149 resultados encontrados para . (0.010 segundos)

207260 VUNESP (2013) - UNESP - Vestibular / História

A proclamação da República não é um ato fortuito, nem obra do acaso, como chegaram a insinuar os monarquistas; não é tampouco o fruto inesperado de uma parada militar. Os militares não foram meros instrumentos dos civis, nem foi um ato de indisciplina que os levou a liderar o movimento da manhã de 15 de novembro, como tem sido dito às vezes. Alguns deles tinham sólidas convicções republicanas e já vinham conspirando há algum tempo [...]. Imbuídos de ideias republicanas, estavam convencidos de que resolveriam os problemas brasileiros liquidando a Monarquia e instalando a República.



(Emília Viotti da Costa. Da monarquia à república, 1987.)





O texto identifica a proclamação da República como resultado

  • a)

    da unidade dos militares, que agiram de forma coerente e constante na luta contra o poder civil que prevalecia durante o Império.

  • b)

    da fragilidade do comando exercido pelo Imperador frente às rebeliões republicanas que agitaram o país nas últimas décadas do Império.

  • c)

    de um projeto militar de assumir o comando do Estado brasileiro e implantar uma ditadura armada, afastando os civis da vida política.

  • d)

    da disseminação de ideais republicanos e salvacionistas nos meios militares, que articularam a ação de derrubada da Monarquia.

  • e)

    de uma conspiração de civis, que recorreram aos militares para derrubar a Monarquia e assumir o controle do Estado brasileiro.

207287 VUNESP (2013) - UNESP - Vestibular / Português

Mostrar/Esconder texto associado

[...] fica reduzida aos pouquíssimos dentes acatólicos da população.

Na expressão dentes acatólicos, a palavra “dentes” é empregada em lugar de “pessoas”, segundo uma relação semântica de

  • a)
    símbolo pela coisa significada.
  • b)
    parte pelo todo.
  • c)
    continente pelo conteúdo.
  • d)
    causa pelo efeito.
  • e)
    todo pela parte.

207319 VUNESP (2013) - UNESP - Vestibular / Química

O soro fisiológico é uma das soluções mais utilizadas na área de saúde. Consiste em uma solução aquosa de cloreto de sódio NaCl 0,9% em massa por volume, que equivale à concentração 0,15 mol · L-1 . Dispondo de uma solução estoque de NaCl 0,50 mol · L-1 , o volume necessário dessa solução, em mL, para preparar 250 mL de soro fisiológico será igual a

  • a)

    15.

  • b)

    100.

  • c)

    25.

  • d)

    75.

  • e)

    50.

207326 VUNESP (2013) - UNESP - Vestibular / Filosofia e Ética

"Religião sempre foi um negócio lucrativo." Assim começa uma reportagem da revista americana Forbes sobre os milionários bispos fundadores das maiores igrejas evangélicas do Brasil. A revista fez um ranking com os líderes mais ricos. No topo da lista, está o bispo Edir Macedo, que tem uma fortuna estimada em R$ 2 bilhões, segundo a revista. Em seguida, vem Valdemiro Santiago, com R$ 400 milhões; Silas Malafaia, com R$ 300 milhões; R. R. Soares, com

R$ 250 milhões, e Estevan Hernandes Filho e a bispa Sônia, com R$ 120 milhões juntos. A Forbes também destaca o crescimento dos evangélicos no Brasil – de 15,4% para 22,2% da população na última década –, em detrimento dos católicos. Hoje, os católicos romanos somam 64,6% da população, ou 123 milhões de brasileiros. Os evangélicos, por sua vez, já somam 42 milhões, em uma população total de 191 milhões de pessoas.



(Forbes lista os seis líderes milionários evangélicos no Brasil. uol.com.br, 19.01.2013. Adaptado.)





Os fatos descritos na reportagem são compatíveis filosoficamente com uma concepção

  • a)

    teológico-protestante, baseada na valorização do sacrifício pessoal e da prosperidade material.

  • b)

    kantiana, que preconiza a possibilidade de se atingir a maioridade intelectual.

  • c)

    cartesiana, que pressupõe a existência de Deus como condição essencial para o conhecimento racional.

  • d)

    dialético-materialista, baseada na necessidade de superação do trabalho alienado.

  • e)

    teológico-católica, defensora da caridade e idealizadora de virtudes associadas à pobreza.

207335 VUNESP (2013) - UNESP - Vestibular / Matemática

Semanalmente, o apresentador de um programa televisivo reparte uma mesma quantia em dinheiro igualmente entre os vencedores de um concurso. Na semana passada, cada um dos 15 vencedores recebeu R$ 720,00. Nesta semana, houve 24 vencedores; portanto, a quantia recebida por cada um deles, em reais, foi de

  • a)

    675,00.

  • b)

    600,00.

  • c)

    450,00.

  • d)

    540,00.

  • e)

    400,00.

208285 VUNESP (2013) - UNESP - Vestibular / Inglês

Mostrar/Esconder texto associado

No trecho do quarto parágrafo – Another involves what

Greenpeace calls “ad bluster" –, a palavra another

refere–se a

  • a)

    Stop Greenwash.

  • b)

    environmental program.

