38 resultados encontrados para . (0.009 segundos)

00210 FCC (2012) - MPE-AP - Analista Ministerial - Tecnologia da Informação / Programação

Analise o código das classes a seguir presentes em um mesmo pacote de um projeto Java:

Com base nos códigos apresentados e nos conceitos da orientação a objetos é correto afirmar:
  • a)
    No método main da classe Start não é possível instanciar objetos das classes NewClassA e NewClassB, pois essas classes não contêm um construtor válido.
  • b)
    Se for digitada a instrução NewClassB c = new NewClassA(); no método main da classe Start será instanciado um objeto da NewClassA.
  • c)
    Se for digitada a instrução NewClassA b = new NewClassB(); no método main da classe Start ocorrerá um erro, pois não é possível criar um objeto da NewClassA por meio do construtor da NewClassB.
  • d)
    A existência de dois métodos de mesmo nome na NewClassA que recebem a mesma quantidade de parâmetros indica que está ocorrendo uma sobrescrita de métodos.
  • e)
    Por meio de um objeto da NewClassB será possível acessar os métodos presentes na NewClassA.

00211 FCC (2012) - MPE-AP - Analista Ministerial - Tecnologia da Informação / Programação

Classes action do Struts devem ter propriedades e métodos. Sobre essas classes é correto afirmar que:
  • a)
    Considerando que o Struts 2, ao contrário do Struts 1, cria uma nova instância de action para cada requisição HTTP, uma classe action não precisa necessariamente ser segura para a thread.
  • b)
    Uma propriedade deve ter métodos get e set e seguir a mesma regra de nomes de propriedades JavaBeans. As propriedades devem ser somente do tipo String.
  • c)
    Dispensam um construtor sem argumentos quando há construtores com argumentos explícitos. O compilador Java nunca cria um construtor sem argumentos automaticamente em uma action.
  • d)
    O Struts 2, ao contrário do Struts 1, por default, cria um objeto HttpSession. Isso significa que não há como ter uma action completamente livre de sessão.
  • e)
    Uma classe action somente pode estar associada à outra action, em uma relação 1 para 1, pois oferece um método único que não poderia ser utilizado para actions diferentes.

01187 FCC (2012) - MPE-AP - Analista Ministerial - Tecnologia da Informação / Governança de TI

Segundo o MPS.BR, a abordagem baseada em reutilização para definir o escopo, especificar a estrutura e construir ativos (por exemplo, requisitos, projeto, código-fonte, documentação) para uma classe de sistemas, subsistemas ou aplicações é definida como
  • a)
    atributo de processo.
  • b)
    ativo de processo.
  • c)
    engenharia de domínio.
  • d)
    evidência objetiva.
  • e)
    método de avaliação MA-MPS.

02042 FCC (2012) - MPE-AP - Analista Ministerial - Tecnologia da Informação / Redes de Computadores

Os IPSs
  • a)
    possuem altas taxas de falso-positivas e por esse motivo não permitem detectar ataques de negação de serviço.
  • b)
    permitem alertar uma tentativa de ataque, mas não realizar o seu bloqueio.
  • c)
    possuem equipamentos que normalmente trabalham na camada de aplicação do modelo OSI (camada 7) e necessitam de reconfiguração da rede para serem instalados.
  • d)
    permitem detectar a propagação de vírus, worms, ataques a sistemas operacionais e à Web, mas não permitem detectar spams, phishing e spyware.
  • e)
    realizam um nível de inspeção no pacote muito profundo, que vai até a camada de aplicação do modelo OSI (camada 7).

02043 FCC (2012) - MPE-AP - Analista Ministerial - Tecnologia da Informação / Redes de Computadores

Nessa arquitetura de firewall cada pacote é individualmente verificado de acordo com o pacote anterior ou subsequente. O exame dos pacotes é feito com base no estado da sessão da aplicação TCP ACK#, SEQ#, informações de portas etc. Os pacotes são examinados usando informações de dados de comunicações passadas. Esses firewalls têm ainda a habilidade de criar sessões de informação virtual para manter a inspeção sobre protocolos não orientados à conexão de pacotes que possam ter conteúdo não legal.
O texto acima refere-se a firewall
  • a)
    Proxy.
  • b)
    de Filtro de Pacotes.
  • c)
    Stateful Inspection.
  • d)
    Bastion Host.
  • e)
    Session Inspection.

