18 resultados encontrados para . (0.007 segundos)

14172 FCC (2010) - DPE-SP - Agente de Defensoria - Programador / Engenharia de Software

No contexto de ferramentas CASE, considere:

I. A refatoração é o processo de modificar um sistema de software para melhorar a estrutura interna do código sem alterar seu comportamento externo.
II. Tecnologia CASE pode ser tão simples quanto uma ferramenta singular que suporte uma atividade específica do processo, ou tão complexa quanto um ambiente que inclui ferramentas, pessoas, hardware, rede, sistemas operacionais, padrões, etc.
III. A técnica é projetada para ser usada diretamente com as linguagens de quarta geração ou geradores de código, de forma que é evitada, na maioria das vezes, a lenta codificação manual em linguagem de geração anterior.
IV. Front End ou Lower CASE são ferramentas que apóiam as etapas de codificação, testes e manutenção da aplicação.

É correto o que se afirma APENAS em:
  • a)
    I e II.
  • b)
    II, III e IV.
  • c)
    I, II e III.
  • d)
    II e III.
  • e)
    III e IV.

14175 FCC (2010) - DPE-SP - Agente de Defensoria - Programador / Engenharia de Software

No contexto do RUP, considere:

I. Estabelecer o escopo do software do projeto e as condições limite, incluindo uma visão operacional, critérios de aceitação e o que deve ou não estar no produto.
II. Estabelecer uma arquitetura da baseline derivada do tratamento dos cenários significativos do ponto de vista da arquitetura, que normalmente expõem os maiores riscos técnicos do projeto.

Os itens I e II constituem alguns dos objetivos principais incluídos, respectivamente, nas fases de
  • a)
    Elaboração e Construção.
  • b)
    Iniciação e Elaboração.
  • c)
    Elaboração e Transição.
  • d)
    Iniciação e Construção.
  • e)
    Construção e Transição.

14176 FCC (2010) - DPE-SP - Agente de Defensoria - Programador / Engenharia de Software

Na Engenharia de Requisitos, dentre passos a serem seguidos para elicitação de requisitos é INCORRETO:
  • a)
    Solicitar participação de várias pessoas para que os requisitos sejam definidos a partir de diversos pontos de vista.
  • b)
    Identificar regras de domínio que limitam a funcionalidade ou desempenho do sistema ou produto que será construído.
  • c)
    Definir um ou mais métodos de elicitação de requisitos.
  • d)
    Selecionar as pessoas sem preconceitos organizacionais para auxiliar a especificar os requisitos.
  • e)
    Identificar claramente a justificativa de existência para cada requisito registrado; Identificar requisitos ambíguos que serão candidatos a prototipação.

14179 FCC (2010) - DPE-SP - Agente de Defensoria - Programador / Engenharia de Software

No contexto da Engenharia de Requisitos, considere:

I. O sistema deve fornecer uma entrada de dados que possibilite a inclusão de atributos de permissão de acesso às dependências da corporação por técnicos, supervisores e chefes.
II. Algumas permissões de acesso deverão ter tratamento especial para a entrada de atributos. Para este tipo de permissão, atributos excedentes a uma faixa predeterminada só poderão ser incluídos por chefes de seção.

Em relação às assertivas acima, é correto afirmar:
  • a)
    o item I trata de um requisito funcional e a ele está associado o requisito não funcional, contido no item II.
  • b)
    o item I trata de um requisito não funcional e a ele está associado o requisito funcional, contido no item II.
  • c)
    ambos referem-se a requisitos funcionais.
  • d)
    a assertiva contida no item II é uma condição restritiva do requisito não funcional do item I. Por si só, não constitui um requisito, tanto funcional quanto não funcional.
  • e)
    a assertiva contida no item II é uma condição restritiva do requisito funcional do item I. Por si só, não constitui um requisito, tanto funcional quanto não funcional.

14180 FCC (2010) - DPE-SP - Agente de Defensoria - Programador / Engenharia de Software

A Engenharia de Software
I. não visa o desenvolvimento de teorias e fundamentações, preocupando-se unicamente com as práticas de desenvolvimento de software.
II. tem como foco o tratamento dos aspectos de desenvolvimento de software, abstraindo-se dos sistemas baseados em computadores, incluindo hardware e software.
III. tem como métodos as abordagens estruturadas para o desenvolvimento de software que incluem os modelos de software, notações, regras e maneiras de desenvolvimento.
IV. segue princípios, tais como, o da Abstração, que identifica os aspectos importantes sem ignorar os detalhes e o da Composição, que agrupa as atividades em um único processo para distribuição aos especialistas.
É correto o que se afirma em
  • a)
    III e IV, apenas.
  • b)
    I, II, III e IV.
  • c)
    I e II, apenas.
  • d)
    I, II e III, apenas.
  • e)
    II, III e IV, apenas.

