14 resultados encontrados para . (0.011 segundos)

143913 FCC (2014) - SABESP - Técnico de Sistemas de Saneamento - Química / Química

Mostrar/Esconder texto associado

As vidrarias que permitem completar o volume de solução desejado com o solvente, no preparo de soluções de concentrações determinadas, são APENAS as

  • a)
    I e II.
  • b)
    III e IV.
  • c)
    IV e V.
  • d)
    I, II e III.
  • e)
    III, IV e V.

143914 FCC (2014) - SABESP - Técnico de Sistemas de Saneamento - Química / Química

O tratamento biológico por lodos ativados apresenta inúmeras etapas. Abaixo, a tabela informa algumas etapas do tratamento,

porém estão representadas fora da ordem de ocorrência.

A ordem correta dos processos deve ser:

  • a)
    III, II, I, V, IV.
  • b)
    II, IV, III, I, V.
  • c)
    V, III, IV, II, I.
  • d)
    I, V, II, IV, III.
  • e)
    IV, I, V, III, II.

143915 FCC (2014) - SABESP - Técnico de Sistemas de Saneamento - Química / Química

Relacione as colunas:

Está correta a relação apresentada em

  • a)

  • b)

  • c)

  • d)



  • e)

143916 FCC (2014) - SABESP - Técnico de Sistemas de Saneamento - Química / Química

A participação ativa e o envolvimento dos trabalhadores nas ações preventivas é fator fundamental para garantir a segurança em todos os segmentos das empresas. A Norma Regulamentadora no 5 do MTE corrobora com esta afirmação porque define como uma das atribuições

  • a)
    da CIPA, a elaboração dos Mapas de Riscos, com a participação do maior número de trabalhadores.
  • b)
    do SESMT, a elaboração dos Mapas de Riscos, com a participação do maior número de trabalhadores.
  • c)
    do PCMAT, a elaboração dos Mapas de Riscos, com a participação do maior número de trabalhadores.
  • d)
    da Brigada de Incêndios, a execução do Plano de Abandono por meio de treinamento específico, com a participação do maior número de trabalhadores.
  • e)
    do PPRA, a elaboração do relatório deste programa, com a participação do maior número de trabalhadores.

161970 FCC (2014) - SABESP - Técnico de Sistemas de Saneamento - Química / Informática

Mostrar/Esconder texto associado

Algumas palavras encontradas na planilha como “Item”, “Descrição” e “Subtotal” ocupam o espaço visual de mais de uma linha ou coluna. Por exemplo, a palavra “Subtotal” está em uma célula cuja largura ocupa as colunas A, B, C, D, E, F e G. Já a palavra “Descrição” está em uma célula cuja altura ocupa as linhas 1 e 2. Para se conseguir esse resultado, foi utilizada a ferramenta

  • a)
    Agrupar Células, disponível no grupo Fonte da guia Página Inicial.
  • b)
    Mesclar e Centralizar, disponível no grupo Alinhamento da guia Página Inicial.
  • c)
    Consolidar, disponível no grupo Células da guia Dados.
  • d)
    Agrupar Células, disponível no grupo Alinhamento da guia Página Inicial.
  • e)
    Consolidar Agrupamento, do grupo Ferramenta de Dados da guia Dados.

172201 FCC (2014) - SABESP - Técnico de Sistemas de Saneamento - Química / Informática

Mostrar/Esconder texto associado

Na célula H3 foi digitada uma fórmula para multiplicar o valor contido na célula E3 pelo valor contido na célula F3. Em seguida, o conteúdo da célula H3 foi arrastado para as células H4 e H5 obtendo-se os resultados visualizados na planilha. A fórmula presente na célula H3 é

  • a)
    =100*122,38
  • b)
    =E3xF3
  • c)
    =E3*F3
  • d)
    E3^F3
  • e)
    E3*F3

172202 FCC (2014) - SABESP - Técnico de Sistemas de Saneamento - Química / Química

A diferença entre a pipeta volumétrica e uma graduada é que somente a primeira é usada para

  • a)
    transferir um volume fixo de líquido.
  • b)
    medir a massa de sólidos.
  • c)
    titular soluções.
  • d)
    triturar sólidos.
  • e)
    medir volumes variáveis de líquido.

172203 FCC (2014) - SABESP - Técnico de Sistemas de Saneamento - Química / Química

A Portaria nº 2.914, de 12 de dezembro de 2011 estabelece os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água

para consumo humano e seu padrão de potabilidade. Em seus artigos menciona que a água fornecida deve conter um teor de

cloro residual livre de 0,5 mg/L, sendo, no mínimo, 0,2 mg/L de cloro residual livre na extensão do sistema de distribuição

(reservatório e rede). O valor máximo em qualquer ponto da rede de abastecimento deve ser de 2 mg/L. Abaixo, tem-se uma tabela

dos resultados da análise de cloro residual na água tratada de três cidades (A, B, C) em dois diferentes pontos − estação de

tratamento (Ponto I) e reservatório (Ponto II).



Considerando os resultados da tabela, é correto afirmar:

  • a)
    Os valores apresentados nos pontos I e II da cidade B mostram valores de cloro residual em desacordo com a Portaria, pois traz riscos à integridade do sistema de tubulação de água que se danifica com o cloro.
  • b)
    A cidade A apresenta resultado de análise compatível aos padrões estabelecidos na Portaria e a concentração mínima de cloro garante a inibição de patógenos em todo o percurso da água até às residências.
  • c)
    A cidade C apresenta os pontos I e II com teores de cloro residual em desacordo com a Portaria, embora não seja necessária intervenção, pois o cloro adicionado à água tem função de precaução.
  • d)
    O motivo para limitar o índice de cloro residual está relacionado ao custo desse composto, que eleva o valor da conta de água dos consumidores e traz problemas de saúde aos trabalhadores da estação de tratamento.
  • e)
    O valor expresso no ponto I da cidade B condena toda a água contida na estação e será necessário descartar a água tratada, já que o cloro em excesso não pode ser removido pela adição de compostos químicos.

172204 FCC (2014) - SABESP - Técnico de Sistemas de Saneamento - Química / Química

As lagoas de estabilização são classificadas em vários tipos, de acordo com suas características e parâmetros de projeto. A

tabela abaixo resume as condições de três tipos de lagoas diferentes.



As lagoas A, B e C, respectivamente, são do tipo

  • a)
    maturação, anaeróbica e aeróbica.
  • b)
    facultativa, maturação e aerada facultativa.
  • c)
    anaeróbica, facultativa e maturação.
  • d)
    aerada facultativa, aeróbica e facultativa.
  • e)
    acidificada, luminosa e desinfectante.

172205 FCC (2014) - SABESP - Técnico de Sistemas de Saneamento - Química / Química

A potência de um motor de 2 CV é, aproximadamente, equivalente a

  • a)
    1,5 kW.
  • b)
    1,5 W.
  • c)
    750 W.
  • d)
    350 kW.
  • e)
    3,5 kW.