158 resultados encontrados para . (0.010 segundos)

51641 COPESE - UFPI (2017) - UFPI - Assistente de Administração / Logística

De acordo com o Plano de Gestão de Logística Sustentável, Instrução Normativa nº 10, de 2012, são consideradas práticas de sustentabilidade e racionalização da utilização de materiais e serviços nos seguintes temas, EXCETO:

  • a)
    Energia elétrica.
  • b)
    Deslocamento de pessoal.
  • c)
    Coleta seletiva.
  • d)
    Utilização de redes sociais.
  • e)
    Qualidade de vida no trabalho.

52341 FCC (2017) - DPE-RS - Técnico - Logística / Logística

O gráfico que demonstra a combinação entre o consumo, o estoque de segurança e o ponto de reposição está representado na alternativa:

  • a)

  • b)

  • c)

  • d)

  • e)

52342 FCC (2017) - DPE-RS - Técnico - Logística / Logística

Segundo Ballou (2006), o tempo do ciclo do pedido é definido como o "tempo decorrido entre a entrega do pedido de compra ou requisição do serviço" do cliente

  • a)
    ao setor de processamento do pedido, e aquele da entrega do produto ou serviço ao cliente.
  • b)
    e aquele da entrega do produto ou serviço ao cliente.
  • c)
    ao almoxarifado, e aquele da entrega do produto ou serviço ao cliente.
  • d)
    à produção ou ao executor do serviço, e aquele da entrega do produto ou serviço ao almoxarifado.
  • e)
    à produção ou ao executor do serviço, e aquele da entrega do produto ou serviço ao cliente.

52358 FCC (2017) - DPE-RS - Técnico - Logística / Logística

NÃO se refere a Logística Reversa:

  • a)
    As aplicações e implantações de medidas de logística reversa para evitar problemas ambientais, em que se olha apenas o fim de tubo (EOP − End-of-Pipe), é apenas um paliativo, sendo necessário, a médio e longo prazo, buscar soluções mais eficientes e mais eficazes.
  • b)
    A produção mais limpa não é estratégia voltada à prevenção de emissão de poluentes na origem do processo produtivo.
  • c)
    O objetivo da logística reversa tradicional é enfrentar os problemas ambientais de forma a obter soluções imediatas.
  • d)
    No gerenciamento de resíduos sólidos, deve ser observada a seguinte ordem de prioridade: não geração, redução, reutilização, reciclagem e tratamento dos resíduos sólidos, bem como disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos.
  • e)
    Uma boa maneira de evitar o impacto ambiental dos produtos e dos processos produtivos é o da pesquisa e desenvolvimento. Nessa fase, a logística reversa da empresa pode auxiliar nos problemas ambientais antes mesmo de eles começarem.

52359 FCC (2017) - DPE-RS - Técnico - Logística / Logística

Do ponto de vista da logística, com relação à roteirização, é correto afirmar:

  • a)
    Uma modalidade de verificar as rotas mais curtas é a que se inspira no comportamento coletivo das formigas.
  • b)
    A roteirização e a programação de veículos não é uma extensão do ‘problema do caixeiro viajante’.
  • c)
    Sempre que existirem pontos múltiplos de fontes em condições de servir a pontos múltiplos de destinos, não será problema combinar os destinos com as fontes e encontrar as melhores rotas entre eles.
  • d)
    Boas sequências de rotas são formadas quando elas se cruzam. Além disso, a forma das rotas normalmente terá uma protuberância, em forma de lágrima.
  • e)
    Planejamento de rotas que se utilizam de procedimentos cognitivos são de aplicações mais fáceis, todavia, é preciso recorrer a um dos muitos procedimentos matemáticos e de técnicas de pesquisa operacional para encontrar a melhor solução para o problema de rotas.

52360 FCC (2017) - DPE-RS - Técnico - Logística / Logística

A figura abaixo mostra os volumes médios de estoques em quatro armazéns de apoio à produção.

A quantidade de estoques, consolidado em um único armazém, que poderia prestar o mesmo serviço de apoio à produção é de

  • a)
    90 unidades.
  • b)
    120 unidades.
  • c)
    50 unidades.
  • d)
    80 unidades.
  • e)
    60 unidades.

