30 resultados encontrados para . (0.008 segundos)

143967 FCC (2014) - SABESP - Biólogo / Informática

Considere a planilha abaixo, criada utilizando-se o

Microsoft Excel 2010, em português.

aritmética das notas maiores ou iguais a 5, ou seja, contidas

nas células A3, A5 e A6. O valor resultante foi 7,17. A fórmula

digitada na célula A8 foi

  • a)
    =MÉDIASE(A2:A7;>=5)
  • b)
    =MÉDIA(A3:A5:A6)
  • c)
    =MÉDIA(A3;A5;A6)
  • d)
    =MED(A2:A7;>=5)
  • e)
    =MED(A3;A5;A6)

143968 FCC (2014) - SABESP - Biólogo / Biologia

O nitrogênio pode ser encontrado nas águas na forma de nitrogênio orgânico, amoniacal, nitrito e nitrato. Abaixo estão representadas

as principais relações entre a matéria orgânica disponível à decomposição e o ciclo do nitrogênio.

Entrada de dejetos (matéria orgânica) → Nitrogênio amoniacal → Nitrito → Nitrato

Em uma amostra de água de um dado ponto em um rio foram encontrados os seguintes resultados, com predominância das formas

reduzidas de nitrogênio:

Nitrogênio amoniacal = 10 mg/L

Nitritos = 7 mg/L

Nitratos = 4 mg/L

A partir destes resultados, é correto afirmar que o foco poluidor, como entrada de dejetos, encontra-se:

  • a)

    distante do ponto amostrado, conforme indicado por todas as frações de nitrogênio.

  • b)
    próximo do ponto amostrado, conforme indicado pelo nitrogênio amoniacal e nitrito.
  • c)
    ausente, conforme indicado pelos teores normais de todas as frações de nitrogênio.
  • d)
    muito distante do ponto amostrado, conforme indicado pelo nitrogênio amoniacal.
  • e)
    incerto, pois somente com estes dados não há como se inferir sobre focos de poluição.

143969 FCC (2014) - SABESP - Biólogo / Biologia

A identificação de micro-organismos patogênicos na água é, em geral, demorada, complexa e onerosa. Assim, recorre-se à identificação de organismos que indicam a contaminação da coleção hídrica por matéria orgânica de origem fecal, e, portanto, indicam um risco potencial da presença de organismos patogênicos. Com relação ao emprego de coliformes totais, coliformes termotolerantes e Escherichia coli na avaliação da qualidade da água in natura para consumo humano, atualmente considera-se como indicador mais preciso,

  • a)
    a Escherichia coli, pois mesmo em mananciais bem preservados, indicaria, no mínimo, a contaminação de origem de animais silvestres, que podem ser reservatórios de agentes patogênicos ao ser humano.
  • b)
    os coliformes termotolerantes, pois incluem bactérias exclusivamente de origem fecal, mesmo em países de clima tropical, que têm alta prevalência destes organismos.
  • c)
    os coliformes totais, por incluir todo tipo de bactéria e, dentre estas, também as de origem fecal, além de guardar uma relação próxima com E. coli e ter técnicas laboratoriais simples.
  • d)
    a Escherichia coli, pois está presente no intestino humano e em todos os animais, sendo eliminadas nas fezes em números elevados.
  • e)
    os coliformes totais e termotolerantes, pois o seu uso conjunto tem 100% de chance de identificar agentes patogênicos, exclusivamente, provenientes de matéria fecal.

143970 FCC (2014) - SABESP - Biólogo / Biologia

No setor urbano, o reúso de efluentes pode ser muito amplo. Os esgotos tratados podem ser utilizados tanto para fins potáveis, quanto para não potáveis. Para o reúso urbano para fins potáveis, deve-se

  • a)
    evitar sistemas de reúso direto, ou seja, a conexão de uma estação de tratamento de esgotos a uma estação de tratamento de água deve ser imediatamente liberada para o sistema de distribuição.
  • b)
    utilizar sempre sistemas de reúso direto, ou seja, a conexão de uma estação de tratamento de esgotos a uma estação de tratamento de água deve ser imediatamente liberada para o sistema de distribuição.
  • c)
    realizar o máximo aproveitamento dos efluentes, incluindo tanto os esgotos de origem doméstica, como os de origem industrial.
  • d)
    usar, preferencialmente, o esgoto de origem industrial, por ser mais seguro pela baixa presença de organismos patogênicos.
  • e)
    usar, preferencialmente, o esgoto de origem industrial, por ser mais seguro pela baixa presença de compostos orgânicos sintéticos.

