Notice (8): Undefined variable: description_for_layout [APP/View/Layouts/default.ctp, line 16] - 42 questões grátis para resolução." /> Notice (8): Undefined variable: description_for_layout [APP/View/Layouts/default.ctp, line 34] - 42 questões gratuitas para resolução." />
42 resultados encontrados para . (0.014 segundos)

148277 FCC (2014) - MPE-PE - Analista Judiciário - Engenharia de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

Mostrar/Esconder texto associado

Considerando as disposições da NR 5, em relação ao processo eleitoral da próxima gestão da CIPA da empresa CLAREANDO

S.A., a contar de hoje,

  • a)

    a eleição deverá ser realizada em 60 dias.

  • b)

    o edital deverá ser publicado e divulgado em 50 dias.

  • c)

    o presidente e vice-presidente da CIPA deverão constituir a Comissão Eleitoral em 45 dias.

  • d)

    o empregador deverá convocar as eleições em 45 dias.

  • e)

    o presidente da CIPA deverá convocar as eleições em 30 dias.

148278 FCC (2014) - MPE-PE - Analista Judiciário - Engenharia de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

Cláudio trabalha como mensalista em uma empresa, contratado em regime CLT. Ele atua como motorista de um equipamento

de transporte, com força motriz própria. De acordo com a NR 11, a condição de operador de equipamento de transporte

motorizado exige que Cláudio seja habilitado e somente poderá dirigir se, durante o horário de trabalho, ele portar

  • a)

    documento de identidade e carteira de habilitação, com fotografia, em período de validade, além de estar apto em exame periódico para o exercício de sua função.

  • b)

    cartão de identificação em lugar visível, onde conste, obrigatoriamente, seu RG, nome e fotografia, com validade de dois anos, salvo imprevisto, sendo necessário que Cláudio passe por exame de saúde definido pelo médico coordenador do PCMSO para sua revalidação.

  • c)

    cartão de identificação em lugar visível, onde conste seu nome e fotografia, que tenha validade de um ano, salvo imprevisto, sendo exigido que Cláudio passe por exame de saúde completo para sua revalidação.

  • d)

    documento de autorização emitido pelo empregador, em lugar visível, com nome e fotografia, com validade de um ano, salvo imprevisto, e anuência do médico coordenador do PCMSO mediante a realização de exame de saúde para sua validação e revalidação.

  • e)

    documento de autorização emitido pelo empregador, em lugar visível, com nome e fotografia, com validade de dois anos, salvo imprevisto, e anuência do médico coordenador do PCMSO mediante a realização de exame de saúde para sua validação e revalidação.

148279 FCC (2014) - MPE-PE - Analista Judiciário - Engenharia de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

A responsabilidade de estabelecer, implementar e assegurar o cumprimento do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais

como atividade permanente da empresa ou instituição, constante na NR 9, é um dever

  • a)

    da pessoa física que presta serviços de natureza não eventual a empregador, sob a dependência deste e mediante salário.

  • b)

    do engenheiro de segurança do trabalho ou do médico do trabalho.

  • c)

    da empresa individual ou coletiva que admite, assalaria e dirige a prestação pessoal de serviços, assumindo os riscos da atividade econômica.

  • d)

    do estabelecimento ou conjunto de estabelecimentos, canteiros de obra, frentes de trabalho, locais de trabalho e outras, constituindo a organização de que se utiliza o empregador para atingir seus objetivos.

  • e)

    de cada uma das unidades da empresa, funcionando em lugares diferentes, tais como: fábrica, refinaria, usina, escritório, loja, oficina, depósito, laboratório.

148280 FCC (2014) - MPE-PE - Analista Judiciário - Engenharia de Segurança do Trabalho / Não classificada

A gamagrafia é amplamente utilizada na inspeção de soldas em materiais fundidos e forjados, por exemplo, em tubulações de petróleo, a fim de analisar descontinuidades como porosidades, vazios e inclusões que apresentam uma espessura variável em todas as direções e são facilmente detectados desde que não sejam muito pequenas em relação à espessura da peça. É destinada à inspeção de peças de aço com espessura de até 80 mm e utilizam fonte de Irídio 192; no caso de espessuras maiores, até 120 mm, a pastilha radioativa, ou fonte, é de cobalto 60. A radiação emitida,

  • a)
    possui 2 cargas positivas e perde energia para o meio muito rapidamente, alto poder de ionização.
  • b)
    possui carga positiva e perde energia para o meio rapidamente, alcance pequeno.
  • c)
    possui carga negativa e perde energia para o meio de forma muito lenta, grande alcance.
  • d)
    não possui carga e perde energia para o meio de forma muito lenta, grande alcance.
  • e)
    não possui carga e perde energia para o meio de forma muito rápida, grande alcance.

148281 FCC (2014) - MPE-PE - Analista Judiciário - Engenharia de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

Mostrar/Esconder texto associado

Esse acidente poderia ter sido evitado se respeitasse, pelo menos, os procedimentos de desenergização, conforme descritos

abaixo:

I.constatação da ausência de tensão.

II.proteção dos elementos energizados.

III.impedimento de reenergização.

IV.instalação da sinalização de impedimento de reenergização.

V.seccionamento.

VI.instalação de aterramento temporário.

De acordo com a NR 10, só serão consideradas desenergizadas as instalações elétricas liberadas para o trabalho, mediante os

procedimentos apropriados, obedecidas a sequência correta que, consta em

  • a)

    I, V, III, VI, II e IV.

  • b)

    V, III, I, VI, II e IV.

  • c)

    V, III, I, VI, IV e II.

  • d)

    II, V, III, IV, VI e I.

  • e)

    III, VI, I, V, IV e II.

