20 resultados encontrados para . (0.008 segundos)

78131 CONSULPLAN (2016) - Prefeitura de Cascavel - PR - Técnico em Laboratório - Análises Clínicas / Análises Clínicas

A coloração de Gram foi desenvolvida em 1884 pelo bacteriologista Hans Christian Gram e é a coloração diferencial mais utilizada em bacteriologia. Este método de coloração é o método de escolha para identificação de bactérias. A observação de material corado pela técnica de Gram não só é importante para acompanhar o isolamento de amostras, como também para determinar o tipo de antibiótico que deve ser usado em diferentes infecções. Sobre o procedimento e a técnica de Coloração de Gram, é INCORRETO afirmar que:

  • a)
    Ao utilizar o álcool, a membrana externa das bactérias Gram– é solubilizada.
  • b)
    Quando se aplica o contracorante, as células Gram– adquirem a cor rosada do novo corante.
  • c)
    Neste tipo de coloração são utilizados quatro reagentes diferentes: cristal violeta, fenol, etanol 95% e carbolfucsina.
  • d)
    O princípio da técnica está baseado na diferença de composição da parede de diferentes bactérias e na capacidade destas paredes em reterem os corantes utilizados.
  • e)
    O complexo formado pelo cristal violeta e pelo iodo se liga a componentes presentes na parede das bactérias Gram+, que possuem em sua composição magnésio e ácidos ribonucleicos.

78132 CONSULPLAN (2016) - Prefeitura de Cascavel - PR - Técnico em Laboratório - Análises Clínicas / Análises Clínicas

O Contraste Interferencial Diferencial (DIC ) une os conhecimentos sobre o poder de difração da luz pelo material

biológico com os da polarização da luz. Juntos fornecem um ótimo resultado que reverte em uma imagem

aparentemente tridimensional e com excelente contraste. Na figura a seguir é apresentado um esquema de um

microscópio óptico equipado com o sistema de contraste interferencial diferencial. Analise-o.



De acordo com o esquema apresentado de um microscópio óptico, relacione adequadamente as colunas a seguir.

1- Prisma móvel.

2- Polarizador.

3- Condensador.

4- Analisador.

( ) A.

( ) B.

( ) C.

( ) D.

A sequência está correta em

  • a)
    2, 1, 3, 4.
  • b)
    3, 4, 1, 2.
  • c)
    4, 1, 3, 2.
  • d)
    1, 4, 3, 2.
  • e)
    1, 3, 2, 4.

78133 CONSULPLAN (2016) - Prefeitura de Cascavel - PR - Técnico em Laboratório - Análises Clínicas / Análises Clínicas

A microbiologia é a ciência que estuda os organismos vivos microscópicos, ou seja, aqueles impossíveis de serem vistos a olho nu. De um modo geral, considera-se que a ciência da microbiologia começou com a invenção do microscópio. O microscópio é basicamente um sistema ótico e um sistema de iluminação. Sobre o microscópio, analise as afirmativas a seguir. I. O tamanho do cone de luz é controlado pelo diafragma-íris, localizado entre o condensador e a fonte de luz.

II. Para se conseguir os diversos aumentos, os microscópios são geralmente equipados com três objetivas que estão afixadas ao revólver.

III.O óleo de imersão, uma substância que apresenta o mesmo índice de refração do vidro, é usado para permitir a entrada de raios de luz na objetiva.

Está(ão) correta(s ) a(s ) afirmativa(s )

  • a)
    I, II e III.
  • b)
    I, apenas.
  • c)
    I e II, apenas.
  • d)
    I e III, apenas.
  • e)
    II e III, apenas.