14184 FCC (2010) - DPE-SP - Agente de Defensoria - Programador / Engenharia de Software

Em relação a orientação a objetos, o método de desenvolvimento de um sistema em UML é dividido em análise de requisitos, análise, design (projeto), implementação, e testes. Nesse contexto, considere:

I. A análise de requisitos preocupa-se em capturar unicamente as necessidades básicas funcionais do sistema que deve ser desenvolvido.
II. A análise modela o problema principal, ou seja, as classes e objetos, e cria um modelo ideal do sistema levando em conta os requisitos técnicos do sistema.
III. O design expande e adapta os modelos da análise para um ambiente técnico, onde as soluções técnicas são trabalhadas em detalhes.
IV. A implementação consiste em codificar em linguagem de programação e banco de dados os modelos criados.

É correto o que se afirma em
  • a)
    II, III e IV, apenas.
  • b)
    I e II, apenas.
  • c)
    I, II, III, apenas.
  • d)
    III e IV, apenas.
  • e)
    I, II, III e IV.

18808 FCC (2010) - DPE-SP - Agente de Defensoria - Programador / Direito Constitucional

A Lei estadual paulista nº 10.261, de 28 de outubro de 1968, que dispõe sobre o Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado de São Paulo,
  • a)
    foi recepcionada pela Constituição de 1988, aplicando- se, segundo regra nela contida, exceto no que colidir com a legislação especial, dos funcionários dos três Poderes do Estado e aos do Tribunal de Contas do Estado.
  • b)
    passou, no regime constitucional de 1988, a ter aplicação subsidiária, quanto aos servidores do Estado de São Paulo, em relação à Lei federal que dispõe sobre o estatuto dos servidores públicos civis da União.
  • c)
    tornou-se inconstitucional face à Constituição Federal de 1988, posto que esta substituiu o conceito de funcionário público pelo de servidor público.
  • d)
    foi recepcionada pela Constituição de 1988, aplicando- se somente aos funcionários do Poder Executivo do Estado.tornou-se inconstitucional face à Constituição Federal de 1988, face ao princípio da separação de Poderes.
  • e)
    tornou-se inconstitucional face à Constituição Federal de 1988, face ao princípio da separação de Poderes.

23185 FCC (2010) - DPE-SP - Agente de Defensoria - Programador / Banco de Dados

Num diagrama de fluxo de dados ? DFD,
  • a)
    depósitos de dados são elementos do DFD, que representam arquivos de dados, nos quais se armazenam os dados gerados a partir de um fluxo de dados.
  • b)
    qualquer fluxo de dados tem sempre uma origem e um destino, sendo sempre um deles necessariamente um depósito de dados.
  • c)
    entre dois depósitos de dados e entre duas entidades externas deve haver pelo menos uma ligação entre um depósito de dados e uma entidade externa.
  • d)
    o dicionário de dados, na descrição de componentes, permite utilizar o símbolo "?" para enquadrar componentes que são utilizados alternativamente.
  • e)
    o destino de um fluxo de um determinado processo pode ser outro processo, um depósito de dados ou uma entidade externa.

24783 FCC (2010) - DPE-SP - Agente de Defensoria - Programador / Sistemas Operacionais

Quando a memória cache está cheia e precisa ter seus dados substituídos, são utilizados métodos de substituição de páginas da cache. Dentre eles, aquele que substitui o bloco dentro do conjunto que tem sido menos referenciado na cache denomina-se
  • a)
    Random.
  • b)
    LFU (Least Frequently Used).
  • c)
    LRU (Least Recently Used).
  • d)
    FIFO (First In First Out).
  • e)
    LILO (Last In Last Out).

29471 FCC (2010) - DPE-SP - Agente de Defensoria - Programador / Programação

Em relação às recomendações W3C, considere:
I. A conversão de documentos, a partir de PDF, PostScript, RTF, para linguagens de marcação do W3C sempre resulta em documentos acessíveis, validando, dessa forma, a verificação da sua acessibilidade e facilidade de utilização, logo após o processo de conversão.
II. Assegurar que todas as páginas possam ser utilizadas mesmo que os programas interpretáveis, os applets ou outros objetos programados tenham sido desativados ou não sejam suportados
III. Assegurar a acessibilidade do conteúdo dinâmico ou fornecer apresentação ou páginas alternativas. Por exemplo, em HTML utilizar NOFRAMES no final de cada conjunto de frames.
IV. Não criar páginas de atualização automática periódica, até que os agentes do usuário possibilitem parar essa atualização. Por exemplo, em HTML, não provocar a atualização automática das páginas por meio da inclusão de "HTTP-EQUIV= refresh", até que os agentes do usuário dêem aos usuários a possibilidade de desativarem essa funcionalidade.
É correto o que se afirma APENAS em:
  • a)
    I e II.
  • b)
    I, II e III.
  • c)
    II, III e IV.
  • d)
    II e III.
  • e)
    II e IV.