25 resultados encontrados para . (0.008 segundos)

76460 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Patologia / Patologia

Há algumas situações pré-analíticas que podem condicionar rejeição de amostras colpocitológicas e, consequentemente, não permitir o registro das mesmas no laboratório que as analisaria. Sobre estas situações, foram feitas as seguintes afirmativas: I. Ausência ou erro de identificação da lâmina e/ou do frasco. II. Identificação da lâmina não coincidente com a do formulário de requisição. III. Lâmina danificada ou ausente. IV.Identificação do frasco não coincidente com a do formulário de requisição. Assinale a alternativa correta:

  • a)
    Somente as afirmativas I e II estão corretas
  • b)
    Somente as afirmativas I e III estão corretas
  • c)
    Somente as afirmativas I, II e IV estão corretas
  • d)
    Somente as afirmativas II, III e IV estão corretas
  • e)
    Todas as afirmativas estão corretas

76461 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Patologia / Patologia

Sobre processamento de amostras citopatológicas, analise as afirmativas a seguir e assinale V para verdadeiro e F para falso: ( ) Fluidos corporais e lavados podem ser processados de diferentes metodologias, mas em nenhuma delas é possível realizar centrifugação dos materiais pelo risco de degradação celular e perda das características citológicas. ( ) A coloração de Papanicolaou pode ser feita em amostras fixadas em etanol 95%, em etanol 95% com ácido clorídrico (HCl) a 1%, ou com sprays fixadores a base de álcool. ( ) Há formas comerciais disponíveis para processamento de amostras ginecológicas em meio líquido, como ThinPrep® e BD SurePath™. ( ) Preparados citológicos podem ser submetidos à análise molecular, sendo possível a extração de ácidos nucleicos, análise de sequência de DNA, de expressão gênica e de hibridização in situ por fluorescência. Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA de V e F de cima para baixo:

  • a)
    F – V – V – V
  • b)
    F – F – V – V
  • c)
    F – F – V – F
  • d)
    V – V – V – V
  • e)
    V – V – F – F

76462 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Patologia / Patologia

Na coloração de Papanicolaou, utilizada para coloração de esfregaços citológicos, é realizada uma sequência de banhos em diferentes soluções de reagentes e de soluções corantes. Qual a primeira solução corante utilizada?

  • a)
    EA 50
  • b)
    Orange G
  • c)
    Hematoxilina
  • d)
    Safranina a 5%
  • e)
    Azul de toluidina a 1%

76463 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Patologia / Patologia

Sobre Reação em Cadeia da Polimerase tradicional (PCR) e PCR em tempo real, analise as afirmativas apresentadas a seguir: I.Nas duas modalidades de PCR, não é necessário selecionar primers (iniciadores), pois o sistema automaticamente os seleciona. II.A PCR tradicional é um método altamente sensível para a detecção de sequências de ácidos nucleicos. III.A PCR em tempo real detecta os produtos durante a fase linear de amplificação, enquanto as cópias estão sendo geradas, em vez de no final de um número fixo de ciclos. IV.Uma grande desvantagem da PCR em tempo real sobre a PCR tradicional é a probabilidade aumentada de reações cruzadas na primeira, o que diminui a especificidade da mesma. Assinale a alternativa correta:

  • a)
    Somente as afirmativas I e II estão corretas
  • b)
    Somente as afirmativas I e III estão corretas
  • c)
    Somente as afirmativas I e IV estão corretas
  • d)
    Somente as afirmativas II e III estão corretas
  • e)
    Somente as afirmativas II, III e IV estão corretas

76464 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Patologia / Patologia

Tendo em vista a preparação de uma solução por simples diluição (solução diluída a partir de uma solução com concentração conhecida), qual o volume necessário da solução concentrada a ser diluído para preparar 50,0 mL de uma solução de ácido clorídrico (HCl) de concentração 0,100 mol/L, a partir de solução concentrada de concentração 2,50 mol/L?

