30 resultados encontrados para . (0.009 segundos)

149296 FCC (2014) - TRF - 4ª REGIÃO - Técnico Judiciário - Segurança e Transporte / Legislação de Trânsito

O esforço de prever a ocorrência de um acidente e o uso

de manobras que utilizam o veículo como um instrumento

de ataque, imobilizando o veículo agressor, fazem parte,

respectivamente,

  • a)

    das técnicas e conceitos de direção defensiva e dire- ção ofensiva, ambos exclusivos dos agentes policiais e de transporte de dignitários, através de treinamento específico.

  • b)

    do treinamento desenvolvido pela direção defensiva e direção evasiva, que deveriam ser de conhecimento de todos os motoristas como forma de minimizar os acidentes.

  • c)

    das técnicas e conceitos da direção defensiva e da direção ofensiva, podendo a primeira ser empregada por todos os motoristas, como forma de segurança e garantia da integridade física das pessoas expostas ao trânsito, e a segunda, somente, por aqueles com treinamento específico em situações extremas.

  • d)

    de direção ofensiva e direção defensiva, que só podem ser utilizados por agentes públicos com treinamento e credenciamento específico, como os policiais e os de segurança de autoridades.

  • e)

    dos conceitos e do estudo da direção defensiva e direção profissional, que podem ser empregados por qualquer motorista, desde que tenham treinamento especifico do órgão de trânsito oficial.

149297 FCC (2014) - TRF - 4ª REGIÃO - Técnico Judiciário - Segurança e Transporte / Teoria e Normas de Segurança

Um determinado Magistrado realiza seus deslocamentos

diários, de sua residência ao Fórum. Utiliza o mesmo itinerário,

percorrendo, aproximadamente, 35 (trinta e cinco)

quilômetros de rodovia e vias urbanas. Neste caso, está

submetido, a um nível de segurança

  • a)

    reduzido, uma vez que este deslocamento rotineiro não necessita de maiores providências quanto à segurança do magistrado.

  • b)

    normal, pois o deslocamento é rotineiro sendo possível estabelecer com maior facilidade um plano de contingência ou estabelecimento de itinerários alternativos.

  • c)

    elevado, devido ao grande deslocamento efetuado e pelos tipos de vias percorridos (urbana e rodovias).

  • d)

    normal, uma vez que durante este deslocamento o magistrado não terá contato com público, bem como o deslocamento rotineiro não depreende um planejamento de contingências.

  • e)

    elevado, uma vez que se efetua deslocamento rotineiro, com trajeto previamente estabelecido, sendo planejadas todas as ações necessárias de segurança.

149298 FCC (2014) - TRF - 4ª REGIÃO - Técnico Judiciário - Segurança e Transporte / Teoria e Normas de Segurança

Com relação a um atentado contra um dignitário:

  • a)

    Pode ocorrer como resultado do planejamento da ação de um psicopata agindo por impulso. O criminoso terá larga vantagem sobre a equipe de segurança.

  • b)

    Para ser considerado atentado, é necessário que a ação seja consequência de um planejamento prévio e com objetivos definidos.

  • c)

    Os resultados esperados por um criminoso, ao planejar um atentado, são irrelevantes para a seguran- ça de um dignitário.

  • d)

    Todo acidente que acometa um dignitário é considerado como um atentado, uma vez que, em algum momento, houve uma falha dos encarregados por sua segurança, que não observaram alguma ameaça ou deixaram de tomar alguma providência.

  • e)

    Para que um incidente seja considerado um atentado, é necessário que os objetivos finais do grupo ou do indivíduo que o planejou sejam plenamente alcançados.

149299 FCC (2014) - TRF - 4ª REGIÃO - Técnico Judiciário - Segurança e Transporte / Não classificada

As entidades governamentais e não governamentais de atendimento ao idoso serão fiscalizadas pelos conselhos do idoso, Ministério Público, Vigilância Sanitária e outros previstos em lei. As entidades governamentais que descumprirem as determinações do Estatuto do Idoso ficarão sujeitas, sem prejuízo da responsabilidade civil e criminal de seus dirigentes ou prepostos, dentre outras,

  • a)
    à proibição de atendimento a idosos a bem do interesse público.
  • b)
    à multa.
  • c)
    à suspensão parcial do repasse de verbas públicas.
  • d)
    à suspensão total do repasse de verbas públicas.
  • e)
    ao fechamento de unidade ou interdição de programa.

149300 FCC (2014) - TRF - 4ª REGIÃO - Técnico Judiciário - Segurança e Transporte / Não classificada

A segurança corporativa estratégica, através da elabora- ção de planejamentos integrados, promove o equilíbrio entre as ações de segurança previstas e os riscos e amea- ças contra as pessoas, o meio ambiente, a sociedade e a própria Instituição, objetivando estabelecer singular prote- ção à produção ou à prestação de serviços. Neste contexto, o nível de planejamento de segurança, que engloba o plano de treinamento de desenvolvimento de pessoal voltado para a operação de Circuito Fechado de Televisão − CFTV e de controle de acesso veicular, é o

  • a)
    institucional.
  • b)
    estratégico.
  • c)
    tático.
  • d)
    operacional.
  • e)
    departamental.

149301 FCC (2014) - TRF - 4ª REGIÃO - Técnico Judiciário - Segurança e Transporte / Legislação de Trânsito

Em uma situação hipotética, com o objetivo de buscar o Presidente

do Tribunal Regional Federal da 4ª

Região que, no

dia anterior, havia viajado para Santa Catarina, para visitas

institucionais ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina e à

seccional catarinense da Ordem dos Advogados do Brasil

para tratar de propostas de cooperação para uso do

processo eletrônico, o motorista do veículo oficial, durante o

deslocamento interestadual em uma rodovia, diante de um

extenso congestionamento, efetuou ultrapassagens em um

trecho com intersecções e, em seguida, optou por transitar

pelo acostamento da referida rodovia. Tais condutas

constituem-se, respectivamente, em infrações de trânsito

  • a)

    média e gravíssima.

