50 resultados encontrados para . (0.009 segundos)

208299 CESPE (2013) - TCE-ES - Analista Administrativo - Arquitetura / Não classificada

Em relação aos instrumentos previstos no Estatuto da Cidade, assinale a opção correta.

  • a)
    O direito de preempção será exercido sempre que o poder público necessitar de áreas para execução de programas e projetos habitacionais de interesse social.
  • b)
    Aplica-se o direito de preempção de uma propriedade quando o proprietário é obrigado a alienar o imóvel somente ao inquilino.
  • c)
    O fato de beneficiário de programas habitacionais edificar seu imóvel no ato de concessão da escritura caracteriza o exercício do direito de superfície.
  • d)
    A posse obtida por meio da usucapião especial de imóvel urbano não é hereditária, ainda que o herdeiro resida no imóvel por ocasião da abertura da sucessão.
  • e)
    A área de proteção ambiental (APA) é considerada unidade de conservação de proteção integral.

208300 CESPE (2013) - TCE-ES - Analista Administrativo - Arquitetura / Não classificada

No que se refere ao sistema viário urbano, assinale a opção correta.

  • a)
    O dimensionamento mínimo de uma faixa de rolamento de uma via arterial é de 2 m.
  • b)
    Calçadas e passeios integram o mobiliário urbano de uma cidade, e não o sistema viário.
  • c)
    O sistema viário em que predominem conversões à direita está mais sujeito a situações de conflito de trânsito que o sistema em que predominem conversões em desnível.
  • d)
    A velocidade máxima permitida nas vias locais é de 60 km/h.
  • e)
    As vias em cul-de-sac favorecem o sistema de coleta de resíduos sólidos, visto que, nessas vias, o percurso do caminhão de coleta de lixo é menor que nas demais.

208301 CESPE (2013) - TCE-ES - Analista Administrativo - Arquitetura / Arquitetura

Na arte paisagística do período barroco,

  • a)

    os jardins das altas classes, segundo pesquisadores, eram recintos geométricos amplamente cultivados, constituindo uma mínima parte do colorido com desenho linear, formado pela agricultura do estreito do Nilo.

  • b)

    os jardins, que eram uma clara extensão da arquitetura, inicialmente surgiram nas propriedades rurais dos arredores da cidade de Roma, sendo os pátios ajardinados das casas de Pompeia os precursores da tradição dos pequenos jardins.

  • c)

    as ideias de movimento e de expansão além dos limites finitos regiam o desenho do espaço renascentista.

  • d)

    a arte paisagística, mais intuitiva que o produto de um desenho consistente, estava quase inteiramente confinada ao claustro.

  • e)

    as montanhas e a selva formavam conjuntamente uma imensa paisagem da qual emergiam os grandes monumentos do homem espiritual.

208302 CESPE (2013) - TCE-ES - Analista Administrativo - Arquitetura / Arquitetura

A forma mais simplificada para a apresentação do programa de necessidades de um projeto arquitetônico consiste em

  • a)

    um croqui com a nomeação dos diferentes ambientes relacionados entre si.

  • b)

    um quadro, com metragem linear, de todos os ambientes ordenados hierarquicamente da maior para a menor área.

  • c)

    uma lista, um mero inventário textual, de compartimentos, contendo as diferentes funções a serem atendidas por esses ambientes no futuro projeto.

  • d)

    uma matriz de elementos que apresenta as relações entre ambientes com códigos de tipo simbólico, próximo da linguagem de um organograma.

  • e)

    um gráfico que informe os diversos ambientes com diferentes funções, e as formas de relação entre eles de maneira hierárquica e organizada.

208303 CESPE (2013) - TCE-ES - Analista Administrativo - Arquitetura / Arquitetura

Tendo em vista que, entre outros aspectos, o conforto térmico de edificações pode ser proporcionado mediante o uso de aberturas em alvenarias e janelas para áreas externas, de modo a permitir a saída do ar quente, assinale a opção que apresenta recomendação corretapara a obtenção de uma melhor eficácia no conforto térmico em edificações.

  • a)

    Quando a entrada de ar é feita por uma janela a meia altura, a saída mais eficaz será obtida com uma veneziana em janelas altas na parede oposta.

  • b)

    Além de janelas a meia altura, pode-se utilizar um forro vazado ao estilo das sanefas coloniais, que eram um bom exemplo de decoração com fim funcional, pois retiravam o ar quente superior dos ambientes internos.

  • c)

    Além de janelas a meia altura, pode-se utilizar um rodapé vazado ao estilo das sanefas coloniais, que eram um bom exemplo de decoração com fim funcional, pois retiravam o ar quente inferior dos ambientes internos.

  • d)

    A entrada e a saída de ar podem ser feitas com janelas posicionadas uma frente à outra, ambas a meia altura.

  • e)

    Quando a entrada de ar é feita por uma janela a meia altura, a saída mais eficaz de ar será obtida na altura do nível do forro, em pequenos orifícios bem separados para aumentar a velocidade de saída do ar quente.

208304 CESPE (2013) - TCE-ES - Analista Administrativo - Arquitetura / Não classificada

Na figura acima, as peças identificadas pelas letras A,B,C,D e E integram as instalações sanitárias ocultas de uma construção acabada. Assinale a opção que apresenta a identificação correta da peça.

