20 resultados encontrados para . (0.008 segundos)

74245 FCM (2016) - IF Sudeste - MG - Técnico em Assuntos Educacionais / Pedagogia

O Técnico em Assuntos Educacionais, em sua prática cotidiana, desenvolve ações indiretas ligadas a seu papel interventivo que se refere

I- ao atendimento presencial aos professores por meio da ação de orientação, acompanhamento e avaliação, discutindo o trabalho pedagógico exercido em sala de aula.

II- à elaboração do plano do setor do técnico em assuntos educacionais, com a documentação necessária e todos os instrumentos para subsidiar o trabalho pedagógico em sala de aula.

III- à realização do levantamento estatístico de rendimento dos alunos, tendo claras as demandas de dificuldades do ensino aprendizagem a serem enfrentadas.

IV- à orientação aos pais quanto à ação a ser exercida com o filho em casa, no sentido de buscar alternativas de reforço com intenção de seu desenvolvimento educativo.

São corretas as afirmativas

  • a)
    I e II.
  • b)
    I e III.
  • c)
    I e IV.
  • d)
    II e III.
  • e)
    II e IV

74246 FCM (2016) - IF Sudeste - MG - Técnico em Assuntos Educacionais / Pedagogia

O Técnico em Assuntos Educacionais deve desenvolver habilidades

e competências em relações às dimensões. Enumere a segunda

coluna de acordo com a primeira.



A sequência correta é

  • a)
    A, B, C, A, A, C, B.
  • b)
    A, C, B, B, A, C, A.
  • c)
    B, A, C, A, C, A, A.
  • d)
    B, C, A, A, C, A, B.
  • e)
    C, B, C, B, B, B, C.

74247 FCM (2016) - IF Sudeste - MG - Técnico em Assuntos Educacionais / Pedagogia

O registro escrito da prática pedagógica, realizada na escola pelo Técnico em Assuntos Educacionais, deve servir para

  • a)
    o relato de práticas, mesmo que essas sejam previstas na racionalidade do trabalho e não contenham surpresas.
  • b)
    a explicitação de que algumas apostas formativas não surtiram o devido retorno à escola e precisam ser responsabilizadas.
  • c)
    a reflexão da prática, pois a análise da complexidade do processo pedagógico exige constante aperfeiçoamento da ação futura.
  • d)
    a exposição de motivos que justifiquem as dificuldades do professor que não pode ser responsabilizado pela não efetivação do ensino.
  • e)
    o atendimento da formalidade do sistema que impõe um procedimento comum, usado de forma amena para evitar maiores esclarecimentos.

74248 FCM (2016) - IF Sudeste - MG - Técnico em Assuntos Educacionais / Pedagogia

Analise os elementos apontados no ensino aprendizagem, explicitado

no esquema abaixo:



No processo ensino-aprendizagem, esses elementos referem-se

ao

  • a)
    aluno.
  • b)
    diretor.
  • c)
    professor.
  • d)
    programa.
  • e)
    livro didático.

74249 FCM (2016) - IF Sudeste - MG - Técnico em Assuntos Educacionais / Pedagogia

A questão disciplinar na escola possui interfaces com diversas dimensões da realidade, exigindo um enfrentamento concreto em sala de aula, onde a capacidade gestora do professor é exigida. Mediante a manifestação de indisciplina, podem ser possibilidades de intervenção, EXCETO:

  • a)
    Buscar a desalienação da relação pedagógica, revendo o conceito de disciplina e criando vínculos com os alunos.
  • b)
    Trabalhar com sanções por reciprocidade, ou seja, aquelas que têm a ver com o ato cometido, visando a restabelecer o elo rompido.
  • c)
    Tomar distância da situação, não reagir às provocações, substituindo a ação agressiva pela comunicação ponderada, trazendo a discussão para o nível simbólico.
  • d)
    Oferecer uma adequada estrutura em sala de aula, apresentando e combinando regras de convivência, buscando manter o que foi combinado, cuidando da organização do ambiente.
  • e)
    Minimizar as possibilidades no âmbito da ação, encaminhando o aluno problema sempre para a coordenação para que a mesma acompanhe o seu comportamento e/ou, em determinados casos, ficar com o aluno em sala sem ter que enfrentar o problema, evitando embates.