  • a)
    1,00 mL
  • b)
    2,00 mL
  • c)
    4,00 mL
  • d)
    5,00 mL
  • e)
    10,00 mL

84381 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Patologia / Patologia

O fixador de ______ tem o formaldeído como principal componente, em associação com ácido pícrico e ácido acético, em solução aquosa. Esta solução resulta em excelente preservação da morfologia nuclear. Os espécimes fixados nesta solução adquirem coloração amarela, por causa dos efeitos do ácido pícrico, o qual deve ser removido por lavagem em álcool e carbonato de lítio, após o período de fixação. Assinale a alternativa que completa a lacuna do texto acima de forma CORRETA:

  • a)
    Zencker
  • b)
    Carnoy
  • c)
    Bouin
  • d)
    Helly
  • e)
    Orth

84382 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Patologia / Patologia

Sobre a etapa de emblocamento tecidual, analise as afirmativas apresentadas a seguir. I.O tecido é posicionado no molde com o entendimento de que a face voltada para baixo se tornará a superfície a ser primeiramente cortada à microtomia. II.É importante ter atenção ao emblocamento de estruturas tubulares, para que haja a correta representação de sua superfície nos cortes. III.Quando forem utilizados cassetes histológicos fabricados em polímero de alta densidade, o cassete vazio poderá ser posicionado no topo do molde, se tornando o verso do bloco tecidual. IV.Após a correta orientação do espécime no molde e finalização do emblocamento, o bloco deverá permanecer em placa aquecida por 2 horas, para que a parafina adquira o ponto ideal de dureza. Assinale a alternativa correta:

  • a)
    Somente as afirmativas I e II estão corretas
  • b)
    Somente as afirmativas I, II e III estão corretas
  • c)
    Somente as afirmativas I, III e IV estão corretas
  • d)
    Somente as afirmativas II e IV estão corretas
  • e)
    Todas as afirmativas estão corretas

84383 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Patologia / Patologia

A coloração de rotina em histopatologia é a técnica da Hematoxilina-Eosina. De acordo com a afinidade tintorial às estruturas celulares e com a coloração de cada solução corante, analise as afirmativas apresentadas a seguir e assinale a CORRETA:

  • a)
    A hematoxilina reage como um corante ácido, corando parede celular e fibras extracelulares, com coloração verde clara.
  • b)
    A eosina é um corante ácido que cora estruturas nucleares e ribossomas, em coloração azulpúrpura.
  • c)
    A eosina é um corante ácido que cora estruturas citoplasmáticas, parede celular e fibras extracelulares, as quais adquirem coloração amarelo ouro.
  • d)
    A hematoxilina reage como um corante ácido, corando estruturas nucleares e algumas organelas, as quais adquirem coloração vermelha ou rósea forte.
  • e)
    A hematoxilina reage como um corante básico, corando estruturas nucleares e algumasorganelas, com coloração azul-púrpura.

84384 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Patologia / Patologia

Em relação à melhor padronização de atividades para realização de técnica imuno-histoquímica, é INCORRETO afirmar:

  • a)
    O período de fixação deve ser de 8 a 72 horas para biópsias por core ou para ressecções.
  • b)
    Deve-se usar formalina, e não álcool, para fixar espécimes citológicos que sejam destinados à pesquisa de receptores de estrógeno.
  • c)
    A temperatura da parafina no processador histológico deve ser monitorada para que a mesma não exceda 60°C.
  • d)
    Todas as amostras teciduais devem ser fixadas imediatamente em álcool absoluto.
  • e)
    Deve-se incluir controles positivo e negativo em cada grupo de lâminas processadas.

84385 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Patologia / Patologia

Após a fixação de cortes histológicos na superfície da lâmina de microscopia, e antes da realização da técnica de coloração de rotina dos microcortes, qual a etapa necessária?

  • a)
    Permanência dos microcortes submersos em parafina histológica em ponto de fusão (56°C), por pelo menos 1 hora.
  • b)
    Permanência dos microcortes submersos em água destilada, sem retirada da parafina, por um período de 2 horas, à temperatura de 20°C.
  • c)
    Remoção da água ainda presente nos tecidos, através da submersão em ácido acético por 10 minutos.
  • d)
    Remoção da água e da parafina dos cortes histológicos, por aquecimento das lâminas a 56°C em estufa, seguido de banhos sucessivos em xilol.
  • e)
    Remoção das proteínas coaguladas dos tecidos através de submersão em água amoniacal ou solução de carbonato de lítio, por 1 hora.