40 resultados encontrados para . (0.009 segundos)

211597 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Assistente Social / Serviço Social

Considerando o significado social da profissão na contemporaneidade, analise as assertivas abaixo.



I. O Serviço Social tem um papel a cumprir dentro da ordem social e econômica na divisão sociotécnica do trabalho - na prestação de serviços à população.



II. O Assistente Social participa na reprodução tanto da força de trabalho, das relações sociais, quanto da ideologia dominante.



III. A profissão deve ser compreendida em si mesma, considerando os fatores internos que lhe são inerentes.



IV. A emergência da profissão se deve ao desenvolvimento das técnicas de “ajuda”, desenvolvimento esse necessário, em razão da questão social, pois havia toda uma preocupação humanística da sociedade frente à população menos favorecida.



Está correto o que se afirma APENAS em

  • a)
    I e IV.
  • b)
    II e III.
  • c)
    I, II e III.
  • d)
    I e II.
  • e)
    III e IV.

211598 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Assistente Social / Serviço Social

Frente à matriz positivista e ao Serviço Social, considere:



I. A matriz positivista caracteriza-se por sua apreensão manipuladora, instrumental e ontológica do ser social.



II. O método positivista trabalha com as relações aparentes dos fatos, evolui dentro do já contido e busca a regularidade, as abstrações e as relações invariáveis.



III. A matriz positivista, em sua orientação funcionalista, foi absorvida pelo Serviço Social, configurando para a profissão propostas de trabalho inovadoras e com um perfil emancipatório, voltado para o aperfeiçoamento dos instrumentos e técnicas para a intervenção.



Está correto o que se afirma APENAS em

  • a)
    II e III.
  • b)
    I e II.
  • c)
    III.
  • d)
    II.
  • e)
    I.

211599 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Assistente Social / Serviço Social

Toda a ação profissional, ou seja, a intervenção profissional numa dada realidade social tem uma dimensão projetada que confere uma direção social para a finalidade do trabalho. Essa dimensão é nomeada por

  • a)
    teleológica.
  • b)
    endogenista.
  • c)
    práxis.
  • d)
    investigativa.
  • e)
    fenomenológica.

211600 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Assistente Social / Serviço Social

A avaliação formal se dá dentro de um contexto profissional específico, onde os objetivos irão direcionar os critérios a serem adotados no desenvolvimento da ação. Nesse sentido, uma das principais características da avaliação é a

  • a)
    multidimensionalidade, já que a atividade avaliativa envolve um trabalho que se desdobra em diferentes campos de atuação e em múltiplos registros.
  • b)
    resolutividade, pois os objetivos para os quais ela se propõe e suas escolhas teórico-metodológicas têm que impactar com a realidade social.
  • c)
    objetividade, já que na implementação e na execução de um projeto há de se considerar fatores previamente determinados.
  • d)
    praticidade, no que se refere à realização de um determinado projeto social, na sua implementação, execução e resultados.
  • e)
    legitimidade, pois ela deve ser discutida e autorizada pelos atores envolvidos no processo.

211601 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Assistente Social / Serviço Social

O planejamento pode ser considerado como um processo de reflexão preparatório da ação, dependendo dele, em muitos casos, o sucesso de um programa ou projeto social. Nesse sentido, pode-se afirmar que o planejamento

  • a)
    é um instrumento de controle sobre a prática profissional.
  • b)
    está implícito em apenas algumas etapas das atividades a serem desenvolvidas pelos profissionais.
  • c)
    independe de qualquer relação com um método ou caminho.
  • d)
    imprimirá sempre à prática profissional a eficiência, eficácia e efetividade.
  • e)
    é elemento importante e estratégico de uma práxis democrática.

211602 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Assistente Social / Serviço Social

No que se refere à participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde, analise as assertivas abaixo quanto à sua veracidade.



I. A participação da comunidade na gestão do SUS se dá apenas via os Conselhos de Saúde (Nacional, Estaduais e Municipais).



II. Os Conselhos de Saúde são órgãos colegiados de caráter permanente e deliberativo.



III. Os Conselhos Gestores de Unidades e Conselhos Comunitários de Saúde compõem o colegiado que tem como objetivo formular estratégias, controlar e fiscalizar a execução da política de saúde.



Está correto o que se afirma APENAS em

  • a)
    I.
  • b)
    I e II.
  • c)
    II e III.
  • d)
    II.
  • e)
    III.

211603 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Assistente Social / Serviço Social

No Brasil, as questões relativas aos interesses individuais, difusos ou coletivos afetos às crianças e aos adolescentes são de responsabilidade do

  • a)
    Conselho Tutelar.
  • b)
    Conselho de Direitos da Criança e do Adolescente.
  • c)
    Poder Judiciário.
  • d)
    Poder Legislativo.
  • e)
    Poder Executivo.

211604 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Assistente Social / Serviço Social

Os relatórios e laudos sociais resultam de estudos e de avaliações, representados sob a forma escrita, tendo um papel de intervenção indireta, pois, a partir do seu conteúdo, são tomadas providências e decisões. Nessa lógica, há uma distinção muito tênue entre a definição e conceituação dos mesmos. Considere as assertivas abaixo:



I. O relatório social, o laudo social e o parecer social apresentam com menor ou maior detalhamento a sistematização do estudo realizado, transformandose em instrumento de poder/saber.



II. O relatório social é um documento específico elaborado ou não por um assistente social, traduzindose na apresentação descritiva e interpretativa de uma situação ou expressão da questão social.



III. Os relatórios ou laudos sociais são fruto de um estudo avaliativo, comunicando o trabalho realizado e as intervenções feitas. São sempre conclusivos, podendo conter sugestões e também um parecer social, emitido especificamente no laudo social.



Está correto o que se afirma APENAS em

  • a)
    I.
  • b)
    II.
  • c)
    III.
  • d)
    II e III.
  • e)
    I e III.

211605 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Assistente Social / Serviço Social

O artigo 17 da Lei nº 8.662/93 dispõe sobre a Carteira de Identificação Profissional expedida pelos Conselhos Regionais de Serviço Social - CRESS, afirmando que esta servirá de prova para fins de

  • a)
    exercício profissional e de identificação pessoal somente no Estado que foi emitida.
  • b)
    exercício profissional e de identificação pessoal em todo o território nacional.
  • c)
    identificação somente para o exercício profissional.
  • d)
    identificação para o exercício profissional e para o pagamento das contribuições compulsórias.
  • e)
    utilização na promoção de descontos para Encontros, Seminários, Congressos etc, realizados pela categoria profissional.

217661 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Assistente Social / Serviço Social

O entendimento de que o Assistente Social é um profissional que desempenha um papel claramente político, tendo uma função que não se explica por si mesma, mas pela posição que o profissional ocupa na divisão sociotécnica do trabalho, se remete a uma

  • a)
    perspectiva endogenista da profissão.
  • b)
    perspectiva histórico-crítica da profissão.
  • c)
    dimensão política partidária da profissão.
  • d)
    dimensão equivocada da profissão.
  • e)
    dimensão idealista da profissão.