02044 FCC (2012) - MPE-AP - Analista Ministerial - Tecnologia da Informação / Redes de Computadores

Analise as definições abaixo referentes ao Tomcat.

I. O Web Application Deployment Descriptor é um arquivo XML que descreve as servlets e outros componentes que compõem a aplicação, juntamente com parâmetros de inicialização e restrições de segurança.
II. O Tomcat Context Descriptor é um arquivo que pode ser usado para definir opções de configuração específicas do Tomcat como loggers, data sources, configuração de gerenciamento de sessão etc.

As definições I e II referem-se, respectivamente, aos arquivos
  • a)
    wadd.xml, normalmente criado na pasta WEB-CONF e tcd.xml, normalmente criado na pasta WEB-INF.
  • b)
    index.xml, normalmente criado na pasta WEB-INF e context.xml normalmente criado na pasta CONTEXT-CONF.
  • c)
    build.xml, normalmente criado na pasta DIST e config.xml, normalmente criado na pasta WEB-CONF.
  • d)
    web.xml, normalmente criado na pasta WEB-INF e context.xml, normalmente criado na pasta META-INF.
  • e)
    web.xml, normalmente criado na pasta META-INF e config-context.xml, normalmente criado na pasta WEB-INF.

02045 FCC (2012) - MPE-AP - Analista Ministerial - Tecnologia da Informação / Redes de Computadores

As taxas nominais de transmissão, definidas em bits por segundo, para os padrões IEEE de Ethernet, Gigabit Ethernet e Fast Ethernet são, respectivamente,
  • a)
    10G, 1000G, 100G.
  • b)
    20M, 1G e 2000M.
  • c)
    100K, 1000K e 2000K.
  • d)
    10M, 1000M, e 100M.
  • e)
    100K, 10M e 200M.

02046 FCC (2012) - MPE-AP - Analista Ministerial - Tecnologia da Informação / Redes de Computadores

O brigde, dispositivo comum para interconexão de redes, tem diversas características, EXCETO
  • a)
    possuir capacidade de armazenamento de mensagens.
  • b)
    filtrar pacotes entre segmentos de LAN.
  • c)
    conectar várias redes de diferentes tipos de arquiteturas.
  • d)
    exercer função de uma estação repetidora comum.
  • e)
    coletar dados sobre tráfego para a elaboração de relatórios.

02047 FCC (2012) - MPE-AP - Analista Ministerial - Tecnologia da Informação / Redes de Computadores

Os modelos de referência OSI e TCP/IP têm muito em comum. Os dois se baseiam no conceito de uma pilha de protocolos independentes. Além disso, as camadas têm praticamente as mesmas funções. A diferença se dá no número de camadas de cada modelo. O modelo TCP/IP possui 4 camadas, e o modelo de referência OSI possui
  • a)
    3 camadas.
  • b)
    6 camadas.
  • c)
    5 camadas.
  • d)
    7 camadas.
  • e)
    9 camadas.

12080 FCC (2012) - MPE-AP - Analista Ministerial - Tecnologia da Informação / Banco de Dados

Analise a criação e atualização da tabela Item pelos seguintes comandos em linguagem SQL:

CREATE TABLE Item (Código INT, Nome VARCHAR(40), ValorUnitario REAL, Qty INT, ValorTotal REAL, Fornecedor VARCHAR(40)); INSERT INTO Item VALUES(1, "item 1",10.0,2,20.0,NULL);

É correto afirmar que a tabela Item
  • a)
    está na segunda forma normal, porém não está na terceira forma normal.
  • b)
    está na primeira forma normal, porém não está na segunda forma normal.
  • c)
    está na primeira e na segunda forma normal.
  • d)
    não está na primeira forma normal.
  • e)
    está na primeira, na segunda e na terceira forma normal.