40 resultados encontrados para . (0.010 segundos)

145760 CESGRANRIO (2014) - Petrobrás - Técnico de Exploração de Petróleo Júnior / Não classificada

Um dos requisitos de uma poligonal de classe IIIP, segundo a NBR 13133, é a realização de medidas angulares pelo método das direções em duas séries de leituras conjugadas, diretas e inversas.

Um exemplo de leituras verticais conjugadas é

  • a)
    91º e 1º
  • b)
    91º e 89º
  • c)
    91º e 91º
  • d)
    91º e 269º
  • e)
    91º e 271º

145761 CESGRANRIO (2014) - Petrobrás - Técnico de Exploração de Petróleo Júnior / Não classificada

Em um irradiamento são medidas distâncias e direções entre dois pontos, P1 e P2, no terreno.

Para obter coordenadas cartesianas planas de P2 a partir de P1, é necessário multiplicar a distância horizontal medida pelo(a)

  • a)
    ângulo zenital da visada P1–P2
  • b)
    azimute entre P1 e P2
  • c)
    seno e pelo cosseno da latitude de P1
  • d)
    seno e pelo cosseno do azimute entre P1 e P2
  • e)
    leitura angular horizontal em P1

145762 CESGRANRIO (2014) - Petrobrás - Técnico de Exploração de Petróleo Júnior / Não classificada

Após a medição de uma poligonal, os valores das coordenadas dos vértices da poligonal foram calculados e ajustados pelo método dos mínimos quadrados.

Resultados mais precisos serão obtidos pelo ajustamento quando

  • a)
    a poligonal começar e terminar no mesmo ponto.
  • b)
    a poligonal se desenvolver no sentido norte–sul.
  • c)
    as deflexões forem próximas de zero.
  • d)
    os lados da poligonal forem mais longos.
  • e)
    os equipamentos empregados possuírem baixo desvio padrão.

145763 CESGRANRIO (2014) - Petrobrás - Técnico de Exploração de Petróleo Júnior / Não classificada

Uma equipe de geoprocessamento quer analisar a forma do terreno a partir de um conjunto de curvas de nível em formato vetorial e de um modelo digital de elevação em formato matricial.

A associação entre o conjunto de dados e a justificativa de sua escolha deve ser

  • a)
    matricial, porque armazena os relacionamentos topológicos entre as feições representadas.
  • b)
    matricial, porque preserva a resolução mesmo quando é exibido em escalas grandes.
  • c)
    matricial, porque permite ao usuário a edição da geometria das feições representadas, individualmente.
  • d)
    vetorial, porque demanda menor espaço de armazenamento dos dados em disco.
  • e)
    vetorial, porque as curvas de nível fornecem valores de altitude diretamente em qualquer ponto da região.

145764 CESGRANRIO (2014) - Petrobrás - Técnico de Exploração de Petróleo Júnior / Geografia

O método do posicionamento relativo pode ser subdividido

em quatro grupos: estático, estático–rápido, semicinemático

e cinemático. Nesse método, as coordenadas são

determinadas em relação a um referencial materializado

através de uma ou mais estações com coordenadas conhecidas.

A principal diferença entre o posicionamento estático e o

estático–rápido é a(o)

  • a)

    quantidade de receptores utilizados

  • b)

    precisão das coordenadas obtidas

  • c)

    ângulo de máscara definido nos receptores

  • d)

    intervalo de tempo do rastreio

  • e)

    comprimento da linha de base

145765 CESGRANRIO (2014) - Petrobrás - Técnico de Exploração de Petróleo Júnior / Não classificada

Apesar das vantagens que tem o método de posicionamento RTK, quanto maior o comprimento da linha de base, maiores serão os erros envolvidos no processo, o que restringe a distância entre a estação de referência e o usuário. Para superar esse problema, foi desenvolvido o conceito de rede de estações de referência, conhecido como RTK em rede.

Uma característica básica do RTK em rede é a seguinte:

  • a)
    menor número de estações utilizadas como referência, se comparado ao RTK.
  • b)
    impossibilidade de realizar o controle de qualidade.
  • c)
    as distâncias entre as estações de referência podem ser menores, se comparadas ao RTK.
  • d)
    a área de abrangência é muito menor para o usuário atuar, se comparada ao RTK.
  • e)
    a área é totalmente coberta na região de abrangência da rede.

145766 CESGRANRIO (2014) - Petrobrás - Técnico de Exploração de Petróleo Júnior / Não classificada



Na Figura acima estão expressos os focos F1 e F2 do

elipsoide de revolução com semieixo maior a e semieixo

menor b.

A primeira excentricidade desse elipsoide é expressa pela

seguinte relação:

Dado

P1F1=P1F2

  • a)

  • b)

  • c)

  • d)

  • e)

145767 CESGRANRIO (2014) - Petrobrás - Técnico de Exploração de Petróleo Júnior / Física



O lugar, no plano do filme, em que incide o raio de luz que

entra perpendicularmente ao sistema de lentes da câmara

mostrado na Figura acima, é denominado ponto

  • a)

    principal de autocolimação

  • b)

    principal de simetria

  • c)

    nodal anterior

  • d)

    nodal posterior

  • e)

    vernal

157087 CESGRANRIO (2014) - Petrobrás - Técnico de Exploração de Petróleo Júnior / Não classificada

Um dos requisitos de uma poligonal de classe IP, segundo a NBR 13133, é a realização de medidas angulares pelo método das direções em três séries de leituras conjugadas, diretas e inversas.

Um conjunto de leituras horizontais que atendam a esses requisitos é

  • a)
    30º – 30º – 60º – 60º – 90º – 90º
  • b)
    30º – 30º – 90º – 90º – 150º – 150º
  • c)
    30º – 150º – 270º – 30º – 150º – 270º
  • d)
    30º – 210º – 90º – 270º – 150º – 330º
  • e)
    30º – 210º – 30º – 210º – 30º – 210º

157088 CESGRANRIO (2014) - Petrobrás - Técnico de Exploração de Petróleo Júnior / Não classificada

A execução de um nivelamento trigonométrico está sujeita aos efeitos da curvatura terrestre e à refração atmosférica, embutindo os erros nas medições.

Emprega–se na minimização de tais efeitos o método

  • a)
    cinemático
  • b)
    do salto de rã
  • c)
    da redução ao horizonte
  • d)
    das direções com leituras conjugadas
  • e)
    das leituras zenitais recíprocas