Notice (8): Undefined variable: description_for_layout [APP/View/Layouts/default.ctp, line 16] - 2253 questões grátis para resolução." /> Notice (8): Undefined variable: description_for_layout [APP/View/Layouts/default.ctp, line 34] - 2253 questões gratuitas para resolução." />
2253 resultados encontrados para . (0.011 segundos)

50013 FCC (2017) - TRE-SP - Analista Judiciário - Assistência Social / Serviço Social

A escolha do instrumento de pesquisa auxilia a organização, sistematização e registro das informações procuradas. Entre os instrumentos de pesquisa, uma das principais diferenças entre o formulário e o questionário, apesar das semelhanças, é que

  • a)
    o formulário é preenchido pelo entrevistador.
  • b)
    o formulário é preenchido pelo entrevistado.
  • c)
    o questionário é preenchido pelo entrevistador.
  • d)
    o questionário não exige preenchimento.
  • e)
    ambos são preenchidos pelo entrevistador.

50014 FCC (2017) - TRE-SP - Analista Judiciário - Assistência Social / Serviço Social

A reestruturação capitalista, que a partir dos anos 1940, estabeleceu uma outra forma de organização sociopolítica, foi resultante de um pacto entre Estado, mercado e setores organizados da classe trabalhadora para enfrentar a crise que se estendia desde 1929 . Esse pacto foi denominado de

  • a)
    fordismo.
  • b)
    toyotismo.
  • c)
    liberalismo.
  • d)
    keynesianismo.
  • e)
    neoliberalismo.

50015 FCC (2017) - TRE-SP - Analista Judiciário - Assistência Social / Serviço Social

A entrevista é uma forma de diálogo assimétrico na busca de informações e dados sobre o fenômeno estudado. A avaliação global das informações coletadas é uma característica da pesquisa

  • a)
    estruturada.
  • b)
    semi-estruturada.
  • c)
    não estruturada.
  • d)
    em grupo.
  • e)
    orientada.

50018 FCC (2017) - TRE-SP - Analista Judiciário - Assistência Social / Serviço Social

A instituição/organização/entidade social pode ser definida como unidade que faz com que seja possível aos integrantes de um grupo ou equipe trabalharem juntos, em busca de objetivos. Criar espaços de participação dos usuários, em todos os níveis, na estrutura organizacional da instituição, constitui uma das demandas profissionais do Serviço Social. Para tanto, há de se considerar alguns traços de nossa tradição autoritária que contribuem para dificultar o desenvolvimento de processos participativos nas instituições, e, consequentemente, na atuação profissional. São determinantes imediatos do autoritarismo presentes nas instituições:

  • a)
    A visão hegemonizada dos grupos, as demandas materiais, institucionais e ideológicas.
  • b)
    O conservadorismo da sociedade, as implicações singulares, genéricas e universais.
  • c)
    Os múltiplos interesses dos grupos, os condicionantes materiais, institucionais e ideológicos.
  • d)
    A formalização das regras e normas de funcionamento, os recursos materiais, humanos e financeiros.
  • e)
    Os interesses de classe antagônicos, os condicionantes administrativos, jurídicos e profissionais.

50019 FCC (2017) - TRE-SP - Analista Judiciário - Assistência Social / Serviço Social

Para tornar alcançável às crianças e aos adolescentes os direitos fundamentais de cidadania, o Estatuto da Criança e do Adolescente preconiza o direito à proteção cuja a existência pressupõe a criação de um Sistema de Garantia de Direitos, de caráter público, que, moldado na perspectiva da promoção, da defesa e do controle

  • a)
    fixe limites à atuação da sociedade civil organizada e assegure a observância dos direitos humanitários.
  • b)
    promova o processo de capacitação dos conselheiros e dos gestores da política da área da criança e do adolescente.
  • c)
    possa contribuir para efetivar a promessa da normativa jurídica de proporcionar às crianças e aos adolescentes o direito à emancipação social.
  • d)
    seja instituído condicionado à deliberação do Poder Judiciário, bem como restrito à aplicabilidade da legislação codificada.
  • e)
    viabilize ações de cunho protetivo não só para as crianças e adolescentes classificadas como “normais”, mas também para as em “situação irregular”.

50020 FCC (2017) - TRE-SP - Analista Judiciário - Assistência Social / Serviço Social

A ética é uma ..I....dos homens. Assim, parte-se do pressuposto que, para chegar aos fundamentos da ética, necessita-se passar pelos fundamentos .II..... . Esses fundamentos têm uma existência objetiva: são III ......

que expressam modos de ser existentes na realidade sócio-histórica. Nesse sentido, além de reflexão e sistematização filosófica, a ética deve ser compreendida como . IV..... .