  • a)
    B – ramal de descarga
  • b)
    C – coluna de ventilação
  • c)
    D – ramal de ventilação
  • d)
    E – tubo de queda
  • e)
    A – ramal de esgoto

208305 CESPE (2013) - TCE-ES - Analista Administrativo - Arquitetura / Não classificada

Acerca de paredes de alvenaria e de revestimentos, que, além de protegerem as alvenarias contra a chuva e a umidade, ajudam no acabamento estético de uma construção, assinale a opção correta.

  • a)
    O emboço deve ter uma espessura média de 0,5 cm, pois, com uma espessura exagerada, além de se ter um gasto inútil de argamassa, corre-se o risco de a massa se desprender depois de seca.
  • b)
    O revestimento mais utilizado é o de argamassa feito com três componentes: brita fina, areia e cal, por ser considerado o mais econômico e de mais fácil execução.
  • c)
    O revestimento deve ser aplicado na alvenaria em três camadas, na seguinte ordem: primeiramente, o emboço; depois, o reboco; e, finalmente, o chapisco, que pode ser grosso ou fino.
  • d)
    O emboço cria uma superfície áspera entre a alvenaria e a massa grossa do reboco, a fim de melhorar a aderência desta.
  • e)
    Existem casos de alvenaria com tijolos ou blocos aparentes, escolhidos para se obter um efeito estético desejado pelo projeto, ou mesmo para baratear os custos da obra.

208306 CESPE (2013) - TCE-ES - Analista Administrativo - Arquitetura / Não classificada

A respeito do disposto na Lei n.º 12.378/2010, assinale a opção correta.

  • a)
    Cabe ao CAU organizar e manter atualizado um cadastro internacional das escolas e faculdades de arquitetura e urbanismo, com seus respectivos currículos e cursos oferecidos.
  • b)
    Segundo a lei em questão, para exercer a função de arquiteto e urbanista é obrigatório o registro atualizado do profissional no CAU, desde que diplomado a partir de 2010, quando a nova lei foi sancionada. Aos antigos profissionais ainda registrados no CREA não se aplica tal exigência.
  • c)
    Constitui infração disciplinar registrar projeto ou trabalho técnico ou de criação no CAU, para fins de comprovação de direitos autorais e formação de acervo técnico, que não tenha sido efetivamente concebido, desenvolvido ou elaborado por quem requerer o registro.
  • d)
    Artigo 24 diz que foram criados o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil – CAU/BR responsável por todos os estados, dotado de personalidade jurídica de direito privado, com autonomia administrativa, sendo suas atividades custeadas pela União que cuidará das finanças recebidas por anuidades dos profissionais vinculados e doações de instituições privadas vinculadas à profissão.
  • e)
    Os profissionais e as pessoas jurídicas inscritos no CAU terão de pagar anuidade no valor de quinhentos e cinquenta reais. Serão dispensados dessa obrigatoriedade por um ano os profissionais recém-formados e isentos de pagamento os arquitetos e urbanistas que tiverem mais de trinta e cinco anos e carreira.

208407 CESPE (2013) - TCE-ES - Analista Administrativo - Arquitetura / Desenho Técnico

A respeito do desenho técnico, dos programas CAD e de suas aplicações práticas, assinale a opção correta.

  • a)

    Os polígonos fechados podem ser transformados em faces por renderização, por meio da técnica de bitmaps.

  • b)

    Por serem os programas CAD vetoriais em três dimensões, o resultado do traçado de uma planta-baixa, por exemplo, não é, a rigor, um desenho, mas um aramado tridimensional em um único plano (coordenadas de altura iguais a zero).

  • c)

    A função primordial dos programas CAD é a de gerar modelos 3-D que permitam obter automaticamente as vistas ortográficas do desenho técnico.

  • d)

    Com a utilização dos recursos de espessura de linha, é possível diferenciar, claramente, na tela do computador, as linhas de contorno, as linhas de construção as auxiliares e de cota do desenho técnico.

  • e)

    O recurso de desenho de círculos por quatro pontos permite o traçado de quadrados de arestas tangentes com a máxima precisão.

208408 CESPE (2013) - TCE-ES - Analista Administrativo - Arquitetura / Arquitetura

Acerca da outorga onerosa do direito de construir, assinale a opção correta.

  • a)

    Os recursos auferidos com a outorga onerosa do direito de construir poderão ser aplicados no Programa Bolsa Família.

  • b)

    Os índices urbanísticos fundamentais para a definição da outorga onerosa do direito de construir são a densidade demográfica, o afastamento frontal e as taxas de ocupação dos lotes.

  • c)

    A definição do cálculo de cobrança, os casos passíveis de isenção e a contrapartida do beneficiário são prerrequisitos para o estabelecimento de outorga onerosa.

  • d)

    Os limites máximos a serem atingidos pelos coeficientes de aproveitamento da outorga onerosa do direito de construir deverão ser estipulados caso a caso, pelo órgão de planejamento urbano local, de acordo com a proporcionalidade de formas e volumes e a rugosidade esperada em cada área.

  • e)

    A fixação das áreas urbanas onde seja permitido construir acima do coeficiente de aproveitamento básico adotado deve ser estabelecida por decreto municipal, cabendo à prefeitura estipular a contrapartida a ser prestada pelo beneficiário.