20 resultados encontrados para . (0.010 segundos)

210099 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Administrador / Administração Geral

Dentro da Teoria Geral da Administração, em nossos dias, há um debate sobre a denominação de uma das funções administrativas. Sugere-se que a consagrada função de Direção seja renomeada como função de Execução. A justificativa para essa alteração é que

  • a)
    na Teoria Clássica propunha-se a divisão clara entre administradores e executores, divisão que é relativizada em nossos dias.
  • b)
    se formou um consenso dentro dos estudos da Teoria da Administração que a função diretiva nunca foi relevante para a gestão de uma empresa.
  • c)
    o conceito de Execução é mais restritivo, menos abrangente e, portanto, mais preciso que o conceito de Direção.
  • d)
    se percebeu que estratégias como coordenação, liderança e autodeterminação perderam espaço nos processos gestores contemporâneos.
  • e)
    o enfraquecimento dos conceitos de autogestão e participação, que pressupunham a função diretiva, fez emergir a abordagem da Execução.

210100 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Administrador / Administração Pública

No tocante à problemática da “qualidade na administração pública” no Brasil, considere as afirmações abaixo.



I. Sua discussão está bastante enraizada no contexto de reforma do Estado brasileiro de meados dos anos 90.



II. Toma por princípio a necessidade de separação entre metas de “qualidade” e de “participação” (dos servidores), pois entende que a busca simultânea destes dois objetivos levaria à dispersão de recursos e reduziria a consecução de resultados, no tocante aos ganhos de qualidade.



III. Traz como um de seus sustentáculos a definição de indicadores de desempenho para avaliação de resultados e de níveis de satisfação dos clientes internos e externos.



IV. Relaciona-se com a busca da mudança de uma cultura administrativa de acento burocrático para uma cultura com orientação gerencial.



Está correto o que se afirma APENAS em

  • a)
    I, III e IV.
  • b)
    II e III.
  • c)
    II e IV.
  • d)
    I e III.
  • e)
    I, II e IV.

210101 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Administrador / Administração Geral

A tabela abaixo lista em sua primeira coluna os três níveis de planejamento organizacional: Estratégico, Operacional e Tático. Em sua segunda coluna estão elencadas seis características associadas a esses três diferentes níveis.







A alternativa que apresenta a correspondência correta entre cada um dos níveis e suas características é:

  • a)
    1-II e V; 2-I e VI; 3-III e IV.
  • b)
    1-I e II; 2-III e V; 3-IV e VI.
  • c)
    1-III e VI; 2-I e V; 3-II e IV.
  • d)
    1-I e VI; 2-II e IV; 3-III e V.
  • e)
    1-III e V; 2-II e VI; 3-I e IV.

210102 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Administrador / Administração Geral

A respeito dos conceitos de recursos materiais e recursos patrimoniais é correto afirmar que

  • a)
    uma instalação é um recurso material.
  • b)
    o conjunto de bens, valores e direitos de uma pessoa jurídica compõe sua matriz de recursos materiais.
  • c)
    produtos em processo são materiais, ao passo que produtos acabados são bens patrimoniais.
  • d)
    a administração de recursos materiais engloba a sequência de operações que se inicia com a identificação do fornecedor e termina com a distribuição do produto acabado ao consumidor final, passando pela compra da matéria-prima, seu transporte e armazenagem.
  • e)
    a administração de recursos patrimoniais trata da sequência de operações que, diferentemente da administração de recursos materiais, não se inicia pela identificação do fornecedor, ou pela compra de um bem, mas preocupa-se com sua conservação, manutenção e, eventual, alienação.

217985 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Administrador / Administração Geral

Dentro da Teoria Geral da Administração, a função de Planejamento refere-se, especificamente, às decisões sobre

  • a)
    a divisão da autoridade, responsabilidades e recursos.
  • b)
    a execução de planos, sendo a direção, a coordenação e a autogestão suas possíveis estratégias.
  • c)
    o ordenamento das partes de um todo.
  • d)
    os objetivos e os recursos necessários para sua consecução.
  • e)
    assegurar a realização dos objetivos.