  • c)

    greenwashing strategy.

  • d)

    environmental laws.

  • e)

    core business.

208286 VUNESP (2013) - UNESP - Vestibular / História

Mostrar/Esconder texto associado

Sobre o recolhimento de impostos e os gastos públicos no

Império Romano, é correto afirmar que

  • a)

    os patrícios e os proprietários de terras não pagavam tributos, uma vez que estes eram de responsabilidade exclusiva de arrendatários e escravos.

  • b)

    o desenvolvimento da engenharia civil foi essencial para integrar o Império e facilitar o deslocamento dos exércitos.

  • c)

    as obras financiadas com recursos públicos foram apenas as de função religiosa, como altares ou templos.

  • d)

    a desvalorização da moeda foi uma das formas utilizadas pelos governantes para aliviar o peso dos impostos sobre a população despossuída.

  • e)

    os tributos eram cobrados por coletores enviados diretamente de Roma, não havendo qualquer intermediação ou intervenção de autoridades locais.

208287 VUNESP (2013) - UNESP - Vestibular / Geografia

No final da primavera de 1921, um grande artigo de

Lenin define o que será a NEP [Nova política econômica]:

supressão das requisições, impostos em gêneros (para os

camponeses); liberdade de comércio; liberdade de produção

artesanal; concessões aos capitalistas estrangeiros; liberdade

de empresa – é verdade que restrita – para os cidadãos

soviéticos. [...] Ao mesmo tempo, recusa qualquer liberdade

política ao país: “Os mencheviques continuarão presos", e

anuncia uma depuração do partido, dirigida contra os revolucionários

oriundos de outros partidos, isto é, não imbuídos

da mentalidade bolchevique.

(Victor Serge. Memórias de um revolucionário, 1987.)





O texto identifica duas características do processo de constituição

da União Soviética:

  • a)

    a reconciliação entre as principais facções social–democratas e a implantação de um sistema político que atribuía todo poder aos sovietes de soldados, operários e camponeses.

  • b)

    o reconhecimento do fracasso político e social dos ideais comunistas e o restabelecimento do capitalismo liberal como modo de produção hegemônico no país.

  • c)

    a estatização das empresas e dos capitais estrangeiros investidos no país e a nacionalização de todos os meios de produção, com a implantação do chamado comunismo de guerra.

  • d)

    a aguda centralização do poder nas mãos do partido governante e o restabelecimento temporário de algumas práticas capitalistas, que visavam à aceleração do crescimento econômico do país.

  • e)

    o fim da participação russa na Guerra Mundial, defendida pelas principais lideranças do Exército Vermelho, e a legalização de todos os partidos socialistas.

208288 VUNESP (2013) - UNESP - Vestibular / Geografia

Considere o mapa das bacias hidrográficas brasileiras e analise

o gráfico das condições hídricas de uma dessas bacias.





Considerando conhecimentos sobre a situação atual de uso,

ocupação demográfica, disponibilidade hídrica e degradação

das bacias hidrográficas brasileiras, é correto afirmar que a

bacia X se refere à

  • a)

    bacia do Paraguai.

  • b)

    bacia Amazônica.

  • c)

    bacia Tocantins–Araguaia.

  • d)

    bacia Atlântico Nordeste Oriental.

  • e)

    bacia do Uruguai.

208289 VUNESP (2013) - UNESP - Vestibular / Geografia

Leia a notícia.





Um grupo de indígenas que protestava contra a mudança

no processo de demarcação de terras cercou nesta

quinta–feira [18.04.2013] o Palácio do Planalto. De acordo

com um dos representantes do movimento, Neguinho Tuká,

a população indígena não foi ouvida durante o processo

de elaboração da PEC 215 e teme perder suas terras com

as mudanças. “Índio sem terra não tem vida", declarou o

coordenador das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira,

Marcos Apurinã. “Não aceitamos e não vamos aceitar

mais esse genocídio." O grupo é o mesmo que, na última

terça–feira, 16, invadiu o plenário da Câmara dos Deputados

em protesto contra a PEC 215, que transfere do Poder

Executivo para o Congresso Nacional a decisão final sobre a

demarcação de terras indígenas no Brasil.

(http://ultimosegundo.ig.com.br. Adaptado.)





São processos que vêm contribuindo para o acirramento da

tensão social envolvendo a população indígena no campo

brasileiro:

  • a)

    o avanço das atividades agrícolas, mineradoras e pecuárias de grande porte; a instalação de usinas hidrelétricas em terras indígenas; e a permanência da concentração de terras no país.

  • b)

    a expansão da reforma agrária; o aumento do desemprego no campo; e a ausência de políticas de assistência social destinada à população indígena.

  • c)

    o avanço das atividades agrícolas, mineradoras e pecuárias de grande porte; a expansão da reforma agrária; e a reivindicação da população indígena de direitos não previstos na Constituição Federal.

  • d)

    a expansão da reforma agrária e da agricultura familiar; a instalação de usinas hidrelétricas em terras indígenas; e a permanência da concentração de terras no país.

  • e)

    a expansão da agricultura familiar no país; o aumento do desemprego no campo; e a ausência de políticas de assistência social destinada à população indígena.