55941 COPESE - UFPI (2017) - UFPI - Assistente de Administração / Logística

Leia as sentenças abaixo sobre o Plano de Gestão de Logística Sustentável, Instrução Normativa nº 10, de 2012.

I. Entende-se como logística sustentável o processo de coordenação do fluxo de materiais, de serviços e de informações, do fornecimento ao desfazimento, que considera a proteção ambiental, a justiça social e o desenvolvimento econômico equilibrado;

II. As práticas de sustentabilidade referem-se a ações que tenham como objetivo a construção de um novo modelo de cultura institucional, visando à inserção de critérios de sustentabilidade nas atividades da Administração Pública;

III. As práticas de racionalização referem-se a ações que tenham como objetivo a melhoria da qualidade do gasto público apenas no momento da execução sem relação com a gestão dos processos;

IV. O processo de coleta seletiva solidária trata da coleta dos resíduos recicláveis descartados, separados na fonte geradora, para destinação às associações e cooperativas de catadores de materiais recicláveis.

Marque a opção CORRETA.

  • a)
    Apenas o item I está correto.
  • b)
    Apenas o item II está incorreto.
  • c)
    Os itens I e IV estão incorretos.
  • d)
    Os itens III e IV estão corretos.
  • e)
    O item III está incorreto.

57122 FCC (2017) - DPE-RS - Técnico - Logística / Logística

São obrigados a estruturar e implementar sistemas de logística reversa, mediante retorno dos produtos após o uso pelo consumidor, de forma independente do serviço público de limpeza urbana e de manejo dos resíduos sólidos, os fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes de:

  • a)
    produtos farmacêuticos e seus componentes; pneus; óleos lubrificantes, seus resíduos e embalagens; lâmpadas fluorescentes, de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista; produtos eletroeletrônicos e seus componentes.
  • b)
    pilhas e baterias; pneus; resíduos de serviços de saúde descartados por hospitais, clínicas e necrotérios; lâmpadas fluorescentes, de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista; produtos farmacêuticos e seus componentes.
  • c)
    agrotóxicos, seus resíduos e embalagens; pilhas e baterias; pneus; óleos lubrificantes, seus resíduos e embalagens; lâmpadas fluorescentes, de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista; produtos eletroeletrônicos e seus componentes.
  • d)
    pilhas e baterias; pneus; resíduos de serviços de saúde descartados por hospitais, clínicas e necrotérios; lâmpadas fluorescentes, de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista; produtos eletroeletrônicos e seus componentes.
  • e)
    agrotóxicos, seus resíduos e embalagens; pilhas e baterias; pneus; óleos lubrificantes, seus resíduos e embalagens; resíduos de serviços de saúde descartados por hospitais, clínicas e necrotérios; produtos eletroeletrônicos e seus componentes.

57123 FCC (2017) - DPE-RS - Técnico - Logística / Logística

O Intercâmbio Eletrônico de Dados (EDI) e a internet tem oferecido importantes contribuições para as atividades logísticas. NÃO se refere a uma das suas prerrogativas:

  • a)
    A internet é menos segura do que o EDI.
  • b)
    A instalação do EDI não exige uma estrutura adequada para compatibilizar com os sistemas existentes e com as interfaces com o consumidor.
  • c)
    A internet inexige relacionamento prévio entre parceiros para troca de informação.
  • d)
    O EDI exige relacionamento prévio entre parceiros para troca de informação.
  • e)
    A internet tem um custo de implementação mais baixo do que o EDI.

57124 FCC (2017) - DPE-RS - Técnico - Logística / Logística

Considere o estoque e a árvore de estrutura de produto mostrada na figura abaixo.

As necessidades líquidas para A, B, C, D e E para produzir 50 unidades de X são, correta e respectivamente,

  • a)
    30 − 60 − 0 − 45 − 40.
  • b)
    60 − 40 − 0 − 30 − 45.
  • c)
    30 − 40 − 45 − 60 − 0.
  • d)
    30 − 40 − 45 − 0 − 60.
  • e)
    30 − 45 − 40 − 0 − 60.