217986 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Administrador / Administração Geral

A gestão de pessoal no Brasil pode ser dividida em cinco fases evolutivas, dispostas aqui em ordem alfabética: Administrativa, Contábil, Estratégica, Legal e Tecnicista. A tabela abaixo lista estas cinco fases e cinco características relacionadas a elas.







A alternativa que apresenta a correspondência correta entre cada uma das fases e suas características é:

  • a)
    1-I; 2-IV; 3-II; 4-V; 5-III.
  • b)
    1-V; 2-III; 3-I; 4-IV; 5-II.
  • c)
    1-II; 2-V; 3-III; 4-I; 5-IV.
  • d)
    1-III; 2-I; 3-IV; 4-II; 5-V.
  • e)
    1-IV; 2-II; 3-V; 4-III; 5-I.

217987 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Administrador / Administração Geral

Considere o fragmento que segue:







Sobre o trabalho em equipe, pode-se concluir que

  • a)
    se trata de uma característica natural do homem, não sofrendo influência da cultura.
  • b)
    propicia uma forma de sinergia que faz com que as partes componentes da equipe sejam maiores que o todo.
  • c)
    os avanços científicos e tecnológicos impactam as formas de organização e gestão do trabalho, demandando a conformação de equipes.
  • d)
    se define como um agrupamento de pessoas que se aplicam a uma tarefa ou trabalho, independentemente de seus objetivos e da interação de suas competências.
  • e)
    o funcionamento de uma equipe pode apresentar diferenças significativas em função do tipo de trabalho que está sendo executado.

217988 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Administrador / Administração Geral

A “comunicação” transforma-se em variável chave na gestão de redes organizacionais, pois a organização em rede

  • a)
    tem por característica principal sua rigidez hierárquica.
  • b)
    tende a reduzir o número de atores com interesses comuns.
  • c)
    demanda ênfase no processo comunicacional, por meio do qual seus membros compartilham um conjunto de valores, conhecimentos e percepções dos problemas.
  • d)
    desencadeia um processo de enfraquecimento da interdependência funcional entre atores na consecução das políticas públicas, ampliando a necessidade de uma boa comunicação.
  • e)
    forma uma estrutura organizacional diferenciada, centrada no interesse racional e com menor plasticidade adaptativa se comparada às organizações tradicionais de mercado.

237563 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Administrador / Administração Geral

A chamada “administração do estoque agregado” envolve uma série de variáveis, EXCETO

  • a)
    fluxos e tipos de estoques necessários.
  • b)
    padrões de suprimento e demanda.
  • c)
    funções desempenhadas pelo estoque.
  • d)
    custos associados aos estoques.
  • e)
    nível de estoque de itens finais.

237564 FCC (2013) - MPE-MA - Analista Ministerial - Administrador / Administração Geral

A respeito do conceito de “motivação” seguem cinco afirmações que deverão ser identificadas como verdadeiras (V) ou falsas (F).



I. A motivação é um processo endógeno nos indivíduos.



II. Toda liderança é transacional, isto é, sempre há um processo de troca entre líder e liderado.



III. Acredita-se que a motivação pode ter conteúdos (causas) diversos, como o ganho material, o reconhecimento social e a realização pessoal.



IV. Não há indícios de ligação entre a motivação e as necessidades humanas.



V. Segundo a teoria de Herzberg, a atuação de um líder pode afetar apenas os fatores motivacionais, mas não os fatores higiênicos.



A alternativa que apresenta a sequência correta sobre as afirmações é

  • a)
    F, V, F, V, F.
  • b)
    V, V, V, F, F.
  • c)
    F, F, V, V, V.
  • d)
    V, F, F, F, V.
  • e)
    V, F, V, F, F.