100 resultados encontrados para . (0.010 segundos)

145844 CESPE (2014) - PGE-PI - Procurador do Estado / Direito Constitucional

Acerca das fontes normativas integrantes do ordenamento jurídico

do Estado brasileiro, assinale a opção correta.

  • a)

    Conflitos entre leis ordinárias e leis complementares têm de ser resolvidos necessariamente em favor das leis complementares.

  • b)

    Embora as leis orgânicas municipais estejam sujeitas às constituições dos respectivos estados–membros, estas últimas não têm o poder de disciplinar assunto considerado de interesse local.

  • c)

    Decreto autônomo do governador de um estado federado deve ater–se aos limites do poder regulamentar.

  • d)

    Conflitos entre leis estaduais e leis municipais têm de ser sanados necessariamente em favor das leis estaduais.

  • e)

    Todas as normas da CF são de observância obrigatória para estados e municípios, devendo ser necessariamente observadas pelas respectivas leis fundamentais.

145845 CESPE (2014) - PGE-PI - Procurador do Estado / Direito Constitucional

Conforme a jurisprudência do STF, as constituições estaduais

podem dispor validamente a respeito

  • a)

    do poder da assembleia legislativa de solicitar o depoimento de qualquer autoridade ou cidadão sujeito à sua esfera de fiscalização e do poder investigatório de comissão parlamentar de inquérito estadual.

  • b)

    dos direitos dos empregados de empresas públicas e das garantias da magistratura estadual.

  • c)

    dos números de secretarias e de comarcas dos respectivos Poderes Executivo e Judiciário.

  • d)

    da previsão de crimes de responsabilidade para agentes políticos e do estabelecimento de direitos básicos do funcionalismo público estadual.

  • e)

    da ordem de sucessão e substituição de prefeitos municipais e de normas básicas do processo legislativo estadual.

145846 CESPE (2014) - PGE-PI - Procurador do Estado / Não classificada

Ainda acerca de servidores públicos e temas conexos, assinale a opção correta à luz da jurisprudência do STF e da doutrina pertinente.

  • a)
    Uma das formas de aposentadoria do servidor público é a compulsória, que exige, além do requisito da idade, o cumprimento de tempo mínimo tanto no serviço público quanto no cargo efetivo.
  • b)
    É legítimo o desconto, pelos dias não trabalhados, da remuneração dos servidores públicos que aderirem a movimento grevista.
  • c)
    Conforme o entendimento do STF, caso determinado servidor, que se encontre em estágio probatório, decida aderir a movimento grevista, a administração poderá demiti–lo após regular procedimento disciplinar.
  • d)
    A despeito da ressalva constitucional que possibilita a acumulação remunerada de dois cargos de professor, desde que haja compatibilidade de horários, o servidor que se encontre no exercício dessa excepcionalidade deverá, por ocasião da sua aposentadoria, optar pela remuneração de um dos dois cargos.
  • e)
    De acordo com os princípios protetivo e da universalidade, o servidor público que se aposentar por invalidez permanente, independentemente do fato que tiver motivado a invalidez, terá o benefício da aposentadoria integral.

145847 CESPE (2014) - PGE-PI - Procurador do Estado / Direito Civil

Acerca de obrigações e contratos, assinale a opção correta.

  • a)

    O princípio da função social dos contratos elimina a autonomia contratual.

  • b)

    À luz da personalização e constitucionalização do direito civil, a real função do contrato não é tão somente a segurança jurídica, mas, também, o atendimento aos interesses da pessoa humana.

  • c)

    Caso um indivíduo compre um apartamento por R$ 100.000,00 mediante a entrega, ao vendedor, de R$ 60.000,00 em espécie e um automóvel avaliado em R$ 40.000,00, a oferta do automóvel como parte do pagamento descaracterizará o contrato de compra e venda, configurando, em verdade, uma permuta.

  • d)

    Considere a seguinte situação hipotética. Aldo, Bruno e César assumiram dívida de obrigação relativa à entrega de um automóvel. Na vigência dessa obrigação, César faleceu, tendo deixado os herdeiros Elmo e Fausto. Após tais fatos, este último foi demandado sozinho para entregar o objeto. Nessa situação, por inferência da indivisibilidade da coisa, o credor deveria ter manejado a demanda conjuntamente em face de Elmo e Fausto, pois este não possui a obrigação de entregá–la por inteiro ao credor.

  • e)

    Na cessão de crédito pro solvendo, o cedente se desonera inteiramente em relação ao cessionário apenas com a própria cessão, ou seja, independentemente do recebimento do crédito.

145848 CESPE (2014) - PGE-PI - Procurador do Estado / Direito Comercial (Empresarial)

A respeito da concessão e representação comercial, assinale a opção

correta.

  • a)

    O representante está impedido de efetuar atos de execução do negócio principal que auxilia, enquanto o concessionário aperfeiçoa a concessão justamente realizando–os.

  • b)

    O representante atua em nome próprio e gere interesse alheio, enquanto o concessionário atua em nome alheio e gere interesse próprio.

  • c)

    O concessionário deve atuar em uma área operacional exclusiva, restrição esta que não se aplica ao representante.

  • d)

    O representante deve mediar negócios de outrem sem obrigatoriamente exercer mandato, enquanto o concessionário efetivamente realiza mercancia.