78134 CONSULPLAN (2016) - Prefeitura de Cascavel - PR - Técnico em Laboratório - Análises Clínicas / Análises Clínicas

O teste de difusão em disco, descrito em 1966 por Bauer e Kirby, fornece resultados qualitativos. É um dos métodos de suscetibilidade mais simples, confiável e mais utilizado pelos laboratórios de microbiologia. Sobre o teste de difusão em disco, é INCORRETO afirmar que:

  • a)
    O pH de cada lote de ágar Müeller-Hinton deve ser verificado quando o meio é preparado. O meio ágar deve ter pH entre 2,1 e 5,2 à temperatura ambiente após solidificação.
  • b)
    Para padronizar a densidade do inóculo para um teste de sensibilidade deve-se usar um controle de turbidez de BaSO4, equivalente a uma solução padrão de McFarland 0,5 ou seu equivalente óptico.
  • c)
    Se, logo antes de usar, o meio apresentar excesso de umidade na superfície, as placas devem ser colocadas em uma incubadora (35°C ) ou capela de fluxo laminar à temperatura ambiente, com as tampas entreabertas, até que o excesso de umidade superficial evapore.
  • d)
    Os frascos contendo discos de papel especificamente preparados para os testes de sensibilidade disponíveis comercialmente devem ser armazenados em recipientes à temperatura de 8°C ou menos, ou congelar a –14°C ou menos, num congelador comum (não do tipo “frost-free”) até o momento de usar.
  • e)
    O ágar Müeller-Hinton é o melhor para testes rotineiros de sensibilidade contra bactérias não fastidiosas, por demonstrar reprodutibilidade aceitável entre os diferentes lotes nos testes de sensibilidade, conter baixo teor de inibidores de sulfonamida, trimetoprim e tetraciclina e permitir crescimento satisfatório dos patógenos não fastidiosos.

83790 CONSULPLAN (2016) - Prefeitura de Cascavel - PR - Técnico em Laboratório - Análises Clínicas / Análises Clínicas

Para desenvolver um experimento é necessário, dentre outros cuidados, o conhecimento do material a ser utilizado. O equipamento de laboratório constitui-se de, basicamente, vidro, porcelana, polietileno e madeira. O emprego e manuseio adequados são indispensáveis, não só para evitar acidentes, como também perdas ou danos ao instrumento. Com base nos instrumentos de laboratório, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas. ( ) A proveta é usada para medidas aproximadas de volumes. É apresentada em diversos tamanhos e capacidades, que variam de 5 mL até vários litros.

( ) A pipeta pode ser volumétrica ou graduada, sendo usada para medidas exatas de volumes. É um tubo de vidro expandido cilindricamente na parte central; possui a extremidade inferior estreita e tem a marca de calibração de seu volume gravada em sua parte superior, acima do bulbo.

( ) O béquer tem o formato de um copo de vidro e possui um bico para escoamento. Usado em preparo de soluções, aquecimento de líquidos e para conter volumes de reagentes durante uma reação. O vidro pirex é resistente a temperaturas elevadas, a variações bruscas de temperatura e a choques.

( ) O balão de fundo redondo é usado no aquecimento demorado de líquido, no armazenamento de soluções a serem esterilizadas e em operações com pressões reduzidas.

A sequência está correta em

  • a)
    F, F, V, V.
  • b)
    V, F, F, V.
  • c)
    F, V, F, V.
  • d)
    F, F, V, F.
  • e)
    V, V, F, F.

83791 CONSULPLAN (2016) - Prefeitura de Cascavel - PR - Técnico em Laboratório - Análises Clínicas / Análises Clínicas

A eliminação de todos os micro-organismos é chamada de esterilização. Todo aparato e os materiais usados para obter uma cultura pura devem ser esterilizados. Isto inclui o meio, os frascos, tubos de ensaio e placas, pipetas e agulhas inoculadoras. Com base em esterilização, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas. ( ) O sal de amônio quaternário é adicionado a culturas depois das experiências terem sido completadas.

( ) A filtração remove a maioria dos vírus.

( ) O recipiente pressurizado projetado para esterilizar materiais com calor úmido é a autoclave.

( ) As alças de inoculação de metal são frequentemente esterilizadas por chama aberta.

A sequência está correta em

  • a)
    F, F, V, V.
  • b)
    V, F, F, V.
  • c)
    F, V, F, V.
  • d)
    F, F, V, F.
  • e)
    V, V, F, F.

83792 CONSULPLAN (2016) - Prefeitura de Cascavel - PR - Técnico em Laboratório - Análises Clínicas / Análises Clínicas

Analise a figura e a descrição do ciclo a seguir.

