Notice (8): Undefined variable: description_for_layout [APP/View/Layouts/default.ctp, line 16] - 39 questões grátis para resolução." /> Notice (8): Undefined variable: description_for_layout [APP/View/Layouts/default.ctp, line 34] - 39 questões gratuitas para resolução." />
39 resultados encontrados para . (0.079 segundos)

00929 FCC (2012) - TCE-AP - Analista de Controle Externo - Tecnologia da Informação / Governança de TI

O nível de maturidade em que se encontra uma organização permite prever o seu desempenho futuro ao executar um ou mais processos. O MR-MPS define sete níveis de maturidade, dentre os quais estão os níveis:
  • a)
    Desenvolvimento, Aquisição e Serviços.
  • b)
    Parcialmente Otimizado, Largamente Gerenciado e Parcialmente Gerenciado.
  • c)
    Em Otimização, Definido e Largamente Definido.
  • d)
    Incompleto, Executado e Gerenciado.
  • e)
    Controle, Medição e Análise.

02249 FCC (2012) - TCE-AP - Analista de Controle Externo - Tecnologia da Informação / Redes de Computadores

Considere as categorias e classes de cabos do tipo par trançado. Em relação à (I) Categoria 6, Classe E e à (II) Categoria 7, Classe F, as larguras de banda e tipos de cabos associados são, respectivamente,
  • a)
    I-200MHz e UTP/FTP e II-600MHz e SSTP.
  • b)
    I-200MHz e STP e II-16MHz e UTP/FTP.
  • c)
    I-600MHz e UTP e II-200MHz e SSTP.
  • d)
    I-300MHz e FTP/SSTP e II-600MHz e SSTP/UTP.
  • e)
    I-550MHz e UTP/FTP e II-600MHz e SSTP.

02250 FCC (2012) - TCE-AP - Analista de Controle Externo - Tecnologia da Informação / Redes de Computadores

Protocolo que organiza as informações como uma árvore e permite localizar pessoas, recursos e serviços, entre outros. Descrito na RFC 2251, é uma versão simplificada do serviço X.500 do OSI. Trata-se do
  • a)
    LCP.
  • b)
    IMAP.
  • c)
    LDAP.
  • d)
    DNS.
  • e)
    ICMP.

02251 FCC (2012) - TCE-AP - Analista de Controle Externo - Tecnologia da Informação / Redes de Computadores

Quanto às regras para segmentação das redes Fast Ethernet (100Mbps) e considerando que o segmento entre dois micros não pode exceder 205 metros, se os segmentos entre os dois computadores forem acima de 100 metros, a ligação, em metros, entre dois repetidores/hubs da Classe II pode ter até
  • a)
    1 m.
  • b)
    2 m.
  • c)
    3 m.
  • d)
    4 m.
  • e)
    5 m.

02252 FCC (2012) - TCE-AP - Analista de Controle Externo - Tecnologia da Informação / Redes de Computadores

Considere as seguintes características:

I. Taxa de transferência variável.
II. Destinada a tráfego que não pode ter qualquer tipo de atraso.
III. Um dos SLAs é a taxa de transferência de rajada.

Dentre as classes de QoS oferecidas pelas redes ATM, as características apresentadas pertencem à classe
  • a)
    A.
  • b)
    B.
  • c)
    C.
  • d)
    D.
  • e)
    E.

02253 FCC (2012) - TCE-AP - Analista de Controle Externo - Tecnologia da Informação / Redes de Computadores

Leia o texto a seguir:

Segundo Behrouz A. Forouzan em seu livro Comunicação de Dados e Redes de Computadores, esse protocolo é uma maneira de descrever o certificado digital de uma maneira estruturada. Usa um protocolo popular chamado ASN.1 (Abstract Syntax Notation 1). É um padrão para infraestruturas de chaves públicas (ICP).

O primeiro protocolo citado no texto é o
  • a)
    WPA.
  • b)
    Diffie-Hellman.
  • c)
    SSH.
  • d)
    TLS.
  • e)
    X.509.

