40 resultados encontrados para . (0.006 segundos)

01430 FCC (2012) - MPE-PE - Analista Ministerial - Psicologia / Psicologia

A atuação do psicólogo na área clínica é muito conhecida e ela inclui fazer diagnóstico, intervir e
  • a)
    medicar.
  • b)
    publicar.
  • c)
    sentenciar.
  • d)
    avaliar.
  • e)
    induzir.

01431 FCC (2012) - MPE-PE - Analista Ministerial - Psicologia / Psicologia

Segundo o Código de Ética Profissional do Psicólogo (Art. 1o, item d), é dever fundamental do psicólogo prestar serviços profissionais em situações de

  • a)
    calamidade pública ou de emergência, sem visar benefício pessoal.
  • b)
    greve em indústrias e empresas públicas, voluntariamente.
  • c)
    pobreza em praças públicas, oferecendo apoio a ONGs, nestes casos.
  • d)
    dificuldade de aprendizagem em instituições de ensino públicas.
  • e)
    necessidade de acompanhamento de projetos sociais na rede pública.

01432 FCC (2012) - MPE-PE - Analista Ministerial - Psicologia / Psicologia

O CFP - Conselho Federal de Psicologia considerará falta ética do psicólogo:
  • a)
    informar os resultados decorrentes da prestação de serviços psicológicos, transmitindo somente o que for necessário para a tomada de decisões que afetem o usuário ou beneficiário, considerando a Resolução No 002/2004.
  • b)
    a utilização de testes psicológicos que não constam na relação de testes aprovados pelo CFP, salvo os casos de pesquisa, considerando a Resolução No 002/2003.
  • c)
    estabelecer acordos de prestação de serviços conforme os direitos do usuário ou beneficiário de serviços de Psicologia, considerando a Resolução No 003/2001.
  • d)
    fornecer, a quem de direito, na prestação de serviços psicológicos, informações concernentes ao trabalho a ser realizado e ao seu objetivo profissional, considerando a Resolução No 010/2008.
  • e)
    orientar a quem de direito sobre os encaminhamentos apropriados, a partir da prestação de serviços psicológicos, e fornecer, sempre que solicitado, os documentos pertinentes ao bom termo do trabalho, considerando a Resolução No 008/2006.

01433 FCC (2012) - MPE-PE - Analista Ministerial - Psicologia / Psicologia

Utilizados em estudos de caso e privativo do psicólogo.
Correspondem a procedimentos sistemáticos de observação e registro de amostras de comportamentos e respostas de indivíduos com o objetivo de descrever e/ou mensurar características e processos psicológicos, compreendidos tradicionalmente nas áreas emoção/afeto, cognição/inteligência, motivação, personalidade, psicomotricidade, atenção, memória, percepção, dentre outras, nas suas mais diversas formas de expressão, segundo padrões definidos pela construção dos instrumentos. Trata-se de
  • a)
    Anamnese ou História Pessoal.
  • b)
    Dinâmicas de Grupo.
  • c)
    Entrevistas de Avaliação.
  • d)
    Procedimentos Diagnósticos.
  • e)
    Testes Psicológicos.

01434 FCC (2012) - MPE-PE - Analista Ministerial - Psicologia / Psicologia

Segundo Jurema Alcides Cunha, autora da obra largamente conhecida Psicodiagnóstico-V, a expressão “Estratégias de avaliação psicológica”, cada vez mais utilizada na literatura específica, aplica-se a uma variedade de abordagens e recursos à disposição do psicólogo no processo de avaliação, sendo que, em relação à estratégia da avaliação comportamental, a autora considera que ela foi abdicando da simples identificação de comportamentos- alvo, perfeitamente distinguíveis e observáveis, para começar a incorporar (apesar das fortes objeções iniciais) modalidades

  • a)
    físicas e, mesmo, hipoafetivas.
  • b)
    emotivas e, mesmo, neuropsíquicas.
  • c)
    cognitivas e, mesmo, afetivas.
  • d)
    dinâmicas e, mesmo, não mensuráveis.
  • e)
    únicas e, mesmo, intransferíveis.

01435 FCC (2012) - MPE-PE - Analista Ministerial - Psicologia / Psicologia

Em psicodiagnóstico, na avaliação psicométrica, ocorre que a maioria das escalas de medida em ciências do comportamento são escalas aditivas, isto é, são obtidas a partir da soma de vários itens selecionados como indicadores do constructo teórico em relação ao qual há interesse em
  • a)
    medir.
  • b)
    acirrar.
  • c)
    modificar.
  • d)
    suprimir.
  • e)
    desqualificar.

01436 FCC (2012) - MPE-PE - Analista Ministerial - Psicologia / Psicologia

O ataque de pânico é definido como
  • a)
    um estado de ansiedade diretamente relacionado a pensamentos ou imagens de experiências traumáticas passadas.
  • b)
    a reação de alarme imediata ao perigo e pode ser bom para a pressão sanguínea, que juntamente com outros sentidos subjetivos de terror, motiva o indivíduo a escapar ou, se for preciso, atacar.
  • c)
    um estado de humor negativo caracterizado por sintomas corporais de tensão física e apreensão em relação ao futuro.
  • d)
    uma experiência abrupta de intenso medo ou desconforto agudo, acompanhada por sintomas físicos que incluem palpitações, dor no peito, respiração curta e tontura.
  • e)
    uma tentativa de evitar pensamentos (obsessões) intrusivos e repulsivos ou neutralizar esses pensamentos por meio do comportamento ritualístico (compulsões).

01437 FCC (2012) - MPE-PE - Analista Ministerial - Psicologia / Psicologia

A depressão mais comumente diagnosticada e mais grave é chamada
  • a)
    quadro de anedonia intensa.
  • b)
    episódio desestruturante global.
  • c)
    depressão acentuada.
  • d)
    depressão endógena e exógena.
  • e)
    episódio depressivo maior.

01438 FCC (2012) - MPE-PE - Analista Ministerial - Psicologia / Psicologia

A integração da personalidade constitui um dos temas dominantes da psicologia junguiana. O primeiro estágio para a integração é a individuação e o segundo estágio é controlado pelo que Jung denomina
  • a)
    inconsciente coletivo.
  • b)
    energia psíquica.
  • c)
    função transcendente.
  • d)
    anima.
  • e)
    sombra.

01439 FCC (2012) - MPE-PE - Analista Ministerial - Psicologia / Psicologia

Sigmund Freud fez observações a respeito de seus pacientes, focalizando uma série de conflitos e acordos psíquicos, o que o conduziu a tentar ordenar este caos aparente propondo três componentes básicos estruturais da psique: o id, o ego e o superego. O ego tem, dentre suas tarefas, a de
  • a)
    ser o reservatório de energia de toda a personalidade.
  • b)
    autopreservação.
  • c)
    conter tudo o que é herdado.
  • d)
    funcionar como juiz ou censor.
  • e)
    exercer a consciência, a auto-observação e a formação de ideais.