79979 FCM (2016) - IF Sudeste - MG - Técnico em Assuntos Educacionais / Pedagogia

A ação do Técnico em Assuntos Educacionais no que se refere à análise dos estágios de formação do estudante na Educação Básica é

  • a)

  • b)

  • c)

  • d)

  • e)

79980 FCM (2016) - IF Sudeste - MG - Técnico em Assuntos Educacionais / Pedagogia

O Técnico em Assuntos Educacionais tem como “(...) eixo comum: o ensino-aprendizagem pelo qual perpassam as questões do professor, do aluno e da família. (Resolução nº 7.150 de 16 de junho de 1993)

De acordo com a referência, a função do Técnico em Assuntos Educacionais tem, em 1º lugar, a dimensão macro da organização, devido a seu papel de articulador do todo, pois é uma função que deve desempenhar um olhar pedagógico do processo educacional, sua mediação se estabelece na forma dialética com todos os envolvidos, fazendo a transição entre teoria e prática

POR QUE

a função do Técnico em Assuntos Educacionais tem, em 2º lugar, a dimensão interna da organização referente ao trabalho direto com o professor, que demanda estruturar a prática pedagógica, em sala de aula, acompanhar os imprevistos e os problemas do processo de ensino aprendizagem, intervir para o melhor desempenho do aluno e também orientar a família.

Após análise das asserções acima, conclui-se que

  • a)
    tanto a primeira quanto a segunda asserções são proposições falsas.
  • b)
    a primeira asserção é uma proposição verdadeira e a segunda, uma proposição falsa.
  • c)
    a primeira asserção é uma proposição falsa e a segunda, uma proposição verdadeira.
  • d)
    as duas asserções são proposições verdadeiras e a segunda é uma justificativa correta da primeira.
  • e)
    as duas asserções são proposições verdadeiras, mas a segunda não é uma justificativa correta da primeira.

79981 FCM (2016) - IF Sudeste - MG - Técnico em Assuntos Educacionais / Pedagogia

(...) a formação de professores não pode ser pensada a partir das ciências e seus diversos campos disciplinares, como adendo destas áreas, mas a partir da função social própria à escolarização [...] A formação de profissionais professores para a educação básica tem que partir de seu campo de prática e agregar a este os conhecimentos necessários selecionados como valorosos, em seus fundamentos e com as mediações didáticas necessárias, sobretudo por se tratar de formação para o trabalho educacional com crianças e adolescentes (p. 257).

Fonte: file:///C:/Users/Eliurde/Downloads/348-640-1-SM.pdf O foco na formação dos professores deve estar voltado para

  • a)
    a adequação do profissional ao programa proposto pela instituição que precisa ser reproduzido como foi estruturado.
  • b)
    o desenvolvimento do profissional da educação com programas predefinidos e testados, sem diálogo com o grupo de trabalho.
  • c)
    a cobrança de resultados, a partir do treinamento, visando a uma ação direta e concreta em ensinar de forma racional e prevista.
  • d)
    a preocupação unicamente com essa demanda de ensino, tentando avançar, mesmo deixando de sanar as deficiências da graduação inicial.
  • e)
    a discussão das dificuldades do processo ensino-aprendizagem e a reflexão contínua de meios para se construir a melhor prática de ensino.

79982 FCM (2016) - IF Sudeste - MG - Técnico em Assuntos Educacionais / Pedagogia

A escola inclusiva é aquela que

I- atua em coletividade, prezando o indivíduo, reconhecendo sua identidade e subjetividade.

II- está preparada para receber os alunos, tendo a garantia da acessibilidade física, metodológica, comunicacional e tecnoló- gica.

III-tem o poder de acabar com as mazelas sociais, com a produ- ção das desigualdades sociais.

IV-defende a inserção de alunos com deficiência com comprometimentos mais severos para o ato de socialização.

São corretas as afirmativas

  • a)
    I e II.
  • b)
    I e III.
  • c)
    II e III.
  • d)
    III e IV.
  • e)
    I, II, III e IV

88864 FCM (2016) - IF Sudeste - MG - Técnico em Assuntos Educacionais / Pedagogia

O Técnico em Assuntos Educacionais precisa ter tato pedagógico. Isso significa que deva

  • a)
    cuidar de sua formação, estudando novas didáticas e teorias que embasam a prática docente.
  • b)
    saber o seu lugar, usando da autoridade sempre que for necessário diante do corpo de professores.
  • c)
    estar à frente do grupo em relação às demandas educativas, controlando, o tempo todo, o trabalho pedagógico.
  • d)
    ser a principal referência em relação ao pedagógico da escola, imprimindo sua concepção educacional sobre a mesma.
  • e)
    ser capaz de ouvir, comunicar e se relacionar, visando a estabelecer uma relação de confiança e respeito com a equipe.