As lacunas I, II, III e IV são, correta e respectivamente, preenchidos por

  • a)
    construção histórica - do ser social - categorias teóricas - práxis
  • b)
    qualidade específica - do conhecimento interior - conceitos analíticos - virtude
  • c)
    capacidade inerente - da psique humana - definições aproximadas - processo
  • d)
    racionalidade crítica - da sociabilidade humana - premissas fundamentais - possibilidade
  • e)
    escolha teórica - do ser social - conceitos políticos - necessidade

50030 FCC (2017) - TRE-SP - Analista Judiciário - Assistência Social / Serviço Social

Na década de 80, o mundo viveu uma epidemia de HIV/AIDS. Nas décadas seguintes, a partir de pesquisas, do desenvolvimento de novos medicamentos e campanhas educativas focalizadas, essa epidemia vem sendo controlada. No campo dos direitos, o portador do vírus é obrigado a revelar sua sorologia em caso de

  • a)
    contratação no setor privado.
  • b)
    trabalho na área médica.
  • c)
    receber uma transfusão de sangue.
  • d)
    doação de esperma.
  • e)
    adoção de criança/adolescente.

50907 UTFPR (2017) - UTFPR - Assistente Social / Serviço Social

Sobre o processo de revisão do Código de Ética de 1986 e transição para o Código de Ética dos Assistentes Sociais de 1993, Barroco (2006) pondera algumas categorias reflexivas importantes. Sobre este tema, assinale a alternativa correta.

  • a)
    A concepção e defesa de valores no Código de Ética de 1993, como a liberdade, por exemplo, representam o compromisso profissional com valores ideais burgueses.
  • b)
    Na revisão do Código de Ética de 1986, foi notória a necessidade de estabelecer uma codificação ética que desse concretude ao compromisso profissional, afirmando valores e princípios éticos de forma abstrata, desconsiderando aspectos práticos profissionais.
  • c)
    O processo de redemocratização da sociedade brasileira não guarda relação com a mudança do Código de Ética Profissional, tendo em vista a desvalorização de aspectos político-conjunturais da época.
  • d)
    O Código de Ética de 1993 representa o compromisso profissional com a classe trabalhadora, na concepção de um projeto profissional vinculado a um projeto social radicalmente conservador.
  • e)
    O Código de Ética de 1993 explicita sua diferencialidade em face do discurso liberal, ao afirmar a equidade e a democracia como valores éticos-políticos.

50910 UTFPR (2017) - UTFPR - Assistente Social / Serviço Social

De acordo com o Código de Ética Profissional do Assistente Social, são deveres do assistente social na sua relação com os usuários:

  • a)
    Ampla autonomia no exercício da Profissão, não sendo obrigado a prestar serviços profissionais incompatíveis com as suas atribuições, cargos ou funções.
  • b)
    Desagravo público por ofensa que atinja a sua honra profissional.
  • c)
    Denunciar falhas nos regulamentos, normas e programas da instituição em que trabalha, quando os mesmos estiverem ferindo os princípios e diretrizes deste Código, mobilizando, inclusive, o Conselho Regional, caso se faça necessário.
  • d)
    Respeitar a autonomia dos movimentos populares e das organizações das classes trabalhadoras.
  • e)
    Contribuir para a criação de mecanismos que venham desburocratizar a relação com os/as usuários/ as, no sentido de agilizar e melhorar os serviços prestados.

50920 UTFPR (2017) - UTFPR - Assistente Social / Serviço Social

Assinale a alternativa correta.

A Lei Orgânica de Saúde – LOS, Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, estabelece os parâmetros para o desenvolvimento da política de saúde em todo o território nacional. A lei estabelece, entre outras coisas, que são determinantes e condicionantes de saúde pública:

  • a)
    O acesso à alimentação, à moradia, ao saneamento básico, ao meio ambiente, ao trabalho, à renda, à educação, à atividade física, ao transporte, ao lazer e aos bens e serviços essenciais.
  • b)
    O acesso às iniciativas privadas de oferta de serviços de saúde, sejam em nível ambulatorial ou emergencial, independentemente do poder aquisitivo de cada pessoa.
  • c)
    A proibição da oferta de serviços básicos de saúde pela iniciativa privada, uma vez que é dever do Estado ofertar as condições fundamentais para promoção da saúde e prevenção da doença, em todo o território nacional.
  • d)
    A livre concorrência entre o setor público e privado, na oferta de serviços especializados em saúde, como no tratamento do câncer, ficando livre ao cidadão optar por como será feito seu atendimento e responsabilizar o Estado pelo custeio.
  • e)
    A proibição de oferta de medicação pela rede pública de saúde, considerando-se o direito do cidadão de optar pelo laboratório produtor da medicação, de acordo com sua preferencia.