25 resultados encontrados para . (0.011 segundos)

52057 FCC (2017) - POLITEC-AP - Perito Médico Legista - Psiquiátrica / Medicina Legal

As pessoas que forem consideradas inimputáveis, segundo a legislação vigente, serão colocadas em medida de segurança, que consiste em

  • a)
    internação em hospital penitenciário por no mínimo três meses.
  • b)
    internação ou tratamento ambulatorial com prazo mínimo de um a três anos.
  • c)
    internação em comunidades terapêuticas em crimes com pena de reclusão.
  • d)
    sujeição a tratamento ambulatorial em qualquer tipo de crime.
  • e)
    sujeição a tratamento psiquiátrico em hospital privado.

52068 FCC (2017) - POLITEC-AP - Perito Médico Legista - Psiquiátrica / Medicina Legal

O atestado médico é a afirmação simples e por escrito de um fato médico e suas consequências. O atestado médico

  • a)
    é considerado parte do ato médico, sendo seu fornecimento um direito do paciente e que eleva o honorário do médico.
  • b)
    é feito por solicitação e o médico não precisa anotar no prontuário que forneceu o atestado.
  • c)
    falso é crime previsto no Código Penal brasileiro, no artigo 302.
  • d)
    para fins de perícia médica não deve conter o diagnóstico, pois ele será realizado pelo médico perito.
  • e)
    é fornecido sem necessidade de averiguação da identidade de quem o solicita.

52069 FCC (2017) - POLITEC-AP - Perito Médico Legista - Psiquiátrica / Medicina Legal

De acordo com o Código Penal brasileiro, artigo 123, infanticídio é matar, sob influência do estado puerperal, o próprio filho, durante o parto ou logo após. Nesse tipo de crime, haverá a perícia psiquiátrica da mulher. Nesse contexto,

  • a)
    a perícia psiquiátrica é relativamente simples, tendo em vista que o estado puerperal é um transtorno permanente que ocorre devido ao nascimento da criança, geralmente em gestações desejadas.
  • b)
    a avaliação psiquiátrica realizada alguns dias, meses ou anos após o fato não atrapalha a conclusão do Perito Médico Legista.
  • c)
    o estado puerperal é facilmente diferenciado de outras perturbações mentais, tais como um surto psicótico.
  • d)
    o puerpério é facilmente conceituado obstetricamente, sendo considerado o período desde o início da gestação até a expulsão da placenta.
  • e)
    o estado puerperal tem influência das dores do trabalho de parto, do esforço para a expulsão do concepto e da perda sanguínea durante o parto, segundo a teoria fisiopsíquica.

52073 FCC (2017) - POLITEC-AP - Perito Médico Legista - Psiquiátrica / Medicina Legal

A Classificação Internacional das Doenças − CID 10ª revisão prevê em seu capítulo V as doenças mentais e comportamentais, que são codificadas inicialmente pela letra F. Em relação às diretrizes diagnósticas da CID-10

  • a)
    os transtornos mentais orgânicos foram agrupados por terem etiologia demonstrável em lesões orgânicas em sistemas diferentes do sistema nervoso, com comprometimento da função psíquica.
  • b)
    os transtornos mentais e do comportamento decorrentes do uso de substâncias psicoativas, apesar de terem gravidades diversas, foram agrupados por serem atribuídos ao uso de uma ou mais substâncias.
  • c)
    as esquizofrenias, classificadas como F20, foram agrupadas juntamente com os transtornos esquizotípicos (F21) e os transtornos delirantes, sendo os transtornos esquizotípicos os mais importantes deste grupo.
  • d)
    as síndromes comportamentais são condições de comportamentos enraizados, inflexíveis, desviantes do comportamento do homem médio.
  • e)
    não há uma categoria específica para classificar os transtornos com início na infância e adolescência.

56715 FCC (2017) - POLITEC-AP - Perito Médico Legista - Psiquiátrica / Medicina Legal

O legislador utiliza, para a aplicação da imputabilidade, o critério biopsicológico. Para sua correta aplicação, deve se proceder à avaliação do nexo de

  • a)
    causalidade e da capacidade de entendimento e de determinação; e verificada a presença (ou não) do transtorno mental.
  • b)
    causalidade e da capacidade de entendimento e de determinação; e verificada a presença de doenças orgânicas.
  • c)
    causalidade com a doença e da capacidade de entendimento e de determinação; e verificada a presença (ou não) do delito.
  • d)
    causalidade com os influenciadores e da capacidade de entendimento e de determinação; e verificada a presença (ou não) de influenciadores para a ocorrência do delito.
  • e)
    causalidade e da capacidade de entendimento e de determinação; e verificada a ausência de transtorno mental e a presença de doença orgânica.