  • b)

    gravíssima e gravíssima.

  • c)

    grave e grave.

  • d)

    média e grave.

  • e)

    grave e gravíssima.

154422 FCC (2014) - TRF - 4ª REGIÃO - Técnico Judiciário - Segurança e Transporte / Legislação de Trânsito

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro − CTB, são veículos que gozam de prioridade no trânsito, livre circulação e parada:

  • a)

    as ambulâncias, apenas, quando no atendimento de urgência, com os dispositivos sonoros e luminosos acionados, sendo que os demais veículos devem deixar livre a faixa da direita para a sua passagem.

  • b)

    os veículos oficiais que transportam autoridades públicas representantes de um dos poderes (legislativo, executivo e judiciário), quando em deslocamentocom as respectivas autoridades.

  • c)

    os veículos de polícia, sob qualquer circunstância, e os de caráter oficial, apenas, quando em urgência.

  • d)

    os veículos de socorro de incêndio e salvamento, os quais terão prioridade no trânsito, apenas, quando em prestação de serviço de urgência, com os dispositivos sonoros e luminosos acionados, sendo queos pedestres devem aguardar sua passagem na calçada para, somente após, atravessar a via.

  • e)

    os veículos oficiais de transporte de autoridades pú- blicas têm prioridade de trânsito em relação aos demais veículos, quando no efetivo transporte de autoridade, porém, não possuem a prerrogativa delivre circulação e parada como os veículos de polícia.

154423 FCC (2014) - TRF - 4ª REGIÃO - Técnico Judiciário - Segurança e Transporte / Não classificada

Quanto ao “planejamento de contingência” é correto afirmar:

  • a)
    É o estabelecimento do planejamento principal, onde é fundamental basear-se em um cronograma com base nos acontecimentos esperados não levando em conta riscos, tampouco ameaças, que ficam a cargo de outra modalidade de planejamento.
  • b)
    A identificação de estratégias alternativas, caso algum item do planejamento principal não ocorra conforme o esperado, é estabelecida através de análise e, via de regra, não se liga a um cronograma. Levam-se em conta, inclusive, as perdas caso alguma ameaça se concretize.
  • c)
    É a identificação de estratégias alternativas, caso alguma ameaça se concretize e os acontecimentos ocorram conforme o esperado. É fundamental estabelecer um cronograma para as contingências, sob pena de se perder o controle das providências adotadas em situação de crise.
  • d)
    É o estudo do cenário de forma a garantir que os objetivos estabelecidos ocorram conforme o esperado. Neste planejamento, levam-se em conta os riscos e as ameaças, não se considerando possíveis perdas uma vez que as contingências plenamente atendidas anulam ocorrências inesperadas.
  • e)
    É o estabelecimento de estratégia principal, visando atender a programação inicial, sendo as possíveis perdas tratadas na fase de controle, não sendo mais possível restabelecer as atividades caso ocorra um sinistro.

154424 FCC (2014) - TRF - 4ª REGIÃO - Técnico Judiciário - Segurança e Transporte / Legislação Federal

O Estatuto do Idoso sistematizou conjunto de regras que

veio garantir, na especificidade, os direitos fundamentais

da pessoa idosa, principalmente no que se refere às suas

condições de saúde, dignidade e bem-estar. No tocante

ao acesso à Justiça, é INCORRETO afirmar que

  • a)

    a prioridade na tramitação de processos também se estende ao atendimento preferencial junto à Defensoria Pública em relação aos serviços de assistência judiciária.

  • b)

    o poder público poderá criar varas especializadas e exclusivas do idoso.

  • c)

    será garantido ao idoso, para o atendimento prioritário, o fácil acesso aos assentos e caixas, identificados com a destinação a idosos em local visível e caracteres legíveis.

  • d)

    a prioridade na tramitação de processos e procedimentos, e na execução dos atos e diligências judiciais em que figure pessoa com idade igual ou superior a sessenta anos, em qualquer instância, cessará com morte do beneficiado, estendendo-se em favor do cônjuge supérstite, maior de cinquenta anos.

  • e)

    o interessado na obtenção da prioridade na tramita- ção de processos e procedimentos, fazendo prova de sua idade, requererá o benefício à autoridade judiciária competente para decidir o feito.

154425 FCC (2014) - TRF - 4ª REGIÃO - Técnico Judiciário - Segurança e Transporte / Não classificada

O advento da informática e da globalização transformou o domínio do conhecimento, em seu sentido mais amplo, no diferencial que distingue as nações e instituições mais desenvolvidas das demais. O estabelecimento de procedimentos operacionais apropriados para proteção de documentos, mídias magnéticas de computadores, dados de entrada e saída de documentação dos sistemas contra divulgação não autorizada, modificação, remoção e destruição, objetivam salvaguardar os dados e informações nele contidos. No caso do manuseio de mídias, tratamento das informações e segurança da documentação dos sistemas, DESCARACTERIZA-SE como procedimento correto de segurança:

  • a)
    a identificação dos meios magnéticos que contenham apenas informações sensíveis para instituição.
  • b)
    o armazenamento de forma segura em um ambiente protegido, de acordo com as especificações do fabricante.
  • c)
    a análise crítica das listas de distribuição e das listas de destinatários autorizados em intervalos regulares.
  • d)
    o descarte de mídias que contenham informações sensíveis devem ser por meio de incineração e trituração, ou da remoção dos dados.
  • e)
    a adoção de procedimentos para identificar e registrar os itens que requerem descarte seguro.