285 resultados encontrados para . (0.009 segundos)

144173 FCC (2014) - TCE-RS - Auditor Público Externo / Não classificada

Os Conselheiros dos Tribunais de Contas Estaduais e os Ministros do Tribunal de Contas da União têm, respectivamente, as mesmas garantias, prerrogativas, impedimentos, vencimentos e vantagens dos

  • a)
    Desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado e dos Ministros do Superior Tribunal de Justiça.
  • b)
    Desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado e dos Ministros do Supremo Tribunal Federal.
  • c)
    Ministros do Superior Tribunal de Justiça e dos Ministros do Supremo Tribunal Federal.
  • d)
    Ministros do Superior Tribunal de Justiça e do Presidente do Conselho Nacional dos Tribunais de Contas.
  • e)
    Ministros do Superior Tribunal de Justiça e dos Ministros do Superior Tribunal de Justiça.

144200 FCC (2014) - TCE-RS - Auditor Público Externo / Não classificada

Uma das formas do procurador da parte interessada intervir no processo do TCE-RS é mediante solicitação de sustentação oral perante o Tribunal Pleno ou as Câmaras. Uma vez concedida, o uso da palavra poderá ser feito pelo prazo de

  • a)
    15 minutos.
  • b)
    20 minutos.
  • c)
    5 minutos.
  • d)
    10 minutos.
  • e)
    30 minutos.

144211 FCC (2014) - TCE-RS - Auditor Público Externo / Regimento Interno

O Regimento Interno do TCE-RS pode ser emendado

mediante proposta de iniciativa

  • a)

    do Conselheiro.

  • b)

    do Ministério Público de Contas.

  • c)

    de Auditor Substituto de Conselheiro.

  • d)

    do corpo técnico.

  • e)

    do Diretor da Escola de Contas.

144213 FCC (2014) - TCE-RS - Auditor Público Externo / Auditoria Governamental

Os manuais, de uma maneira geral, definem auditoria como um exame analítico e pericial das operações contábeis, desde o início até o balanço. Nos termos da NBC TA 200, o objetivo da auditoria é

  • a)
    controlar os procedimentos contábeis para evitar que informações de interesse da instituição auditada sejam divulgados.
  • b)
    aumentar o grau de confiança das demonstrações contábeis por parte dos usuários.
  • c)
    estabelecer metodologia para ação integrada de todos os setores da instituição auditada.
  • d)
    apurar e consolidar irregularidades contábeis em relatório para subsidiar eventual investigação de ilícitos administrativos e penais.
  • e)
    levantar informações suficientes e adequadas que permitam comparar as metas fixadas com os resultados alcançados.

144218 FCC (2014) - TCE-RS - Auditor Público Externo / Direito Administrativo

Os princípios que regem a Administração pública

  • a)

    são aqueles que constam expressamente do texto legal, não se reconhecendo princípios implícitos, aplicando-se tanto à Administração direta quanto à indireta.

  • b)

    podem ser expressos ou implícitos, os primeiros aplicando-se prioritariamente em relação aos segundos, ambos se dirigindo apenas à Administração direta.

  • c)

    são prevalentes em relação às leis que regem a Administração pública, em razão de seu conteúdoser mais relevante.

  • d)

    dirigem-se indistintamente à Administração direta e às autarquias, aplicando-se seja quando forem expressos, seja quando implícitos.

  • e)

    aplicam-se à Administração direta, indireta e aos contratados em regular licitação, seja quando forem expressos, seja quando implícitos.

148995 FCC (2014) - TCE-RS - Auditor Público Externo / Não classificada

A Empresa XYZ Ltda. adquiriu um pedaço de terra que contém um recurso natural a ser extraído. Por exigência legal, no final do período de extração do recurso natural, a empresa deverá restaurar o local para adequá–lo à condição de uso recreativo para a população. Levantamentos geológicos estimam que as reservas recuperáveis serão de 5.000.000 toneladas e que a propriedade terá um valor de R$ 1.000.000,00 após a restauração. Seguem as informações de custo relevante para o contrato:

– Custo de aquisição: R$ 9.000.000,00

– Valor presente dos custos estimados de restauração: R$ 1.500.000,00

Sabendo–se que a empresa não mantém estoques de material extraído, a despesa de exaustão a ser contabilizada, por tonelada desse material, será, em reais,

  • a)
    1,50
  • b)
    2,10
  • c)
    1,90
  • d)
    1,80
  • e)
    1,60

148996 FCC (2014) - TCE-RS - Auditor Público Externo / Não classificada

Mostrar/Esconder texto associado

O fluxo de caixa decorrente das Atividades Operacionais apurado no primeiro semestre de 2014 foi, em reais,

  • a)
    85.000,00 negativo.
  • b)
    67.000,00 positivo.
  • c)
    105.000,00 negativo.
  • d)
    90.000,00 negativo.
  • e)
    110.000,00 negativo.

148997 FCC (2014) - TCE-RS - Auditor Público Externo / Não classificada

Em abril de 2014, a Cia. Revisão verificou que o valor da despesa com Provisões, reconhecidas em 2013 e decorrentes de seus processos tributários, foi calculado considerando informações incorretas do departamento jurídico. Considerando que a diferença entre os valores (calculado e o que deveria ter sido calculado) é material, a Cia. Revisão

  • a)
    precisa apenas ajustar suas demonstrações contábeis de 2013 para fins de comparação com as de 2014.
  • b)
    não precisa fazer nenhum ajuste nas demonstrações contábeis nem divulgar tal fato, considerando que é apenas um erro.
  • c)
    precisa apenas divulgar o erro nas demonstrações contábeis de 2014.
  • d)
    precisa divulgar o erro em 2014 e corrigir suas demonstrações contábeis de forma prospectiva.
  • e)
    precisa divulgar o erro em 2014 e corrigir suas demonstrações contábeis de forma retrospectiva.

148998 FCC (2014) - TCE-RS - Auditor Público Externo / Não classificada

A Cia. Colombiana S.A. incorreu, em 30/06/2014, em gastos relacionados com as seguintes transações: I. Aquisição de 80% das ações da Cia. Argentina com o objetivo de diversificar sua atividade econômica.

II. Pagamento de um processo tributário que não estava provisionado no Balanço Patrimonial da Cia. Colombiana S.A.

III. Contratação e pagamento de uma apólice de seguro contra roubo com vigência de 12 meses.

IV. Aquisição de uma máquina especial para ser usada no processo produtivo.

Os gastos incorridos pela Cia. Colombiana S.A. nas transações I, II, III e IV foram reconhecidos, respectivamente, como

  • a)
    Aplicação Financeira, Despesa, Despesa paga Antecipadamente e Intangível.
  • b)
    Investimentos, Despesa paga Antecipadamente, Despesa e Intangível.
  • c)
    Investimentos, Despesa, Despesa paga Antecipadamente e Imobilizado.
  • d)
    Aplicação Financeira, redução de Passivo, Despesa e Imobilizado.
  • e)
    Investimentos, redução de Passivo, Despesa paga Antecipadamente e Imobilizado.

148999 FCC (2014) - TCE-RS - Auditor Público Externo / Administração Financeira e Orçamentária

De acordo com a sua cronologia, as etapas das despesas públicas acontecem na seguinte ordem:

  • a)

    empenhamento, pagamento e liquidação.

  • b)

    empenhamento, lançamento, pagamento e liquidação.

  • c)

    lançamento, liquidação, empenhamento e pagamento.

  • d)

    empenhamento, liquidação e pagamento.

  • e)

    liquidação, empenhamento, lançamento e pagamento.