56716 FCC (2017) - POLITEC-AP - Perito Médico Legista - Psiquiátrica / Medicina Legal

O relatório médico-legal é a narração escrita e minuciosa da perícia médica, podendo ser do tipo auto ou laudo. Analise as assertivas abaixo em relação à estrutura do laudo.

I. O laudo médico-legal apresenta as seguintes partes: preâmbulo, quesitos, histórico, descrição, discussão, conclusão e resposta aos quesitos.

II. A descrição do laudo é a parte que contém o exame físico realizado durante a perícia, sendo considerada a parte mais importante do laudo.

III. A conclusão deve conter todos os itens expostos nos quesitos de maneira explícita, podendo ser grande e prolixa.

IV. A resposta aos quesitos deve ser telegráfica e pode trazer elementos não apresentados no item discussão.

Está correto o que se afirma em

  • a)
    I, II, III e IV.
  • b)
    I, apenas.
  • c)
    I e II, apenas.
  • d)
    II e III, apenas.
  • e)
    I e IV, apenas.

56720 FCC (2017) - POLITEC-AP - Perito Médico Legista - Psiquiátrica / Medicina Legal

Os transtornos da sexualidade são distúrbios do instinto sexual, fantasias ou comportamento recorrente e intenso que ocorrem de forma inabitual, também designados de parafilias. Em relação às parafilias, é correto afirmar:

  • a)
    Gerontofilia: atração sexual obsessiva de idosos por pessoas bem mais jovens.
  • b)
    Dolismo: perversão sexual em que há atração por ovelhas.
  • c)
    Coprolalia: perversão sexual em que há necessidade do contato físico com fezes humanas.
  • d)
    Riparofilia: perversão sexual em que há atração sexual por pessoas desasseadas, sujas, de baixa condição social e com pouca (ou nenhuma) higiene.
  • e)
    Necrofilia: perversão sexual em que há necessidade de relação sexual dentro de necrotérios.

56723 FCC (2017) - POLITEC-AP - Perito Médico Legista - Psiquiátrica / Medicina Legal

O diagnóstico é a parte mais importante da prática psiquiátrica. O processo diagnóstico em psiquiatria segue os princípios gerais das ciências médicas, porém com algumas particularidades, sendo que

  • a)
    o diagnóstico de um transtorno psiquiátrico é baseado predominantemente em achados de exames complementares.
  • b)
    os testes psicológicos e neuropsicológicos auxiliam muito pouco em relação aos diagnósticos diferenciais.
  • c)
    os exames complementares substituem a entrevista psiquiátrica bem colhida, com exame psíquico minucioso.
  • d)
    o diagnóstico psicopatológico é baseado em mecanismos etiológicos supostos pelo médico psiquiatra examinador.
  • e)
    não há sinais e/ou sintomas patognomônicos relacionados a um determinado transtorno mental.

60880 FCC (2017) - POLITEC-AP - Perito Médico Legista - Psiquiátrica / Medicina Legal

Em relação aos crimes passionais, é correto afirmar:

  • a)
    A passionalidade não tem relação com atividade cerebral de neurotransmissores.
  • b)
    O passional tem um amor genuíno, de doação.
  • c)
    A pessoa mata por sentimento de desprezo e recusa.
  • d)
    As fases da loucura passional são descritas como ciúme patológico e amor verdadeiro seguido de orgulho ferido.
  • e)
    Os criminosos passionais são organizados e cometem delitos planejados.

60909 FCC (2017) - POLITEC-AP - Perito Médico Legista - Psiquiátrica / Medicina Legal

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, toxicomania ou toxicofilia é um estado de intoxicação periódica ou crônica, nociva ao indivíduo ou à sociedade, produzida pelo repetido consumo de uma droga natural ou sintética. É correto afirmar:

  • a)
    Os tóxicos, ou drogas, são um grupo diminuto de substâncias sintéticas, que podem causar tolerância e crise de abstinência.
  • b)
    A tolerância se caracteriza pela necessidade de doses cada vez menores para alcançar o mesmo resultado.
  • c)
    A dependência é caracterizada por uma necessidade psicológica do uso da droga, sem interferências bioquímicas.
  • d)
    Crise de abstinência é caracterizada por síndrome com tremores, inquietação, irritabilidade, aumento do apetite e muito sono.
  • e)
    Os estados toxicofílicos são caracterizados por uma compulsão irresistível e incontrolável nos quais as pessoas continuam o uso da substância a qualquer custo.