02254 FCC (2012) - TCE-AP - Analista de Controle Externo - Tecnologia da Informação / Redes de Computadores

As mensagens DNS possuem um cabeçalho com tamanho fixo de
  • a)
    8 bytes, sendo que os dois últimos tratam o número de informações adicionais.
  • b)
    8 bytes, sendo que os dois últimos tratam o número de respostas.
  • c)
    12 bytes, sendo que os dois últimos tratam o número de respostas.
  • d)
    12 bytes, sendo que os dois últimos tratam o número de informações adicionais.
  • e)
    16 bytes, sendo que os dois últimos tratam o número de autoridades.

02255 FCC (2012) - TCE-AP - Analista de Controle Externo - Tecnologia da Informação / Redes de Computadores

Sobre firewall é correto afirmar:
  • a)
    Um firewall proxy se baseia nas informações disponíveis nos cabeçalhos da camada de rede e de transporte (IP e TCP/UDP) e não considera as informações disponíveis na própria mensagem.
  • b)
    Quando o processo de cliente-usuário envia uma mensagem, o firewall proxy executa um processo de servidor para receber a solicitação. O servidor abre o pacote no nível de aplicação e determina se a solicitação é legítima. Se for, o servidor atua como um processo de cliente e envia a mensagem para o verdadeiro servidor na empresa.
  • c)
    Um firewall de filtragem de pacotes pode bloquear pacotes com base nas instruções contidas na mensagem, ignorando os cabeçalhos da camada de transporte. Funciona como um roteador que usa uma tabela de filtragem para decidir quais pacotes devem ser aceitos.
  • d)
    Um firewall de filtragem de pacotes é um computador proxy (gateway de aplicação), que fica posicionado entre o computador cliente e o computador da empresa.
  • e)
    Os firewalls de filtragem de pacotes consideram a origem dos pacotes de dados e examinam os dados anexos impedindo a passagem de vírus.

04876 FCC (2012) - TCE-AP - Analista de Controle Externo - Tecnologia da Informação / Direito Administrativo

De acordo com a Lei no 8.666/1993, poderá participar, direta ou indiretamente, da licitação ou da execução de obra ou serviço e do fornecimento de bens a eles necessários
  • a)
    o autor do projeto, básico ou executivo, pessoa física ou jurídica.
  • b)
    a empresa, isoladamente ou em consórcio, responsável pela elaboração do projeto básico.
  • c)
    a empresa cujo autor do projeto seja dirigente, gerente, acionista ou responsável técnico.
  • d)
    o servidor ou dirigente de órgão ou entidade contratante ou responsável pela licitação.
  • e)
    o autor do projeto, como consultor ou técnico, nas funções de fiscalização ou supervisão, a serviço exclusivamente da Administração interessada.

04878 FCC (2012) - TCE-AP - Analista de Controle Externo - Tecnologia da Informação / Direito Administrativo

Após sagrar-se vencedor em procedimento licitatório para execução de obra pública, o particular subcontratou parte dos serviços objeto do contrato celebrado com a Administração. De acordo com a Lei no 8.666/1993, essa subcontratação é
  • a)
    legal, desde que no limite admitido no edital e no contrato, sem prejuízo das responsabilidades legais e contratuais do contratado.
  • b)
    ilegal, tendo em vista que o contrato administrativo é intuito personae, constituindo a subcontratação uma burla ao procedimento licitatório.
  • c)
    ilegal, exceto se o contrato tiver sido celebrado na modalidade empreitada integral e sempre mediante prévia e expressa anuência da Administração.
  • d)
    legal, independentemente de autorização da Administração ou desde que os serviços subcontratados sejam acessórios e não exijam capacitação técnica objeto de aferição no procedimento licitatório.
  • e)
    ilegal, eis que a subcontratação somente é admitida na hipótese de incapacidade superveniente do contratado para executar a integralidade do contrato, apurada em procedimento administrativo.