A. Machos e fêmeas no ceco.

1- Ovos depositados na região perianal.

2- Ovos no meio exterior, contaminando alimentos.

3- Ovos da região perianal levados à boca pelas mãos.

4- Ingestão de ovos embrionados; eclosão de larvas no intestino delgado; migração de larvas até o ceco.

Trata-se do ciclo biológico:

  • a)
    Hymenolepis nana.
  • b)
    Ascaris lumbricoides.
  • c)
    Hymenolepis diminuta
  • d)
    Enterobius vermicularis.
  • e)
    Strongyloides stercoralis.

83793 CONSULPLAN (2016) - Prefeitura de Cascavel - PR - Técnico em Laboratório - Análises Clínicas / Análises Clínicas

Os helmintos constituem um grupo numeroso de animais, incluindo espécies de vida livre e parasitária. As

ocorrências de helmintos em humanos são muito comuns. De fato, cerca de 20% da população humana do mundo

estão parasitados por ancilostomídeos, o que equivale a mais de um bilhão de pessoas. A situação é equivalente em

relação ao Ascaris lumbricoides. De acordo com o exposto, associe adequadamente as figuras às descrições a seguir.



( ) Cápsula bucal da fêmea de Necator americanus.

( ) Taenia solium com escólex evidente.

( ) Macho de Schistosoma mansoni.

( ) Corpo da fêmea de Trichuris trichiura.

A sequência está correta em

  • a)
    3, 2, 1, 4.
  • b)
    4, 2, 1, 3.
  • c)
    3, 4, 2, 1.
  • d)
    3, 1, 2, 4. (E) 2, 3, 4, 1.

87407 CONSULPLAN (2016) - Prefeitura de Cascavel - PR - Técnico em Laboratório - Análises Clínicas / Análises Clínicas

Os instrumentos volumétricos empregados em laboratório devem ser manuseados adequadamente visando sempre diminuir o erro na análise. São principalmente buretas, pipetas, balões volumétricos e provetas. Esses instrumentos são calibrados em dada temperatura. Sobre os modos de calibração destes instrumentos, analise as afirmativas a seguir.

I. Os instrumentos volumétricos TD têm seus volumes corrigidos quanto à aderência do fluido e, por essa razão, escoará o volume indicado se usado em transferências.

II. TD (to deliver) é um procedimento de calibração em que o instrumento contém o volume indicado em sua gravação.

III. TC (to contain) é um procedimento de calibração em que o instrumento escoa o volume indicado em sua gravação.

Está(ão) correta(s ) a(s ) afirmativa(s )

  • a)
    I, II e III.
  • b)
    I, apenas.
  • c)
    I e II, apenas.
  • d)
    I e III, apenas.
  • e)
    II e III, apenas.

87408 CONSULPLAN (2016) - Prefeitura de Cascavel - PR - Técnico em Laboratório - Análises Clínicas / Análises Clínicas

Existem centenas de gêneros e milhares de espécies de bactérias, representando uma ampla variedade de propriedades morfológicas e fisiológicas. Quanto à morfologia, muitas bactérias são simples, mas algumas possuem formas e arranjos incomuns. Algumas são capazes de viver em ambientes extremos devido à capacidade metabólica única que apresentam. Sobre os principais grupos de bactérias, analise as afirmativas a seguir.

I. Os estafilococos vivem na pele e nas membranas da mucosa do homem e de outros animais de sangue quente. A principal espécie patogênica é o S. aureus.

II. Algumas bactérias esporuladas formam endósporos. Muitas espécies são saprófitas, algumas podem causar doenças. O Clostridium perfringens causa a intoxicação alimentar.

III. Entre os cocos gram-positivos anaeróbios estão duas espécies: N. gonorrhoeae, que causa a gonorreia, e N. meningitidis, que causa a meningite meningocócica.

Está(ão) correta(s ) a(s ) afirmativa(s )

  • a)
    I, II e III.
  • b)
    I, apenas.
  • c)
    I e II, apenas.
  • d)
    I e III, apenas.
  • e)
    II e III, apenas.