30 resultados encontrados para . (0.008 segundos)

212668 CETREDE (2013) - SC-CE - Arquiteto Pleno / Português

Mostrar/Esconder texto associado

Atente para o significado das seguintes palavras, no contexto em que elas aparecem no texto aqui analisado, e assinale a opção correta:

  • a)
    “Ininteligível” (l. 21. – clara, objetiva, compreensível.
  • b)
    “Cacoete” (l. 08. – hábito repetitivo, mania.
  • c)
    “Permeia” (l. 03. – exclui, afasta.
  • d)
    “Muletas” (l. 06. – bastões de braço curvo, aos quais se apoiam os coxos.
  • e)
    “Provérbio” (l. 09. – o mesmo que “gíria”.

212669 CETREDE (2013) - SC-CE - Arquiteto Pleno / Informática

Considere a planilha Excel a seguir.



Caso a fórmula =DCOUNT(A3:D8;;A1:D2. seja copiada para a célula E2, o valor que aparecerá

nesta última célula será:

  • a)
    0.
  • b)
    1.
  • c)
    2.
  • d)
    3.
  • e)
    #VALUE!.

212670 CETREDE (2013) - SC-CE - Arquiteto Pleno / Arquitetura

Conforme a NBR 9050/2004, item 6.10.10.3, a faixa elevada de travessia de pedestre é

recomendada nas seguintes situações:

  • a)

    Em travessias com fluxo de pessoas superior a 300 pedestres/hora e fluxo de veículos inferior a 100 carros/hora; em vias com largura inferior a 6m.

  • b)

    Em travessias com fluxo de pessoas superior a 300ped/h e fluxo de veículos inferior a 150 carros/h; em vias com largura inferior a 6m.

  • c)

    Em travessias com fluxo de pessoas superior a 500ped/h e fluxo de veículos inferior a 100 carros/h; em vias com largura inferior a 6m.

  • d)

    Em travessias com fluxo de pessoas superior a 400ped/h e fluxo de veículos inferior a 150 carros/h; em vias com largura inferior a 7m.

  • e)

    Em travessias com fluxo de pessoas superior a 400ped/h e fluxo de veículos inferior a 100 carros/h em vias com largura inferior a 7m.

212671 CETREDE (2013) - SC-CE - Arquiteto Pleno / Arquitetura

Conforme a NBR 9050/2004, as medidas necessárias para a manobra de cadeira de rodas

sem deslocamento para rotação de 180° são:



  • a)

    1,20m x 1,20m

  • b)

    1,40m x 1,40m

  • c)

    1,50m x 1,20m

  • d)

    1,60m x 1,30m

  • e)

    1,80m x 1,40m

212672 CETREDE (2013) - SC-CE - Arquiteto Pleno / Não classificada

Sobre os processo de regularização fundiária de assentamentos informais, assinale a alternativa falsa:

  • a)
    A legislação urbana federal permite o estabelecimento de exceção aos padrões mínimos de ocupação e parcelamento do solo vigentes na cidade, em caso de ocupação predominantemente de baixa renda.
  • b)
    Os programa e projetos de regularização fundiária possuem uma dimensão curativa e preventiva do problema dos assentamentos irregulares urbanos.
  • c)
    A política urbana e habitacional federal considera a redefinição das regras do uso e ocupação e parcelamento do solo urbano, no sentido de adaptá-las ao perfil socioeconômico da população de baixa renda, uma medida importante para o combate ao problema dos assentamentos irregulares urbanos.
  • d)
    Os instrumentos do usucapião especial urbano e da concessão especial para fins de moradia fazem parte da dimensão jurídica do processo de regularização fundiária, enquanto as ZEIS são instrumentos essencialmente urbanísticos.
  • e)
    A solução da questão do registro da propriedade dos imóveis em um assentamento irregular não encerra o processo de regularização fundiária plena.