  • e)

    O concessionário exerce atividade empresarial, enquanto o representante não pode ser empresário, uma vez que deve ser registrado em conselho profissional como auxiliar do comércio.

145849 CESPE (2014) - PGE-PI - Procurador do Estado / Direito Processual Civil

Em relação a ação rescisória, assinale a opção correta de acordo

com a doutrina, a legislação vigente e a jurisprudência dos tribunais

superiores.

  • a)

    Ocorre caso de prescrição intercorrente de ação rescisória quando a ação ficar paralisada por mais de cinco anos.

  • b)

    O depósito prévio não é exigido nas ações rescisórias em que o autor é a União, os estados, os municípios, o Ministério Público ou o INSS.

  • c)

    O julgamento de ação rescisória abrange o judicium rescissorium, referente à rescisão da decisão atacada, e, se for o caso, o judicium rescindens, referente à prolação de novo julgamento.

  • d)

    A petição inicial de ação rescisória deve ser dirigida a juiz singular, o qual deve ordenar a citação do réu, estabelecendo um prazo para apresentação da resposta.

  • e)

    Cabem embargos infringentes se houver julgamento de improcedência da ação rescisória por maioria de votos no tribunal.

icon
Questão anulada pela banca organizadora do concurso.

145850 CESPE (2014) - PGE-PI - Procurador do Estado / Não classificada

Um empreendedor, de posse da licença ambiental prévia, mas antes de obter a licença de instalação, deu início à implantação de uma indústria de produtos químicos. Após a implantação do complexo industrial, sobreveio lei, baseada em estudos ambientais que indicaram grave risco de contaminação do sistema hídrico da região, que alterou o zoneamento ambiental da área e proibiu qualquer atividade industrial no local. Com referência a essa situação hipotética, assinale a opção correta.

  • a)
    A licença prévia poderá ser revogada por motivo de interesse público e, nesse caso, o empreendedor deverá ser ressarcido pelo Estado dos gastos com as obras de implantação do complexo industrial.
  • b)
    A licença prévia não poderá ser revogada antes do término do prazo de sua validade, ainda que se comprove o interesse público relevante.
  • c)
    O Estado deverá revogar a licença prévia, caso contrário, responderá solidariamente pelo dano ambiental causado.
  • d)
    A lei nova não poderia alterar o zoneamento ambiental da área, uma vez que vige, no direito ambiental, o princípio de vedação ao retrocesso.
  • e)
    O empreendedor tem o direito adquirido de manter a sua indústria no local, uma vez que a implantação do complexo industrial já foi concluída.

145851 CESPE (2014) - PGE-PI - Procurador do Estado / Direito Administrativo

Acerca da desapropriação por utilidade pública, regida pelo

Decreto–lei n.3.365/1941, assinale a opção correta.

  • a)

    Segundo o STF, as ações, as cotas ou os direitos relativos ao capital de pessoas jurídicas não podem ser desapropriados.

  • b)

    As pessoas que exercem funções que lhes foram delegadas pelo poder público podem promover desapropriação, independentemente de autorização legislativa ou contratual.

  • c)

    De acordo com o entendimento firmado pelo STF, margens de rios navegáveis podem ser incluídas em processo de desapropriação e, no caso, devem ser indenizadas.

  • d)

    Segundo o STF, desapropriação de imóvel por estado–membro dependerá de prévia autorização da respectiva assembleia legislativa.

  • e)

    Nos termos da lei, os bens da União não podem ser desapropriados.

145864 CESPE (2014) - PGE-PI - Procurador do Estado / Direito do Trabalho

Assinale a opção correta no que diz respeito a férias.

  • a)

    Constatada a culpa recíproca na rescisão do contrato de trabalho, é devida ao empregado metade das férias proporcionais.

  • b)

    De acordo com a legislação trabalhista, as férias serão concedidas por ato do empregador, no mês de escolha do empregado.

  • c)

    As férias correspondem ao descanso anual remunerado que o trabalhador deve usufruir, independentemente de aquisição desse direito.

  • d)

    Para cada mês ou fração superior a dez dias de trabalho, o empregado tem o direito a um doze avos de férias.

  • e)

    Conforme entendimento do TST, são devidas férias proporcionais ao empregado demitido por justa causa.

145865 CESPE (2014) - PGE-PI - Procurador do Estado / Direito Processual do Trabalho

No que se refere à sentença trabalhista, assinale a opção correta.

  • a)

    Da sentença proferida no procedimento sumaríssimo devem constar, sob pena de nulidade, o relatório, a fundamentação e o dispositivo.

  • b)

    A parte que, intimada, não comparecer à audiência em prosseguimento para a prolação da sentença perderá o prazo para recurso.

  • c)

    Sendo revel o reclamado, dispensa–se a intimação da sentença.

  • d)

    Nos dissídios coletivos, cujo julgamento compete aos tribunais do trabalho, as decisões são denominadas sentenças normativas, cujos efeitos se estendem tanto aos associados do sindicato quanto aos não associados, ou seja, a toda a categoria.

  • e)

    O termo lavrado nas conciliações vale como decisão irrecorrível, salvo no que se refere a questões que envolvam a previdência social e pessoas jurídicas de direito público.