25 resultados encontrados para . (0.008 segundos)

76475 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Agricultura / Engenharia de Pesca

A turbidez na água representa:

  • a)
    a presença de materiais sólidos em suspensão na coluna da água, o que reduz a sua transparência.
  • b)
    a presença de materiais sólidos em suspensão na coluna da água o que aumenta a sua transparência.
  • c)
    a ausência total de sólidos em suspensão na coluna da água.
  • d)
    a precipitação de sólidos em suspensão em uma amostra de água.
  • e)
    a concentração em mg/L dos sólidos totais presentes em uma amostra de água.

76476 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Agricultura / Engenharia de Pesca

A molaridade de uma substância é definida como:

  • a)
    a quantidade de um soluto (em mol) dissolvido em volume de solução em litros.
  • b)
    a quantidade de um soluto (em mg/L) dissolvido em volume de solução em litros.
  • c)
    a quantidade de um soluto (em kg) dissolvido em volume de solução em litros.
  • d)
    o equivalente à normalidade de uma solução.
  • e)
    a concentração de um soluto em mg/L a uma umidade de 70%.

76477 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Agricultura / Engenharia de Pesca

Alguns peixes amazônicos apresentam adaptações estruturais para tolerar baixas concentrações de oxigênio na água. No tambaqui (Colossoma macropomum) essa adaptação ocorre:

  • a)
    no lábio superior.
  • b)
    na bexiga natatória.
  • c)
    no hepatopâncreas.
  • d)
    no lábio inferior.
  • e)
    no opérculo.

76478 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Agricultura / Engenharia de Pesca

Para realizar o descarte correto de material biológico oriundo do sacrifício de animais aquáticos é preciso observar as diretrizes:

  • a)
    do Plano de Gerenciamento de Resíduos da Prefeitura de Manaus.
  • b)
    do Plano de Gerenciamento de Resíduos da Prefeitura do Campus Universitário.
  • c)
    do Plano de Gerenciamento de Resíduos do Estado do Amazonas.
  • d)
    Realizar o descarte diretamente no lixo comum.
  • e)
    do Programa de Gerenciamento de Resíduos do Laboratório em questão, e em consonância com o Plano de Gerenciamento de Resíduos da Universidade.

76479 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Agricultura / Engenharia de Pesca

Os peixes são animais pecilotérmicos, ou seja, a sua temperatura é regulada pela temperatura do ambiente. A partir disso é possível afirmar que a variação constante da temperatura em um experimento de nutrição pode:

  • a)
    influenciar positivamente no resultado do experimento.
  • b)
    garantir o sucesso do experimento.
  • c)
    promover um aumento do consumo de ração no experimento.
  • d)
    prejudicar o resultado do experimento.
  • e)
    promover o conforto térmico dos animais experimentais.

84396 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Agricultura / Engenharia de Pesca

Em um tanque experimental foram medidos os seguintes valores para o pH: 7,0; 5,0 e 8,0. Na escala de pH esses valores são, respectivamente, classificados como:

  • a)
    ácido – básico – neutro.
  • b)
    ácido – neutro – básico.
  • c)
    neutro – ácido – básico.
  • d)
    neutro – básico – ácido.
  • e)
    básico – neutro – ácido.

84397 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Agricultura / Engenharia de Pesca

A normalidade de uma substância é a relação existente entre:

  • a)
    o volume da solução em litros e a concentração em mg/L do soluto.
  • b)
    a concentração em mg/L do soluto com o volume da solução em litros.
  • c)
    o número de moles do soluto e volume da solução em litros.
  • d)
    o número de equivalentes-grama do soluto e o volume da solução em litros.
  • e)
    o número de equivalentes-grama e a concentração em mg/L da solução em litros.

84398 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Agricultura / Engenharia de Pesca

Animais aquáticos excretam amônia como principal molécula de excreção, cuja produção no organismo está diretamente relacionada à alimentação. Esta relação é diretamente proporcional a ingestão de:

  • a)
    lipídios
  • b)
    carboidratos
  • c)
    vitaminas
  • d)
    proteínas
  • e)
    sais minerais

84399 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Agricultura / Engenharia de Pesca

O uso de anestésicos em peixes é uma pratica muito utilizada em experimentos para a realização de biometrias e outras atividades, como coleta de sangue, tecido etc. Isto serve para evitar o excesso de estresse nos peixes e ferimentos desnecessários. Após a aplicação, é necessário que se realize:

  • a)
    a recuperação dos peixes no mesmo tanque do tratamento, para evitar escoriações.
  • b)
    o descarte dos peixes, porque não é possível anestesiar peixes.
  • c)
    A recuperação dos peixes em recipientes com água limpa e oxigenada.
  • d)
    A alimentação dos peixes logo após a recuperação dos mesmos.
  • e)
    A revitalização dos peixes aplicando permanganato de potássio.

84400 COMVEST - UFAM (2016) - UFAM - Técnico de Laboratório - Agricultura / Engenharia de Pesca

Diversas simbologias são utilizadas para indicar a periculosidade de substâncias químicas. Dentre elas podemos destacar o conhecido Diamante (ou diagrama) de Hommel (NFPA 704). Nele as cores representam as seguintes situações perigosas:

  • a)
    Azul: riscos à saúde; Amarelo: reatividade; Vermelho: inflamabilidade.
  • b)
    Azul: inflamabilidade; Amarelo: reatividade; Vermelho: riscos àsaúde.
  • c)
    Azul: riscos à saúde; Amarelo: inflamabilidade; Vermelho: reatividade.
  • d)
    Azul: inflamabilidade; Amarelo: riscos à saúde; Vermelho: reatividade.
  • e)
    Azul: inflamabilidade; Vermelho: riscos à saúde; Amarelo: perigo de morte.