143971 FCC (2014) - SABESP - Biólogo / Biologia

São consideradas como situações que podem causar degradação das áreas de mananciais de abastecimento público:

  • a)
    falta de infraestrutura de saneamento; remoção da cobertura vegetal; erosão e assoreamento de rios e córregos; e atividades industriais que se desenvolvem descumprindo a legislação ambiental.
  • b)
    falta de infraestrutura de saneamento; inserção da cobertura vegetal nativa; erosão e assoreamento de rios e córregos; e atividades industriais que se desenvolvem descumprindo a legislação ambiental.
  • c)
    falta de infraestrutura de saneamento; remoção da cobertura vegetal; erosão e assoreamento de rios e córregos; e atividades industriais que se desenvolvem em concordância com a legislação ambiental.
  • d)
    tratamento terciário de esgoto; degradação da cobertura vegetal; controle de erosão e assoreamento de rios e córregos; e atividades industriais não licenciadas de acordo com a legislação ambiental.
  • e)
    tratamento convencional da água em estações de tratamento de água; reflorestamento com espécies nativas; erosão e assoreamento de rios e córregos; e atividades industriais que se desenvolvem em concordância com a legislação ambiental.

143972 FCC (2014) - SABESP - Biólogo / Biologia

De acordo com a Lei nº 9.433/97, compete ao Conselho Nacional de Recursos Hídricos,

  • a)
    propor ao Conselho Nacional e aos Conselhos Estaduais de Recursos Hídricos as acumulações e derivações, para efeito de isenção da obrigatoriedade de outorga de direitos de uso de recursos hídricos.
  • b)
    promover o debate das questões relacionadas a recursos hídricos e articular a atuação das entidades intervenientes.
  • c)
    arbitrar, em primeira instância administrativa, os conflitos relacionados aos recursos hídricos.
  • d)
    apreciar o Relatório de Segurança de Barragens, fazendo, se necessário, recomendações para melhoria da segurança das obras, bem como encaminhá-lo ao Congresso Nacional.
  • e)
    estabelecer critérios e promover o rateio de custo das obras de uso múltiplo, de interesse comum ou coletivo.

161889 FCC (2014) - SABESP - Biólogo / Português

Sem prejuízo para a correção e a lógica, uma vírgula poderia ser colocada imediatamente depois de I.mostra, na frase Um estudo publicado recentemente mostra que a civilização maia... (1º parágrafo) II.abandonada, na frase No final do século IX a área foi abandonada e os motivos que levaram ao seu colapso ainda são questionados e debatidos pelos pesquisadores. (5o parágrafo) III.Scarbourough, na frase Para Scarborough é muito difícil dizer o que de fato aconteceu. (5o parágrafo) Está correto o que consta APENAS em

  • a)
    I.
  • b)
    II e III.
  • c)
    I e III.
  • d)
    II.
  • e)
    III.

161890 FCC (2014) - SABESP - Biólogo / Informática

Considere a planilha a seguir, que foi retirada do Manual do

Usuário SABESP e digitada utilizando-se o Microsoft Excel

2010, em português.

Foi possível definir em um único local (janela) as configurações

dos valores desta planilha, como, por exemplo, o

formato dos números, as configurações das bordas, o alinhamento

dos textos e a cor de fundo. Para acessar esse

local, selecionou-se a parte onde se desejava aplicar a formatação,

e clicou-se

  • a)
    na guia Dados e na opção Formatar Células.
  • b)
    com o botão direito do mouse sobre a área selecionada e, em seguida, na opção Formatar Células.
  • c)
    na guia Página Inicial e na opção Formatação Condicional.
  • d)
    com o botão direito do mouse sobre a área selecionada e na opção Configurações.
  • e)
    na guia Ferramentas e na opção Configurar Células.

161891 FCC (2014) - SABESP - Biólogo / Biologia

Considere um ambiente impactado, onde estão ocorrendo os estágios iniciais da sucessão ecológica, e a tabela a seguir:

A representasção do( s) organismo( s) com maior alcance de forrageamento e sua classificação, de acordo com as estratégias de

sobrevivência "r" e "k", está em:

  • a)

  • b)

  • c)



  • d)

  • e)

161892 FCC (2014) - SABESP - Biólogo / Biologia

Os recursos hídricos, poluídos por descargas de resíduos humanos e de animais, podem transportar grande variedade de patógenos e se tornar um veículo de transmissão direta ou indireta de doenças, seja através de ingestão ou de contato com a pele. Doença de veiculação hídrica, adquirida, predominantemente, por via oral:

  • a)
    Esquistossomose mansônica (Verme Plathyhelminthes, Schistosoma mansoni).
  • b)
    Hepatite B (Bactéria Salmonela paratyphi).
  • c)
    Ancilostomíase (Verme Nematoda, Ancylostoma duodenale).
  • d)
    Teníase (Verme Nematoda, Enterobius vermicularis).
  • e)
    Cólera (Bactéria Vibrio cholerae).