212673 CETREDE (2013) - SC-CE - Arquiteto Pleno / Não classificada

A evolução da tecnologia de Modelagem da Informação na Construção (BIM) vem sendo caracterizada em estágios designados por autores como Succar, Tobin e Ruschel como: BIM 1.0, BIM 2.0 e BIM 3.0. De acordo com os autores, escolha a alternativa correta: I. BIM 1.0 - a tecnologia é utilizada mais como ferramenta do que como um processo e uma estrutura conceitual de trabalho. O processo é ainda individualizado, restrito ao projetista, sem o envolvimento e colaboração de profissionais de outras disciplinas.

II. BIM 2.0 - a tecnologia é expandida a várias disciplinas, áreas de conhecimento e profissionais. Com isso, a interoperabilidade e a cooperação tornam-se essenciais no processo, de modo a permitir a correta troca de informações entre os envolvidos.

III. BIM 3.0 - a tecnologia seria utilizada de modo a permitir uma prática integrada do processo de projeto. Essa prática deve ser baseada em uma imersão simultânea dos diversos participantes do processo de projeto em um modelo virtual do empreendimento. Os aspectos e soluções do projeto seriam discutidos em tempo real.

Escolha as alternativas corretas:

  • a)
    I
  • b)
    I e II
  • c)
    I e III
  • d)
    II e III
  • e)
    I, II e III

212674 CETREDE (2013) - SC-CE - Arquiteto Pleno / Não classificada

A ideia que sustenta o uso do BIM, na indústria da Arquitetura, Engenharia e Construção, se apoia nos conceitos de parametrização, interoperabilidade e na colaboração entre os diversos profissionais deste setor. Para que se tenha uma boa interoperabilidade, é de fundamental importância a implementação de um padrão de protoloco internacional de trocas de dados nos aplicativos e nos processos do projeto. O principal protocolo usado é:

  • a)
    DWG - (DraWinG) é um formato binário usado para arquivamento de projeto 2D e 3D.
  • b)
    DWF - (Drawing Exchange Format) é um arquivo de intercâmbio para modelos 2D e 3D.
  • c)
    IFC - (Industry Foudation Classes) é uma especificação neutra e aberta entre os diversos programas e plataformas usados por projetistas e profissionais da construção.
  • d)
    PDF - (Portable Document Format) é um formato de arquivo de computador usado para representar documentos de maneira independente da aplicação, programas, computadores e sistemas operacionais.
  • e)
    JPG ou JPEG - é o método comum usado para comprimir imagens geradas pelos aplicativos gráficos utilizados no processo de projeto.

214466 CETREDE (2013) - SC-CE - Arquiteto Pleno / Português

Mostrar/Esconder texto associado

Falhou o emprego da crase em:

  • a)
    Fez grandes elogios a nossa casa e à sua.
  • b)
    Roberta chagará lá para às dez horas.
  • c)
    A prova será das treze às quinze horas.
  • d)
    Fale-me da cidade à qual você se referiu.
  • e)
    Àquela hora já não havia mais ninguém na igreja.

226100 CETREDE (2013) - SC-CE - Arquiteto Pleno / Português

Mostrar/Esconder texto associado

No texto acima transcrito, a autora defende a ideia de que:

  • a)
    O clichê, por ser criativo, enriquece o texto literário.
  • b)
    As locuções verbais estão entre os chavões mais usados cotidianamente.
  • c)
    A combinação de palavras de um mesmo clichê comporta variações.
  • d)
    Em princípio, o clichê revela-se criativo, mas seu emprego reiterado o transforma em cacoete.
  • e)
    Gíria, provérbio e clichê têm o mesmo impacto no discurso.

226101 CETREDE (2013) - SC-CE - Arquiteto Pleno / Português

Mostrar/Esconder texto associado

Observe o emprego de “porque”, “porquê”, “por que” e “por quê” e marque a opção incorreta:

  • a)
    Você não saiu ontem por que choveu?
  • b)
    Você chorou tanto, por quê?
  • c)
    Esta é a rua por que o cortejo passou.
  • d)
    Não fiz boa prova porque não estudei.
  • e)
    Quero saber o porquê de tanta demora.