  • e)
    melhor condutividade da matéria orgânica e danos nos coloides.

227822 FGV (2013) - MPE-MS - Analista - Engenharia Florestal / Engenharia Florestal

O valor da energia gerada (R$) e o número de domicílios abastecidos com a energia produzida por 818 kg de carvão vegetal, com poder calorífico útil (PCU) de 6.595,14 kcal/kg serão, respectivamente, de Obs.: Considere que 1 kcal = 0,00116 kWh, 1 kWh tem o custo de R$ 0,51 para o consumidor e que o consumo médio por domicílio é de 150 kWh/mês

  • a)
    R$ 858,57 e 16.
  • b)
    R$ 1.758,00 e 25.
  • c)
    R$ 2.265,50 e 29.
  • d)
    R$ 3.191,43 e 41.
  • e)
    R$ 4.585,00 e 66.

227823 FGV (2013) - MPE-MS - Analista - Engenharia Florestal / Engenharia Florestal

A produção de madeira (t/ha) e a de carvão vegetal (mdc/ha) de um povoamento florestal com 9 anos   de idade, com densidade básica média da madeira   = 0,49 g/cm³ , IMA = 41 m³ /ha/ano, fator de empilhamento = 1,33 e média do rendimento volumétrico em carvão vegetal = 55 %, serão, respectivamente, de

  • a)
    25,50 t/ha e 39,22 mdc/ha.
  • b)
    85,50 t/ha e 130,85 mdc/ha.
  • c)
    125,45 t/ha e 130,85 mdc/ha.
  • d)
    180,81 t/ha e 269,92 mdc/ha.
  • e)
    210,65 t/ha e 320,50 mdc/ha.