32 resultados encontrados para . (0.007 segundos)

211642 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Engenharia Civil / Engenharia Civil

Sobre o processo da tábua corrida (tábua estendida), considere as figuras abaixo.







Supondo que o mestre de obra na colocação do processo de tábua corrida tenha cometido o erro que aparece na Figura A, ou seja, ao redor da área a ser locada, acertou em todas as medidas, exceto na tábua dos fundos onde errou em 20 cm. Desta forma, o erro ex cometido na locação do eixo C-C (transversal) da Figura B, em metros, é

  • a)
    1,000
  • b)
    0,500
  • c)
    0,250
  • d)
    0,050
  • e)
    0,025

211643 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Engenharia Civil / Engenharia Civil

No projeto das instalações elétricas prediais de baixa tensão, deve-se prever um circuito independente para todo ponto de utilização destinado a alimentar qualquer equipamento com corrente nominal superior a

  • a)
    2 A.
  • b)
    4 A.
  • c)
    6 A.
  • d)
    8 A.
  • e)
    10 A.

211644 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Engenharia Civil / Engenharia Civil

A inscrição das cotas nos desenhos técnicos obedece a um conjunto de regras que visam facilitar a leitura e a interpretação do desenho. É considerada como uma das regras gerais relacionada com a inscrição de cotas nos desenhos que

  • a)
    as cotas indicadas devem estar concordantes com a escala utilizada no desenho.
  • b)
    os elementos devem ser cotados, preferencialmente, nas vistas que não aparecem em sua verdadeira forma ou grandeza, facilitando desta forma a leitura e compreensão da cota.
  • c)
    devem ser evitados, sempre que possível, cruzamentos de linhas de cota entre si ou com outro tipo de linhas, sobretudo linhas de chamada ou arestas.
  • d)
    as cotas devem ser localizadas preferencialmente dentro do contorno das peças.
  • e)
    cada elemento pode ser cotado mais de uma vez, o que dependerá do número de vistas da peça.

211645 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Engenharia Civil / Engenharia Civil

As instalações sanitárias dos canteiros de obra devem ser mantidas em perfeito estado de conservação e higiene e estar situadas em locais de fácil e seguro acesso, de modo que a distância máxima, em metros, a ser percorrida do posto de trabalho aos gabinetes sanitários, mictórios e lavatórios NÃO deve ser superior a

  • a)
    150
  • b)
    120
  • c)
    80
  • d)
    50
  • e)
    20

211646 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Engenharia Civil / Engenharia Civil

Para o revestimento de uma edificação será preparada uma argamassa com traço 1:3:6 (cimento:cal:areia) em massa de materiais secos.





Admitindo-se que a massa específica da argamassa fresca é 2 200 kg/m3, o traço em volume da argamassa é

  • a)
    1:3:7
  • b)
    1:4,8:4
  • c)
    1:0,625:1,75
  • d)
    2,2:1,375:3,85
  • e)
    0,36:0,23:0,63

211647 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Engenharia Civil / Engenharia Civil

Os mecanismos de instabilização de taludes dependem de inúmeros condicionantes. Para o entendimento dos processos de instabilização, os estudos de investigação devem basear-se na caracterização dos condicionantes litológicos, estruturais e geomorfológicos. A caracterização litológica visa identificar

  • a)
    as características geométricas da encosta e com isto definir formas, locais e regiões mais e menos estáveis.
  • b)
    condicionantes estruturais como, por exemplo, fraturas e xistosidades.
  • c)
    as curvas de nível da encosta.
  • d)
    a profundidade do lençol freático, caso ele exista.
  • e)
    os principais tipos de solos e rochas existentes na área em estudo.

211648 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Engenharia Civil / Engenharia Civil

Com relação às obras de estabilização de taludes e encostas, denomina-se Solo Grampeado a técnica de

  • a)
    reforço de maciço, que permite a contenção de taludes por meio de injeções de cimento e resinas químicas, estacas e microestacas de concreto.
  • b)
    melhoria de solos, que permite a contenção de taludes por meio da execução de protensão em tirantes, argamassa projetada e drenagem.
  • c)
    contenção ativa de solos, por meio da execução de tirantes protendidos, impermeabilização sol-cal-cimento e drenagem.
  • d)
    contenção ativa de solos, por meio da execução de chumbadores, impermeabilização asfáltica e drenagem.
  • e)
    melhoria de solos, que permite a contenção de taludes por meio da execução de chumbadores, concreto projetado e drenagem.

211649 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Engenharia Civil / Engenharia Civil

Certas falhas nas fases de execução e de utilização das estruturas de concreto armado podem comprometer a segurança e a durabilidade da edificação. Um dos mecanismos preponderantes de deterioração relativos ao concreto é à lixiviação que é a

  • a)
    despassivação por elevado teor de íon cloro.
  • b)
    reação deletéria superficial de certos agregados decorrentes de transformações de produtos ferruginosos presentes na sua constituição mineralógica.
  • c)
    expansão por ação das reações entre os álcalis do cimento e certos agregados reativos.
  • d)
    expansão por ação de águas e solos que estejam contaminados com sulfatos, dando origem a reações expansivas e deletérias com a pasta de cimento hidratado.
  • e)
    ação de águas puras, carbônicas agressivas ou ácidas que dissolvem e carreiam os compostos hidratados da pasta de cimento.

211650 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Engenharia Civil / Engenharia Civil

Para cumprir os requisitos básicos para laudos de avaliações de imóveis urbanos, o engenheiro deve aplicar alguns métodos para considerar o valor do bem imóvel. O método que identifica o valor de mercado do bem por meio de tratamento técnico dos atributos dos elementos comparáveis, constituintes da amostra, é o método

  • a)
    involutivo.
  • b)
    evolutivo.
  • c)
    da capitalização da renda.
  • d)
    comparativo direto de dados de mercado.
  • e)
    da renda.

217995 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Engenharia Civil / Engenharia Civil

Considere o levantamento planialtimétrico a seguir.







Sobre a possibilidade de avistar o ponto B, pode-se afirmar que

  • a)
    não será visto do ponto A.
  • b)
    será visto do ponto A.
  • c)
    apenas será visto do ponto C.
  • d)
    não será visto dos pontos A e C.
  • e)
    será visto do ponto A, desde que se rebaixe a cota ponto C em 1,50 m.