148309 FCC (2014) - MPE-PE - Analista Judiciário - Engenharia de Segurança do Trabalho / Português

Mostrar/Esconder texto associado

No poema, reforça-se a ideia de que, por meio da obra de Suassuna, fica demonstrado que há um vigoroso caldo cultural no sertão nordestino. Tal ideia se encontra no verso que está em:

  • a)
    Tu, que conviveste o Sertão
  • b)
    que ensina que o deserto funda
  • c)
    vazio do que nele é cante
  • d)
    que habita caatingas sem mel
  • e)
    a quem só o vê retirante

148310 FCC (2014) - MPE-PE - Analista Judiciário - Engenharia de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

Mostrar/Esconder texto associado

Considerando a hierarquia para adoção das medidas de proteção coletiva disposta na NR 9, Júlio atuou

  • a)

    corretamente, pois os EPCs devem ser indicados prioritariamente sempre, independente da obediência de qualquer hierarquia nos seus processos de estudo, desenvolvimento e implantação.

  • b)

    corretamente, pois a redução dos níveis ou concentração dos agentes de risco no ambiente de trabalho é considerada a ação prioritária nesta situação.

  • c)

    erroneamente, pois as medidas prioritárias a serem adotadas, neste caso, correspondem àquelas que previnam a liberação ou disseminação dos agentes de risco nos ambientes de trabalho.

  • d)

    erroneamente, pois deveria priorizar a eliminação ou redução da utilização ou formação dos agentes prejudiciais à saúde.

  • e)

    corretamente, porém a adoção dos EPCs deve estar associada ao treinamento dos trabalhadores quanto aos procedimentos que assegurem a sua eficiência.

153881 FCC (2014) - MPE-PE - Analista Judiciário - Engenharia de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

Um cobrador de ônibus de transporte urbano da empresa MELEVA Ltda. era submetido a uma exposição de temperatura média de 32 °C no interior do veículo de transporte, em trabalho contínuo durante uma jornada de trabalho de 8 horas diárias, trabalhava sentado, com movimentos moderados de braços e pernas. A decisão da Turma reformou entendimento do Tribunal Regional do Trabalho que havia concedido o adicional ao trabalhador. O Tribunal Regional havia determinado o pagamento sob o entendimento de que a exposição do cobrador a uma temperatura média de 32 °C durante a sua jornada de trabalho estaria acima dos limites de tolerância previstos na NR 15 do Ministério do Trabalho e Emprego - MTE. A outra parte pediu revisão do que foi estatuído na sentença; trato este trabalho da aplicação da ação revisional também chamada de ação de modificação ao processo trabalhista. Embasado nos termos do Anexo 3 da NR 15 da Portaria no 3.214/78 do MTE, concluiu-se que o cobrador

  • a)
    não faz jus ao adicional de insalubridade por calor excessivo, pois não fica exposto a uma fonte radiante ou solar diretamente.
  • b)
    faz jus ao adicional de insalubridade, pois fica exposto ao calor acima dos limites de tolerância, porém não é permitido o trabalho, sem a adoção de medidas adequadas de controle.
  • c)
    só terá direito a insalubridade se a sua função estiver correlacionada com a lista de profissões da portaria do Ministério do Trabalho, logo não faz jus ao adicional de insalubridade.
  • d)
    faz jus ao adicional de insalubridade por estar exposto a um risco grave e iminente, pois com a temperatura de 32 °C é permitido o trabalho, com a adoção de medidas adequadas de controle.
  • e)
    não faz jus ao adicional de insalubridade, pois o regime de trabalho intermitente com períodos de descanso no próprio local de prestação de serviço, permite o trabalho contínuo.

153882 FCC (2014) - MPE-PE - Analista Judiciário - Engenharia de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

Mostrar/Esconder texto associado

A partir desse relato e com o entendimento do anexo 14 da NR 15 do Ministério do Trabalho e Emprego - MTE e em função do nexo causal, a função da ex-empregada se equipara a trabalho

  • a)
    que, quando em contato com seringas, aplica-se unicamente ao pessoal que tenha contato direto, bem como aos que manuseiam esses objetos de uso particular, não previamente esterilizados, listados como insalubre em grau médio.
  • b)
    de lixo urbano listada como insalubre em grau médio.
  • c)
    com material infectocontagiante, classificado como insalubre em grau mínimo.
  • d)
    em contato com sangue, sêmen, pelos e portadores de doenças infectocontagiosas, por exemplo: HIV e tuberculose, lista como insalubre em grau máximo.
  • e)
    de coleta de lixo, listada como insalubre em grau máximo.

158267 FCC (2014) - MPE-PE - Analista Judiciário - Engenharia de Segurança do Trabalho / Segurança e Saúde no Trabalho

Mostrar/Esconder texto associado

A empresa CLAREANDO S.A. compôs seu SESMT seguindo todas as disposições da NR 4, contratando para atuar em tempo

integral quatro técnicos de segurança do trabalho, um engenheiro de segurança do trabalho, um auxiliar de enfermagem do

trabalho e

  • a)

    quatro médicos do trabalho, sendo que cada um deles dedica 2 horas de trabalho diário, cujo somatório das horas diárias trabalhadas é igual a 8 horas.

  • b)

    três médicos do trabalho, sendo que cada um deles dedica 2 horas de trabalho diário, cujo somatório das horas diárias trabalhadas é igual a 6 horas.

  • c)

    seis médicos do trabalho, sendo que cada um deles dedica 1 hora de trabalho diário, cujo somatório das horas diárias trabalhadas é igual a 6 horas.

  • d)

    um médico do trabalho, que dedica 3 horas de trabalho diário.

  • e)

    dois médicos do trabalho, sendo que cada um deles dedica 3 horas de trabalho diário, cujo somatório das horas diárias trabalhadas é igual a 6 horas.